Tenho pesadelos até hoje | joão Athayde

busca | avançada
63467 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Nasi e Scandurra apresentam clássicos do IRA! no Sesc Santo André
>>> Douglas Germano apresenta 'Umas e Outras'
>>> Mostra de Cinemas Africanos acontece em São Paulo e Curitiba a partir de 6 julho
>>> Iecine abre inscrições para a Oficina de Crítica e Fruição Cinematográfica
>>> CLUBE DO CONTO APRESENTA 'UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE' COM A ESCRITORA AVE TERRENA
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> O Apocalipse segundo Seu Tião
>>> A vida depende do ambiente, o ambiente depende de
>>> Para não dizer que eu não disse
>>> Espírito criança
>>> Poeta é aquele que cala
>>> A dor
>>> Parei de fumar
>>> Asas de Ícaro
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O apanhador no campo de centeio
>>> Café com crítica cultural
>>> Por Tutatis!
>>> Macunaíma, de Mário de Andrade
>>> História da leitura (II): o códice medieval
>>> As Pérolas Que Eram Teus Olhos
>>> O livro digital Toy Story para iPad: revolução?
>>> Banana Republic
>>> Saudosismo
>>> 7 coisas que aprendi
Mais Recentes
>>> Relato de uma Católica - Confira !!! de Roberto Diógenes pelo Espírito Jaqueline pela Lúmen Editorial (2005)
>>> A Cor do Invisível (confira Agora!) de Mario Quintana pela Globo (2005)
>>> Como Mudar o Mundo de John-paul Flintoff pela Objetiva (2012)
>>> Anómino de Lazarillo de Tormes pela Santillana Universidad de Salamanca (2008)
>>> Design Museum 20th Century Design de Catherine Mcdermott pela Carlton Uk (2001)
>>> A Língua Que Falamos de Luiz Antônio da Silva pela Globo (2005)
>>> O Dia do Chacal - Grandes Sucessos de Frederick Forsyth pela Abril (1980)
>>> Nova Abordagem no Tratamento de Feridas de Luiz Claudio Candido pela Senac (2001)
>>> Criando Meninos - por Que os Meninos São Diferentes? - o Que Faria o P de Steve Biddulph pela Fundamento (2002)
>>> Sonhos Em Fuga de Zedu Lima pela Livrus (2015)
>>> Crítica Cultural y Sociedade de T. W. Adorno pela Ariel (1973)
>>> Purge de Nicole Johns pela Pub Group West (2009)
>>> Políticas Públicas Sociais e o Desafios para o Jornalismo - Confira! de Guilherme Canela pela Cortez (2008)
>>> George Gershwin de Merle Armitage pela Da Capo (1995)
>>> O Vale dos Mortos de Rodrigo de Oliveira pela Faro Editorial (2014)
>>> Corrupção o 5° o Poder - Repensando a Ética de Antenor Batista pela Edipro
>>> Barrons Act Math and Science Workbook de Roselyn Teukolsky M. S. pela Barrons Educational Series (2009)
>>> Ubirajara - Série Bom Livro - Confira! de José de Alencar pela ática (1995)
>>> Aqueles Que Têm o Poder de Ferir e Outras Histórias de Louis Auchincloss pela Best Seller (1994)
>>> Stephen Hawking - uma Biografia de Kristine Larsen pela Girafa (2006)
>>> Onze Minutos - Confira !!! de Paulo Coelho pela Rocco (2003)
>>> Economia Internacional e Comércio Exterior - 6ª Edição de Jayme de Mariz Maia pela Atlas (2000)
>>> As Relações Perigosas - Confira! de Choderlos de Laclos pela Abril Cultural (1971)
>>> O Processo Psicodiagnóstico e as Técnicas Projetiva de M. L. S. de Ocampo e Colaboradores pela Livraria Martins Fontes (1981)
>>> Ao Sabor do Vento de Cathy Cash Spellman pela Record (1994)
COMENTÁRIOS

Sábado, 10/11/2007
Comentários
Leitores


Tenho pesadelos até hoje
Ana, nos anos 80 publiquei às próprias custas um livro de contos. O que você escreveu é fichinha perto do que passei - tenho pesadelos até hoje. Abraços.

[Sobre "Livros de literatura podem ser objetos de consumo?"]

por joão Athayde
10/11/2007 às
22h57 189.14.23.31
(+) joão Athayde no Digestivo...
 
Individualismo e o coletivo
Interessante que a individualização, tão apregoada na sociedade capitalista, tenha refletido também na música; quando você diz que a obra perdeu significância em relação ao single é o singular se sobrepujando sobre o coletivo. Acredito que isso seja um reflexo do próprio mercado, onde artistas são lançados todos os dias e os hits duram algumas semanas, até o próximo e o próximo. Mas também tem aquela outra questão, alguns músicos são tão bons ou tocam de alguma forma tantas pessoas que acabam se tornando eternos, ou mesmo cantores novos que tenham fãs realmente. Ainda escuto cds inteiros, tanto de antigos como o Led como de novos como a Amy Winehouse. Mas concordo que há uma fragmentação de significados e as pessoas acabam perdendo a arte que está na música.

[Sobre "A morte do disco"]

por Bia Cardoso
http://groselha.wordpress.com
10/11/2007 às
18h14 201.67.10.221
(+) Bia Cardoso no Digestivo...
 
França fascinante
Julio, a França é realmente um país fascinante! País cheio de história, com um povo bem característico. Interessantíssimo! Beijos

[Sobre "Os Franceses, de Ricardo Corrêa Coelho"]

por Amanda B.
http://calcinhasnovaral.com
9/11/2007 às
08h31 200.206.192.107
(+) Amanda B. no Digestivo...
 
Correspondência do texto lido
Achei imprencionante mas muito mais pelas figuras apresentadas. A minha curiosidade é saber qual é a fonte de inspiração que o autor teve para com estas figuras?

[Sobre "O Fel da Caricatura: André de Pádua"]

por Armando Sitoe
9/11/2007 às
07h56 196.28.232.209
(+) Armando Sitoe no Digestivo...
 
Escritor de primeira
Rodrigo Godoy ou Guga Schultze, o certo é que qualquer um vê que se trata de um escritor de primeira.

[Sobre "Guga, para iniciantes"]

por Daniel
http://www.danielslopes.com
9/11/2007 à
01h28 189.12.207.103
(+) Daniel no Digestivo...
 
Coisas que chocam
Excelente a resenha. Mas deixa claro pra mim que jamais lerei esse livro. Qual a intenção de Kohan, o autor? Violência (ou crueldade) não se combate com palavras. Todo escritor deveria saber disso: os violentos são surdos. E uma denúncia, ou um protesto, exige comprometimento afetivo, pessoal, da parte protestante. Se um autor se isenta de uma tomada de posição ao fazer um protesto, não é mais um protesto. É uma propaganda, no sentido em que as coisas que ele escreve se propagam. Tenho minhas suspeitas de que apenas apontar o mal, nomeá-lo, dar-lhe uma forma e não tomar uma posição, é uma maneira de invocá-lo. Ótima a resenha, mas essas coisas ainda me chocam.

[Sobre "Romance quebrado de uma era fraturada"]

por Guga Schultze
9/11/2007 à
00h00 201.80.157.230
(+) Guga Schultze no Digestivo...
 
Deus ou Força Maior
Oi, Mário. Mas sabe, eu acredito muito em mim mesma e nos meus ideais, tenho plena certeza de minha existência, o problema, não apenas meu, mas de todos seres humanos é que necessitamos dar um sentido, uma razão, um saber porquê, como e para onde vamos depois de morrermos, é aí que a idéia de um Deus ou uma força maior entra, consciente ou inconscientemente em todos nós, e toda religião se apropria dessa necessidade humana para levantar seus negócios, que indubtavelmente são doutrinários e coercitivos, além de ser mesmo o que disse. Mas a necessidade de ter uma idéia de Deus ou Força Maior, não necessariamente nos impõe uma religião a ser seguida, apenas nos acalenta de uma ausência de sentidos para a nossa vida tão efêmera. Afinal, ter a consciência da própria morte, faz grande diferença em nossas vidas!

[Sobre "Deus, um delírio, de Richard Dawkins"]

por Danielle
http://www.bloguisteria.blogspot.com
8/11/2007 às
14h43 201.27.238.6
(+) Danielle no Digestivo...
 
Religião: um negócio
Discordo, Danielle! Acreditar em um deus é não acreditar em si mesmo! Quem se enche de fé religiosa, fé doutrinada, é porque é vazio por dentro... É possivel sim viver bem, fazer o bem, sem acreditar em nada disso... a simples libertação dessa doutrinação maléfica e manipuladora nos faz pessoas mais esclarecidas e livres, porém não melhores. Isso depende de cada um. Acho que já temos provas suficientes de que religião é e sempre foi apenas um negócio, ou não? De que ela sempre foi causa ou consequência da aquisição de poder e dinheiro. Se os próprios religiosos que tanto doutrinaram este mundo fossem tementes ao seu próprio deus, não teriam feito 1/4 do deserviço que fizeram até hoje. Respeito tua opinião, mas, pra mim, não há como defender a religião doutrinada, o catolicismo romano ou qualquer outra religião que se espelhe em uma figura de um ser maior. Deus (e o diabo) somos nós mesmos.

[Sobre "Deus, um delírio, de Richard Dawkins"]

por Mario
8/11/2007 às
13h30 189.27.240.116
(+) Mario no Digestivo...
 
Saber ser plural
De setembro de 2006 a novembro de 2007 já passa um bom tempo. Mas esta entrevista competentemente dirigida está sempre atual. Sem deixar de ser necessário ler algo sobre Mia, eis aqui uma exposição de um homem que o destino o entregou a caneta para dela viver e dinamizar a vida dos outros. Mia Couto, tens tú o tamanho do mundo. O intercontinentalismo das tuas obras te eleva a um lugar de destaque na vida. Tú nasceste como qualquer outro, cresceste, estudaste e trabalhaste (e ainda trabalha) como qualquer outro, mas a tua coragem e decisão só tem lugar em si . Fiquei bastante comovido quando a dado passo da entrevista dizias: "uma das razões pela qual eu deixei o jornalismo foi porque entrei em ruptura com certos tipos de atitude". É sempre bom um singular saber ser plural. Ser democrata na vivência e nas ideias. Ser fonecedor da independência aos dependentes. Ser moçambicano a maúscula. Esta é a mensagem que a entrevista carrega. Parabéns por estas palavras prosadas. A luta continua!

[Sobre "Mia Couto revisitado"]

por Jorge Julio Manhique
8/11/2007 às
09h26 196.28.227.126
(+) Jorge Julio Manhique no Digestivo...
 
Gosto é gosto
Gosto é gosto. O que não se pode fazer são afirmações do tipo: "JG é repetitivo". Tecnicamente, JG modifica a harmonia em cada suposta repetição. Os complexos acordes nunca são os mesmos, as diferenças acentuam novos temperos à sonoridade e já deixaram Eric Clapton maluco, quando cismou de gravar um disco com bossa nova. Felizes os que conseguem captar esta riqueza.

[Sobre "A contradição de João Gilberto"]

por Juca Azevedo
7/11/2007 às
18h47 189.2.184.40
(+) Juca Azevedo no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Ataque do Quimera 35 a Sombra do Batman 19
Dc Comics
Panini Comics



Vencer-se É Vencer Mais
Regis de Morais
Eme
(2011)



Fundamentos de Sociologia
A. Carneiro Leão
Melhoramentos
(1961)



Disciplina Limite na Medida Certa - 91ª Edição
Içami Tiba
Integrare
(2006)



O Estado e a Revolução - Estante do Pensamento Social Nº 05 Capa Dura
Lenine ( Lenin ) / Aristides Lobo Tradutor
Guaíra



O Fim do Livre Mercado
Ian Bremmer; Luiz Euclydes T. Frazao Filho
Saraiva
(2011)



Matemática - Volume único- Parte 3
Gelson Iezzi
Atual



Francis Drake o pirata da rainha
Sarah Courtauld
Seleções Reader's Digest
(2012)



Mal Secreto - Inveja
Zuenir Ventura
Objetiva
(1998)



Utilidades Vernaculas
Antonio Giannella
Ed Autor





busca | avançada
63467 visitas/dia
1,8 milhão/mês