Grande diretores | Bruno Garschagen

busca | avançada
60133 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COMENTÁRIOS

Sexta-feira, 3/5/2002
Comentários
Leitores


Grande diretores
Caro Otavio, obrigado pelas palavras. Infelizmente, ainda não vi o KRO249, mas já li algo sobre o documentário e pedi para um colega gravar para mim. Valeu o toque sobre os filmes do Kubrick. Vou tentar vê-los para elaborar um texto. Sobre os outros grandes diretores, não sei se estou a altura de escrever sobre eles, assim como escrevi sobre Welles mais por petulância. Mas, obrigado pela consideração e leitura. Abs. Bruno Garschagen

[Sobre "O cidadão Welles"]

por Bruno Garschagen
3/5/2002 às
14h56 200.176.210.96
(+) Bruno Garschagen no Digestivo...
 
Mensagem para o Bruno
Bruno Apesar de ter todo o estilo de um filme de Orson Welles, o Terceiro Homem não foi dirigido por ele e sim pelo Carol Reed.

[Sobre "O cidadão Welles"]

por Marilia Araujo
3/5/2002 às
14h06 200.154.58.144
(+) Marilia Araujo no Digestivo...
 
joaninhas
Cara, fantástica sua coluna. Uma das suas melhores (como todas as outras, aliás). É um privilégio poder lê-lo e compreendê-lo - azar das joaninhas prados, condenadas ao asfalto e ao silicone. Mas confesso que de vez em quando, de vez em quando, eu gostaria de ser um abacate. Ignorante e burro como um abacate. Sem dúvida sofreria menos - mas também viveria menos. Um grande abraço, Fabio.

[Sobre "Quem Não Lê Não É Humano"]

por Fabio
3/5/2002 às
13h56 200.183.94.214
(+) Fabio no Digestivo...
 
Pulando e batendo palminhas!
Coisa mais estranha! Não sei por que, mas ao entrar novamente nesta página... cheguei a escutar um trechinho da Flauta Mágica. Hahaha! Como o Fabio deve estar apreciando o vai e vem de comentários (todo vai e vem é excitante). Ele, o Fabio Danesi, deve estar pulando e batendo palminhas ao som de Mozart. Divirta-se, caríssimo colunista! Na arena branca dos comentaristas, a luta continua... E pensar que tudo o que o Fabio quer, mesmo, mesmo, é achar o tal "Der Lieb' und Tugend Eigentum" (o lugar do Amor e da Virtude). Só que ainda há muita estrada poeirenta pela frente, filho... Não desanime, o mundo é quase bom e a felicidade até existe! Viu como a Isabella o defendeu ardentemente? Viu? E a Sue? Imagine se você penteasse os cabelos, então... acho que até a belíssima cantora Dido tomaria o primeiro avião para São Paulo! Hahaha! Enquanto isso... Lula sobe nas pesquisas e o risco Brasil vai subindo junto... Sinto um desejo enorme de partir para Neverland, por pura vergonha. Já pensou se o sr. Luiz Inácio chegar a lider supremo da Nação? Teremos um orc tolkieniano a nos empurrar para o mais fundo dos abismos. Abraço do Dennis

[Sobre "a falsa verdadeira democracia"]

por Dennis
3/5/2002 às
12h38 200.204.143.186
(+) Dennis no Digestivo...
 
o Evangelho das mulheres
DICA CULTURAL: QUERIA RECOMENDAR A VOCÊS ESTE LIVRO FANTÁSTICO..Chama-se O Evangelho Segundo Maria e seu autor é Armando Avena. É livro diferente que coloca a mulher em primeiro plano na história bíblica. Foi lançado pela editora Relume-Dumará, do Rio de Janeiro. É a história de Jesus contada pelas mulheres, Maria e Madelena que no Novo Testamento ficaram canonizadas nos papéis da santa e da prostituta, mas que, no romance, se colocam como as forjadoras do pensamento de Cristo. É um romance e, apesar de todos conhecerem o final, vai surpreender o leitor a cada linha.

[Sobre "Pode guerrear no meu território"]

por fatima
3/5/2002 às
11h40 200.223.116.1
(+) fatima no Digestivo...
 
Falta um Sokal
E isso, Evandro, sem mencionar a velha tática usada por tais palestrantes iluminados, que é a de se esconder por trás de um jargão nebuloso e impenetrável. Bem que poderia surgir um Alan Sokal por aqui, prá botar em seus devidos lugares uma meia dúzia de densos tagarelas. Abraço Rogério Macedo P.S. Sobre tal jargão já escrevi em meu blog (http://pradomacedo.blogspot.com) no dia 1 de Junho de 2001.

[Sobre "Superficialidade e Reducionismo"]

por Rogério Macedo
3/5/2002 às
10h48 200.194.102.154
(+) Rogério Macedo no Digestivo...
 
PESSOAS CEGAS
Alexandre: Está de parabens, pois é exactamente o que acontece com as pessoas que não procuram os livros, são pessoa cegas, que pensam ou imaginam que sabem alguma coisa, mas no fondo ñada sabem, e infelizmente temos tantos especimem de essa natureza e o pior, isto está dideminado en todas partes e em todas as classes sociais.

[Sobre "Quem Não Lê Não É Humano"]

por Roberto Mauricio
3/5/2002 às
10h40 200.215.130.129
(+) Roberto Mauricio no Digestivo...
 
Menos
Gostei do texto, especialmente pelo tom irônico. Seria legal, no entanto, para adicionar ainda mais ironia, que aqueles operários fossem apenas um grupo de amigos literatos, como Bukowski e pares, num dia de trabalhos nos correios da cidade angelical, ignorados em suas facetas mais verdadeiras pela visão míope do observador, apenas a descansar sobre a relva urbana. Creditar à leitura a qualidade da superação da condição humana, que aqui já se traveste de proto-humana, como bem deve ser ressaltado, é de bom tom acatar. Mesmo porque a crença segue igual sentido. Interessante é que o autor parte do princípio que ser homo literalis já é, para si próprio, uma verdade tão absoluta, que a refutação é digna de considerações obsequiosas. De um cavalo ao chão poderia ter nascido a teoria newtoniana. Foi de uma maçã. Bem, ao menos alguns podem nisso crer: Um charuto também pode ser só um charuto. Menos, Alexandre, menos. Mas ainda assim, meus parabéns.

[Sobre "Quem Não Lê Não É Humano"]

por Homer
3/5/2002 às
09h55 200.152.98.9
(+) Homer no Digestivo...
 
Uma saga de grandes diretores
Caro Bruno, ( desculpe pela faltas de acentos, ja que micro por qual escrevo esta com problema na configuracao) Parabens pelo belissimo texto. Para quem gosta cinema e mais do que interessante. Nao sei se voce viu existe um filme que a HBO produziu que conta a historia da producao do Cidadao Kane que chama KRO249. Era a caixa de lata que pelicula era guaradada. Que tal um texto sobre o Kubrick. Esta passandono CineMax Prime uma saga com todos os filmes do rapaz. Voce poderia fazer varios textos com grandes diretores do seculo XX Abracao Otavio

[Sobre "O cidadão Welles"]

por Otavio
3/5/2002 às
10h26 200.153.78.26
(+) Otavio no Digestivo...
 
Há quem prefira a cozinha
Alexandre, obviamente, no clube da humanidade, se um membro não quer saber de ler as atas, sua presença ali será, digamos, pouco significativa, ao menos no hall principal. Mas há gente que quer ficar mesmo na cozinha, na ante-sala, no quintal. Quer estar nesses locais, pois lá é melhor prá fornicar, prá beliscar sorrateiro a broa de milho, prá opinar sem responsabilidade sobre a nova roupa da senhora gorda, sobre o novo automóvel do senhor de casaco preto, sobre o cofiar de bigodes do velho barrigudo, etc. Acho que foi o Victor Hugo que disse "tudo que aumenta a liberdade aumenta a responsabilidade". Há quem abra mão da liberdade que o conhecimento traz para não ter que carregar o fardo da responsabilidade. Há quem prefira deixar nas mãos dos governantes a solução de seus problemas mais comezinhos. É em última instância uma escolha pessoal. Como nos grandes centros urbanos, na cidade do saber há a periferia do conhecimento. Só que nesse caso eu acho que o inchaço populacional da periferia é menos uma questão social do que espiritual. Há, claro, o aspecto social, pois há quem nasça e morra nesse país sem nunca ter passado diante de uma biblioteca pelo fato de não haver bibliotecas nesse país. Mas quem não lê porque "logo me cansa a vista" está mentindo prá si mesmo e nem que morasse dentro duma biblioteca saberia que há mais Capitus nesse universo do que aquela putinha da novela das oito. Pessoas muito ligadas a mim já insinuaram que eu devo ser um idiota, dada a quantidade de tempo que "perco" diante de meros pedaços de papel salpicados de letras. Obviamente não tenho o louvável ânimo de um Alexandre para pegar tal pessoa pelo braço e dizer-lhe que "não é bem assim" ou, se o humor não estiver lá essas coisas, um "você quase nunca sabe do que está falando e eu sei a causa disso". Já tomei minha decisão: danem-se, fiquem na sua areia movediça que eu fico no meu vale das sombras. Mais uma coisinha óbvia, mas que pode explicar alguma outra coisa: as pessoas conseguem emular uma vida feliz longe do conhecimento, longe do desejo de saber algo mais do que aquilo que lhes dê um bom bocado da broa de milho. E essa emulação é um mistério da perfeição que suscita uma pergunta fundamental: as pessoas são realmente mais felizes na ignorância ou pensam que são mais felizes na ignorância? É tentador escolher a segunda opção, mas não dá prá fazer isso, pobres humanos caídos em pecado que somos, sem uma considerável dose de soberba. No entando não é soberba ou extrema vaidade o que me leva a concordar com o Alexandre: há muito de joaninha em quem não lê por não nunca ter sido apresentado aos livros. Mas há seres muito mais primitivos, que vivem em fossas abissais, aqueles que tiveram um pouco da educação formal mas que não lêem porque "não tenho tido tempo e quando tenho logo me dá um sono"... Abraço fraternal no amigo Alexandre Rogério Macedo P.S. Mais das minha abobrinhas em http://pradomacedo.blogspot.com

[Sobre "Quem Não Lê Não É Humano"]

por Rogério Macedo
3/5/2002 às
09h56 200.194.102.154
(+) Rogério Macedo no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




GENESIS & ÊXODO BIBLIA 2000
JOSE AUGUSTO RAMOS
ALFA
(1997)
R$ 37,17



DA CRÍTICA GENÉTICA À TRADUÇÃO LITERÁRIA
MARIE-HELENE PARET PASSOS
HORIZONTE
(2011)
R$ 50,00



COMUNICAÇÃO VERBAL: UM GUIA PRÁTICO PARA VOCÊ FALAR EM PÚBLICO
ALBERTINA SILVA FROLDI / HELEN FROLDI ONEAL
PIONEIRA
(1998)
R$ 13,00



EGYPTIAN MUSEUM AND PAPYRUS COLLECTION, BERLIN: 100 MASTERPIECES
DIETRICH WILDUNG
SCALA PUBLISHERS
(2010)
R$ 135,00
+ frete grátis



REVISTA DE PROCESSO - REPRO
TERESA ARRUDA ALVIM WAMBIER
REVISTA DOS TRIBUNAIS
(2012)
R$ 130,00



TEACHING CHUNKS
SETH LINDSTROMBERG
HELBLING
(2008)
R$ 150,00



SEGREDOS EM NEFROLOGIA
DONALD E. HRICIK, JOHN SEDOR E MICHAEL B. GANZ
ARTMED
(2002)
R$ 28,28



O HOMEM E O AMOR
NANCY FRIDAY
DIFEL
(1981)
R$ 15,00



DIVESIDAD CULTURAL Y DESARROLLO URBANO
MONICA ALLENDE SERRA
ILUMINURAS
(2005)
R$ 50,00



SCRIFTTUM UBER BODENMECHANIK IV
HANS PETERMANN; HERBERT KUHN
KIRSCHBAUM VERLAG
(1965)
R$ 120,00





busca | avançada
60133 visitas/dia
1,1 milhão/mês