A liberdade é que é boa | jardel dias

busca | avançada
69435 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Shopping Granja Vianna de portas abertas
>>> Teatro do Incêndio lança Ave, Bixiga! com chamamento público para grupos artistas e crianças
>>> Amantes do vinho celebram o Dia Mundial do Malbec
>>> Guerreiros e Guerreiras do Mundo pelas histórias narradas por Daniela Landin
>>> Conheça Incêndio no Museu. Nova obra infantil da autora Isa Colli fala sobre união e resgate cultura
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
>>> Curtíssimas: mostra virtual estreia sexta, 16.
>>> Estreia: Geração# terá sessões virtuais gratuitas
>>> Gota d'agua
>>> Forças idênticas para sentidos opostos
>>> Entristecer
>>> Na pele: relação Brasil e Portugal é tema de obra
>>> Single de Natasha Sahar retrata vida de jovem gay
>>> A melancolia dos dias (uma vida sem cinema)
>>> O zunido
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Gilberto Gil: Cultura Viva
>>> Histórias Extraordinárias, de Edgar Allan Poe
>>> 2006, o ano dos livros
>>> Na toca dos leões
>>> O nome da morte
>>> 7 de Setembro
>>> Sobre Paraíso Tropical
>>> Bernardo Carvalho e a arte da fuga
>>> Uma feira (in)descritível
>>> Quem tem medo do Besteirol?
Mais Recentes
>>> He. A Chave Do Entendimento Da Psicologia Masculina de Robert A. Johnson pela Mercurio (1992)
>>> Como atirar vacas no precipício de Alzira Castilho pela Panda Book (2021)
>>> Sorrindo Entre Lágrimas de Núbia Moreira Santana pela Kelps (1999)
>>> Acampamento esperança: O 34º homem e outras histórias extraordinárias do resgate dos mineiros no Chile que a imprensa não mostrou de Carlos Parra Díaz pela Thomas Nelson Brasil (2021)
>>> Para Gostar de Ler - Crônicas 6 de Loure Carlos Eduardo Novaes e Outros pela Atica (2013)
>>> Razão e Sensibilidade de Jane pela Princípis (2018)
>>> A Obra ao Rubro de Herberto Helder de Maria Estela Guedes pela Escrituras (2010)
>>> Sentido e Espírito da Regra de São Bento de Dom Ildefonso Herwegen pela Lumen Christi (1963)
>>> Viagem de bolso: O melhor de Nova York de Rosana Zakabi pela Abril (2013)
>>> Guia paris - key guides de Aa Publishing pela Publifolha (2008)
>>> O Quinze 64ªed. de Rachel de Queiroz pela Siciliano (1998)
>>> A Mina de Françoise Gange pela Rocco (1994)
>>> Uma Utopia Militante - Repensando o socialismo de Paul Singer pela Vozes (1998)
>>> O Amador de Diego Pansani pela Urutau (2018)
>>> Walkscapes - O caminhar como estética de Francesco Careri pela Gustavo Gili (2016)
>>> O pior médico do mundo de Gerson Salvador pela Ciclo Contínuo (2014)
>>> Na minha pele de Lázaro Ramos pela Objetiva (2017)
>>> Negrhúmus líricos de Luiz Silva (Cuti) pela Ciclo Contínuo (2017)
>>> A Menina Que Conversava Com as Roupas de Paula Acioli e Jana Magalhaes pela Memoria Visual (2009)
>>> Raiz de um negro brasileiro - esboço autobiográfico de Oswaldo de Camargo pela Ciclo Contínuo (2015)
>>> O viajante imóvel: Machado de Assis e o Rio de Janeiro de seu tempo de Luciano Trigo pela Record (2001)
>>> Terça Afro território de afetos de Ana Caroline da Silva e Whellder Guelewar (Orgs) pela Ciclo Contínuo (2016)
>>> Nova Lusitânia, História da Guerra Brasílica (box Com Cd) de Francisco de Brito Freire pela Beca (2021)
>>> Guia O melhor de Orlando e parques da Flórida de Marisa Adan Gil pela Abril (2009)
>>> Planeta Deagostini de Contos de Magic - the Gathering - Juramento das Sentinelas - N. 5 pela Planeta Deagostini (2019)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 23/8/2011
Comentários
Leitores


A liberdade é que é boa
Carol, na verdade não foi tão ruim assim, mas o clássico mar de rosas misturado ao abismo dos infernos de sempre. Mas não é o casamento que é ruim, é a liberdade que é boa demais para querer novamente me meter numa furada.

[Sobre "Vantagens da vida de solteiro"]

por jardel dias
23/8/2011 às
08h26 189.115.5.150
(+) jardel dias no Digestivo...
 
Casamento horrível
Mas que casamento horrível esse que você teve, hein?

[Sobre "Vantagens da vida de solteiro"]

por Carol
23/8/2011 à
00h28 187.23.103.202
(+) Carol no Digestivo...
 
Consumindo letras
Eu sou professora de Literatura e quando meus alunos me dizem que estão lendo Harry Potter, Percy Jackson, Crepúsculo, Guerra dos Tronos... etc etc etc... sempre os parabenizo. Independente da "importância" que determinados autores têm sobre outros [e essa importância deve ser questionada na maioria das vezes] eles estão LENDO. Consumindo letras. Alimentando-se de letras. Mergulhando em algo que não seja apenas a recepção passiva de informações e imagens manipuladoras [como na televisão, por exemplo]. Marisa Lajolo questiona muito essa questão do que é literatura ou não. Leyla Perrone-Moisés explicita como se contróem os cânones literários... e há muito o que devemos discutir e re-pensar [e re-pensar e re re re re re pensar sobre o assunto] quando se trata de literatura. Adorei ler e amanhã em minha aula de Literatura utilizarei este texto pra discussão sobre como se contróem os canônes na literatura. Vai ser um ótimo mote pra abrir as discussões sobre o tema. Abçs!

[Sobre "Por que Harry Potter é boa literatura"]

por Milena Campello
http://www.twitter.com/milena_campello
21/8/2011 às
16h29 200.103.93.79
(+) Milena Campello no Digestivo...
 
Pra ficar só na Literatura
Crítica honesta anda meio escassa, por toda parte. Creio que se vê comprometimento pessoal (ou empregatício) com patotas ou carteirinhas ideológicas por toda parte num grau nunca visto. Ademais, há "impressionismo" excessivo na era digital - pra ficar só na Literatura, vê-se em alguns lugares resenhas que deixam óbvio que o resenhista leu quando muito a orelha de um livro e se deixou levar por uns fragmentos de enredo, juntando cacos e construindo uma peça unitária cujo fundamento básico foi a preguiça e o palpite, não mais. Como sou escritor (e também comento livros alheios), sei que é assim. Muitas vezes li comentários sobre livros meus que me deixaram fulo da vida pela imprecisão, pelos chutes... (enumerando influências de escritores que nem li). Jamais comentei um livro que não houvesse lido cuidadosamente, e isso me parece o fim da picada. Mas parece que hoje em dia a crítica, se for elogiosa, é considerada sempre benvinda pelo escritor, ainda que parta de alguém que nem o leu.

[Sobre "O Crítico, em Exercício Findo, de Décio de Almeida Prado"]

por francisco lopes
19/8/2011 às
12h41 187.49.199.100
(+) francisco lopes no Digestivo...
 
Enxergar claro
Que bom! Serenidade e estoicismo são aconselháveis em alto grau, principalmente quando se vai envelhecendo e se entende que nossas queridas ilusões sobre as pessoas (mesmo as que mais amamos) e sobre nós mesmos (principalmente) se dissipam irremediavelmente. No entanto, são substituídas por uma capacidade maior de enxergar claro, isto é, com uma desilusão objetiva e tranquila. Aí os ideais de Bem ou Mal enfáticos já não nos pegam mais...

[Sobre "Sobre os enganos do mundo, de Sêneca"]

por francisco lopes
19/8/2011 às
11h00 189.107.64.141
(+) francisco lopes no Digestivo...
 
Títulos assim
Ana Maria Machado disse uma coisa curiosa num programa de televisão, a respeito desse livro: que ele vinha numa linha de títulos como "Desonra", de Coetzee, "Reparação", de Ian McEwan, "Humilhação", de Roth, e outros. Verdade: o que será que leva tantos autores de países diferentes a criar títulos assim, em onda mundial?

[Sobre "A realidade, na verdade, é mentira"]

por francisco lopes
19/8/2011 às
10h54 189.107.64.141
(+) francisco lopes no Digestivo...
 
Irresponsabilidade total
Isso de fato é constrangedor, e os equívocos pipocam o tempo todo. As pessoas não querem conferir a origem clara do que dizem, não querem ouvir os autores, só querem mesmo é propagar suas ideias através de citações incompletas, errôneas ou até mesmo deliberadamente adulteradas. A Internet é um território democrático, e democracia, no Brasil, parece ter sempre soado como permissão para a total anarquia. Irresponsabilidade total.

[Sobre "Textos mortos vivos"]

por francisco lopes
19/8/2011 às
08h25 187.49.199.123
(+) francisco lopes no Digestivo...
 
Rumo ao refinamento e à poesia
Pura verdade. "Abraços partidos" foi mal compreendido, porque sempre se espera exotismo e humor escrachado, além de toques pornográficos, em Almodóvar, enquanto ele foge cada vez mais de qualquer vulgaridade rumo ao refinamento e à poesia.

[Sobre "Abraços Partidos, de Pedro Almodóvar"]

por francisco lopes
19/8/2011 às
08h02 187.49.199.123
(+) francisco lopes no Digestivo...
 
Um filme de guerra às avessas
Discordo totalmente. A graça do filme está na subversão das personagens históricas. Não estamos falando de "O resgate do soldado Ryan", que tinha outro propósito e, ainda com toda aquela produção realista, falha em várias verdades históricas, a ponto de tratar os alemães, em algumas cenas, como crianças brincando de guerra. Tarantino, melhor que Spielberg (e Rodat), cumpre seu propósito inicial: um filme de "guerra" às avessas. Quem se incomoda com a história corrompida que vá assistir a documentários.

[Sobre "Inglourious Basterds, de Quentin Tarantino"]

por Nathalia
http://twitter.com/nathalia_ck
18/8/2011 às
15h08 201.92.59.221
(+) Nathalia no Digestivo...
 
Nossa mente plástica
Acho que o ser humano está constantemente se re-inventando, desde as cavernas, desde o evento (explosao, era glacial ou quente) que provocou o nascimento da linguagem. Não dá pra saber que neuronios, que sinapses surgirao ou desaparecerao de nossa mente plástica. É uma extraordinária aventura, imprevisivel de mtas formas, que essa nossa espécie bárbara vai vivendo. Gostaria de viver mais cem anos pra ver isso.

[Sobre "The Shallows, by Nicholas Carr"]

por Marilia Mota
18/8/2011 às
14h05 69.250.147.232
(+) Marilia Mota no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Direito Penal: Parte Especial - Artigos 121 a 234 do Código Penal
Paulo Cesar Busato (volume 2 ) 2ª Edição
Atlas; Grupo Gen
(2016)



A Decoração de Escritórios, Consultórios e Lojas Em Geral
Edmundo Rodrigues
Edições de Ouro
(1963)



Contabilidade Geral
Hilário Franco
Atlas
(1983)



Paris era Ontem 1925-1939
Janet Flanner
José Olympio
(2006)



Recreio Nas Férias
Vários Autores
Imk
(2004)



Qualidade Total Em Informática
Antonio de Loureiro Gil
Atlas (sp)
(1992)



As Aventuras do Capitão Pirilampo e do Comandante Noita
Flávio Rezende - Suzana Gasparian
Girafinha
(2011)



Contratos de Crédito Bancário - 2a edição
Arnaldo Rizzardo
Revista dos Tribunais
(1994)



As Ostras Estao Morrendo
Walmir Ayala
Leitura
(2007)



Helba Nogueira - uma Vida a Serviço da Dança
Ivan Ribeiro Barbosa
Não Identificado
(1988)





busca | avançada
69435 visitas/dia
2,6 milhões/mês