Melhores de 2010 | Gian Danton | Digestivo Cultural

busca | avançada
50801 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> A Arte de Amar: curso online desvenda o amor a partir de sua representação na arte e filosofia
>>> Consuelo de Paula e João Arruda lançam o CD Beira de Folha
>>> Festival Folclórico de Etnias realiza sua primeira edição online
>>> Câmara Brasil-Israel realiza live com especialistas sobre “O Mundo da Arte”
>>> Misturando música, filosofia e psicanálise, Poisé lança seu primeiro single
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
>>> Filmes de guerra, de outro jeito
>>> Meu reino por uma webcam
>>> Quincas Borba: um dia de cão (Fuvest)
>>> Pílulas Poéticas para uma quarentena
>>> Ficção e previsões para um futuro qualquer
>>> Freud explica
>>> Alma indígena minha
Colunistas
Últimos Posts
>>> Uma aula com Thiago Salomão do Stock Pickers
>>> MercadoLivre, a maior empresa da América Latina
>>> Víkingur Ólafsson toca Rameau
>>> Philip Glass tocando Mad Rush
>>> Elena Landau e o liberalismo à brasileira
>>> O autoritarismo de Bolsonaro avança
>>> Prelúdio e Fuga em Mi Menor, BWV 855
>>> Blooks Resiste
>>> Ambulante teve 3 mil livros queimados
>>> Paul Lewis e a Sonata ao Luar
Últimos Posts
>>> Coincidência?
>>> Gabbeh
>>> Dos segredos do pão
>>> Diário de um desenhista
>>> Uma pedra no caminho...
>>> Sustentar-se
>>> Spiritus sanus
>>> Num piscar de olhos
>>> Sexy Shop
>>> Assinatura
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Nelson Freire em DVD e Celso Furtado na Amazônia
>>> Um caos de informações inúteis
>>> Asia de volta ao mapa
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Parei de fumar
>>> Ford e Eastwood: cineastas da (re)conciliação
>>> Amor à segunda vista
>>> O Gmail (e o E-mail)
>>> Diogo Salles no podcast Guide
Mais Recentes
>>> O Maior Sucesso do Mundo de Og Mandino pela Record (1994)
>>> O Céus e o Inferno de Allan Kardec pela Feb (1989)
>>> Amor, medicina e milagres - A Cura espontânea de doentes graves de Bernie S. Siegel pela BestSeller (1989)
>>> Mayombe de Pepetela pela Leya (2019)
>>> Os Segredos Para o Sucesso e a Felicidade de Og Mandino pela Record (1997)
>>> Para Viver Sem Sofrer de Gasparetto pela Vida E Consciencia (2002)
>>> Guía Rápida del Museo Nacional de Bellas Artes de Vários pela Mnba (1996)
>>> A profecia celestina de James Redfield pela Objetiva (2001)
>>> The Forecast Magazine January 2020 - 2020 de Diversos pela Monocle (2020)
>>> O Diário da Princesa de Meg Cabot pela Record (2002)
>>> The Forecast Magazine January 2017 - Time to Talk? de Diversos pela Monocle (2017)
>>> Mojo December 2018 de Led Zeppelin pela Mojo (2018)
>>> Mojo 300 November 2018 The Legends de Diversos pela Mojo (2018)
>>> Mojo 299 October 2018 de Paul McCartney pela Mojo (2018)
>>> Mojo 297 August 2018 de David Bowie pela Mojo (2018)
>>> Mojo 307 June 2019 de Bob Dylan pela Mojo (2019)
>>> Mojo 296 July 2018 de Pink Floyd pela Mojo (2018)
>>> Mojo April 2018 de Arctic Monkeys pela Mojo (2018)
>>> Mojo 294 May 2018 de Roger Daltley pela Mojo (2018)
>>> Mojo 292 April 2018 de Neil Young pela Mojo (2018)
>>> Mojo 292 March 2018 de Nick Drake pela Mojo (2018)
>>> Mojo 291 February 2018 de The Rolling Stones pela Mojo (2018)
>>> Mojo 290 January 2018 de The Jam pela Mojo (2018)
>>> Mojo 289 December 2017 de Bob Dylan pela Mojo (2017)
>>> Mojo 286 September 2017 de Allman Brothers pela Mojo (2017)
>>> Mojo 310 September 2019 de Tom Waits pela Mojo (2019)
>>> Mojo 309 August 2019 de Bruce Springsteen pela Mojo (2019)
>>> Mojo 304 March 2019 de Joni Mitchell pela Mojo (2019)
>>> Como cuidar do seu automóvel de Ruy Geraldo Vaz pela Ediouro (1979)
>>> Mojo 236 July 2013 de The Rolling Stones pela Mojo (2013)
>>> Mojo 250 January 2014 de Crosby, Still, Nash & Young pela Mojo (2014)
>>> Gilets Brodés - Modèles Du XVIII - Musée des Tissus - Lyon de Várioa pela Musee des Tíssus (1993)
>>> Mojo 249 August 2014 de Jack White pela Mojo (2014)
>>> Mojo 252 October 2014 de Siouxsie And The Banshees pela Mojo (2014)
>>> Mojo 251 October 2014 de Kate Bush pela Mojo (2014)
>>> Mojo 302 January 2019 de Kate Bush pela Mojo (2019)
>>> Mojo 274 September 2016 de Bob Marley pela Mojo (2016)
>>> Universo baldio de Nei Duclós pela Francis (2004)
>>> Mojo 245 April 2014 de Prince pela Mojo (2014)
>>> Mojo 256 March 2015 de Madonna pela Mojo (2015)
>>> Musée de La Ceramique - Visit Guide de Vários pela Cidev (1969)
>>> Mojo 159 February 2007 de Joy Division pela Mojo (2007)
>>> Mojo 170 January 2008 de Amy Whinehouse pela Mojo (2008)
>>> Mojo 229 December 2012 de Led Zeppelin pela Mojo (2012)
>>> Retrato do Artista Quando Velho de Joseph Heller pela Cosac & Naify (2002)
>>> No Tempo das Catástrofes de Isabelle Stengers; Eloisa Araújo pela Cosac & Naify (2015)
>>> Manual de esquemas de Klöckner- Moeller pela Do autor (1971)
>>> Inesgotáveis Enigmas do Passado de Vários pela Século Futuro (1987)
>>> Evidências dos Ovnis - As Ciências Proibidas de Vários pela Século Futuro (1987)
>>> Características de Deus que chamam a nossa atenção. de Silas Malafaia pela Central Gospel (2012)
COLUNAS >>> Especial Melhores de 2010

Segunda-feira, 3/1/2011
Melhores de 2010
Gian Danton

+ de 6200 Acessos
+ 3 Comentário(s)

2010 foi marcado pelo final de duas sagas, mais tentativas de censura (agora com Monteiro Lobato) e por uma resposta irônica ao politicamente correto.

Lost e Toy Story finalmente tiveram a parte final de suas histórias contadas. Mas enquanto Toy Story encantou tanto os velhos fãs quanto os novos, renovando o interesse pelos dois filmes anteriores, Lost foi uma decepção total.

O interessante de Toy Story 3 é justamente o fato de que o garoto, dono dos bonecos, cresceu, assim como as crianças que assistiram ao primeiro filme. Isso gera uma interessante reflexão que arrancou lágrimas de muitas pessoas no cinema. A Pixar mostrou mais uma vez que bom cinema de animação se faz com ação misturada com humor, personagens carismáticos e um ótimo roteiro. Toy Story 1 causou uma revolução no mercado de animação, mas a maioria dos filmes que vieram depois, como Shrek, pegaram da fórmula apenas a ação e o humor. Assim, assistir a Toy Story 3 é reconfortante.

Lost decepcionou em sua última temporada. A série acabou e deixou dezenas de pontas soltas, verdadeiros furos no roteiro. Não foi explicado, por exemplo, porque "os outros" pareciam ter super-poderes na primeira temporada e depois, nas temporadas seguintes, se tornaram pessoas normais. Na última temporada, abundaram personagens sem motivação real, com função puramente narrativa, como é o caso de Wildmore e sua esposa. Ambos parecem bonecos colocados na trama apenas como uma desculpa para os roteiristas esticarem a série por mais um tempo.

De todos os episódios, só o que se salvou foi o que conta a origem de Richard. Muito pouco para uma série que prometia muito e entregou quase nada.

Em 2010, a polêmica sobre os quadrinhos dominou a mídia. O jornalista Dioclécio Luz, no Observatório da Imprensa, chegou a sugerir que as histórias da Turma da Mônica estimulavam o bullying. Muitas vozes se levantaram contra essa análise equivocada, mas a melhor delas foi o irônico site Porra, Mauricio!. Os autores, Pablo Peixoto e Fernando Marés, mostraram com humor que, com um olhar maldoso, é possível ver qualquer coisa em um quadro de quadrinhos descontextualizado. "Queremos provar que com um pouco de má intenção qualquer um pode ver malícia em qualquer coisa, por mais inocente que seja. O segredo é tirar do contexto. Um fragmento da história sem situar o leitor, um frame do desenho animado sem mostrar seu porquê. Aí fica fácil achar pelo em ovo ou chifre em cabeça de cavalo", explicou Pablo Peixoto. Em uma sequência, por exemplo, a mãe da Mônica perguntava se ele tinha levado a farinha e o texto sugeria que a turma tinha entrado para o tráfico de drogas.

Se, por um lado, Mauricio de Sousa era alvo de toda essa polêmica, por outro ele recebia uma bela homenagem. O álbum MSP 50, no qual 50 quadrinistas parabenizaram Mauricio pelos seus 50 carreira foi um dos melhores lançamentos de 2009. O álbum MSP+50 seguiu a mesma linha e se tornou um dos lançamentos mais importantes de 2010. Sem a obrigação de ser uma homenagem, esse segundo álbum conseguiu ser ainda melhor que o primeiro. Artistas do Rio Grande do Sul ao Amapá desenvolveram histórias com os personagens de Mauricio de Sousa sem fugir de seus próprios estilos. O sucesso desse segundo álbum foi tão grande que ele já virou uma franquia. Para 2011, será lançado o MSP Novos 50 e a divulgação dos selecionados tem colocado em euforia o fandom.

2010 foi também o ano dos filmes espíritas. Dois deles estiveram entre as maiores bilheterias: Chico Xavier, de Daniel Filho, baseado na biografia escrita pelo jornalista Marcel Souto Maior, e Nosso Lar, filme de Wagner de Assis.

Depois do sucesso do fraco Bezerra de Menezes, os cineastas parecem ter despertado para esse filão e o fizeram com competência técnica e bons roteiros. Usando um estilo simples, mas eficiente, com um roteiro cheio de flashbacks, Daniel Filho conseguiu agradar mesmo os não-espíritas. Já Nosso Lar tem sido visto como uma ótima película de ficção científica por aqueles que não acreditam na crença kardecista. Em suma: são dois bons filmes e não simplesmente peças de propaganda religiosa.

Fábrica de Chocolates

Uma outra novidade interessante é um filme de 2009, mas que saiu por aqui em DVD em 2010. Trata-se de Ágora, um belíssimo filme de Alejandro Amenábar, sobre a filósofa Hipátia, uma das mentes mais brilhantes de sua época e que acabou morrendo nas mãos dos cristãos depois de ter sido torturada e humilhada por eles.

A película permite uma reflexão sobre vários assuntos e torna-se, desde já, grande candidato a ser exibido em aulas de história e filosofia, à semelhança de O nome da Rosa.

Além das questões filosóficas levantadas no filme (curioso ver os filósofos discutindo o sistema de Ptolomeu, em que os planetas tinham uma órbita em torno da terra e uma outra órbita em torno de si mesmos), há as questões teológicas e históricas.

Os cristãos daquela época eram o equivalente hoje aos fanáticos islâmicos. A destruição da Biblioteca de Alexandria pelos cristãos foi um crime contra humanidade equivalente ou até maior que a destruição do World Trade Center. Em termos culturais, maior, pois muito do conhecimento acumulado à época se perdeu. Na cena, Amenábar simplesmente inverte a câmera para mostrar que o mundo virou de cabeça para baixo.

O mais triste é perceber que as lições de Ágora ainda não foram aprendidas. Esperamos que o ser humano evolua mais nesse sentido em 2011 e a humanidade se torne mais tolerante.


Gian Danton
Goiânia, 3/1/2011


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1 de Renato Alessandro dos Santos
02. Metallica e nostalgia de Luís Fernando Amâncio
03. Agora o mundo perde cotidianamente os seus ídolos de Guilherme Carvalhal
04. Biocyberdrama: quadrinhos pós-humanos de Gian Danton
05. Sobre os Finais de Franco Fanti


Mais Gian Danton
Mais Acessadas de Gian Danton em 2011
01. Monteiro Lobato, a eugenia e o preconceito - 28/2/2011
02. Hells Angels - 20/6/2011
03. Medo e Delírio em Las Vegas - 9/5/2011
04. Melhores de 2010 - 3/1/2011
05. Walter Benjamin, a arte e a reprodução - 14/11/2011


Mais Especial Melhores de 2010
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
3/1/2011
23h23min
Eu adoro o "Porra, Maurício!". Ele me fez lembrar o quanto eu gostava da Turma da Mônica e como eu saí do público alvo das revistinhas. Comprei tanto o "MSP 50" quanto o "+50" e recomendo pra todos, já que é voltado pro público mais velho que cresceu com a Turma da Mônica.
[Leia outros Comentários de Rafael Monteiro]
26/1/2011
22h14min
Só de você ter criticado o final de Lost valeu todo o texto!
[Leia outros Comentários de Guilherme Ferreira]
2/2/2011
05h38min
Texto sem sentido, sem rumo. Ficou até parecido com o roteiro de Lost... :)
[Leia outros Comentários de Carolina Costa]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ACT MATH FOR DUMMIES
MARK ZEGARELLI
FOR DUMMIES
(2011)
R$ 17,50



PERSPEKTIVLEHRE
ERHARD GULL
ND
R$ 58,36



GÊMEOS NÃO SE AMAM
ROBERT LUDLUM
RECORD
(1976)
R$ 5,00



A REPÚBLICA BRASILEIRA 1964- 1984
EVALDO VIEIRA
MODERNA
R$ 5,00



SERESTA MINEIRA
LAR DE PAULA
LAR DE PAULA
R$ 40,00



É PROIBIDO CHORAR
J. M. SIMMEL
NOVA FRONTEIRA
R$ 5,00



REUNIAO DE PAIS: SOFRIMENTO OU PRAZER? - 2ª ED.
BEATE G. ALTHUON / CORINNA H. ESSLE / ISA S. STOEB
CASA DO PSICÓLOGO
R$ 11,00



VALA CLANDESTINA DE PERUS
VARIOS AUTORES
INSTITUTO MACUCO
(2012)
R$ 5,12



AÇÕES INSTITUCIONAIS DE AVALIAÇÃO E DISSEMINAÇÃO DE TECNOLOGIAS EDUCAC
RICARDO AZAMBUJA SILVEIRA
DO AUTOR
R$ 5,00



O CARNÊ DOURADO
DORIS LESSING (A MAIOR ESCRITORA VIVA DE LÍNGUA INGLESA)
CÍRCULO DO LIVRO
(1985)
R$ 25,00
+ frete grátis





busca | avançada
50801 visitas/dia
2,6 milhões/mês