Os 40 anos de A Banda versus Disparada | Vitor Nuzzi | Digestivo Cultural

busca | avançada
77305 visitas/dia
2,7 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Exposição virtual 'Linha de voo', de Antônio Augusto Bueno e Bebeto Alves
>>> MAB FAAP seleciona artista para exposição de 2022
>>> MIRADAS AGROECOLÓGICAS - COMIDA MANIFESTO
>>> Editora PAULUS apresenta 2ª ed. de 'Psicologia Profunda e Nova Ética', de Erich Neumann
>>> 1ª Mostra e Seminário A Arte da Coreografia de 17 a 20 de junho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
>>> André Barcinski por Gastão Moreira
>>> Massari no Music Thunder Vision
>>> 1984 por Fabio Massari
>>> André Jakurski sobre o pós-pandemia
>>> Carteiros do Condado
>>> Max, Iggor e Gastão
Últimos Posts
>>> A lei natural da vida
>>> Sem voz, sem vez
>>> Entre viver e morrer
>>> Desnudo
>>> Perfume
>>> Maio Cultural recebe “Uma História para Elise”
>>> Ninguém merece estar num Grupo de WhatsApp
>>> Izilda e Zoroastro enfrentam o postinho de saúde
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Conversando no Bar
>>> Lula e a imprensa
>>> A Loja de Tudo - Jeff Bezos e a Era da Amazon, de Brad Stone
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> O tempo de Paulinho da Viola
>>> Daslusp
>>> A essência de Aldous Huxley
>>> 80 anos de Alfredo Zitarrosa
>>> Dize-me com quem andas e eu te direi quem és
>>> 7 de Setembro
Mais Recentes
>>> Infográficos das Copas de Gustavo Longhi de Carvalho e Rodolfo Rodrigues pela Panda Books (2014)
>>> Encyclopedia Britannica World Atlas de G. Donald Hudson pela Unabridged (1960)
>>> Grandes Personagens da Nossa História vol. 11 de Victor Civita pela Abril Cultural (1971)
>>> Grandes Personagens da Nossa História vol. 4 de Victor Civita pela Abril Cultural (1970)
>>> Grandes Personagens da Nossa História vol. 1 de Victor Civita pela Abril Cultural (1969)
>>> Geografia Ilustrada Brasil de Abril pela Abril Cultural (1975)
>>> Geografia Ilustrada Brasil de Abril pela Abril Cultural (1975)
>>> Geografia Ilustrada Volume 11 de Abril pela Abril Cultural (1971)
>>> Geografia Ilustrada Brasil de Abril pela Abril Cultural (1975)
>>> The Earth and Man de Julian Huxley pela Rand Mcnally (1978)
>>> Mapas Históricos Brasileiros de Grandes Personagens de Nossa História pela Abril Cultural (1973)
>>> Geografia Ilustrada Brasil Volume 1 de Abril pela Abril Cultural (1975)
>>> Geografia Ilustrada Brasil Volume 1 de Abril pela Abril Cultural (1975)
>>> Geografia Ilustrada Volume 3 de Abril pela Abril Cultural (1972)
>>> Hammond´s World Atlas and gazetteer de Caleb D. Hammond pela C. s. Hammond & Co., Nem York (1951)
>>> Cidade Signos de um Novo Tempo a São Paulo de Ramos de Azevedo de Maria Aparecida Toschi Lomonacoq pela 5 (1975)
>>> Grandes Personagens da Nossa História - Cronologia de Jurandir dos Santos pela Jurandir dos Santos (1970)
>>> The maritime gallery at mystic seaport de Vários Autores pela Modern Marine Master (2000)
>>> Thesouro da Juventude - Vol. 14 de Vários Autores pela W. M. Jackson
>>> O Eterno Verão do Reggae de Carlos Albuquerque pela 34 (1997)
>>> Palácio da Justiça - São Paulo de José Renato Nalini pela Assessoria de Comunicação (1989)
>>> Umc - Omec - Universidade de Mogi das Cruzes de Regina Coeli Bezerra de Melo Nassri pela Lís (2002)
>>> Daee - uma Autarquia Em Desenvolvimento. de Secretaria de Obras e do Meio Ambiente pela Secretaria de Obras e do Meio Ambiente (1982)
>>> Fernando de Noronha de Giovanni Urizio pela Banco Sudameris Brasil (1995)
>>> Resgate Cultural - Estrada Real de Sebrae Minas Geraes pela Sebrae/ Mg (2006)
COLUNAS

Segunda-feira, 30/10/2006
Os 40 anos de A Banda versus Disparada
Vitor Nuzzi

+ de 5100 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Encerrada a apuração, a classificação ficou assim: 5º lugar, "Ensaio Geral". Em 4º, "Canção de não Cantar". O 3º ficou com "Canção para Maria", enquanto o 2º foi para "De Amor ou Paz". Os candidatos eram gente como Caetano Veloso, Carlos Lyra, Capinan, Edu Lobo, Gianfrancesco Guarnieri, Gilberto Gil, Luís Carlos Paraná, Maysa, Ruy Guerra. E os votos foram apurados em quatro turnos, sendo três eliminatórios.

Eram mesmo outros tempos. "Éramos felizes. E sabíamos", diz o cantor Jair Rodrigues. 29 de outubro de 2006 marca os 40 anos de um acontecimento especial para a música brasileira - com direito, inclusive, a votação. Em 29 de outubro de 1966, um sábado, a TV Record promovia uma festa para reunir os vencedores do II Festival da MPB, realizado no teatro da emissora na rua da Consolação, em São Paulo, e encerrado no dia 10 daquele mês, com duas músicas empatadas no primeiro lugar: "A Banda", de Chico Buarque, e "Disparada", de Geraldo Vandré e Theo de Barros. Uma disputa que paralisou a cidade como uma final de Copa do Mundo. "Quem tinha um ingresso para a final era considerado um sortudo", lembra o crítico e produtor Zuza Homem de Mello, autor do livro A Era dos Festivais - Uma Parábola, que como engenheiro de som viveu todo aquele clima de perto.

Estava nascendo ali toda uma geração de talentos que até hoje apresenta as suas canções. Os então novatos e hoje sessentões Caetano e Chico, por exemplo, lançaram discos neste ano. E os festivais se tornaram um dos principais canais de expressão daquela safra, que também ia sendo descoberta em diversos programas musicais na televisão - um filão que a TV descobriu no início dos anos 60. Com o tempo, também, os festivais involuntariamente se tornaram uma válvula de escape para uma juventude que foi se sentindo sufocada com os rumos do golpe de 1964. Em fevereiro de 1966, o governo editou o Ato Institucional (AI) 3, estabelecendo eleições indiretas para governadores, que indicariam os prefeitos das capitais (as eleições indiretas para presidente já haviam sido estabelecidas no final de 1965).

Isso ficaria mais evidente em 1968, ano em que o regime se fechou definitivamente - veio o AI-5, em 13 de dezembro, Caetano e Gil foram presos, Vandré deixaria o país no início de 1969, Chico seguiria o mesmo caminho. "Embora houvesse uma preocupação dos militares em relação à cultura de esquerda, muito forte na classe média universitária, até 1968 essa preocupação não implicou numa repressão ou censura sistematizada, por parte dos aparelhos de Estado, até porque essa cultura era lida pelos militares como arroubos juvenis da classe média, que no geral apoiava o regime. A questão central é que o regime começou a perder o apoio de parte da classe média em 1968, e os jovens se radicalizaram na direção da luta armada. Nesse momento, a cultura de esquerda rompeu os limites da contestação dentro do mercado de espetáculos e passou a fornecer as bases simbólicas e identitárias de uma ação política efetiva", observa Marcos Napolitano, professor de História na Universidade de São Paulo (USP) e doutor em História Social, com pesquisa em MPB.

Tempos depois, o governo tentaria usar festivais como propaganda a seu favor, mas isso já é outra história. Voltemos a 1966. As três eliminatórias foram realizadas em 27 e 28 de setembro e em 1º de outubro, com 36 músicas finalistas, selecionadas entre nada menos que 2.635 inscritas. "O melhor dos prêmios, porém, foi encontrado não na soma das notas do júri, mas nas ruas, nos colégios, no assovio do leiteiro, nas conversas de esquina, nas manchetes dos jornais, em toda uma cidade que cantava e vivia uma coisa nova", escreveu o produtor Solano Ribeiro na contracapa do LP Viva o Festival da Música Popular Brasileira. A final, com apenas 12 composições, ficou para a noite de segunda-feira, 10 de outubro. "A expectativa era tão grande que alguns cinemas e teatros chegaram a suspender suas sessões acreditando que não haveria viva alma para assisti-las naquela segunda-feira", escreveu Zuza.

"A Banda" foi interpretada por Nara Leão e "Disparada", por Jair Rodrigues - o que não deixou de ser surpresa, já que o intérprete era mais conhecido como sambista. Mas Jair imortalizou a música composta em duas ou três noites por Vandré e Theo. A letra original era ainda mais longa. "Canção para Maria", do jovem Paulinho da Viola e de Capinan, foi interpretada também por Jair, enquanto "De Amor ou Paz" (Adauto Santos e Luís Carlos Paraná) foi ouvida na voz de Elza Soares. Elis Regina defendeu a quinta colocada, "Ensaio Geral", de Gilberto Gil, e "Canção de não Cantar" (Sérgio Bittencourt) ficou sob a responsabilidade dos rapazes do MPB 4.

A decisão sobre a canção vencedora foi um caso à parte e tornou-se uma das mais famosas polêmicas da MPB. Em seu livro, Zuza revelou que "A Banda" teve sete votos, contra cinco dados à "Disparada" - mas, ainda nos bastidores, Chico Buarque não aceitou receber o prêmio sozinho. As duas foram, então, consideradas campeãs. Resultado justo para duas belas canções (mas este colaborador, se fosse jurado, votaria na épica "Disparada"). Final feliz para uma geração musical que estava apenas começando.

Post Scriptum
Já que o assunto é festival, lembremos aqui do maestro e arranjador Rogério Duprat, que morreu no último dia 26 e navegou com maestria (com o perdão do trocadilho) entre o erudito e a vanguarda.


Vitor Nuzzi
Rio de Janeiro, 30/10/2006


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Partilha do Enigma: poesia de Rodrigo Garcia Lopes de Jardel Dias Cavalcanti
02. A escrita boxeur de Marcelo Mirisola de Jardel Dias Cavalcanti
03. Marcador de página inteligente de Wellington Machado
04. Adolescentes e a publicação prematura de Carla Ceres
05. Consumidor, você tem toda a razão! de Daniel Bushatsky


Mais Vitor Nuzzi
Mais Acessadas de Vitor Nuzzi em 2006
01. Boa nova: o semi-inédito CD de Chico - 2/5/2006
02. Um imenso Big Brother - 6/2/2006
03. Os 40 anos de A Banda versus Disparada - 30/10/2006
04. Outra palavra, da cidade Coração - 11/4/2006
05. Democracia envelhecida - 20/10/2006


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
4/11/2006
18h08min
Maravilhoso. Ler e recordar sobre uma época que eu tive o privilégio e a sorte de viver. A gente era feliz e sabia... Agradeço por esse texto lindo. Marilena
[Leia outros Comentários de Marilena Cavalheiro]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Tramas e Mentiras. Jogos de Verossimilhança
Silvia Regina Pinto (org) Várias Dedicatórias
7 Letras
(2008)



Problemas de Processo Judicial Tributário 4º Volume
Valdir de Oliveira Rocha (coord.) 4º Vol
Dialética
(2000)



Afirmar Portugal no Mundo
Aníbal Cavaco Silva
Imprensa Nacional
(1993)



Direito Ambiental Doutrina, Casos Práticos e Jurisprudência
Belinda Pereira da Cunha
Alameda
(2011)



More Stories and Afterthoughts
William Heppell Mason
Blackwell
(1966)



La Droga, Potencia Mundial: El Negocio Con El Vicio
Hans-georg Behr
Planeta
(1981)



Principles of Drug Addiction a Research Based Guide
Nida
National Institute on Dru
(1999)



Comics Starwars - Clássicos 1
Roy Thomas e Outros
Planeta Deagostini
(2015)



Eli Picture Dictionary English
Joy Olivier Illustrated Alfredo Brasioli
Eli
(1996)



Histoire de La Colonisation Française
Xavier Yacono
Puf
(1969)





busca | avançada
77305 visitas/dia
2,7 milhões/mês