Muito mais do que superinteressante | Adriana Baggio | Digestivo Cultural

busca | avançada
34554 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Da Poesia Na Música de Vivaldi
>>> Festa na floresta
>>> A crítica musical
>>> 26 de Julho #digestivo10anos
>>> Por que escrevo
>>> História dos Estados Unidos
>>> Meu Telefunken
>>> Uma Receita de Bolo de Mel
>>> O apanhador no campo de centeio
>>> Curriculum vitae
Mais Recentes
>>> Deus é inocente – a imprensa, não de Carlos Dorneles pela Globo (2003)
>>> Memórias do subsolo de Fiodor Dostoiévski pela 34 (2000)
>>> Songbook - Tom Jobim, Volume 3 de Almir Chediak pela Lumiar (1990)
>>> Comunicação e contra-hegemonia de Eduardo Granja Coutinho (org.) pela EdUFRJ (2008)
>>> Caetano Veloso Songbook V. 1 de Almir Chediak pela Lumiar
>>> Origami a Milenar Arte das Dobraduras de Carlos Genova pela Escrituras (2004)
>>> O vampiro Lestat de Anne Rice pela Rocco (1999)
>>> Nova enciclopédia ilustrada Folha volume 2 de Folha de São Paulo pela Publifolha (1996)
>>> Esperança para a família de Willie e Elaine Oliver pela Cpb (2018)
>>> Leituras do presente de Valdir Prigol pela Argos (2007)
>>> Insight de Daniel C. Luz pela Dvs (2001)
>>> Política e relações internacionais de Marcus Faro de Castro pela UnB (2005)
>>> Harry Potter e a Pedra Filosofal de J. K. Rowling pela Rocco (2000)
>>> Infinite Jest de David Foster Wallace pela Back Bay Books (1996)
>>> Nine Dragons de Michael Connelly pela Hieronymus (2009)
>>> The Innocent de Taylor Stevens pela Crown Publishers (2011)
>>> The Watchman de Robert Crais pela Simon & Schuster (2007)
>>> The Watchman de Robert Crais pela Simon & Schuster (2007)
>>> Filosofia Para Crianças e Adolescentes de Maria Luiza Silveira Teles pela Vozes (2008)
>>> O Caminho da Perfeição de A. C. Bhaktivedanta Swami pela The Bhaktivedanta (2012)
>>> O Caminho da Perfeição de A. C. Bhaktivedanta Swami pela The Bhaktivedanta (2012)
>>> Vida de São Francisco de Assis de Tomás de Celano pela Vozes (2018)
>>> Apóstolo Paulo de Sarah Ruden pela Benvirá (2013)
>>> Apóstolo Paulo de Sarah Ruden pela Benvirá (2013)
>>> Astrologia e Fatalismo Magnetismo e Hipnose de Ferni Genevè pela Fase (1983)
>>> Práticas da leitura de Roger Chartier (org.) pela Estação Liberdade (2001)
>>> Universo em Desencanto A Verdadeira Origem da Humanidade Vol 1 de Não Informada pela Mundo Racional
>>> Matemática Financeira de Roberto Zentgraf pela Ztg (2002)
>>> Como Negociar Qualquer Coisa Com Qualquer Pessoa Em Qualquer Lugar do Mundo de Frank L. Acuff pela Senac (1998)
>>> Morte e Vida Severinas: das Ressurreições e Conservações ... Ed. Ltda. de Nelci Tinem e Luizamorim: Organização pela Impre. Univ. J. Pessoa (2012)
>>> Mais Trinta Mulheres que Estão Fazendo a Nova Literatura de Luiz Ruffato pela Record (2005)
>>> Príncipe Sidarta A Fuga do Palácio de Patricia Chendi pela Rocco (2000)
>>> Como Criar Filhos Autoconfiantes de Anthony Gunn pela Gente (2011)
>>> Como Criar Filhos Autoconfiantes de Anthony Gunn pela Gente (2011)
>>> Como Criar Filhos Autoconfiantes de Anthony Gunn pela Gente (2011)
>>> Como Criar Filhos Autoconfiantes de Anthony Gunn pela Gente (2011)
>>> Como Criar Filhos Autoconfiantes de Anthony Gunn pela Gente (2011)
>>> Smart Work Why Organizations Full Of Intelligent People ... de Steven A. Stanton pela Do Autor (2016)
>>> Estatística Objetiva de Roberto Zentgraf pela Ztg (2001)
>>> Diários Messiânicos: uma Experiência de Extensão Universitária de Bruno Cesar Euphrasio de Mello pela Univ. Federal Rgs. (2015)
>>> The Lost Symbol de Dan Brown pela Doubleday (2009)
>>> Dez Dias de Cortiço de Ivan Jaf pela Ática (2009)
>>> Medicina do Além Um Presente de Jesus para a Humanidade de Fabio Alessio Romano Dionisi pela Dionisi (2014)
>>> Energia Renovável de Dme pela Dme
>>> São João Paulo Grande Seus Cinco Amores de Jason Evert pela Quadrante (2018)
>>> At Risk de Patricia Cornwell pela Little Brown And Company (2006)
>>> Gone For Good de Harlan Coben pela Na Orion Paperback (2007)
>>> When The Wind Blows de James Patterson pela Little Brown And Company (1998)
>>> Windmills Of The Gods de Sidney Sheldon pela William Morrow And Companhy (1987)
>>> If Tomorrow Comes de Sidney Sheldon pela William Morrow And Companhy (1985)
COLUNAS

Quinta-feira, 6/11/2003
Muito mais do que superinteressante
Adriana Baggio

+ de 4800 Acessos

Revista Pesquisa - setembro/2003

Estive em Natal no final de setembro para um evento de marketing e uma das novidades mais interessantes que encontrei não estava na praia e nem nas palestras. Ao passear pela banca de revistas de uma livraria, o colorido de uma capa me chamou a atenção (e não é essa a função das capas? Despertar o desejo de ir além, olhar o que há por dentro?). A surpresa foi perceber que aquela capa tão bonita e colorida, exposta em uma banca de revistas de uma cidade nordestina, era a edição de setembro de uma publicação da FAPESP - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.

Pesquisa é uma revista que traz artigos e notícias sobre pesquisas científicas realizadas principalmente nas universidades paulistas, mas também no restante do Brasil e no mundo. A capa que tanto me chamou a atenção é um intervenção de Hélio de Almeida sobre A Virgem com o Menino, de Filippo Lippi. As cores suaves características das pinturas renascentistas foram cobertas com uma transparência vermelha, em parte do quadro, para ilustrar a reportagem de capa – “Estresse na raiz da fertilidade” (sobre uma pesquisa que mostra que o estresse em filhotes de ratos recém-nascidos separados da mãe por breves períodos pode provocar danos irreversíveis cérebro) causando um belo efeito estético e atrativo, dificilmente relacionado com a aridez dos assuntos científicos. Como competir nas bancas com as fotos de personalidades das revistas de fofocas, as belas mulheres das revistas femininas e masculinas e as pseudo-interessantes imagens das revistas semanais? Pesquisa, a meu ver, conseguiu essa proeza.

O cuidado na programação visual da revista é uma promessa para a excelência do conteúdo. Mas quantas pessoas se interessam por pesquisa científica no Brasil? Tenho a percepção de que o pesquisador é ainda menos valorizado do que o professor. Este, pelo menos, tem uma atividade com resultados concretos – trabalhos, provas, diários de classe. Mas e a pesquisa? Pois é justamente a pesquisa que deveria ser a ponte entre a universidade, principalmente a pública, e a comunidade que a sustenta ou acolhe. No entanto, ela ainda permanece como uma atividade restrita aos laboratórios, salas de aula e eventos, sem a aplicação prática que estenderia sua visibilidade e também seus benefícios. Assim, entramos em mais um dos inúmeros círculos viciosos que movimentam as coisas no Brasil. As pessoas não se interessam pela pesquisa científica porque ela não aparece. E ela não aparece porque o desconhecimento da sociedade impede que sejam cobradas as aplicações práticas de seus resultados.

Trechos de um artigo publicado nesta edição de Pesquisa ilustram bem essa situação. A matéria “Atenção à pobreza” fala do descaso em relação à pesquisa de novas drogas para prevenção ou tratamento de doenças que afetam países em desenvolvimento, como tuberculose, Doença de Chagas, leishmaniose, malária. São doenças que, tanto quanto as cardiovasculares, respondem por 12% do total de doenças no mundo. No entanto, para estas últimas foram desenvolvidas mais de 179 novas drogas entre 1975 e 1999. As doenças “populares” mereceram apenas 15 novos produtos. É evidente que o desenvolvimento de novas drogas para essas doenças pouco interessa à indústria farmacêutica, já que esse segmento é pouco representativo no faturamento das empresas. Por conta disso, milhares de pessoas morrem no mundo todo por causa de doenças “obsoletas”, para as quais o tratamento seria fácil e barato.

Diversas instituições brasileiras começam a se envolver em um projeto mundial com coordenação da Organização Mundial de Saúde e da Médicos Sem Fronteiras que busca reverter esse quadro. A consolidação da pesquisa brasileira nesse tipo de projeto só aumentou após o desenvolvimento das formulações para o coquetel de drogas de combate ao vírus da AIDS. No entanto, o Brasil tem potencial para muito mais. Segundo o Paulo Buss, presidente da Fiocruz, a capacitação científica existente no Brasil é extraordinária, mas falta um projeto mais consistente que combine a parte científica com a área industrial. A pesquisa no Brasil produz muitos artigos científicos, mas a produção de algo tangível não faz parte da nossa cultura universitária. É essa distância entre a academia e a comunidade que torna a pesquisa um assunto tão restrito, quando deveria despertar o interesse da comunidade.

A iniciativa de publicar e distribuir uma revista sobre pesquisa científica e tecnológica para a massa pode atender a diversos interesses. Primeiro, democratiza a informação e torna mais acessível as descobertas e assuntos de interesse não apenas da comunidade acadêmica. Segundo, se o conceito de importância da nossa sociedade está relacionando ao aparecer ou não na mídia, as pesquisas e os pesquisadores divulgados nesta revista talvez passem a ter, pelo menos em parte, a repercussão que merecem. Terceiro, mostrar a aplicação prática das pesquisas desenvolvidas nas universidades e colocar que isso ainda não é suficiente, pode incentivar a comunidade a cobrar resultados mais práticos dos estudos custeados com os impostos e a exigir uma maior participação das verbas públicas nos projetos de educação e pesquisa.

Pesquisa parece ter percebido que manter a informação isolada na torre de marfim da academia não é um bom negócio. Percebeu, também, que para que a pesquisa e a informação sejam consumidas é preciso que sejam tratadas como produto, por mais que os puristas acadêmicos sacudam seus diplomas. Se a idéia de pesquisa científica sugere algo chato, inacessível e sem graça mesmo para uma pessoa que teve algum tipo de iniciação à vida acadêmica, imagina para o público em geral, que recebe milhares de outros estímulos muito mais interessantes nas bancas de revista. Pesquisa tem, portanto, o mérito de querer ser atrativa e acessível. Através da beleza de suas capas (tinha uma outra edição na banca, com uma capa igualmente bonita), das ilustrações das notas e reportagens, da acessibilidade da linguagem dos artigos, da leveza e modernidade da diagramação, o público pode ser seduzido e tentado a percorrer as entranhas da pesquisa científica e perceber o quanto esse tipo de informação pode ser interessante para a vida de todos nós.


Adriana Baggio
Curitiba, 6/11/2003


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Eleição para boi dormir? de Jardel Dias Cavalcanti
02. Quando o cotidiano vira espetáculo de Pilar Fazito
03. Em defesa do mar de informação de Julio Daio Borges
04. O Google e o negócio da China de Nemo Nox
05. Copacabana-Paulista-Largo das Forras de Ana Elisa Ribeiro


Mais Adriana Baggio
Mais Acessadas de Adriana Baggio em 2003
01. Ser bom é ótimo, mas ser mau é muito melhor* - 24/4/2003
02. Aventuras pelo discurso de Foucault - 30/1/2003
03. Carga mais leve para Pedro e Bino - 8/5/2003
04. Apesar da Barra, o Rio continua lindo - 9/1/2003
05. Encontro com o peixe-boi - 16/1/2003


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




SOB O CÉU DE NOVGOROD
RÉGINE DEFORGES
NOVA FRONTEIRA
(1989)
R$ 6,00



ARCA DE NOÉ, A - COLEÇÃO ESTÚDIO DE MODA
EDITORA CIRANDA CULTURAL
CIRANDA CULTURAL
(2017)
R$ 23,86



ALCANCE EJA CIÊNCIAS ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL-MANUAL EDUCADOR
MARCIA LEONORA DUDEQUE E ELVIRA SOUZA DE SAMPAIO
POSITIVO
(2013)
R$ 29,90



PAU BRASIL
VARIOS AUTORES
DAEE
(1986)
R$ 4,70



ENTRE REAL E SURREAL: ANTOLOGIA DA LITERATURA BELGA DE LÍNGUA FRANCESA
MARC QUAGHEBEUR, ZILÁ BERND, LEONOR LOURENÇO DE ABREU, ROBERT PONGE
TOMO EDITORIAL
(2009)
R$ 47,00



BRINCADEIRA NA FEIRA
MARCIA KUPSTAS
MODERNA
(1996)
R$ 10,00



EI, DEUS, POR QUE AS COISAS ESTÃO DEMORANDO TANTO? 3703
LYNETTE HAGIN
GRAÇA EDITORIAL
(2010)
R$ 19,00



O MIOLO E O PÃO
ROBERTO REIS, LÚCIA H. CARVALHO E ROBERTO ACI
UFF; INL
(1986)
R$ 26,00



TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO
ANTONIO DE LIMA RIBEIRO
SARAIVA (SP)
(2004)
R$ 30,82



CATALISADORES ZEOLÍTICOS DE PLATINA MODIFICADOS COM LANTANÍDEOS
EMANOEL IGOR DA SILVA OLIVEIRA
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 349,00





busca | avançada
34554 visitas/dia
1,1 milhão/mês