Meu Caro Amigo | Carina Destempero | Digestivo Cultural

busca | avançada
39219 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Segunda-feira, 5/8/2013
Meu Caro Amigo
Carina Destempero

+ de 1900 Acessos

Meu caro amigo, me perdoe a demora, mas só agora pude atender seu pedido de contar, do meu jeito, o que está acontecendo por aqui. A essa altura você já viu que tem muita gente comemorando a liberdade das redes sociais, gritando e se regozijando porque o gigante acordou, bradando que o Brasil mudou, que essa manifestação é totalmente nova e que agora tudo vai ser diferente. Ok, nada de novo nisso. O que posso lhe falar que você ainda não sabe é que concordo com muito pouco desse discurso. Não acho que as redes sociais sejam assim tão livres - e sei que nesse ponto você vai concordar comigo, isso já é assunto antigo pra gente. Sobre o maravilhoso gigante desperto, acho que ele está cambaleante, e a queda pode ser muito feia. Tirando alguns aspectos proporcionados pela tecnologia, não acho que essa manifestação seja tão diferente de outras antigas aqui no Brasil e no mundo inteiro. E quanto ao fato da mudança já ter ocorrido e que é inevitável que tudo seja diferente, bem, eu gostaria de acreditar nisso. Gostaria mesmo, inclusive em muitos momentos eu invejo quem pensa assim, quem tem toda essa certeza, esse desconhecimento puro que vem tão cheio de esperança. Eu não tenho isso. O que tenho são saberes e dúvidas.

Largo a caneta e imagino você abrindo essa carta e rindo. Que ideia a minha, escrever uma carta, com papel e caneta, colocar num envelope, e mandar pelo correio, em pleno 2013. Mas quando tudo está confuso acho que um retorno a tempos antigos ajuda. Penso que talvez por isso eu agora volta e meia me encontre em 1920, 1939, 1964, 1968 e até um pouco em 44 a.C. E percebo que é exatamente esse retorno ao passado que me impede de ver a novidade que outros veem no momento atual. Minha mania de explicação, meu desespero em querer saber se tornaram desespero por saber.

E, junto desses saberes e dessas dúvidas, vêm a frustração e até um pouco de raiva. A cada vez que vejo alguém compartilhando a foto de um cartaz que traz nada mais que um slogan publicitário achando que aquilo é uma revolução, fico frustrada. Quando compartilham um texto por causa do título, mas são incapazes de falar sobre quando perguntados - porque não o leram - fico com raiva. Você já deve ter visto algum dos nossos amigos em comum reclamando, dizendo que sou chata, que sou do contra e que só penso em velharia. Outro dia um conhecido postou uma daquelas lindas imagens da Presidente Vargas lotada com uma legenda que dizia algo tipo "não há mais esquerda nem direita, os partidos não nos representam, e agora que o povo viu isso está realmente unido." Aí comentei que crise representativa acontece desde o assassinato de Júlio César em 44 a.C., ato cometido em nome da República, mas que resultou na ascensão do primeiro imperador romano. Recomendei que assistissem "Z", filme de 1968 em que Costa-Gavras mostra o período da ditadura militar na Grécia, e no qual brados de "não há esquerda nem direita" eram claramente ouvidos. Mas quem vai escutar se todos estão ocupados gritando?

Um cansaço súbito me faz parar. Se digo que ninguém escuta, por que ele, a milhares de quilômetros de distância, vai me escutar? Por orte, ao terminar de pensar essa frase, eu me escuto. Uma criança mimada reclamando que o mundo não lhe dá o que é devido. Se tenho algo a dizer, se realmente quero ser escutada, e não estou sendo, o que eu posso fazer diferente?

Você vai escutar, era isso que eu pensava quando comecei a lhe escrever essa carta, a razão dela existir. O seu pedido de que eu lhe ontasse o que está acontecendo me parecia uma garantia de ser ouvida. Mas agora acho que você talvez também não me escute, e que ertamente não me escutaria se estivesse aqui agora, enquanto eu reclamo dos que apenas usam gritos de guerra sem pensar e, ao mesmo tempo, apelo em tom de lamúria que os outros pensem. Julgo os que não aceitam opiniões diferentes, mas será que eu as estou aceitando? Aí está algo que ainda não lhe disse sobre as manifestações, e que talvez seja sua característica mais importante: a pluralidade dos nvolvidos. Gente de esquerda, de direita, jovens, velhos, alguns que sabem tudo de política e história, outros que não fazem ideia de nada. Todos participando, cada um do seu jeito. Quem disse que isso não é válido? Aliás, essa seria uma ótima pauta para manifestações: que possamos aprender a estar juntos sendo diferentes. O difícil é que esse tipo de coisa não dá pra reivindicar ao outro, cada um terá que fazer sua parte. Mas acho que essa sim seria uma mudança real. Entender que um país não precisa que seu povo seja um, com um ideal, uma meta, um grito. Se há liberdade, é óbvio que existirão diferenças, mal-entendidos, desentendimentos e discordâncias. Para fazer um país diferente, talvez baste que nós consigamos aceitar e respeitar as nossas diferenças. Pode ser uma luta antiga, um discurso velho, mas não ligo. Sou conhecida por gostar de velharias.

Nota do Editor:
Texto gentilmente cedido pela autora. Originalmente publicado na antologia "Não é Só Por 20 Contos".


Carina Destempero
Rio de Janeiro, 5/8/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Nobel, novo romance de Jacques Fux de Jardel Dias Cavalcanti
02. Os Doze Trabalhos de Mónika. Epílogo. Ambaíba de Heloisa Pait
03. O Wunderteam de Celso A. Uequed Pitol
04. Brasil, o buraco é mais embaixo de Luís Fernando Amâncio
05. O Digestivo e o texto do Francisco Escorsim de Julio Daio Borges


Mais Carina Destempero
Mais Acessadas de Carina Destempero em 2013
01. Senhorita K - 16/12/2013
02. O amor é um jogo que ganha quem se perde - 18/11/2013
03. Garanto que você não vai gostar - 6/5/2013
04. Canção de som e fúria - 14/10/2013
05. Não era pra ser assim - 11/7/2013


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




SEJA FELIZ NA VIDA SEXUAL
SHA KOKKEN
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(1979)
R$ 11,00



FUNDAMENTOS DE CITOLOGIA
O. T. FREITAS A. BOLSANELLO
LIVROS TÉCNICOS E CIENTIFICOS
(1979)
R$ 15,00



APRENDIZENDO EM CRITICA
RODOLFO GOMES PESSANHAS
ACHIAMÉ
(1984)
R$ 24,28



TARDE DEMAIS PARA CHORAR... CEDO DEMAIS PARA MORRER
EDITH PENDLETON
CIRCULO DO LIVRO
R$ 4,70



CAIM
JOSÉ SARAMAGO
COMPANHIA DAS LETRAS
(2009)
R$ 32,00



SINAIS E SINTOMAS. FISIOPATOLOGIA APLICADA E INTERPRETAÇÃO CLÍNICA
MACBRYDE & BLACKLOW
GUANABARA KOOGAN
(1975)
R$ 70,00



ESTUDOS DE LITERATURA BRASILEIRA
DOUGLAS TUFANO
MODERNA
(1986)
R$ 29,90



ADORO!
SIG BERGAMIN
ARX
(2002)
R$ 20,00



MANUFACTURING, ENGINEERING & TECHNOLOGY
SEROPE KALPAKIJAN & STEVEN R. SCHMID
PEARSON PRENTICE HALL
(2006)
R$ 330,00



TRAÇADOS E ENTALHES DE NOVO AIRÃO
TATIANA DE SÁ F. FERREIRA
IPHAN
(2010)
R$ 7,00





busca | avançada
39219 visitas/dia
1,2 milhão/mês