Dos Resultados Inversos Às Expectativas | Ricardo de Mattos | Digestivo Cultural

busca | avançada
64744 visitas/dia
1,7 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Evento de reinauguração da Praça do Centro de Convenções da Unicamp
>>> Oficina Som Entre Fronteiras está com inscrições abertas
>>> Projeto “Curtas de Animação” com estudantes da zona rural de Valinhos/SP
>>> Novos projetos do Festival de Dança de Joinville promovem atividades culturais para 120 alunos
>>> Toca do Morcego anuncia agenda primavera/verão 2022/2023
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
Colunistas
Últimos Posts
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
Últimos Posts
>>> Baby, a chuva deve cair. Blade Runner, 40 anos
>>> Conforme o combinado
>>> Primavera, teremos flores
>>> Além dos olhos
>>> Marocas e Hermengardas
>>> Que porcaria
>>> Singela flor
>>> O cerne sob a casca
>>> Assim é a vida
>>> Criança, minha melhor idade
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Nuvem Negra*
>>> Discurso de William Faulkner
>>> Os Incríveis
>>> Erik Satie
>>> Ronnie James Dio em 1983
>>> O Leão e o Unicórnio
>>> O outro Carpeaux
>>> Something that grows
>>> Façam suas apostas
>>> Tempo de aspargos
Mais Recentes
>>> Gestão Em Enfermagem : Ferramenta para Prática Segura de Vários pela Yendis (2011)
>>> Clt Universitária - 24ª Ed de Sergio Pinto Martins pela Saraiva (2018)
>>> Seres Proibidos de Marcélio Ávila pela Do Autor
>>> Crenças, Religiões, Igrejas e Seitas: Quem São? de Estevão Tavares Bettencourt pela Nc (1995)
>>> O Manuscrito de Missolonghi de Frederic Priokosch pela Siciliano (1995)
>>> A Ciência Médica de House de Andrew Holtz pela Best Seller (2007)
>>> Pedagogia: Reprodução Ou Transformação de Lauro de Oliveira Lima pela Brasiliense
>>> Introdução ao Mercado de Ações de Comissão Nacional de Bolsas de Valores pela Introdução ao Mercado de Ações (1986)
>>> Reféns no Paraíso de Giselda Laporta Nicolelis pela Quinteto Editorial (1999)
>>> Estrutura e Funcionamento do Ensino de 1ª Grau de Nelson Piletti pela Atica (1989)
>>> Qualidade e Segurança Em Anestesiologia de Fabiane Cardia e Luiz Antonio e Outros pela Sba (2012)
>>> A Viagem de uma Alma de Peter Richelieu pela Pensamento (1972)
>>> Chico Buarque de Regina Zappa pela Relume Dumará (1999)
>>> Como Prevenir e Tratar o Câncer Com Medicina Natural de Varios pela Best Seller (2005)
>>> Música Brasileira para Sopros (vol. 1) de Irmãos Vitale pela Irmãos Vitale (2002)
>>> Legislaçao Previdenciaria de Anfip pela Anfip (2000)
>>> Viva Você sem Peixes no Muro de Davi Urias Vidigal pela Nova Letra (2006)
>>> Os Meninos Que Viraram Estrelas de Sávia Dumont pela Companhia das Letrinhas (2011)
>>> Controle de Estímulos e Comportamento Operante - uma Introdução de Vários pela Educ (2002)
>>> Orações de Proteção de Carlos Magno Maia Dias pela Madras (2002)
>>> Matemática para o 2º Grau: Curso Completo de Antonio Nicolau Youssef e Outras pela Scipione (1998)
>>> Feng Shui - para Quem Mora Em Apartamento de Richard Webster pela Pensamento (1998)
>>> Renascendo da Dor Aids Principio Ou Fim de Sonia Tozzi Henriques Rodrigues pela Panorama
>>> Só para Gigantes de Gabí Martínez pela Rocco (2013)
>>> Mulher e Família: Diversos Dizeres de Maria Cristina Lopes de Almeida (org) e Outros pela Oficina do Livro (2006)
COLUNAS

Quinta-feira, 21/10/2004
Dos Resultados Inversos Às Expectativas
Ricardo de Mattos

+ de 4000 Acessos

"Oh, não me enterrem na solitária pradaria
Onde os coiotes bravios vão uivar sobre mim,
Onde cascavéis silvam e o vento sopra sem fim...
Oh-h, não me enterrem na solitária pradaria.
"

Na esclarecedora introdução aos Contos de Faroeste que organizou, Jon (sic) E. Lewis afirma ser o western "a única forma de arte verdadeiramente americana". Deveras. O imaginário do faroeste é de grande força, e se não contamina a cultura norte-americana no todo, levando ao estereótipo, segue em paralelo com o conhecido destaque. Quem é reconhecido com maior facilidade pelo homem comum: Cole Porter ou John Wayne? A menção da Itália acende a lembrança do império romano e do Renascimento. Fale-se em Rússia e desfilam os nomes dos grandes escritores dos oitocentos. Refira-se à Alemanha, ou aos países germânicos, e apresenta-se uma ciranda de compositores. Fale-se, portanto, em Estados Unidos da América e uma das primeiras faces lembradas é a da cultura popular influenciada pelas coisas, pessoas e situações do "oeste bravio": ranchos, índios apaches e cherokees, gado, cavalos selvagens, botas com esporas tinindo, armas, mulheres dispostas à luta, jogo de cartas, tiroteios, xerifes, duelos em ruas entre casas de madeira, diligências, fortes militares.

Eis um conjunto de breves narrativas que recebi sem muito calor e li com grande prazer. Entretanto, o principal veículo de divulgação da cultura western foi o cinema norte-americano. Com pouco esforço o aficionado ao gênero lembra e cita alguns títulos, por exemplo, do cinema italiano. Aquele, porém, vem na frente d'este. Vários dos grandes astros e estrelas participaram dos "filmes de cowboy" e os primeiros contos e romances adaptados foram de faroeste. Na coletânea, há contos de autores como O. Henry, cujo personagem Cisco Kid aparece no primeiro filme d'este tipo do cinema falado, o No Velho Arizona, de 1.929. Bertha Bower - O Rei do Rodeio - e Max Brand - Atire A Primeira Pedra - foram escritores e roteiristas. O ator e diretor John Ford produziu vários filmes, entre eles No Tempo Das Diligências e Legião Invencível, inspirados nas obras de Ernest Haycox e James W. Bellah. O famoso Um Homem Chamado Cavalo foi baseado no conto homônimo de Dorothy Johnson. A cena inicial, mostrando um homem sendo erguido do chão por um osso que lhe atravessou o tórax, desencorajou um certo pirralho de doze anos de assistir o resto.

Alguns dos autores presentes foram prolixos ao exagero. Bertha Bower escreveu 72 romances. Zane Grey apenas cinco a mais: 77. Já Max Brand é o vencedor da prolixidade: trezentos romances ou um milhão de palavras por ano. O. Henry escreveu menos, mas sua vida assemelhou-se à de seus personagens. Acusado de fraudar o banco onde trabalhava, fugiu para a América do Sul, entrando em contato com ladrões do mesmo ramo. Voltando aos EUA, teve bastante tempo para escrever enquanto cumpria seus cinco anos de prisão. Dois outros de seus contos constam da antologia Os 100 Melhores Contos de Humor da Literatura Universal. Trata-se de Ética de Porco e Jeff Peters e a Hipnose Magnética. Seu Jeff Peters pode ser aparentado com nosso Pedro Malasartes.

Da obra de Mark Twain, não foi escolhido um conto ou novela, mas trechos iniciais do romance Endurecendo O Jogo, publicado em 1.972. A escolha pelos excertos foi feliz, pois assim dá-se uma folga a A Celebrada Rã Saltadora do Condado de Calaveras. Com Jack London, representam exemplos de escritores do "faroeste literário". Dos são os estilos: o faroeste popular ou "de fórmula" e o literário. O popular foi o responsável pela disseminação e definição dos parâmetros que passaram a ser seguidos. As histórias eram publicadas nas revistas pulp, equivalentes das brochuras de papel-jornal encontradas hoje nas bancas, que pagavam um centavo de dólar por palavra.

Epitáfio, de Flávio Paranhos

O livro que me causou expectativa favorável e ao final desapontou-me é Epitáfio, do médico goiano Flávio Paranhos. Ele já publicou uma peça de teatro - O Candelabro Judeu - e o Poema Schreberiano n'uma antologia. Com o livro de contos, dá impressão de querer escrever uma obra de cada gênero. Deveria começar pela crônica. É prometido pelo autor das orelhas um conjunto de contos nos quais se poderia notas a familiaridade do autor "com a tradição filosófica, com a psicanálise, com os grandes problemas culturais e sociais da modernidade". Uma regra sempre seguida por mim dispõe que se não deve acreditar no texto das orelhas, cuja finalidade é dar publicidade, não oferecer uma crítica isenta. Se o leitor não compartilhar do ânimo, pode sentir-se logrado. Eu soube, inclusive, de alguém que recebeu a seleção de contos como presente de aniversário e passou-a adiante.

Cabe aqui a mesma consideração tecida a respeito do último livro de contos de Angela Dutra de Menezes. Uma história, um argumento que pareçam engraçados ou interessantes à primeira vista, podem ser rejeitados após certo período de descanso. As pessoas parecem ter pressa em escrever, o que revela não uma compulsão pela escrita, mas sim, uma compulsão pela fama de escritor, de "pessoa de letras". As idéias nos parecem anotadas na pressa da inspiração, mas sem receber depois desenvolvimento e forma melhores. Um d'eles, "Pensando Bem", é uma charada intelectual tentando transmitir algo das filosofias de Soren Kierkgaard e Arthur Schopenhauer. Não vai além da primeira camada de tinta. Já o conto "Armário" é a reescrita inferior d'O Arquivo, do fluminense Victor Giudice, conhecido por contar a história do funcionário que no andar de sua carreira profissional é sempre rebaixado ao invés de ser promovido, até transformar-se n'um arquivo de metal. Lamentável que as pretensões literárias de alguém encontrem tão logo um epitáfio.

Para ir além






Ricardo de Mattos
Taubaté, 21/10/2004


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Partilha do Enigma: poesia de Rodrigo Garcia Lopes de Jardel Dias Cavalcanti
02. A desgraça de ser escritor de Luís Fernando Amâncio
03. Lançamentos de literatura fantástica (1) de Luís Fernando Amâncio
04. estar onde eu não estou de Luís Fernando Amâncio
05. 40 anos sem Carpeaux de Celso A. Uequed Pitol


Mais Ricardo de Mattos
Mais Acessadas de Ricardo de Mattos em 2004
01. A Sombra do Vento, de Carlos Ruiz Zafón - 9/9/2004
02. Equador, de Miguel Sousa Tavares - 29/7/2004
03. O Livro das Cortesãs, de Susan Griffin - 4/3/2004
04. História e Lenda dos Templários - 1/4/2004
05. Mínimos, Múltiplos, Comuns, de João Gilberto Noll - 1/7/2004


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A Ursinha e as Borboletas
Susan Quinn, Caroline Pedler
Ciranda Cultural
(2013)



Just in Time! All-new - 30 Minute Meals...
Rachael Ray
Crow Publishers
(2007)



Segredos de Família -
Lisa Wingate
Globo Livros
(2018)



Sabor de Sonho
Claudio Feldman, Claudia Scatamacchia
Moderna
(1994)



Alice no País das Maravilhas
Não Consta
Dcl
(1980)



Sentinelas da Alma
Francisco Cândido Xavier
ideal
(1982)



Centro de Estudos da Antiguidade Greco-romana Ceag - Hypnos Vol 6
Palas Athena
Triom e Educ
(2000)



O Que e Sociologia
Carlos Benedito Martins
Brasiliense
(1994)



Dom Casmurro - Série Bom Livro
Machado de Assis
Atica
(2012)



Qual é a Tua Obra?
Mario Sergio Cortella
Vozes
(2012)





busca | avançada
64744 visitas/dia
1,7 milhão/mês