Há vida inteligente fora da internet? | Andréa Trompczynski | Digestivo Cultural

busca | avançada
77507 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Premiado espetáculo ‘Flores Astrais’ pela primeira vez em Petrópolis no Teatro Imperial para homenag
>>> VerDe Perto, o Musical Ecológico tem sessões grátis em Santo Antônio do Pinhal e em São Paulo
>>> Projeto Sinos volta a Teresópolis para oferecer aulas gratuitas
>>> Filó Machado encerra circulação do concerto 60 Anos de Música com apresentação no MIS
>>> Mundo Suassuna, no Sesc Bom Retiro, apresenta o universo da cultura popular na obra do autor paraiba
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Marcelo Mirisola e o açougue virtual do Tinder
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
Colunistas
Últimos Posts
>>> A melhor análise da Nucoin (2024)
>>> Dario Amodei da Anthropic no In Good Company
>>> A história do PyTorch
>>> Leif Ove Andsnes na casa de Mozart em Viena
>>> O passado e o futuro da inteligência artificial
>>> Marcio Appel no Stock Pickers (2024)
>>> Jensen Huang aos formandos do Caltech
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
Últimos Posts
>>> Cortando despesas
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Fórum das Letras 2007
>>> Um conto-resenha anacrônico
>>> Andaime, de Sérgio Roveri
>>> Um lugar para o tempo
>>> A nova queda da Bastilha
>>> Ainda quer prestar jornalismo?
>>> Bendito Nelson Rodrigues
>>> Tell me all about it
>>> Os enciclopedistas franceses rolam nos túmulos
>>> Prólogo, com um Prólogo dos Prólogos, de Jorge Luis Borges
Mais Recentes
>>> Pop Art de Timan Osterwold pela Taschen (1994)
>>> La Gestion Del Proyecto En Arquitectura de Edward D. Mills pela Gg (1985)
>>> Dalton Paula: O Sequestrador De Almas de Dalton Paula pela Obogo (2022)
>>> Gravura de Itajahy Martins pela Fundaçao Nestlé de Cultura (1987)
>>> Livro Ilustrado De Lingua Brasileira De Sinais de Márcia Honora pela Ciranda Cultural (2009)
>>> O Cronista da América de Francis Ford Coppola pela Minesterio da Cultura (2015)
>>> Heróis de Areia de Noelly Russo pela Fabbrica (2022)
>>> National Parks Of Latin America de Luciana Napchan pela Ministério Da Cultura (2005)
>>> Vontade Construtiva Na Coleco Fadel de Paulo Harkenhoff pela Mam (2014)
>>> Tatuagens Urbanas E O Imaginario Carioca de Eduardo Paes pela Nau Das Letras (2015)
>>> Apoema Português - 7 Ano de Lucia Teixeira pela Do Brasil (2018)
>>> Teláris - Arte - 6º Ano de Eliana Pougy pela Ática (2019)
>>> Araribá Plus - História - 8º Ano de Maria Raquel Apolinário pela Moderna (2018)
>>> Teláris - Matemática - 6º Ano de Luiz Roberto Dante pela Ática (2019)
>>> Conexões Com A Física 2º Ano de Blaidi Sant´anna pela Moderna (2010)
>>> Alice Brill de Reinhard Andress, Alice Brill, Carla Ogawa pela Fundacao Armando Alvares Penteado (2007)
>>> Um Guia Do Conhecimento Em Gerenciamento De Projetos (guia Pmbok) de Project Management Institute pela Global Standard (2008)
>>> Gmat Official Guide 2019 de Gmac pela Wiley (2018)
>>> Abz Do Ziraldo de Ziraldo Alves Pinto pela Melhoramentos (2003)
>>> La Casa D´epoca de Quaderni Di Restauro pela DeAgostini (1996)
>>> Descobrindo A Historia Da Arte de Graça Proença pela Ática (2005)
>>> The Economics Book de Dk pela Dk Publishing (2012)
>>> Arturo Di Stefano de Jonh Berger pela Merrel (2001)
>>> Parques São paulo de Cassiano José Pimentel pela Prosperidade (2013)
>>> SãopauloSeculoXXI de Fausto Chermont pela Terra Virgem (2011)
COLUNAS >>> Especial Blogs

Quinta-feira, 9/6/2005
Há vida inteligente fora da internet?
Andréa Trompczynski
+ de 14700 Acessos
+ 6 Comentário(s)

"Se ele existem, onde estão?" (Henrico Fermi, físico, em outro contexto, porém, válido para a questão do título.)

Já falei coisas más sobre os blogs e sobre os blogueiros, mas, mudei de opinião. Minhas opiniões formadas duram cerca de uma semana, e, assumo publicamente: sou uma "vira-casacas". Uma das sensações mais prazerosas da vida é mudar de opinião: você acha que o mundo está infestado de pessoas medíocres, e, surpresa!, descobre que não está totalmente. Eles me convenceram, me conquistaram, me fizeram amar ou odiar seus autores, porém, nunca deixar de os ler -creio que leio os odiados com mais frequência que os amados, pelo charme irresistível das pessoas malvadas, com suas sombrancelhas de Bette Davis.

Gosto de blogs. Blogar é escrever. Gosto de pessoas que escrevem. Mais ainda de pessoas que falam sobre quem escreve, sobre o ato de escrever. Escrever vai além da fala, vai além do pensamento, mais do que imagens ou palavras ditas, a escrita me prende a atenção, e me parece ser a forma de comunicação mais perfeita: é pensamento feito e refeito e escolhido a dedo. Sinto a trepidação das engrenagens do cérebro na escrita, e leio tudo, tudo.

Sinto saudades das antigas conversas longas, porque as pessoas nâo têm mais tempo para conversas longas. Não há, no mundo comum, assuntos que rendam as velhas e boas conversas. Um bom blog, é uma conversa daquelas. Não, não é um monólogo do autor, você pode realmente conversar com ele. Ouví-lo antes, o quanto desejar, responder, continuar o assunto, comentar. Deixar que alguma idéia sua se transforme, aos poucos, convencendo-se, ou discordando completamente, reafirmando sua opinião pessoal, ouvindo-a argumentar em defesa de si própria, na sinfonia das delícias solitárias do raciocínio, ou, ao menos, rir de si mesmo e do mundo. Pode conversar com o autor, escolher as palavras para não haver mal-entendido. Talvez as escolher exatamente para que haja. Como ele, antes, as escolheu. É mais íntimo que um site e diferente do jornalismo ou da literatura tradicional, porque o autor está ali, caloroso. Talvez você possa ver uma foto dele ou de alguma viagem que fez, como antes, quando as pessoas mostravam fotos para os convidados, na sala, durante um chá.

É simples assim: os blogs são feitos por pessoas que são, para mim, mais interessantes do que meus vizinhos ou colegas de trabalho. Quase não encontro pessoas que pensam! Vida inteligente, diferente das pessoas que concordam com tudo e que não estão acostumadas à discussão de idéias. Alguns são os novos polemistas, como os da época dos duelos intelectuais ou das grandes brigas de Sílvio Romero e José Veríssimo. Outros, são agradáveis de ler, e só por isso, valem todas as horas despendidas procurando-os. Dizem coisas que me interessam ouvir. Simplicíssimo assim.

Os blogs que estão em "Meus Favoritos" são:

Petrarca, porque ela é doce. Brincando com o filho no hall do prédio ou transando amarrada à uma mesa, ela é doce. Escreve de um modo tão feminino que, no início, cheguei a pensar ser um homem fazendo uma personagem mulher. Era perfeito demais. Erótico e maravilhosamente bem-escrito.

Bar-delta-bar, de Diego Navarro. Há uns dias, eu tentava sanar uma dúvida sobre a Teoria do Caos, quando fui abençoada pelo Deus Google com um tesouro. Orei ao Onisciente para que a intelligentsia brasileira, ainda em dúvidas sobre blogs, o lesse, e deixasse cair seus queixos, como caiu o meu. Texto perfeito, idéias geniais. Um achado!

O Carapuceiro, blog novinho em folha do Xico Sá, também cronista do Blônicas. O Xico tem meu estilo favorito: simplicidade de forma. Algumas frases dele são para ler muitas vezes e pensar em "como é ele conseguiu colocar todo esse pensamento em meia dúzia de palavras?". Para os iniciantes em Xico Sá, recomendo o "Manual de Civilidade Destinado às Meninas para Uso nas Escolas".

Querido Leitor, da Rosana Hermann. Fico impressionada com a dedicacão da Rosana, há vários posts no dia. Ela tem grande parte da culpa por minha mudança de opinião sobre blogs, me contaminou a paixão dela por eles, e, já dividíamos a paixão pela internet. Ela posta desde dicas úteis sobre computadores, links dos primórdios da rede, textos sobre tudo e sobre nada, até receitas de bolo. Suspira resignada com a ignorância do Mundo Lá Fora, que nunca ouviu falar da mulher do "Sanduíche-iche-iche" (oh, Mundo Lá Fora, o quanto estais a perder...).

Lendo Lewis: John Santos teve a idéia de ler As Cartas do Inferno de C.S. Lewis e postar carta por carta, com comentários dele e dos leitores. Quando estou em dúvida se blogs são ou não literatura, leio este.

Blog do Ricardo Noblat, jornalista que migrou para a internet. O Noblat é outro que não deve dormir, dedicadíssimo que é ao blog. E não dormiu mesmo, nas 24 horas do dia do aniversário da morte de Tancredo Neves, numa cobertura de posts minuto-a-minuto e depoimentos de pessoas que estiveram lá, relembrando o momento político com todos os detalhes. Fez o mesmo nas 24 horas que antecederam o dia 15 de março, aniversário de 20 anos da "posse" que nunca houve e marcou o início da nossa democracia capengante. Ele é responsável por um furo que entra pra história dos blogs, por ter publicado há poucos dias, o escândalo das denúncias de Roberto Jefferson antes de todos os jornais.

Rafael Galvão, porque, da epidemia de blogs políticos, é o único realmente bom. São dele meus posts prediletos sobre cinema, literatura e televisão, e há também boa ficção do autor.

Alexandre Soares Silva: blog repleto da ironia fina imitada por muitos. Todo mundo lê o Alexandre, e quem não lê, deveria ler. Impossível não ser influenciado por ele, já me flagrei arrancando os cabelos das têmporas e gritando "quem vai manter o status quo agora?", e, numa outra ocasião, chamando o Jebediah. Alexandre fez história na internet com seus delírios hollywodianos e pitadas de política.

Blog do Mr. Manson: para quem ainda pensa que Mr. Manson é um doido brincalhão, engana-se. "É prova de inteligência saber ocultar a nossa inteligência", La Rochefoucauld diria estarmos enganados em tomá-lo por humorista. Quem ri do tamanho de nossa ignorância é ele, e creio que ainda não o entenderam. É o Andy Kaufman da internet.

Como ensinou o profeta Lourenço Mutarelli, farei uma previsão através da figura de meu maço de cigarros, hoje, um rato morto. A internet vai infestar-se de blogs horríveis. Como as bancas infestaram-se de revistas imbecis e as livrarias de livros medíocres. Não acredito que isso mudará alguma coisa para quem é bom escritor e bom pensador. Afinal, o mundo infestou-se de pessoas que fazem as tais revistas, filmes, livros e programas televisivos ruins. A vida inteligente, seja em que veículo de comunicação for, sobreviverá. Em meio a páginas sobre como obter auto-confiança, um perfil de Débora Secco e comentários políticos insossos, um ser inteligente, um pouco escondido, estará escrevendo para outros seres inteligentes. Minha visão é clara: Mr. Manson, que será o dono de toda a mídia de massa, fará essa concessão.


Andréa Trompczynski
São Mateus do Sul, 9/6/2005

Mais Andréa Trompczynski
Mais Acessadas de Andréa Trompczynski em 2005
01. A Auto-desajuda de Nietzsche - 13/10/2005
02. Há vida inteligente fora da internet? - 9/6/2005
03. O lado louco de Proust - 22/9/2005
04. Se o Lula falasse inglês... - 28/7/2005
05. Para amar Agostinho - 26/5/2005


Mais Especial Blogs
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
9/6/2005
06h29min
Não tenho o que dizer a mais. Você expôs muito do que eu pensava, em especial sobre a internet. Não que o meio seja perfeito -está longe de- mas o fato é que tive de escrever um blog para conhecer um número significativo de pessoas com opinião, que lêem, que pensam, que refletem...
[Leia outros Comentários de Carla]
10/6/2005
05h39min
é isso aí, andrea ;-* blogar é viver e viver na blogosfera é ser virtualmente realista... então: vamos blogar !!! [ ]s jotaesse
[Leia outros Comentários de jotaesse]
12/6/2005
09h38min
Adorei o teu texto, mas gostaria que vc ampliasse mais este teu gostar de pessoas que escrevem... Será que é porque as pessoas se elaboram mais? No seu pensar, no seu comunicar, no seu viver? Vc trouxe à tona o fato de que os blogs vireram suprir a falta dos longos papos com amigos, aspecto fundamental do desenvolvimento social da mente. Abraço, Gilberto Canto.
[Leia outros Comentários de Gilberto Canto]
15/6/2005
12h44min
oi, andréa! adorei o texto e a sua mudança de opinião. obrigada pelas dicas dos blogs, vou verificar. e taí: você podia montar um blog. eu ficaria feliz de não esperar as quintas para te ler. abraço, cinthia
[Leia outros Comentários de cinthia]
15/6/2005
5. Opa
19h52min
Obrigado pela menção, Andréa. Não tenho atualizado o blog nesse mês por ter voltado recentemente ao Brasil de férias e me encontrado mais ocupado do que nunca por aqui. Mas ainda essa semana traduzo mais um capítulo; tudo pelo Lewis, tudo pelo Lewis. ;) Fique com Deus, e um abraço.
[Leia outros Comentários de John Santos]
2/7/2005
10h55min
Muito legal esta postagem, Andréa! Principalmente em momentos em que os blogs já não andam tão mais em alta como antes. Gosto de usar fotos no meu blog. Mas ainda não consigo me identificar com fotolog e essas coisas mais visuais e sem espaço para troca de idéias. A diversidade de assuntos que encontramos na esfera blogueira nos abre a diversas reflexões e isso é muito bom! Adorei suas dicas. Abraço.
[Leia outros Comentários de Aninha Brasil]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Password English 2
Amadeu Marques
Ática
(1997)



Umbanda dos pretos velhos
Antonio Alves Teixeira
Eco



Redençao
Leon Uris
Record
(1996)



Livro Literatura Brasileira O Conto Brasileiro Contemporâneo
Alfredo Bosi/ Outros
Cultrix



O Santo Inquerito
Dias Gomes
Nova Fronteira - Grupo Ediouro
(2013)



Livro Sociologia Aprendendo a Incluir e Incluindo para Aprender
Isabel Prolin
Pulso
(2006)



Rebeldes e Sedutores
Higino Junior
Asa
(1992)



Loiseau Aveugle - Elles
François Bourgeat
Lansman
(2003)



O Lado Bom Da Vida
Matthew Quick
Intrinseca
(2013)



Gestão da Escola Fundamental
Jean Valerien
Cortez
(2002)





busca | avançada
77507 visitas/dia
2,1 milhões/mês