Percalços de infância | Marco Garcia

busca | avançada
68942 visitas/dia
1,6 milhão/mês
Mais Recentes
>>> CANTORA E ATRIZ SANDRA PÊRA NO SESC BELENZINHO
>>> TDEZESSEIS
>>> Curso de direção de palco é gratuito nos dias 16 e 17/12
>>> Ultima apresentação da peça (A) Dor (A)
>>> ABERTURA DA EXPOSIÇÃO “O CAMINHO DAS PEDRAS'
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> O segredo para não brigar por política
>>> Endereços antigos, enganos atuais
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Nosotros
>>> Berço de lembranças
>>> Não sou eterno, meus atos são
>>> Meu orgulho, brava gente
>>> Sem chance
>>> Imcomparável
>>> Saudade indomável
>>> Às avessas
>>> Amigo do tempo
>>> Desapega, só um pouquinho.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Baiano bom de prosa
>>> Lost: Mistérios sem Solução
>>> YouTube, lá vou eu
>>> Meu 16 de Agosto
>>> André Mehmari, um perfil
>>> O profeta da aldeia global
>>> Ecos Musicais
>>> Eu sou a favor do impeachment, mas eu acho triste
>>> E cá já moiro por vós
>>> Cultura do livro digital?
Mais Recentes
>>> Refúgio dos Sonhos - Superomance de Robyn Anzelon pela Nova Cultural (1985)
>>> Utopia e Disciplina de André Villas Boas pela 2Ab (1998)
>>> Como contactar os seus guias espirituais ( Ler descrição ) de Ted Andrews pela Estampa (1993)
>>> Essays on Actions & Events de Donald Davidson pela Oxford (1980)
>>> Cálculo Tensorial Volume 2 de Emil Sánchz pela Interciência (2011)
>>> Como contactar os seus guias espirituais de Ted Andrews pela Estampa (1993)
>>> Einstein e o Brasil de Ildeu de Castro Moreira, Antonio Augusto Passos Videira pela Ufrj (1995)
>>> As Portas da Transfiguração de Jean-Yves Leloup pela Vozes (2019)
>>> Filosofia del derecho y fenomenologia existencial de José M vilanova pela Cooperadora de derecho y ciencias sociales (1973)
>>> Os segredos da mente milionária de T Harv Eker pela Sextante (2020)
>>> Os Evangelhos: Um Guia para a Leitura de Carlo Broccardo pela Vozes (2019)
>>> Introdução à ciência do direito 1º ano de Goffredo da silva telles pela Cátedra (1957)
>>> Discurso 17 de Bento Prado Jr. e Outros pela Polis (1988)
>>> Psicogênese da língua escrita de Emilia Ferreiro e Ana Teberosky pela Artes médicas (1985)
>>> Metodologia do Trabalho Científico de Antônio Joaquim Severino pela Cortez (2008)
>>> Educação: Modernização ou dependência? de Pedro Benjamim Garcia pela Francisco Alves (1977)
>>> Minha Mãe Aparecida de Pe. José Eduardo de Oliveira e Silva pela Ecclesiae (2017)
>>> Hospitalidade: Saberes e Fazeres Culturais em Diferentes Espaços Sociais de Darci Kops pela Educs (2014)
>>> Filosofia do direito de Paulo dourado de gusmão pela Forense (1985)
>>> comentários ao código penal Comentários ao código penal vol 3 art 75 a 101 de Nelson Hungria pela Forense (1956)
>>> Ordenação Pastoral: Perspectiva Histórica, Ecumênica e de Gênero de Carlos Jeremias Klein pela Fonte Editorial (2017)
>>> Free Will de Gary Watson pela Oxford Readings in Philosophy (1982)
>>> Comentários ao código penal vol 1 Art 1 a 10 de Nélson Hungria pela Forense (1955)
>>> Inteligência emocional e a arte de educar nossos filhos de Daniel Goleman, Ph. D pela Objetiva (1997)
>>> Catolicismo: Uma Viagem ao Coração da Fé de Robert Barron pela Quadrante (2019)
COMENTÁRIOS

Domingo, 3/4/2005
Comentários
Leitores


Percalços de infância
Olá Júlio, ops... Julio, eu também passei por alguns percalços por causa do meu sobre nome. Ainda no colégio, a professora dividiu a sala em grupos para a realização de um trabalho. E todos deveriam citar nome e sobrenome em voz alta para que os grupos fossem formados. Na minha vez gritei "Marco Garcia", e a professora não titubeou, tascou em letras garrafais no quadro negro: Marco "Galia". Que mais tarde virou Marco "Galinha"...

[Sobre "É Julio mesmo, sem acento"]

por Marco Garcia
3/4/2005 às
12h51 201.1.201.71
(+) Marco Garcia no Digestivo...
 
sobre a cultura e o ministerio
acho que Gilberto Gil esta' fazendo o que pode com muito empenho, trabalho e transparencia. se o Brasil nao tem dinheiro, e' outra coisa...

[Sobre "Cultura às moscas"]

por vania malta paes
1/4/2005 à
01h29 200.178.15.172
(+) vania malta paes no Digestivo...
 
dá uma preguiça de soletrar...
Julio, legal a breve história do teu nome. O meu, gaúcha com mãe filha de barão alemão com índia guarani (só no Brasil, mesmo) e pai bem brasileiro, era muito mais complicado. Irene von Groskopft Schlottfeldt Fagundes. Estes dois "t" eram um beta, som de dois esses em alemão, só para complicar. Eu mesmo tinha que soletrar lentamente a cada assinatura. Imagina em ficha de cadastro, portarias, chamadas, etc. Aí casei com um Silva (um atrativo a mais do meu marido) e, imediatamente, tirei os alemães. Agora, depois da morte da minha mãe e convivendo com as reclamações dos filhos, até me arrependo um pouquinho. Tenho um filho guitarrista que adotou o nome artístico de Lucas Schlotts e a minha filha recebe muita gozação por ser loira de olhos azuis e Silva. Agora que o Código Civil mudou, brinco que vou pedir o divórcio e casar de novo - com o mesmo Silva, só para recuperar o meu nome e mudar o dele. Mas dá uma preguiça de soletrar ... Abraços.

[Sobre "É Julio mesmo, sem acento"]

por Irene Fagundes Silva
31/3/2005 às
16h54 200.252.116.2
(+) Irene Fagundes Silva no Digestivo...
 
A Revolução dos Silvas?
Olá, Sr. Revollo! Bom, como o Marcelo Miranda, eu também sou um Silva. Creio que todos os Silvas de muitos sobrenomes deveriam se unir contra a discriminação, mas não falo muito disso, porque eu mesmo seria um alvo. Eu escolhi abolir o pobre Silva em quase todas as ocasiões por achar "Alessandro de Paula" mais sonoro do que "Alessandro de Paula e Silva". E esta é a história do meu nome... eh eh eh!!! Um abraço, Sr. Borges!

[Sobre "É Julio mesmo, sem acento"]

por Alessandro de Paula
31/3/2005 às
12h42 200.204.153.101
(+) Alessandro de Paula no Digestivo...
 
Pergunta
Como o chipanzé vive?

[Sobre "O chimpanzé, esse nosso irmão"]

por Luís Felipe Viégas
31/3/2005 às
11h33 200.249.166.133
(+) Luís Felipe Viégas no Digestivo...
 
chico é chico, o resto...
oi julio, já que li o texto sobre o chico, vou comentar. achei meio reducionista sua abordagem, preocupando-se com a imagem que a mídia faz desses artistas e não com o conteúdo do que eles têm feito. essas fofocas não invalidam o trabalho deles, nem o livro do chico, por mais mirabolante que seja. e também voce não vai querer que eles vivam como viviam nos anos 60. seria mesmice. o "pouco" trabalho destes artistas, se colocados na geleia-geral que virou nossa cultura, com certeza tem mais valor do que essa paranóica da quantidade em detrimento da qualidade. não concorda? só isso, abraço, jardel

[Sobre "Digestivo nº 220"]

por jardel
31/3/2005 às
10h16 200.218.227.54
(+) jardel no Digestivo...
 
nome de guerra
Tendo lido seu artigo, vou encurtar meu nome de guerra para "Pait." Só Pait. Para evitar uma improvável mas não impossível confusão, escrevo o nome "F Pait" como acima, mas a partir de agora, em cartas e email, assino simplesmente, yours truly, Pait

[Sobre "É Julio mesmo, sem acento"]

por F Pait
31/3/2005 às
09h30 143.107.162.36
(+) F Pait no Digestivo...
 
merenda não!
Bela crônica, Julio, mais uma vez. Meu nome também já foi motivo de chacota, por conta do Miranda - quantos engraçadinhos já ficaram me zombando e chamando de Marcelo MERENDA. "Tem merenda hoje? Vc é merenda de quem?". Grrrr... Mas engraçado é minha mãe contando que não gosta do meu nome completo. Sou Marcelo Miranda da Silva (sim, igual ao presidente e tantos milhões de anônimos), mas limei o "Silva" do trabalho e da vida - exceto em documentos. A mãe fala que ODEIA não o Silva, mas a preposição "da". Ela diz que não entende por que raios foi colocar "Da Silva", como se eu fosse propriedade de algum Silva perdido por aí. Apenas respondo: "Mãe, se vc não entende porque me deu esse nome, não sou eu que vou entender". Coisas da vida. Abraço!

[Sobre "É Julio mesmo, sem acento"]

por Marcelo Miranda
31/3/2005 à
01h20 192.168.133.52
(+) Marcelo Miranda no Digestivo...
 
Nomes...
Julio, na identidade sou "Emilio de Moura". Ninguém nunca pronunciou nem escreveu o "de". Cansei de explicar e abreviei meu já curto nome para "Emilio Moura". Sem acento. Homônimo de poeta famoso. Estou feliz. Até a numerologia me confortou pela falta do "de". Abraço dos Ara-chás. P.S. Li hoje o nome da Ministra do Meio Ambiente: Maria Osmarina Marina da Silva Vaz de Lima, ou, Marina Silva.

[Sobre "É Julio mesmo, sem acento"]

por Emilio (de) Moura
30/3/2005 às
22h55 201.19.138.39
(+) Emilio (de) Moura no Digestivo...
 
Afasta de mim esse cálice
Vou destilar o meu veneno! Eu aumento, mas não invento! Me-ni-no, você não sabe o que eu vi na Ilha de Caras! Será que o Jean ganha o BBB5? Aquele Louro José é mesmo engraçado, não? Vamos rir! Pára, pára, depois dos intervalos comerciais, a namorada que ligou para a produção vai pegar o namorado com outra, que na verdade é uma atriz contratada para seduzi-lo! Aqui tem café no bule! Separa essas duas que estão se engalfinhando ao vivo por causa do resultado do DNA! Direto da Casa de Custódia os presos rebelados agitam lençóis e Simony, ao vivo, gesticula para nosso helicóptero! Julio, sou seu fã, mas afasta de mim esse cálice.

[Sobre "Digestivo nº 220"]

por Marcelo Zanzotti
30/3/2005 às
11h18 200.206.72.162
(+) Marcelo Zanzotti no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Fantasma
G Warevel
Cdl
(1972)



Excalibur - as Crônicas de Arthur - Vol 3 / 13ª Ed
Bernard Cornwell
Record
(2010)



Poemas Satíricos
Gregório de Matos
Martini Claret
(2008)



A Filosofia em Questão
Pierre Fougeyrollas
paz e terra
(1967)



Delírio - Um Novo Conceito Projetado em Cinemas
José Paulo Fiks
via lettera
(2002)



Diário de um mistério
Shirley Souza
escala educacional
(2008)



Agnelli - o Todo Poderoso da Fiat
Alan Friedman
Best Seller
(1989)



Babbitt (1972)
Sinclair Lewis
Abril
(1972)



Encontros de Oração Biblica
Pe. Sandro Schiattarella Pime
Paulinas
(1978)



Quem É Você Quando Você Está Só?
Bernardo Vilares
Chiado
(2017)





busca | avançada
68942 visitas/dia
1,6 milhão/mês