que a realidade me destrua | Carol

busca | avançada
58257 visitas/dia
1,6 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Sessão Única com Jogo de Escape Game e debate do filme 'Os Bravos Nunca se Calam' em SP
>>> OBRAS INSPIRADAS DURANTE A PANDEMIA GANHAM DESTAQUE NO INSTITUTO CERVANTES, EM SÃO PAULO
>>> Sempre Um Papo com Silvio Almeida
>>> FESTIVAL DE ORQUESTRAS JUVENIS
>>> XIII Festival de Cinema da Fronteira divulga Programação
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Entre Dois Silêncios, de Adolfo Montejo Navas
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> O segredo para não brigar por política
>>> Endereços antigos, enganos atuais
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Nosotros
>>> Berço de lembranças
>>> Não sou eterno, meus atos são
>>> Meu orgulho, brava gente
>>> Sem chance
>>> Imcomparável
>>> Saudade indomável
>>> Às avessas
>>> Amigo do tempo
>>> Desapega, só um pouquinho.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A voz de uma geração perdida e abandonada
>>> Direita, Esquerda ― Volver!
>>> O menino mais bonito do mundo
>>> iPad
>>> iPad
>>> iPad
>>> Sátiro e ninfa, óleo s/ tela em 7 fotos e 4 movies
>>> poeta del vacío existencial
>>> Croft & Kidman
>>> Histórias de gatos
Mais Recentes
>>> Meu Ano de Descanso e Relaxamento de Ottessa Moshfegh pela Todavia (2009)
>>> Além das Crianças Índigo de P. M. H. Atwater pela Prolibera (2008)
>>> Semântica e Estilística - Dimensões Atuais do Significado e do Estilo de Esther Gomes de Oliveira; Suzete Silva (orgs.) pela Pontes (2014)
>>> A montanha mágica de Thomas Mann pela Círculo do livro (1982)
>>> Tecnologia da Informação - A Arte do Planejamento Estratégico de Bernard Boar pela Berkeley (2002)
>>> Doutor Fausto de Thomas Mann pela Nova Fronteira (1984)
>>> Carlota em Weimar de Thomas Mann pela Nova Fronteira (1984)
>>> Fábulas de La Fontaine de Marc Chagall pela Estação Liberdade (2004)
>>> Produção Textual, análise de gêneros e compreensão de Luiz Antônio Marcuschi pela Parábola (2008)
>>> As confissões de Felix Krull de Thomas Mann pela Hemus
>>> Direito e Razão - teoria do garantismo penal de Luigi Ferrajoli pela Revista dos Tribunais (2006)
>>> Década Perdida - Dez Anos de PT no Poder de Marco Antonio Villa pela Record (2013)
>>> Sua alteza real de Thomas Mann pela Portugália
>>> O Debate Sobre Deus de Terry Eagleton pela Nova Fronteira (2011)
>>> Mario e o mágico de Thomas Mann pela Artenova (1975)
>>> O Insaciável Homem-Aranha de Pedro Juan Gutierrez pela Companhia das Letras (2004)
>>> Os Buddenbrook - Decadência duma família de Thomas Mann pela Círculo do livro (1975)
>>> A Hipótese Comunista de Alain Badiou pela Boitempo (2012)
>>> Fenômeno da Lavagem de Dinheiro e Bem Jurídico Protegido de Romulo Rhemo Palitot Braga pela Juruá (2010)
>>> As cabeças trocadas - Uma lenda indiana de Thomas Mann pela Nova Fronteira (1988)
>>> Mulheres Que Correm Com os Lobos de Clarissa Pinkola Estés pela Rocco (1992)
>>> Conhecendo a Biodiversidade de Ariane Luna Peixoto; outros pela Vozes (2016)
>>> O eleito de Thomas Mann pela Portugália (1980)
>>> Alice no País dos Números de Carlo Frabetti pela Atica (2000)
>>> Por quem os sinos dobram de Ernest Hemingway pela Companhia nacional (1979)
COMENTÁRIOS

Domingo, 3/10/2004
Comentários
Leitores


que a realidade me destrua
No mural do bloco do meu curso (que por acaso não é Letras, faço Biologia) tem uma frase do Nietzsche: "A arte existe para que a realidade não nos destrua". Não creio que a função da literatura seja a de potencializar o aproveitamento da vida prática. A literatura, ao menos na minha vida, funciona para não deixar que a realidade me destrua.

[Sobre "Por que não estudo Literatura"]

por Carol
3/10/2004 às
11h47 200.225.194.49
(+) Carol no Digestivo...
 
Ler é desdizer-se o tempo todo
Os primeiros contatos com livros na minha infância foram com trechos de obras que se encontravam nos grossos livros didáticos de Comunicação e Expressão, mais precisamente na seção de literatura. Sempre achei que jamais teria um livro, até porque eu não via necessidade nisso já que os didáticos me traziam o que precisava para o gasto. Minhas primeiras experiências em se tratando de leitura foram como a maioria das crianças pobres naqueles anos 60: os já citados trechos nos livros didáticos, as fotonovelas, alguns gibis (estes como aquelas na maioria emprestados às minhas irmãs) e bolsilivros (aqueles de faroeste, de espionagem e até de romances água com açúcar). Minha primeira aquisição de uma obra, já então com 20 anos, foi o “Perdidos na noite”, de um certo James Leo Herlihy, cuja transposição para o cinema contou com as soberbas interpretações de Jon Voight e Dustin Hoffman e teve como uma das trilhas sonoras a belíssima canção “Everybody talkin’”, na voz de Harry Nilsson. Daí foi só um passo para ter o meu acervo pessoal: uma biblioteca com uns 600 volumes das mais diversas literaturas, evitando o máximo que eu posso os medonhos “best-sellers”. Às vezes fico pensando que não vou viver o suficiente para ler tudo o que está ali, já que eu continuo com essa mania de adquirir pelo menos uns dois por mês. E, sim, eu fiz o tal Curso de Letras, que na verdade até hoje me pergunto porque de tão inusitado ato. Pode ter sido pela exigência de se tirar um diploma, que para tal ainda não vislumbrei necessidade alguma. Vale ressaltar que sempre fui uma das figuras mais introvertidas de minha época de estudante e só me faltava ter um treco se alguém me olhasse, quanto mais se uma professora se lembrasse de que eu existia e chamasse meu nome para tal tarefa, até mesmo para ouvir de mim o “Presente!”. Refugiei-me então entre os livros, que não me exigiam mais do que meu silêncio e meu tempo todo disponível, depois dos afazeres de todo menino de família classe baixa-baixa: ir pra inevitável escola, cuidar de limpar o quintal, encher as vasilhas de água e jogar bola a tarde inteira. Neste caso, a literatura pode ter salvo uma alma do abismo das ignorâncias. Por outro lado, não consigo entrever uma utilidade prática para a literatura, ou, em outras palavras, poder aplicar no cotidiano o que a leitura me permite interpretar. Então, por que lês, me pergunta a esfinge: Leio porque lendo eu me desdigo o tempo todo; porque necessito de contraponto.

[Sobre "Por que não estudo Literatura"]

por Pepê Mattos
3/10/2004 às
10h15 200.252.140.6
(+) Pepê Mattos no Digestivo...
 
Manias em sala de aula...
Manias, cada um com as suas. Os textos estão ótimos, e desde já digo que vou me valer deles em sala de aula. Sou professor de Língua Portuguesa, e o seu texto é uma bela motivação para se produzirem outros textos!!! Um abraço.

[Sobre "Manias"]

por Arquimimo Novaes
2/10/2004 às
22h11 200.165.114.132
(+) Arquimimo Novaes no Digestivo...
 
um lugar chato
Andréa, morei no Canadá durante 3 anos e devo confessar que tive a mesma impressao - é um lugar chato. Felicidades!

[Sobre "O Benfeitor"]

por Geraldine
2/10/2004 às
18h31 80.185.3.155
(+) Geraldine no Digestivo...
 
biografia dignifica
Francisco de Assis Barbosa dignifica Lima Barreto nesta biografia definitiva.

[Sobre "Da Biografia de Lima Barreto"]

por Edmilson Paes
2/10/2004 às
16h02 200.157.240.249
(+) Edmilson Paes no Digestivo...
 
Acertei?
Um texto muito bom, muito triste, alguém muito solitário, sem vida. Uma personalidade porém muito reforçada e qualificada pelas empresas, pelas famílias. É alguém que dá conta de tudo e além disso não incomoda a ninguém, só a ele!

[Sobre "Manias"]

por Eliane Araujo
2/10/2004 às
12h00 200.196.13.150
(+) Eliane Araujo no Digestivo...
 
É de rotina que vive o homem
Olá, Julio! :-) Adorei suas "Manias"! Daria um ótimo conto [não sei se foi pensado para ser um]. Quem não se identifica com a seqüência de ações e os itinerários, ainda que não tenha a mesma agenda? ;-)

[Sobre "Manias"]

por Rosy Feros
1/10/2004 às
11h22 200.148.35.102
(+) Rosy Feros no Digestivo...
 
Cidades livres de carros
Oi Daniela, muito bom o seu texto. Sugiro, caso ainda não conheça, que visite o site Car Free Cities. É bastante interessante. Sugere que é possível uma cidade na qual qualquer ponto é acessível, a pé e com transporte coletivo, em, no máximo, 35 minutos. Abraço, Bruno

[Sobre "As cidades e os carros"]

por Bruno Loturco
30/9/2004 às
11h35 200.204.78.188
(+) Bruno Loturco no Digestivo...
 
Não posso perder nada
Pois é, depois de ler esse texto, já escolhi três lançamentos. Não posso "perder" nada.

[Sobre "O que você não está lendo?"]

por sonaly
30/9/2004 às
10h17 161.148.221.167
(+) sonaly no Digestivo...
 
Nelson e Marta
Gostaria de comentar que tanto Nelson como Marta sempre lotaram casa aqui no Rio. E tambem em Sao Paulo, como ja testemunhei. E Marta, há muitos anos, é conhecida de nosso público. E apreciada. O Documentário de João Moreira Salles veio a tornar público o que sempre foi de conhecimento geral nos meios musicais: a grande afinidade de Nelson e Marta. O filme certamente contribuiu para maior divulgacao do fato, mas nao creio que tenha sido responsavel pelo interesse do publico paulistano pelo duo. Cordialmente, Francisco de Mello

[Sobre "Digestivo nº 195"]

por Francisco de Mello
6/10/2004 às
15h52 201.5.219.190
(+) Francisco de Mello no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Cadeia para os Mortos: Historias de Ficção Politica
Rodolfo Konder
Alfa-omega
(1977)



Ficando Íntimos
Barbara Keesling
Record
(2000)



Assobie Enquanto Trabalha - Considerando a Vocação de sua Vida
Richard J. Leider & David A. Shapiro
rocco
(2003)



Il Giocatore
Fidor Dostoevskij
Arnoldo Mondadori
(1970)



Escolafobética
Noélia Ribeiro
Vidráguas
(2015)



Paixões Toxicas
Bernardo Stamateas
Academia da Inteligencia
(2010)



Reencarnação tudo o que Você Precisa Saber
Richard Simonetti
ceac
(2001)



Cintilação das Estrelas
J. Raul Teixeira
fráter
(1992)



Lord Jim (1971)
Joseph Conrad
Abril
(1971)



Introdução a Sociologia 6ªed (1975)
T. B. Bottomore
Zahar
(1975)





busca | avançada
58257 visitas/dia
1,6 milhão/mês