Não é assim um smartphone | Marta Barcellos | Digestivo Cultural

busca | avançada
80910 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Contos do Índio e da Floresta estreia dias 03 e 04 de outubro na Sympla Streaming
>>> “Conversa de Criança – Coronavírus” discute o acolhimento das emoções das crianças durante pandemia
>>> São Paulo ganha grafitti gigante que propõe reflexão sobre igualdade racial
>>> Buena Onda Reggae Club faz maratona de shows online a partir de 1ª de outubro
>>> Filó Machado e Felipe Machado dividem o palco em show online pelo CulturaEmCasa
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
>>> Lamentável lamento
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 28 de Abril #digestivo10anos
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> O jornalismo que dá nojo
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> Útil paisagem
>>> O Brasil da inovação
>>> A terra das oportunidades
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> Two lost souls living in a fish bowl
Mais Recentes
>>> Manuscrito revista de Filosofia Volume II No 2 abril 1979 de Gérard Lebrun, Herman Parret, Yuval Lurie e outros pela Unicamp (1979)
>>> Ele ela 71 março 1975 de Diversos autores pela Bloch (1975)
>>> Tex especial de férias 10 de Mythos editora pela Mythos (2011)
>>> Novo Vocabulário Político Volume Um - Hegemonia e Pluralismo de Pedro Claudio Cunca Bocayuva; Sandra Mayrink Veiga pela Fase-Vozes (1992)
>>> Costos sociales de las reformas neoliberales en America Latina de Anita Kon / Catalina Banko / Dorothea Melcher / Maria Cristina pela Miguel Á. Garcia / Venezuela (2000)
>>> Ícone de Frederick Forsyth pela Record (1997)
>>> Câes de guerra de Frederick Forsyth pela Circulo do Livro (1974)
>>> Gre-nalzinho é sempre gre-nalzinho de Kalunga pela Maneco (2011)
>>> Receitas Comemorativas de Rede feminina de combate ao cancer pela Do autor (1999)
>>> Sob Pressão de Bruce Hoverd pela Gente (2015)
>>> Ai comprei um bode e um bezerro de Nilton Ferreira pela Kirios (2013)
>>> Casa de vó é sempre domingo de Marina Martinez pela Nova Fronteira (2014)
>>> O mundo de Sofia de Jostein Gaarder pela Jostein Gaarder (1996)
>>> Introdução à psicologia vol. 100 de Ernest R. Hilgard / ///Richard C. Atkinson pela Nacional (1979)
>>> Teologia do Antigo Testamemto de Eugene H. Merriell pela Shedd (2009)
>>> Scientia et Virtus Julho 1956 de Colegio Estadoal Lemos Junior pela Do autor (1956)
>>> La guerra de Matisse de Peter Everett pela Circe (1998)
>>> Compêndio de Teologia Apologética de François Turretine pela Cultura Cristã (2011)
>>> Alergia na infância de Maria Candida Faria Rizzo pela Lemos (2002)
>>> Archivos de la universidad de Buenos Aires año 26 n 1 de Diversos autores pela Meuba (1951)
>>> Anais do Primeiro congresso de câmaras Municipais do estado de São Paulo 1° volume de Diversos autores pela Ibge (1948)
>>> Os filhos da África em Portugal: Antropologia, multiculturalidade e educação (2ªed.) de Neusa Maria Mendes de Gusmão pela Autêntica (2006)
>>> A arte de desenhar Perspectiva 14 de Renato Silva pela Conquista
>>> Almanaque do tchê! de Diversos autores pela Tchê (1984)
>>> Cinderela - coleção fantasminha de Cordélia Dias D'Aguiar pela Ediouro (1975)
>>> Signale der Sinnlichkeit erotik de Wolf Donner pela Whilhelm heyne (1989)
>>> King's English 3ª série Ginasial de Harold Howard Binns pela Companhia Nacional (1944)
>>> Ele Ela 70 Rosemary de Bloch editora pela Bloch (1975)
>>> O clube do filme de David Gilmour pela Intrínseca (2020)
>>> Les Deux Nigauds de La condesse de Segur pela Hachette
>>> Navegação - Curso para pescador profissional especializado de Ministério da Marinha pela Marinha (1985)
>>> Riquinho 32 de Editora Globo pela Globo (1990)
>>> x-9 229 março 1951 O mistério do 5° homem de Roberto Marinho diretos pela Vecchi (1951)
>>> Aulas de artesanato Apostila n° 2 Pintura em Madeira de Lazeres da Família pela L da familia
>>> Almanaque Total sagitário de André De Biasi pela Três
>>> Obra Imatura de Mário de Andrade pela Agir (2009)
>>> Plotinus - ennead ii, v.2 de Plotino; A. Hilary Armstrong pela Loeb (1966)
>>> A Vida dos Grandes Compositores de Harold C. Schonberg pela Novo Século (2012)
>>> Não Há Silêncio Que Não ermine de Ingrid Betancourt pela Companhia Das Letras (2010)
>>> Almirante Nelson -0 O Homem que derrotou Napoleão de Armando Vidigal pela Contexto (2012)
>>> No ser DIOS - Una Autobiografía a Cuatro Manos de Gianni Vattimo e Piergiorgio Paterlini pela Paidós Entornos 7 (2008)
>>> Pilares para uma Vida Saudável de Mohamad Barakat pela Vital (2017)
>>> Anticâncer Prevenir e vencer usando nossas defesas naturais de David Servan-Schreiber pela Fontanar (2008)
>>> A Marca da Vitória de Phil Knight pela Sextante (2016)
>>> O Grande Livro da Saúde Natural - 73 Segredos da Cura Sem Remédios de Jolovi Natural Health pela Jalovi Natural (2018)
>>> Slapstick Lonesome no more! de Kurt Vonnegut pela Dell (1976)
>>> Relatos de uma Quarentena de Acioli Junior pela Promove (2020)
>>> Les Fiançailles D'Imogène de Exbrayat pela Champs - Elysees (1971)
>>> Ce Jésus Qu'on Applle Christ de Jacques Loew pela Fayard-Mame (1970)
>>> The Enciclopedia of Reality - A Guide to the New Age de Kalinka Matson pela Granada (1979)
COLUNAS

Sexta-feira, 5/2/2010
Não é assim um smartphone
Marta Barcellos

+ de 3200 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Quando comprei meu primeiro smartphone, há quase três anos, não tinha grandes expectativas. Queria apenas aproveitar uma promoção da minha operadora, que entrava atrasada neste nicho, então voltado para executivos (isso foi antes do iPhone), e oferecia um plano atrativo, com internet ilimitada.

Que surpresa. Nas primeiras semanas, mal podia acreditar que eu passara a levar um pequeno computador na bolsa. Com e-mail e consultas ao Google. Deslumbrada, fazia demonstrações para os amigos, que tendiam a desprezar um celular tão grande. O máximo, na "época" (três anos atrás!), eram os celulares mínimos, que cabiam na palma da mão.

Longe de mim querer me insinuar como uma dessas pessoas que antecipa tendências tecnológicas. Muito pelo contrário. Especialmente no caso de telefone celular, nunca fui chegada, sempre achei invasivo ― o que de certa forma pode explicar o meu encantamento pelo silencioso smartphone. Demorava a trocar de celular e lembro de achar uma bobagem as primeiras câmeras acopladas, que encareciam horrores os modelos novos.

Numa reunião de pauta, quando eu ainda trabalhava em jornal diário, lembro de ter discordado com veemência da chefe da sucursal, que previu todos os celulares com câmeras. "Imagina", eu disse. "Ninguém vai deixar de levar uma boa máquina fotográfica digital para as férias ou para uma festa." E não é que, com a câmera ali no celular, tudo virou festa?

Foi com o entusiasmo do smartphone, e não com a indiferença inicial aos celulares, que decidi adquirir um netbook, há nove meses. Quando o aparelho chegou ao preço e ao peso (um quilo) que eu considerava ideais, corri para comprar. Imaginei que seria a minha independência completa do escritório: além do acesso à internet, como no smartphone, eu teria um teclado para escrever e uma tela maior para navegar.

No meu mundo ideal, haveria redes wireless gratuitas para conectar a internet em todo lugar. O depoimento de um conhecido dava conta de sinal abundante em cidades europeias ― era só sentar no café mais simpático e se plugar. Como o shopping center mais perto da minha casa, o Shopping Leblon, tinha rede wi-fi em toda parte, imaginei que os outros também fossem assim.

Na minha primeira viagem bate-volta para São Paulo, com o netbook a tiracolo, o meu sonho de liberdade começou a ruir. Lembro de ter percorrido o Shopping Villa-Lobos mendigando uma internet gratuita, quem sabe numa lanchonete. Os seguranças me davam informações desencontradas sobre onde eu conseguiria me conectar, até que me vi na situação de "filar" o sinal do restaurante Viena, sentada em um banco de fora, graças à senha soprada pela recepcionista da casa. No shopping Morumbi, semanas depois, não foi muito diferente.

Ainda no meu mundo idealizado, um quilo de netbook não pesaria na bolsa. Mais uma vez, não era bem assim. Costumo caminhar muito pelo Rio (pelo menos dois dias na semana vou ao trabalho a pé) e como convivo com dores lombares, minha bolsa não é um exemplar típico do gênero feminino: graças a faxinas constantes, só carrego o estritamente necessário. Como o "necessário" pesava um quilo, passei a questionar a sua real utilidade. Sem falar no peso extra da fonte de alimentação (quantos gramas?), essencial para garantir que a bateria não morresse pelo caminho.

Quando dei por mim, estava comparando o peso e o volume de um netbook aos de... um livro! Ora, quantas vezes a bolsa não tinha pesado por causa de um livro grosso que não tive oportunidade de ler? Depois do smartphone, no entanto, as leituras rápidas, para me distrair numa fila ou sala de espera, ficaram resolvidas. É nessa hora, por exemplo, que coloco em dia as colunas do Digestivo, feliz de poder dispensar as revistas gordurosas com celebridades retocadas.

Foi em meio a essa experiência repleta de emoções (onde está a rede wireless? Minhas costas doem! Eu amo meu smartphone...) que a discussão sobre o Kindle, recém-chegado ao país, começou a pegar fogo. Tinha colocado-o na minha lista de desejos, logo que soube da novidade, empolgada com a ideia de ter mil livros em dispositivo levinho. De repente, porém, passei a desconfiar de sua praticidade. Para que carregar outro aparelho na bolsa sem internet? Se for para ler em casa, melhor continuar com os livros, pelo menos enquanto forem mais baratos do que comprar um e-reader.

O netbook (ótimo para usar dentro de casa ou em viagens longas, depois de checar como é a internet no hotel) me mostrou que, nessas alturas, não dá para pensar em leitura digital sem garantia de conexão à internet, rápida e sem limitações. Afinal, há três anos eu disponho de um aparelhinho ultraportátil no qual consigo ler o que quiser, e até escrever um pouco.

Mas, se não é o Kindle nem o netbook, qual será o novo sonho de consumo de quem gosta de ler, escrever, navegar e não ficar preso ao escritório? As reportagens especializadas me dizem que pode ser o tablet da Apple, ou que vão surgir opções de smartbook (o que será isso?). E lá vou eu tentar me manter informada sobre as novidades tecnológicas. Logo eu, que odiava celular.

Nota do Editor
Marta Barcellos mantém o blog Espuminha de leite.


Marta Barcellos
Rio de Janeiro, 5/2/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Alice in Chains, Rainier Fog (2018) de Luís Fernando Amâncio
02. A grande luta das pessoas comuns de Guilherme Carvalhal
03. Notas confessionais de um angustiado (I) de Cassionei Niches Petry
04. Ficção hiper-real de Gian Danton
05. A suprema nostalgia de Marta Barcellos


Mais Marta Barcellos
Mais Acessadas de Marta Barcellos em 2010
01. Palmada dói - 6/8/2010
02. Com ventilador, mas sem educação - 12/3/2010
03. A suprema nostalgia - 15/10/2010
04. O futuro do ritual do cinema - 9/4/2010
05. Pelas mãos habilidosas dos grandes escritores - 17/9/2010


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
15/2/2010
08h55min
Vivemos o período da absolescência da mercadoria, tudo tem curto prazo de validade, e sempre tem novidade no mercado, com embalagens que vêm para nos seduzir...
[Leia outros Comentários de Manoel Messias Perei]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




AS BENÇÃOS QUE ENRIQUECEM - 1ª EDIÇÃO
R. R. SOARES
GRAÇA
(1985)
R$ 7,00



A HISTÓRIA DA ARTE - 1ª EDIÇÃO ( EDIÇÃO POCKET )
ERNST H. GOMBRICH
LTC
(2013)
R$ 71,95



ORBITOGRAFIA - CONTRIBUIÇÃO AO ESTUDO DA SEMIOLOGIA ORBITÁRIA
ROBERTO ABUCHAM
EDIÇÃO DO AUTOR
(1971)
R$ 25,68



A ECONOMIA MUNDIAL
JOSÉ MARIA VIDAL VILLA
BIBLIOTECA SALVAT
(1979)
R$ 10,00



JEANNE DEMESSIEUXS SIX ÉTUDES AND THE PIANO TECHNIQUE
DOMITILA BALLESTEROS
CONTRACAPA
(2004)
R$ 19,28



EU, UM SERVO? VOCÊ ESTÁ BRINCANDO!
CHARLES SWINDOLL
BETÂNIA
(1983)
R$ 12,00
+ frete grátis



GEOGRAFIA DE DONA BENTA
MONTEIRO LOBATO
CIRCULO DO LIVRO
R$ 9,90



INTRODUÇÃO À FILOSOFIA
MIGUEL REALE
SARAIVA
(2012)
R$ 20,00



CRÉDITO E GÊNERO NO NORDESTE BRASILEIRO
JORGE O. ROMANO E CRISTINA MARIA BUARQUE
AS-PTA (RIO DE JANEIRO)
(2001)
R$ 19,28



A ESTRADA DO SOL
VICTOR W. VON HAGEN
MELHORAMENTOS
R$ 5,00





busca | avançada
80910 visitas/dia
2,2 milhões/mês