De outra volta ao Brasil | Eduardo Carvalho | Digestivo Cultural

busca | avançada
37001 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Sexta-feira, 13/8/2004
De outra volta ao Brasil
Eduardo Carvalho

+ de 3500 Acessos

Acabei de voltar de mais uma viagem pelo Brasil - depois de, coincidentemente, ter escrito as duas colunas passadas sobre outra viagem que fiz. Esta foi mais curta, em tempo e distância: rodamos - eu e meu pai -, de carro, 5.000 km em dez dias. Saímos de São Paulo em direção a Campo Grande, e depois passamos por Cuiabá, Mineiros, Rio Verde, Goiânia, etc. Em resumo, a impressão foi a seguinte: o Brasil está mudando - ou já mudou? - numa velocidade incrível.

É impressionante o que se encontra hoje no interior do Mato Grosso, onde, há uma ou duas décadas, havia apenas pecuária extensiva e desprofissionalizada. Gaúchos e catarinenses, na maioria, estão cultivando um oceano de soja, milho e algodão, com a mais avançada tecnologia do mundo e em parceria com empresas internacionais. As cidades estão crescendo e se organizando, acompanhando o enriquecimento do campo: comércio e serviços estão em ebulição, abrindo espaço ao empreendedorismo honesto.

Esse fenômeno passa quase despercebido por São Paulo, que o acompanha pela televisão e pelo jornal apenas. Pouca gente, a não ser que esteja ligada ao assunto, visita esses lugares, para ver de perto o impacto da macroeconomia na micro. Os exemplos usados para ilustrar a - argh! - "globalização" são normalmente depreciativos, o que distorce a impressão dos mais ingênuos. É no mínimo ilustrativo descobrir que o hectare de terra cultivável pode chegar, no Mato Grosso, a 100 mil reais, enquanto em grandes cidades do interior de São Paulo ele oscila, no alto, em torno de 25 mil. O avanço do agronegócio no Brasil também é resultado da - argh! - globalização.

Esse assunto merece, urgentemente, um documentário completo, para que, com informações e imagens, o paulistano comum se dê conta do que acontece no resto do Brasil - em vez de esgotar sua paciência com caricaturas de pobreza na tela do cinema. Já tem gente de olho, e injetando muito dinheiro nisso, segundo o dono do hotel que me hospedei em Mineiros: "De uns 3 anos pra cá, tem aumentado muito o número de estrangeiros aqui. E, vou te contar, eles não vêm pra cá só por causa da beleza, não". Deu pra perceber. Na semana seguinte, o jornal Valor Econômico publicou uma série de reportagens sobre fundos estrangeiros especializados em investimento no cerrado brasileiro. Esse provavelmente é, no Brasil, o assunto mais importante no momento.

Documentado errado

Sugeri que se faça um documentário sobre as regiões de fronteira agrícola brasileira, que mostre a evolução dessas áreas em relação ao que eram há pouco tempo, mas que, por favor, não seja dirigido pela mesma equipe que foi para a China produzir o Globo Repórter sobre o país. Que os comentários de um programa assim, tão popular, sejam superficiais, é compreensível, mas a última frase da repórter foi arrepiante, começando assim: "Depois de milênios (sic) parada no tempo", e continuava dizendo que agora, talvez, a China emplaque definitivamente.

Reabro Uma História Íntima da Humanidade, de Theodore Zeldin, antes de dormir, e por acaso encontro esta passagem: "É claro que a China teve a sua Revolução Industrial e experimentou a produção em massa, enquanto a Europa permanecia na Idade Média. Mil anos atrás, a China passou por uma revolução financeira e nas comunicações, quando inventou o papel moeda, a impressão e um sistema barato de transporte aquático através de canais, criando um vasto mercado nacional e um indústria de exportação poderosa, que se tornou na principal fonte de produtos do mundo. Provavelmente a China lucrou mais com a descoberta das Américas do que qualquer outro país, pois metade da prata ali minerada antes de 1800 acabou em seus cofres para pagamento de seda, cerâmica e chá, que eram os refrigeradores, televisores e computadores dos dias de hoje".

Outro livro altamente recomendável à repórter é História do Mundo, de J. M. Roberts - que, com apenas 800 páginas, oferece um panorama do que aconteceu na terra desde a pré-história. É agradável e informativo e, se o leitor não decorar tudo - ninguém decora -, pelo menos descobre que nem tudo que se passou na Terra a gente aprende durante o colegial.

Uma história íntima

Uma história íntima da humanidade, de Theodore Zeldin, é um dos livros mais fascinantes que conheço. Talvez o título passe uma idéia distorcida do assunto: a intenção não é apresentar fofocas esquecidas de personalidades históricas - o que também é um assunto curioso, mas batido. A linha de uma História íntima é bem diferente: Theodore Zeldin, no início de cada capítulo, apresenta a situação de uma mulher francesa - seus problemas pessoais, profissionais e emocionais -, com informações coletadas numa ampla pesquisa de campo. E busca no desenvolvimento da civilização ocidental a origem dos problemas dessas mulheres, para depois, comparando hábitos de outros países e civilizações, propor soluções para eles.

O cientificismo histórico e o relativismo cultural barraram, por décadas, iniciativas como a de Zeldin. Uma história íntima é escrito num método incomum para obras acadêmicas, porque inclui opiniões pessoais e comparações entre culturas - duas características inaceitáveis em redações "científicas", principalmente em paises atrasados. Zeldin, porém, é catedrático de Oxford, e acredita no seguinte: que ideologias como o nacionalismo e o marxismo esvaziaram as ambições dos historiadores, que agora se limitam a tentar reproduzir o que aconteceu no passado - em vez de oferecer opções à sociedade contemporânea baseadas em experiências em outras épocas ou em outros lugares.

E cada capitulo começa com uma pergunta ou uma afirmação: "Como homens e mulheres lentamente aprenderam a ter conversas interessantes"; "Como algumas pessoas adiquiriram imunidade à solidão"; "Como as pessoas se libertam do medo ao conhecer medo novos"; "Como a curiosidade se tornou a chave da liberdade"; "Por que as pessoas são incapazes de encontrar tempo para viver várias vidas"; "O que se torna possível quando almas gêmeas se encontram"; e assim por diante. E Zeldin transporta o leitor, num estilo fácil, das particularidades da pessoa descrita para história de civilizações distantes: mostrando que não sofremos sozinhos no mundo, e que soluções encontradas por uma sociedade pode resolver problemas de outras.

O livro não é, porém, um ataque à Civilização Ocidental. Muito ao contrário: em grande parte, é um elogio à capacidade de comunicação e exploração do Ocidente. Mas expõe os seus defeitos: Zeldin insiste que muitos dos nossos costumes precisam ser - e serão - revistos, porque estão em desacordo com a nossa própria condição humana.

Só que, nesse meio tempo, muita gente está sofrendo por isso: mulheres que assumem múltiplas responsabilidades, chefes que abusam de uma autoridade artificial, casais que se desentendem à toa, crianças que são educadas por teorias da moda, etc. Ou seja: em estado invisível, erros cometidos pelos nossos antepassados afetam diretamente a forma como nos relacionamos hoje. Esses erros, no entanto, podem ser corrigidos. Essa é a intenção de Zeldin: apresentar escolhas ao modo como aproveitamos o mundo. Porque ele não precisava ser assim. E pode, portanto, ser diferente.


Eduardo Carvalho
São Paulo, 13/8/2004


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Piada pronta de Luís Fernando Amâncio
02. Luz sob ossos e sucata: a poesia de Tarso de Melo de Jardel Dias Cavalcanti
03. Sobre os três primeiros romances de Lúcio Cardoso de Cassionei Niches Petry
04. Transformação de Lúcifer, obra de Egas Francisco de Jardel Dias Cavalcanti
05. O começo do fim da hegemonia 'de esquerda' de Julio Daio Borges


Mais Eduardo Carvalho
Mais Acessadas de Eduardo Carvalho em 2004
01. A melhor revista do mundo - 8/10/2004
02. Como mudar a sua vida - 21/5/2004
03. De uma volta ao Brasil - 23/7/2004
04. O chinês do yakissoba - 5/3/2004
05. Por que não estudo Literatura - 24/9/2004


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A VIDA VEM DA VIDA
A. C. BHAKTIVEDANTA SWAMI PRABHUPADA
THE BHAKTIVEDANTA BOOK TRUST
(1980)
R$ 5,99



BIORRITMO: UMA CIÊNCIA PESSOAL
BERNARD GITTELSON
CÍRCULO DO LIVRO
(1992)
R$ 7,90



LITERATURA ESTRANGEIRA
FANGA COLEÇÃO OBRAS COMPLETAS
CAMINHO
(1996)
R$ 68,00



O ALBATROZ AZUL
JOÃO UBALDO RIBEIRO
NOVA FRONTEIRA
(2009)
R$ 8,90



CRÔNICAS DA ALDEIA
LIRA NETO
ARMAZÉM DA CULTURA
(2014)
R$ 45,00



BRAS, BEXIGA E BARRA FUNDA
ALCANTARA MACHADO
SOL
R$ 5,00



A CIDADE IDEAL
FELIPE AFONSO LIMA SILVA
DO AUTOR
(2000)
R$ 10,00
+ frete grátis



MEDICINA
TUMORES Y LESIONES SEUDOTUMORALES DEL ESQUELETO
EDITORIAL CIENTIFICO - TÉCNICA
(1979)
R$ 64,20



OS VELHOS MARINHEIROS OU O CAPITÃO DE LONGO CURSO
JORGE AMADO
RECORD
(1979)
R$ 8,00



MUDANÇA IDEOLÓGICA PARA A QUALIDADE: UMA ABORDAGEM ANTROPOLÓGICA
MIGUEL PEDRO CARDOSO
EDUFF
(2000)
R$ 24,82





busca | avançada
37001 visitas/dia
1,4 milhão/mês