Muito mais do que superinteressante | Adriana Baggio | Digestivo Cultural

busca | avançada
82559 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Máscaras Decoloniais: Dança e Performance (edição bilingue)
>>> Prêmio Sesc de Literatura abre hoje inscrições para edição 2021
>>> Jovens negros e indígenas são público-alvo de laboratório gratuito para curtas-metragens
>>> Peças de teatro serão transformadas em “radionovelas”
>>> Concurso literário vai premiar novos escritores locais
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
>>> Jogando com Cortázar
>>> Os defeitos meus
>>> Confissões pandêmicas
>>> Na translucidez à nossa frente
Colunistas
Últimos Posts
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
Últimos Posts
>>> Kate Dias vive Campesina em “Elise
>>> Editora Sinna lança “Ninha, a Bolachinha”
>>> “Elise”: Lara Oliver representa Bernardina
>>> Tonus cristal
>>> Meu avô
>>> Um instante no tempo
>>> Salvem à Família
>>> Jesus de Nazaré
>>> Um ato de amor para quem fica 2020 X 2021
>>> Os preparativos para a popular Festa de Réveillon
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Literatura Falada (ou: Ora, direis, ouvir poetas)
>>> O primeiro mico para o resto de nossas vidas
>>> O feitiço do tempo
>>> Antologia poética, de Carlos Drummond de Andrade
>>> YouTube, lá vou eu
>>> Artificial
>>> Uma análise sociossemiótica do trabalho
>>> Novos Melhores Blogs
>>> Poesia em Xadrez, BH
>>> O filósofo da contracultura
Mais Recentes
>>> A Avaliação Psicopedagogica numa Abordagem Institucional de Carolina Provvidenti pela Qualidade (2010)
>>> Revista Uniclar - Ciências da Religião - ano 8 nº 1 de Vários Autores pela Faculdades Claretianas (2006)
>>> Contagem Regressiva de Ken Follett pela Arqueiro (2018)
>>> Manuel Bandeira - as Cidades e as Musas de Antônio Carlos Secchin Organização pela Desiderata (2008)
>>> Pequeno Segredo - A Lição de Vida de Kat para a Família Schurmann de Heloisa Schurmann pela Agir (2012)
>>> Doidas e Santas de Martha Medeiros pela L&pm (2008)
>>> Pelas Praias do Mundo de Pablo Neruda pela Bertrand Brasil (2005)
>>> Caim de José Saramago pela Companhia das Letras (2009)
>>> Abc de Rachel de Queiroz de Lilian Fontes pela José Olympio (2012)
>>> As Espiãs do Dia D de Ken Follett pela Arqueiro (2015)
>>> Coleção Abc Meus primeiros passos na Leitura e aprendizagem A Estação das Folhas secas o Outono de Malgorzata Strzalkolska pela Salvat (2011)
>>> Arquitetura & construçao--setembro de 2006--dossie cimento de Abril pela Abril (2006)
>>> Arquitetura & construçao--julho de 2008--renove as paredes de Abril pela Abril (2008)
>>> Arquitetura & construçao--março de 2001--pre-fabricada de madeira. de Abril pela Abril (2001)
>>> Arquitetura & construçao--outubro de 2012--como usar e onde comprar madeira sustentavel. de Abril pela Abril (2012)
>>> Os 13 Porquês de Jay Asher pela Ática (2009)
>>> Superando os Desafios Íntimos de Robson Pinheiro pela Casa dos Espíritos (2006)
>>> Sua Alteza Real (Royals 2) de Rachel Hawkins pela Alt (2020)
>>> A República Cantada do Choro ao Funk, a História do Brasil Através da Música de André Diniz e Diogo Cunha pela Zahar (2014)
>>> Uq Holder! - Vol. 5 EAN: 9788545702429 de Ken Akamatsu pela Jbc (2016)
>>> Peça e Será Atendido de Esther e Jerry Hicks pela Sextante (2007)
>>> Uq Holder! - Vol. 4 de Ken Akamatsu pela Jbc (2016)
>>> Mata-me de Prazer de Nicci French pela Record (2002)
>>> O Escaravelho do Diabo 2ªd. de Lúcia Machado de Almeida pela Ática (1974)
>>> Cangaceirismo do Nordeste de Antônio Barroso Pontes pela O Cruzeiro (1973)
>>> Uq Holder! - Vol. 2 de Ken Akamatsu pela Jbc (2016)
>>> Bíblia Sagrada de Não informado pela Presbiteriana (1993)
>>> Gramática Reflexiva de William Cereja e Thereza Cochar pela Atual (2013)
>>> Jornadas.geo: geografia 9º ano de Marcelo Moraes Paula e Ângela Rama pela Saraiva (2016)
>>> Magi: O labirinto da magia - Vol. 25 de Shinobu Ohtaka pela Jbc (2016)
>>> As Aventuras de Tibicuera de Erico Verissimo pela Globo (1997)
>>> I-World 4 de Michael Downie, David Gray e Juan Manuel Jimenez pela Edições SM (2018)
>>> Mulheres do Evangelho de Robson Pinheiro pela Casa dos Espíritos (2009)
>>> To Love Ru - Vol. 16 de Kentaro Yabuki e Saki Hasemi pela Jbc (2018)
>>> Retórica de Aristóteles pela Edipro (2013)
>>> Planejamento na Sala de Aula de Danilo Gandin e Carlos Henrique Carrilho Cruz pela Sem Identificação (1995)
>>> Língua Portuguesa 9 de Everaldo Nogueira, Greta Marchetti e Mirella L. Cleto pela Edições SM (2019)
>>> Quarta-feira de Eric Nepomuceno pela Record (1998)
>>> Araribá Plus - Ciências - 9 de Obra coletiva pela Moderna (2018)
>>> Saúde na Terceira Idade de Hermógenes pela Nova Era (1996)
>>> Estudar História - das origens do homem á era digital - 9º de Patrícia Ramos Braick e Anna Barreto pela Moderna (2018)
>>> Geografia 9º ano de Fernando dos Santos Sampaio e Marlon Clovis Medeiros pela Edições SM (2019)
>>> Logistica e Gerenciamento da Cadeia de Distribuição de Novaes Antonio Galvão pela Campus (2005)
>>> Cavaleiros do Zodíaco - Saintia Shô - Vol. 8 de Masami Kurumada e Chimake Kuore pela Jbc (2016)
>>> Matemática 9º ano de Luiz Roberto Duarte e Fernando Viana pela Ática (2019)
>>> Cavaleiros do Zodíaco - Saintia Shô - Vol. 7 de Masami Kurumada e Chimake Kuore pela Jbc (2016)
>>> Literaturas Brasileira e Portuguesa – Volume Único de Samira Yousself Campedelli pela Saraiva (2010)
>>> Fazendo meu filme - 1 A estreia de Fani de Paula Pimenta pela Gutenberg (2012)
>>> Sabedoria para Viver Bem de Louise L. Hay pela Sextante (2009)
>>> Cavaleiros do Zodíaco - Saintia Shô - Vol. 6 de Masami Kurumada e Chimake Kuore pela Jbc (2016)
COLUNAS

Quinta-feira, 6/11/2003
Muito mais do que superinteressante
Adriana Baggio

+ de 5000 Acessos

Revista Pesquisa - setembro/2003

Estive em Natal no final de setembro para um evento de marketing e uma das novidades mais interessantes que encontrei não estava na praia e nem nas palestras. Ao passear pela banca de revistas de uma livraria, o colorido de uma capa me chamou a atenção (e não é essa a função das capas? Despertar o desejo de ir além, olhar o que há por dentro?). A surpresa foi perceber que aquela capa tão bonita e colorida, exposta em uma banca de revistas de uma cidade nordestina, era a edição de setembro de uma publicação da FAPESP - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.

Pesquisa é uma revista que traz artigos e notícias sobre pesquisas científicas realizadas principalmente nas universidades paulistas, mas também no restante do Brasil e no mundo. A capa que tanto me chamou a atenção é um intervenção de Hélio de Almeida sobre A Virgem com o Menino, de Filippo Lippi. As cores suaves características das pinturas renascentistas foram cobertas com uma transparência vermelha, em parte do quadro, para ilustrar a reportagem de capa – “Estresse na raiz da fertilidade” (sobre uma pesquisa que mostra que o estresse em filhotes de ratos recém-nascidos separados da mãe por breves períodos pode provocar danos irreversíveis cérebro) causando um belo efeito estético e atrativo, dificilmente relacionado com a aridez dos assuntos científicos. Como competir nas bancas com as fotos de personalidades das revistas de fofocas, as belas mulheres das revistas femininas e masculinas e as pseudo-interessantes imagens das revistas semanais? Pesquisa, a meu ver, conseguiu essa proeza.

O cuidado na programação visual da revista é uma promessa para a excelência do conteúdo. Mas quantas pessoas se interessam por pesquisa científica no Brasil? Tenho a percepção de que o pesquisador é ainda menos valorizado do que o professor. Este, pelo menos, tem uma atividade com resultados concretos – trabalhos, provas, diários de classe. Mas e a pesquisa? Pois é justamente a pesquisa que deveria ser a ponte entre a universidade, principalmente a pública, e a comunidade que a sustenta ou acolhe. No entanto, ela ainda permanece como uma atividade restrita aos laboratórios, salas de aula e eventos, sem a aplicação prática que estenderia sua visibilidade e também seus benefícios. Assim, entramos em mais um dos inúmeros círculos viciosos que movimentam as coisas no Brasil. As pessoas não se interessam pela pesquisa científica porque ela não aparece. E ela não aparece porque o desconhecimento da sociedade impede que sejam cobradas as aplicações práticas de seus resultados.

Trechos de um artigo publicado nesta edição de Pesquisa ilustram bem essa situação. A matéria “Atenção à pobreza” fala do descaso em relação à pesquisa de novas drogas para prevenção ou tratamento de doenças que afetam países em desenvolvimento, como tuberculose, Doença de Chagas, leishmaniose, malária. São doenças que, tanto quanto as cardiovasculares, respondem por 12% do total de doenças no mundo. No entanto, para estas últimas foram desenvolvidas mais de 179 novas drogas entre 1975 e 1999. As doenças “populares” mereceram apenas 15 novos produtos. É evidente que o desenvolvimento de novas drogas para essas doenças pouco interessa à indústria farmacêutica, já que esse segmento é pouco representativo no faturamento das empresas. Por conta disso, milhares de pessoas morrem no mundo todo por causa de doenças “obsoletas”, para as quais o tratamento seria fácil e barato.

Diversas instituições brasileiras começam a se envolver em um projeto mundial com coordenação da Organização Mundial de Saúde e da Médicos Sem Fronteiras que busca reverter esse quadro. A consolidação da pesquisa brasileira nesse tipo de projeto só aumentou após o desenvolvimento das formulações para o coquetel de drogas de combate ao vírus da AIDS. No entanto, o Brasil tem potencial para muito mais. Segundo o Paulo Buss, presidente da Fiocruz, a capacitação científica existente no Brasil é extraordinária, mas falta um projeto mais consistente que combine a parte científica com a área industrial. A pesquisa no Brasil produz muitos artigos científicos, mas a produção de algo tangível não faz parte da nossa cultura universitária. É essa distância entre a academia e a comunidade que torna a pesquisa um assunto tão restrito, quando deveria despertar o interesse da comunidade.

A iniciativa de publicar e distribuir uma revista sobre pesquisa científica e tecnológica para a massa pode atender a diversos interesses. Primeiro, democratiza a informação e torna mais acessível as descobertas e assuntos de interesse não apenas da comunidade acadêmica. Segundo, se o conceito de importância da nossa sociedade está relacionando ao aparecer ou não na mídia, as pesquisas e os pesquisadores divulgados nesta revista talvez passem a ter, pelo menos em parte, a repercussão que merecem. Terceiro, mostrar a aplicação prática das pesquisas desenvolvidas nas universidades e colocar que isso ainda não é suficiente, pode incentivar a comunidade a cobrar resultados mais práticos dos estudos custeados com os impostos e a exigir uma maior participação das verbas públicas nos projetos de educação e pesquisa.

Pesquisa parece ter percebido que manter a informação isolada na torre de marfim da academia não é um bom negócio. Percebeu, também, que para que a pesquisa e a informação sejam consumidas é preciso que sejam tratadas como produto, por mais que os puristas acadêmicos sacudam seus diplomas. Se a idéia de pesquisa científica sugere algo chato, inacessível e sem graça mesmo para uma pessoa que teve algum tipo de iniciação à vida acadêmica, imagina para o público em geral, que recebe milhares de outros estímulos muito mais interessantes nas bancas de revista. Pesquisa tem, portanto, o mérito de querer ser atrativa e acessível. Através da beleza de suas capas (tinha uma outra edição na banca, com uma capa igualmente bonita), das ilustrações das notas e reportagens, da acessibilidade da linguagem dos artigos, da leveza e modernidade da diagramação, o público pode ser seduzido e tentado a percorrer as entranhas da pesquisa científica e perceber o quanto esse tipo de informação pode ser interessante para a vida de todos nós.


Adriana Baggio
Curitiba, 6/11/2003


Quem leu este, também leu esse(s):
01. É breve a rosa alvorada de Elisa Andrade Buzzo
02. Cavaleiros e o Inexplicável de Duanne Ribeiro
03. Vantagens da vida de solteiro de Jardel Dias Cavalcanti
04. A rentável miséria da literatura de Lucas Carvalho Peto
05. Roçando a poesia de Alberto Beuttenmüller de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Adriana Baggio
Mais Acessadas de Adriana Baggio em 2003
01. Ser bom é ótimo, mas ser mau é muito melhor* - 24/4/2003
02. Aventuras pelo discurso de Foucault - 30/1/2003
03. Carga mais leve para Pedro e Bino - 8/5/2003
04. Apesar da Barra, o Rio continua lindo - 9/1/2003
05. Encontro com o peixe-boi - 16/1/2003


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Go Girl 5 - Confusões no Acampamento
Meredith Badger
Fundamento
(2010)
R$ 28,60



O Rei Lear
Shakespeare, William
L± Pocket
R$ 16,00



Brasil 500 Anos de 1500 /1530 -1831/1851 2 volumes
Janice Florida (editora)
Abril
(1999)
R$ 70,00
+ frete grátis



Gosto se Discute
Marcelo Coelho
Ática
(1994)
R$ 6,90



O Discurso Emotivo Nas Interações Em Sala de Aula
Marinalva Vieira Barbosa
Dapesp
(2010)
R$ 13,00



O Caminho da Vida
Padre Álvaro Negromonte
Livraria José Olympio
(1957)
R$ 15,02



2012 É Ou Não é o Fim do Mundo
Wicca
Van Feu
R$ 5,00



Sexo: a Hora é Agora?
Fernanda Wendel
Atica
(2007)
R$ 7,00



O Imperador Vol. 4 - Os Deuses da Guerra
Conn Iggulden
Record
(2007)
R$ 20,00



Os Descendentes
Kaui Hart Hemmings
Alfaguara
(2007)
R$ 15,00





busca | avançada
82559 visitas/dia
2,4 milhões/mês