Orkut, ame-o ou deixe-o | Jardel Dias Cavalcanti | Digestivo Cultural

busca | avançada
32715 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS >>> Especial Orkut

Sexta-feira, 27/1/2006
Orkut, ame-o ou deixe-o
Jardel Dias Cavalcanti

+ de 8400 Acessos
+ 5 Comentário(s)

No Orkut é assim: procurei, encontrei e entrei em uma comunidade sobre barroco mineiro, construída por um poeta que, por sua vez, anexou ao seu endereço, entre tantas comunidades de seu interesse, a comunidade sobre a poeta Alejandra Pizarnik, comunidade esta que, por sua vez, é visitada por duas pessoas, uma que traduziu alguns poemas de Pizarnik e outra que publica o endereço virtual onde podemos ler uma entrevista que a poeta fez com Jorge L. Borges. Bom, eu queria apenas conversar com pessoas sobre o barroco mineiro, mas fui agraciado por estas outras descobertas, traduções de uma poeta impressionante e uma entrevista com um dos maiores escritores do século XX.

É pouco? Sim. Pois o Orkut nos dá mais: é um site de encontro de pessoas dos mais variados gostos e de criação de espaços comunitários dos mais variados assuntos ao qual você pode escolher participar como observador, debatedor, trocando idéias, informações ou o que quiser.

Você gosta do contrabaixista Jaco Pastorius e quer trocar idéias sobre a música dele? Mais: está enlouquecido tentando encontrar aquela gravação rara de um show do músico ou aquele vídeo que nunca viu, mas que morre de vontade de ver? Com certeza vai encontrar alguém em uma das centenas de comunidades sobre Pastorius que terá o registro e o vídeo para trocar, vender ou mesmo ceder para você através de cópia o que você tanto desejou encontrar por vários anos.

Estes são apenas alguns exemplos do que uma comunidade como o Orkut pode fazer por você. Quer discutir poesia francesa? Quer encontrar apaixonados por música erudita contemporânea? Quer encontrar um casal disposto a uma experiência de troca de casais? Quer encontrar seus velhos colegas da escola onde estudou? As pessoas da sua cidade natal que deixou para trás? Quer discutir a revolução francesa? Quer vasculhar os interesses de seus inimigos? Quer encontrar ateus como você e partilhar suas idéias filosóficas? No Orkut tudo isso e muito mais é possível.

Existe um complicador (ou não), que é o fato de que nada pode ficar escondido, pois todas as trocas podem ser lidas por qualquer pessoa filiada ao site. Quer mandar uma carta de amor melodramática se declarando a uma pessoa? Pois saiba que todos poderão ler o que você escreveu. Mas as pessoas que frequentam o Orkut parecem não se preocupar com isso. Lá se pode ler o perfil dos freqüentadores: idade, onde mora, que língua fala, que livros gosta, que filmes admira, que culinária o apetece, que esportes pratica, etc. A partir deste quadro, você pode procurar pessoas por interesses culturais ou outros. Não quer dizer que uma imagem não esteja sendo construída antes de ser exibida, já que tudo será visível para todos. A escolha da melhor foto, que vai apresentá-lo como bonito, interessante, dentro das qualidades que você julga importantes. A escolha de um cardápio cultural que seja uma máscara de cultura sofisticada, um gosto supostamente refinado em culinária, etc. Quem, por exemplo, anexaria à suas comunidades as comunidades sobre sexo bizarro que tanto gosta de visitar? Ora, isso seria uma mancha na sua imagem. Por isso, nem tudo é tão abertamente livre. Trata-se também de, como na vida social, criar-se uma máscara para se exibir em público.

Mas isso é o de menos. O que importa são os encontros importantes que selamos no Orkut, os espaços onde nossos interesses possam ser debatidos, onde pessoas de nossas facções (melhor dizer "nossos pares", para ser politicamente correto) possam se reunir para comentar, discutir ou revelar interesses novos para nós.

Há pessoas que pensam que o Orkut não passa de uma bobagem. Alguns conheceram e se decepcionaram, outros não viram e nem querem ver o espaço, outros chegam a confundir o nome com Yakult e como detestam a famosa bebida láctea imaginam que deve ser a mesma coisa. Alguns pensam: se quero saber sobre queijos franceses compro logo um livro e leio, para que ficar de lero-lero na internet perdendo meu tempo? Se quero conhecer alguém interessante vou a um bar ou boate e pronto, ao menos será alguém de carne e osso. E assim e de outras formas se constrói uma oposição ao Orkut.

O Orkut tem seus perigos também. Por isso, caros amigos, todo cuidado é pouco. Notícias de prisões por racismo, tráfico de drogas e armas, formações de quadrilhas (torcidas violentas de futebol incluso), exposição de fotos por pedófilos, registros de violências variadas... tudo isso já foi mapeado pela polícia, que encontra no Orkut uma rica fonte de informações sobre atividades marginais.

Pesando-se os prós e os contras do Orkut, no fim das contas o resultado é positivo. O espaço, apesar das bobagens quase quadrúpedes que também se pode ver nele, tem sido usado como um veículo de comunicação entre todas as faixas etárias da sociedade, compondo um agrupamento de pessoas interessadas em discutir assuntos importantes para suas vidas, não importa se política, ecologia, sexualidade, literatura, culinária, religião, nolstalgias familiares, etc.

E cada comunidade criada passa a ser um ponto de encontro salutar para a inteligência ou para o mero divertimento onde pessoas trocam suas fantasias e idéias em busca do que é a mais importante das aventuras humanas: encontrar um conhecimento sobre o outro e sobre si mesmo... mais, sobre o mundo que estamos criando.


Jardel Dias Cavalcanti
Campinas, 27/1/2006


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Fake-Fuck-Fotos do Face de Jardel Dias Cavalcanti
02. Hércules reduzido a lenda de Carla Ceres
03. Como sobreviver ao Divórcio de Ricardo Lísias de Isabella Ypiranga Monteiro
04. Pô, Gostei da Sua Saia de Duanne Ribeiro
05. Amor (in)Condicional de Marilia Mota Silva


Mais Jardel Dias Cavalcanti
Mais Acessadas de Jardel Dias Cavalcanti em 2006
01. Guimarães Rosa: linguagem como invenção - 12/4/2006
02. Orkut, ame-o ou deixe-o - 27/1/2006
03. Bienal 2006: fracasso da anti-arte engajada - 24/11/2006
04. Renato Russo: arte e vida - 26/7/2006
05. Eleições: democracia como um falso slogan - 25/9/2006


Mais Especial Orkut
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
27/1/2006
03h41min
Gente, eu sempre procuro ver as coisas pelo lado positivo, sabe, e o orkut é um site legal onde agente deixa recado, troca idéias, sabe das novidades, hehe, e até ajuda a polícia em investigações conforme foi citado acima... é tudo de bom! vamos parar de ser do contra e ver defeito em tudo, rsrs.
[Leia outros Comentários de kezia oliversl]
27/1/2006
14h28min
Concordo com tudo que foi escrito, só acho que tem um problema a mais: o orkut deveria se visto também como uma nova droga da modernidade, pois causa uma falsa sensação da realidade e, quando falha a conexão, dá crise de abstinência.
[Leia outros Comentários de Marcos Ribeiro]
30/1/2006
21h58min
por muitos é visto como uma coisa boa, eu também acho (em termos); porém, é só mais um meio do Pentágono nos vigiar constantemente...
[Leia outros Comentários de Andre Cardoso]
31/1/2006
09h26min
uma conspiração infernal? será que o pentágono perde tempo com o gosto musical, sexual, esportivo de toda a humanidade? ainda mais sabendo que o gosto da maioria já é dirigido pelas campanhas publicitárias?
[Leia outros Comentários de jardel]
26/7/2006
19h51min
Até que enfim encontro algo positivo escrito por alguém sério a respeito do Orkut!!! Acredite, é um imenso prazer! Penso que a maior parte das pessoas que critica o Orkut nunca teve esse tipo de experiência que vc cita, de conhecer pessoas com interesses comuns e iniciar a partir daí uma troca construtiva!
[Leia outros Comentários de sidnei pimentel]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




FACTOS DA LÍNGUA PORTUGUESA
MÁRIO BARRETO
FRANCISCO ALVES
(1916)
R$ 80,00



TUDO O QUE A GRANDE MENTE CAPTA (AUTOGRAFADO)
ROSANA HERMANN & ISAAC EFRAIM
GENTE
(1993)
R$ 30,00



CADERNO H
MARIO QUINTANA
GLOBO
(2006)
R$ 22,00



COMER, REZAR, AMAR
ELIZABETH GILBERT
PONTO DE LEITURA
(2014)
R$ 10,00



SANTOS DUMONT E A CONQUISTA DO AR
ALUIZIO NAPOLEÃO
ITATIAIA
(1988)
R$ 50,00



PAULO E AS ORIGENS DO CRISTIANISMO
MICHEL QUESNEL
PAULINAS
(2004)
R$ 95,90



ASSASSINATOS NO CAMPO - CRIME E IMPUNIDADE - 1964/1986
MOVIMENTO DOS TRABALHADORES RURAIS SEM TERRA
GLOBAL
(1987)
R$ 30,00



DIREITO CONSTITUCIONAL ESQUEMATIZADO
ADA PELLEGRINI
SARAIVA
(2010)
R$ 95,00



TIMOR - O NOSSO DEVER FALAR
VÁRIOS AUTORES
APEL
(1999)
R$ 22,11



AUTHENTICGAMES - A BATALHA CONTRA HEROBRINE
MARCO TÚLIO
ASTRAL CULTURAL
(2016)
R$ 13,00





busca | avançada
32715 visitas/dia
1,4 milhão/mês