Gostei muito! | viviane m. campelo

busca | avançada
89721 visitas/dia
2,7 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Castelo realiza piqueniques com contemplação do pôr do sol ao ar livre
>>> A bailarina Ana Paula Oliveira dança com pássaro em videoinstalação de Eder Santos
>>> Festival junino online celebra 143 da cidade de Joanópolis
>>> Nova Exposição no Sesc Santos tem abertura online nessa quinta, 17/06
>>> Arte dentro de casa: museus e eventos culturais com exposições virtuais
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
>>> André Barcinski por Gastão Moreira
>>> Massari no Music Thunder Vision
>>> 1984 por Fabio Massari
>>> André Jakurski sobre o pós-pandemia
>>> Carteiros do Condado
>>> Max, Iggor e Gastão
Últimos Posts
>>> Virtual: Conselheiro do Sertão estreia quinta, 24
>>> A lei natural da vida
>>> Sem voz, sem vez
>>> Entre viver e morrer
>>> Desnudo
>>> Perfume
>>> Maio Cultural recebe “Uma História para Elise”
>>> Ninguém merece estar num Grupo de WhatsApp
>>> Izilda e Zoroastro enfrentam o postinho de saúde
>>> Acentuado
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Escafandro e a Borboleta, com Mathieu Amalric
>>> A literatura contra o sistema
>>> Asia de volta ao mapa
>>> Uma vida para James Joyce
>>> As Classes e as Redes Sociais
>>> Crônica de um jantar em São Paulo
>>> Defesa eloqüente do Twitter
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Margarita Paksa: Percepção e Política
>>> A primeira ofensa recebida sobre algo que escrevi
Mais Recentes
>>> Ecce Homo de Friedrich Nietzsche pela L&PM (2003)
>>> No Mundo Maior de Francisco Cândido Xavier - André Luiz pela Feb (2013)
>>> Quase Verdade de Jennifer Kaufman - Karen Mack pela Leya Casa Da Palavra (2011)
>>> A Arte de Cultivar Líderes Como Se Tornar um Mestre de Ram Charan e Bill Conaty pela Campus (2011)
>>> The Secret - o Segredo de Rhonda Byrne pela Ediouro (2007)
>>> Ramses o Filho da Luz de Christian Jacq pela Bertrand Brasill (2000)
>>> Portugal e a Revolução Global de Martin Page pela Nova Fronteira (2011)
>>> O Código da Vinci Roteiro Ilustrado de Akiva Goldsman pela Sextante (2006)
>>> Os Estudantes de Medicina e o Ato Médico de Conselho Federal de Medicina pela Cfm (2004)
>>> Lábios Que Beijei - o Romance da Lapa de Aguinaldo Silva pela Siciliano (1992)
>>> O Novo Mundo Digital Você já Está Nele de Ricardo Neves pela Refume Dumara (2007)
>>> Comunicação Tecnoestética Nas Mídias Audiovisuais de Denise Azevedo Duarte Guimarães pela Sulina (2007)
>>> A Filha mais Velha - Uma Imagem de Família de Selma Carvalho Souza pela Catavento (2005)
>>> Livro da Sorte e do Destino de J. Della Monica pela Madras (2000)
>>> Vencedor de Varios Autores pela New Live
>>> O Livro do Bem de F. Ramon pela Espaço e Tempo (1994)
>>> Pequeno Livro da Sorte de Heloisa Galves pela AlemdaLenda (2016)
>>> Ânimo de Lourival Lopes pela Otimismo (2007)
>>> Minuto Mediúnico de Vitor Ronaldo Costa pela Seda
>>> Memorização - Aumente em até 10 vezes a Capacidade da Memorização de Varios Autores pela Sintec
>>> Sexo e Felicidade de L. Silveira pela Saúde Brasil (1992)
>>> O Evangelho Segundo o Espiritismo de Allan Kardec pela Feesp (1991)
>>> Reiki, Guia de Referência Livro 3 de 3 de Joel Cardoso pela Escala (2000)
>>> Uma Viagem Entre o Céu e o Inferno de Luiz H. Leite Lopes - Maria Ziravello pela Planeta (2007)
>>> O Testamento de São João de J.J. Benítez pela Mercuryo (2006)
COMENTÁRIOS

Sexta-feira, 8/10/2004
Comentários
Leitores


Gostei muito!
Esse texto retrata de forma extraordinária o que aconteceu e não deixa de ser tocante, como todos os fatos relativos à época. Gostei muito!

[Sobre "Olga e a história que não deve ser esquecida"]

por viviane m. campelo
8/10/2004 às
16h39 200.242.39.2
(+) viviane m. campelo no Digestivo...
 
Meu Deus
Se parece muito comigo e não gostei de me ver assim tão máquinalmente analisada. Mas é assim mesmo. Sem emoção nem sentimentos. Meu Deus. Parece filme de ficção onde todos viraram máquinas.

[Sobre "Manias"]

por celia macedo
8/10/2004 às
16h01 200.204.48.115
(+) celia macedo no Digestivo...
 
neste país raro
Meu caro Lucas, a sua crítica é tão boa quanto o filme! Coisa rara neste país raro. Estamos carentes de bons críticos de cinema, comentaristas, seja o que for, mas que o faça com conhecimento, com lucidez. Parabéns!

[Sobre "As garotas do Carlão"]

por Nirton Venancio
8/10/2004 às
12h01 200.96.252.5
(+) Nirton Venancio no Digestivo...
 
texto primordial
Adorei seu texto! Sempre me questionei sobre o silêncio e tudo que vc escreveu foi como se saísse de dentro de mim ! Seguirei seus passos, em silêncio.

[Sobre "Ensaios sobre o silêncio"]

por leila
7/10/2004 às
23h13 201.1.172.195
(+) leila no Digestivo...
 
Parabéns!
Muito bom o site, o texto é ótimo e prende a leitura. Parabenizo pela qualidade. Mais um vez aceite minhas saudações.

[Sobre "Digestivo nº 196"]

por R. Monico
7/10/2004 às
20h16 200.244.112.129
(+) R. Monico no Digestivo...
 
Abaixo a chatice!
Sinceramente, jamais iria imaginar que o meu gosto pela literatura pudesse surgir nas maçantes aulas de literatura e gramática. E não surgiu mesmo! Foi graças ao "catecismo" do Carlos Zéfiro e da série Vagalume que eu adquiri o gosto pelas letras. Infelizmente o prazer pela polemização e o excessivo esforço de teorização do "nada" contribuiram para a falência do curso de letras e consequentemente aqueles que heroicamente ainda se aventuram na faculdade saem de lá cada vez mais chatos e paranóicos!

[Sobre "Por que não estudo Literatura"]

por Gui
6/10/2004 às
20h54 201.0.233.180
(+) Gui no Digestivo...
 
Eu também detestava
Eu também detestava aulas de literatura. O que me parecia estranho, já que sempre adorei literatura, desde a mais tenra infância. Geralmente não gostava dos livros indicados, principalmente porque me afastavam, ainda que por um breve tempo, dos livros realmente interessantes. E, se por milagre, algum livro bom era indicado, o prazer da leitura era arruinado pela consciência de que eu teria que fazer alguma interpretação estúpida, depois. Ainda bem que o gosto pela leitura já era arraigado e anterior às tais aulas. Ou elas poderiam ter me feito não gostar de ler.

[Sobre "Por que não estudo Literatura"]

por Gabi
6/10/2004 às
18h49 200.195.19.74
(+) Gabi no Digestivo...
 
Obrigada!
Disse tudo, Ana! E muito obrigada!

[Sobre "O que você não está lendo?"]

por Mônica
4/10/2004 às
09h19 200.207.119.19
(+) Mônica no Digestivo...
 
que a realidade me destrua
No mural do bloco do meu curso (que por acaso não é Letras, faço Biologia) tem uma frase do Nietzsche: "A arte existe para que a realidade não nos destrua". Não creio que a função da literatura seja a de potencializar o aproveitamento da vida prática. A literatura, ao menos na minha vida, funciona para não deixar que a realidade me destrua.

[Sobre "Por que não estudo Literatura"]

por Carol
3/10/2004 às
11h47 200.225.194.49
(+) Carol no Digestivo...
 
Ler é desdizer-se o tempo todo
Os primeiros contatos com livros na minha infância foram com trechos de obras que se encontravam nos grossos livros didáticos de Comunicação e Expressão, mais precisamente na seção de literatura. Sempre achei que jamais teria um livro, até porque eu não via necessidade nisso já que os didáticos me traziam o que precisava para o gasto. Minhas primeiras experiências em se tratando de leitura foram como a maioria das crianças pobres naqueles anos 60: os já citados trechos nos livros didáticos, as fotonovelas, alguns gibis (estes como aquelas na maioria emprestados às minhas irmãs) e bolsilivros (aqueles de faroeste, de espionagem e até de romances água com açúcar). Minha primeira aquisição de uma obra, já então com 20 anos, foi o “Perdidos na noite”, de um certo James Leo Herlihy, cuja transposição para o cinema contou com as soberbas interpretações de Jon Voight e Dustin Hoffman e teve como uma das trilhas sonoras a belíssima canção “Everybody talkin’”, na voz de Harry Nilsson. Daí foi só um passo para ter o meu acervo pessoal: uma biblioteca com uns 600 volumes das mais diversas literaturas, evitando o máximo que eu posso os medonhos “best-sellers”. Às vezes fico pensando que não vou viver o suficiente para ler tudo o que está ali, já que eu continuo com essa mania de adquirir pelo menos uns dois por mês. E, sim, eu fiz o tal Curso de Letras, que na verdade até hoje me pergunto porque de tão inusitado ato. Pode ter sido pela exigência de se tirar um diploma, que para tal ainda não vislumbrei necessidade alguma. Vale ressaltar que sempre fui uma das figuras mais introvertidas de minha época de estudante e só me faltava ter um treco se alguém me olhasse, quanto mais se uma professora se lembrasse de que eu existia e chamasse meu nome para tal tarefa, até mesmo para ouvir de mim o “Presente!”. Refugiei-me então entre os livros, que não me exigiam mais do que meu silêncio e meu tempo todo disponível, depois dos afazeres de todo menino de família classe baixa-baixa: ir pra inevitável escola, cuidar de limpar o quintal, encher as vasilhas de água e jogar bola a tarde inteira. Neste caso, a literatura pode ter salvo uma alma do abismo das ignorâncias. Por outro lado, não consigo entrever uma utilidade prática para a literatura, ou, em outras palavras, poder aplicar no cotidiano o que a leitura me permite interpretar. Então, por que lês, me pergunta a esfinge: Leio porque lendo eu me desdigo o tempo todo; porque necessito de contraponto.

[Sobre "Por que não estudo Literatura"]

por Pepê Mattos
3/10/2004 às
10h15 200.252.140.6
(+) Pepê Mattos no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Controle dos Atos de Concentração nos Mercados de Energia
Claudio Schuller Maciel
Unicamp Aneel e Nipe
(2001)



Juizados Especiais Civeis e Criminais
André Estefam
Saraiva
(2006)



Cenas Admiráveis 2 - Manifestações de Jesus Crucificado e Ressusc
Max Seltmann
Nova Revelação
(1998)



Direito do Estado Novos Rumos Tomo 3 Direito Tributário
Paulo Modesto - Oscar Mendonça
Caj
(2001)



Ateliês Brasil
Bruno Giovannetti
Empresa das Artes
(2004)



Contistas Brasileiros Conteurs Brésiliens
Saldanha Coelho (seleção)
Revista Branca
(1958)



Contos Populares Ucranianos Com Mandalas de Wira Wowk
Wira Wowk
Cia Bras. de Artes Gráficas
(1983)



As Causas Sociais das Iniquidades Em Saúde no Brasil
Vários Autores
Fiocruz
(2008)



Pesquisa e Realidade no Ensino de 1º Grau
Gizelda Santana Morais
Cortez
(1980)



Desenho Tecnico
Malighendler Barragan
Lep
(1964)





busca | avançada
89721 visitas/dia
2,7 milhões/mês