Gênios e seus Amores Loucos | Andréa Trompczynski | Digestivo Cultural

busca | avançada
28479 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Urban Arts sedia exposição fotográfica gratuita
>>> Programa musical Reverbera estreia na TV Brasil, Rádio MEC e web nesta sexta (23)
>>> Elian Woidello apresenta show Vinho barato e Cinema Noir no Teatro Álvaro de Carvalho (TAC)
>>> Show de lançamento do Selo Blaxtream reúne grandes nomes do jazz e da música instrumental em SP
>>> Autobiografia de George Sand ganha edição brasileira em volume único
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 2. O Catolotolo
>>> A pós-modernidade de Michel Maffesoli
>>> Um parque de diversões na cabeça
>>> O que te move?
>>> O dia que nada prometia
>>> Super-heróis ou vilões?
>>> Seis meses em 1945
>>> Senhor Amadeu
>>> Correio
>>> A entranha aberta da literatura de Márcia Barbieri
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
>>> Ajudando um amigo
>>> Ebook gratuito
>>> Poesia para jovens
Últimos Posts
>>> Objetos de desejo
>>> Matéria prima
>>> Espírito Santo
>>>
>>> Fuga em Si
>>> Frutos
>>> Traço
>>> Criaturas
>>> Homo ludens
>>> 9° Festival Internacional do Documentário Musical
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 10 maneiras de tentar abolir o debate
>>> O amor é importante, porra
>>> Satã, uma biografia
>>> Pólvora e Poesia
>>> O que faz de um livro um clássico
>>> O Salão e a Selva
>>> O dia que nada prometia
>>> Ebook gratuito
>>> Palmada dói
>>> Fórum de revisores de textos
Mais Recentes
>>> Drogas e a Família
>>> Drogas, O universo paralelo
>>> Sitiado Em Lagos
>>> O Equilíbrio do temperamento Através da Música
>>> Cultura no Mercosul: uma política do Discurso
>>> Cristo Cósmico
>>> Coleção Série Princípios
>>> Vidas descoloridas, como Paulo se perdeu para as drogas.
>>> O Livro das Virtudes Uma antologia
>>> A Espiã
>>> Quarta-feira de Cinzas
>>> Cruzando o Paraíso
>>> A poética migrante de Guimarães Rosa
>>> Obra Reunida
>>> Dicionário Latim-Português Português-Latim
>>> Contos Mineiros
>>> Box Coleção História da Vida Privada
>>> Coleção de livros
>>> A Crônica
>>> Zen Budismo e Psicanálise
>>> A Essência do Eneagrama - Manual de Autodescoberta e Teste Definitivo de Personalidade
>>> Guerra e Paz
>>> Depois da Morte
>>> Doze Reis e a Moça do Labirinto do Vento
>>> As Noites Difíceis
>>> Luxo
>>> Fome, Catástrofe Provocada pelo Homem? (Sociologia/Geografia Humana)
>>> Os Irmãos Karamázovi - Fiódor Dostoiévski (Literatura Russa)
>>> Ana Karênina - Leon Tolstói (Literatura Russa)
>>> Almas Mortas - Nicolai Gogol (Literatura Russa)
>>> Pais e Filhos - Ivan Turgueniev (Literatura Russa)
>>> Os Imortais da Literatura Universal (Biografias) Volume III
>>> Processamento de Dados
>>> Teilhard e a Vocação da Mulher
>>> Falsa Identidade- A Conspiração para Reinventar Jesus
>>> Olha para Mim
>>> The Nature of Technology: What it is and how it evolves
>>> Digital Futures for Cultural and Media Studies
>>> Creative industries
>>> Everything is workable: A zen approach to conflict resolution
>>> i of the vortex: From Neurons to self
>>> Arquivos do mal-estar e da resistência
>>> Linked: A nova ciência dos networks
>>> O segundo mundo: Impérios e influência na nova ordem global
>>> O médico quântico: Orientações de um físico para a saúde e a cura
>>> Viver de música: Diálogo com artistas brasileiros
>>> Reagregando o social: Uma introdução à teoria do Ator-Rede
>>> I Ching: Uma nova interpretação para os tempos modernos
>>> O século da canção
>>> Em busca de uma psicologia do despertar: Budismo, Psicoterapia e o Caminho da Transformação Espiritual Individual
COLUNAS

Segunda-feira, 26/7/2004
Gênios e seus Amores Loucos
Andréa Trompczynski

+ de 12000 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Lou Andreas-Salomé, Paul Reé e Friedrich Nietzsche

Como as pessoas que assistem televisão e leêm Contigo! para conhecer a vida privada de seus ídolos, nós, leitores, também gostamos de saber a vida pessoal dos nossos. A Vida das Musas, de Francine Prose, é um retrato papparazzi de alguns amados ou odiados artistas. E mesmo assim ou exatamente por isso foi um dos melhores livros que li este ano. São nove histórias, de musas e artistas, dramas, paixões e crises de ciúme. E quase todas de infalível decadência, drama e morte. Ou seja, a fórmula perfeita .

Os mais sórdidos detalhes como as excentricidades do dr. Samuel Jonhnson, sua paixão por algemas, cadeados e sonhos de dominação e o medo de ir para o inferno por isso. Apaixonado pela jovem senhora casada Hester Thrale, sonhava em ser trancado por ela num quarto como um escravo. Seu demorado balé ritual antes de passar por uma porta, devido ao Transtorno Obsessivo-Compulsivo e a necessidade dos Thrale em manter um criado em pé na porta do quarto do excêntrico escritor, segurando uma peruca nova e limpa porque o dr. Jonhnson sempre queimava a sua por ler muito perto da lamparina. Gala e Dalí, e seus delírios de grandeza ("César ou nada!") numa composição de auge na juventude e decadência no fim da vida que faz o leitor sentir medo do tempo. A ninfomania de Gala e o escárnio que faziam dela na velhice, as fobias, voyerismo e obsessões de Dalí. E o horrível (e um perfeito quadro surrealista que Dalí nunca pintaria) translado do cadáver de Gala, num vestido Dior vermelho, encostada no assento de seu Cadillac, para ser transportada até seu castelo. Detalhes, detalhes sórdidos.

Imagine Nietzsche posando para uma foto onde está no lugar do cavalo com o amigo e terceiro lado do triângulo amoroso, Paul Reé, enquanto uma bela jovem russa segura um chicote sentada na carroça (foto acima). Imagine Nietzsche escrevendo cartas desaforadas, de amante desprezado e nadando em auto-comiseração como: "Não se perturbe com as explosões da minha vaidade ferida. Mesmo que eu porventura venha dar fim à minha vida por causa de uma ou outra paixão, não haveria muito o que lamentar. O que minhas fantasias importam para você?". Ou então Freud confessando "Senti sua falta na palestra de ontem à noite (...) Adotei o hábito de dirigir minha palestra para um determinado membro da audiência, e ontem mantive o olhar, como se enfeitiçado, no lugar que havia sido reservado para a senhora." E Rilke, com 22 anos e apaixonado por uma senhora casada de 36, para quem escreveu "Tudo o que sou / desperta por sua causa", alimentando-se de grãos integrais e frutas da floresta para agradar à amada, procurando com ela personagens dostoievskianos e camponeses de Tolstói em viagens à Rússia.

É possível quando a mulher russa em questão for Lou Andreas-Salomé. Lou tinha o poder de fazê-los acreditar em si próprios. Despertava os gênios, criticava, conduzia. Depois os deixava em profundas dores de amor, que era sempre o período mais fértil de suas produções. Romancista e ensaísta famosa, com experimentações na psicanálise, as idéias de Lou estão entrelaçadas nas idéias de seus homens: o "abraçar da solidão", a insistência na auto-superação como analgésico, o ideal de tornar-se um super-homem, a procura do deus interno, o gozo maior na arte, a única satisfação real na arte. Ela era, como disse Freud, "um domingo".

Histórias de amor e drama, quando precisamos ver os antes jovens, belos e sonhadores Rilke, morrendo de leucemia num sanatório na Suíça e importunando os médicos para que consultassem Lou Andreas-Salomé que saberia dar um sentido àquela morte terrível; e Nietzsche, depois de um estressante período de crises sucessivas de mania e euforia crescentes, surtando em uma rua de Turim, abraçado ao pescoço de um cavalo que havia levado uma surra.

Eles não puderam amar convencionalmente. Apaixonaram-se desvairadamente. Não há um caso de amor equilibrado, se é que ele existe. Todos enlouqueceram de amor. Talvez não sejam as mais socialmente bonitas histórias, mas que estão vivas gritando, estão.

No Fundo é Tudo Igual III
Não há mais maneiras de controlar o crack. O que vejo em Downtown é uma cópia perfeita da Av. Cruz Machado, a "cracolândia" de Curitiba. Olhos esbugalhados, lábios queimados, prostitutas esqueléticas. Mas, explicação não tenho, sinto simpatia por eles. Na maioria das vezes não sei onde está o real sentido do acordar-trabalhar-comer-dormir-até-a-morte. Acredito que fujo nos livros da mesma coisa que eles fogem no crack. Somos iguais.

Lucas, 19 anos, praça Tiradentes, Curitiba
Você pode encontrar o Lucas na Praça Tiradentes à noite. É moreno, olhos amendoados e tristes como de um Buendía. Falará com você num português perfeito. Você se espantará com a inteligência e os olhos de poeta. Pode perguntar à vontade, ele adora conversar. Foi morar na rua porque a mãe se "juntou" com um homem desempregado e alcoólatra e o barraco ficou pequeno para dois homens do mundo. Trabalhou como auxiliar de pedreiro e diz fazer isto muito bem. Enquanto estava esperando por algum trabalho, começou a cuidar de carros no Largo da Ordem. Um dia, apareceu um moço que ofereceu um negócio melhor, vender umas "pedras" e tal, coisa fácil. Ganhou algum dinheiro no começo, até alugou um quarto por dez reais a diária. Mas o moço então disse que se ele vendesse três, em troca do pagamento, podia fumar uma. Às vezes, ele conta, ainda nem vendeu as três e já fumou mais do que podia. Aí tem que dar um jeito. Se penso em socialismo quando encontro pessoas como o Lucas? Não sei se o nome é esse, mas creio que é o mais próximo. Um dia me perguntaram se não me venderia por um casarão com piscina, numa praia maravilhosa. Sim, me venderia. Se fosse o Lucas quem a construísse.

Para ir além






Andréa Trompczynski
Vancouver, 26/7/2004


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Viena expõe obra radical de Egon Schiele de Jardel Dias Cavalcanti
02. Amy Winehouse: uma pintura de Jardel Dias Cavalcanti
03. Gerald Thomas: uma autobiografia de Jardel Dias Cavalcanti
04. As crianças do coração do Brasil de Elisa Andrade Buzzo
05. Alice in Chains, por David De Sola de Luís Fernando Amâncio


Mais Andréa Trompczynski
Mais Acessadas de Andréa Trompczynski em 2004
01. Um conselho: não leia Germinal - 8/11/2004
02. Gênios e seus Amores Loucos - 26/7/2004
03. Em defesa da Crítica - 25/10/2004
04. Escrever para não morrer - 3/5/2004
05. Um Elogio à Loucura - 31/5/2004


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
27/7/2004
20h48min
Também eu enlouqueci e surgi redivivo dos braços de um louco amor (aliás foi o meu período mais produtivo, então). Todos esses gênios viveram intensamente, caso contrário não nos teriam legado tantos e tão sólidos ensinamentos... Quanto ao Lucas, infelizmente temos tantos iguais a ele por aqui que não há muito o que fazer.
[Leia outros Comentários de Gui]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




COMO E POR QUE LER OS CLÁSSICOS UNIVERSAIS DESDE CEDO
ANA MARIA MACHADO
OBJETIVA
(2009)
R$ 40,00



GUIA POLITICAMENTE INCORRETO DA HISTÓRIA DO MUNDO
LEANDRO NARLOCH
LEYA
(2013)
R$ 9,90



SEPARADOS POR DEUS QUEM SÃO OS SETE MIL?
SIMPLICIO JOÃO
NEW CASTLE
(2013)
R$ 14,90



O MESTRE
SANTO AGOSTINHO
LANDY
(2002)
R$ 20,10
+ frete grátis



O POBRE DE DEUS
NIKOS KAZANTZAKIS
CÍRCULO DO LIVRO
(1984)
R$ 13,90



E AGORA, MÃE?
ISABEL VIEIRA
MODERNA
(2003)
R$ 4,90



TWILIGHT DIRECTORS NOTEBOOK
CATHERINE HARDWICKE
LITTLE BROWN AND COMPANY
(2009)
R$ 12,00
+ frete grátis



ATLAS UNIVERSAL - BRASIL ESPECIAL
OBRA COLETIVA
DCL
(2008)
R$ 18,40



A ESTRUTURA DA FILOSOFIA E FENOMENOLOGIA
R. VANCOURT
DUAS CIDADES
(1964)
R$ 19,10



ERA DUAS VEZES O BARÃO LAMBERTO - GIANNI RODARI (LITERATURA INFANTO-JUVENIL)
GIANNI RODARI
MARTINS FONTES
(1992)
R$ 7,00





busca | avançada
28479 visitas/dia
1,1 milhão/mês