O Guia Prático do Português Correto da L&PM | Marcelo Spalding | Digestivo Cultural

busca | avançada
27806 visitas/dia
737 mil/mês
Mais Recentes
>>> Iole de Freitas: obras dos anos 70
>>> 14ª Bienal Naïfs do Brasil | SESC Piracicaba
>>> Quer que seu filho entenda a importância dos seus negócios? Este é O livro!
>>> Bragança Paulista promove o 8° Festival da Linguiça e aguarda 40 mil visitantes
>>> Edição 2018 da Orquestra de Baterias de Florianópolis ocorre neste domingo (19)
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Não quero ser Capitu
>>> Desdizer: a poética de Antonio Carlos Secchin
>>> Pra que mentir? Vadico, Noel e o samba
>>> De quantos modos um menino queima?
>>> Entrevista com a tradutora Denise Bottmann
>>> O Brasil que eu quero
>>> O dia em que não conheci Chico Buarque
>>> Um Furto
>>> Mais outro cais
>>> A falta que Tom Wolfe fará
Colunistas
Últimos Posts
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
Últimos Posts
>>> Não sei se você já deitou em estrelas.
>>> UM OLHAR SOBRE A FILOSOFIA (PARTE I)
>>> Globo News: entrevista candidatos
>>> Corpo e alma
>>> Cada poesia a seu tempo
>>> De Repente 30! Qual o Tabu Atual de Ter Essa Idade
>>> Uma jornada Musical
>>> PRESSÁGIOS. E CHAVES V
>>> A passos de peregrinos lll - Epílogo
>>> Jeferson De, Spike Lee e o novo Cinema Negro
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Drummond: o mundo como provocação
>>> Michael Jackson, destinado ao eterno
>>> Quem destruiu Anita Malfatti?
>>> Influências da década de 1980
>>> Entrevista com Luis Salvatore
>>> TV pública ou estatal?
>>> Não quero ser Capitu
>>> Arrington pós-TechCrunch
>>> Como se vive uma vida vazia?
>>> Um conselho: não leia Germinal
Mais Recentes
>>> Tieta do Agreste: Pastora de Cabras Ou a Volta da Filha Pródiga... de Jorge Amado/ Ilustrações Calasans Neto pela Record (1977)
>>> Tieta do Agreste: Pastora de Cabras Ou a Volta da Filha Pródiga... de Jorge Amado/ Ilustrações Calasans Neto pela Record (1977)
>>> Tieta do Agreste: Pastora de Cabras Ou a Volta da Filha Pródiga... de Jorge Amado/ Ilustrações Calasans Neto pela Record (1977)
>>> Tieta do Agreste: Pastora de Cabras Ou a Volta da Filha Pródiga... de Jorge Amado/ Ilustrações Calasans Neto pela Record (1977)
>>> A um Passo da Lua - América e Rússia em Luta pelo Espaço Cósmico de Cord Christian Troebst pela Boa Leitura
>>> História da Música - Guia da Música e da Dança de Luis Ellmerich pela Boa Leitura
>>> Tieta do Agreste: Pastora de Cabras Ou a Volta da Filha Pródiga... de Jorge Amado/ Ilustrações Calasans Neto pela Record (1977)
>>> Tieta do Agreste: Pastora de Cabras Ou a Volta da Filha Pródiga... de Jorge Amado/ Ilustrações Calasans Neto pela Record (1977)
>>> Tieta do Agreste: Pastora de Cabras Ou a Volta da Filha Pródiga... de Jorge Amado/ Ilustrações Calasans Neto pela Record (1977)
>>> Corpo Vivo de Adonias Filho pela Difel (1962)
>>> Corpo Vivo de Adonias Filho pela Difel (1992)
>>> Corpo Vivo de Adonias Filho pela Difel (1993)
>>> Corpo Vivo de Adonias Filho pela Difel (1997)
>>> Corpo Vivo de Adonias Filho pela Difel (1997)
>>> Corpo Vivo de Adonias Filho pela Difel (1997)
>>> Corpo Vivo de Adonias Filho pela Difel (1986)
>>> Corpo Vivo de Adonias Filho pela Difel (1986)
>>> Folclore Brasileiro - Lendas e Mitos - 1ª Edição de Dulce Rodrigues pela Helvetia (2018)
>>> O Dia do Chacal/ Grandes Sucessos de Frederick Forsyth pela Abril (1980)
>>> O Dia do Chacal/ Grandes Sucessos de Frederick Forsyth pela Abril (1980)
>>> O Dia do Chacal/ Grandes Sucessos de Frederick Forsyth pela Abril (1980)
>>> O Dia do Chacal/ Grandes Sucessos de Frederick Forsyth pela Abril (2018)
>>> Lord Jim (imortais da Literatura Universal) de Joseph Conrad/ Tradução: Mário Quintana pela Abril (1971)
>>> Lord Jim (imortais da Literatura Universal) de Joseph Conrad/ Tradução: Mário Quintana pela Abril (1971)
>>> Lord Jim (imortais da Literatura Universal) de Joseph Conrad/ Tradução: Mário Quintana pela Abril (1971)
>>> Lord Jim (imortais da Literatura Universal) de Joseph Conrad/ Tradução: Mário Quintana pela Abril (1971)
>>> Lord Jim (imortais da Literatura Universal) de Joseph Conrad/ Tradução: Mário Quintana pela Abril (1971)
>>> Lord Jim (imortais da Literatura Universal) de Joseph Conrad/ Tradução: Mário Quintana pela Abril (1971)
>>> Data Danger- Stage 4 - Modern Readers de Eduardo Amos- Ernesto Pasqualin pela Moderna/ SP. (1991)
>>> Data Danger- Stage 4 - Modern Readers de Eduardo Amos- Ernesto Pasqualin pela Moderna/ SP. (1991)
>>> Data Danger- Stage 4 - Modern Readers de Eduardo Amos- Ernesto Pasqualin pela Moderna/ SP. (1991)
>>> Data Danger- Stage 4 - Modern Readers de Eduardo Amos- Ernesto Pasqualin pela Moderna/ SP. (1991)
>>> Data Danger- Stage 4 - Modern Readers de Eduardo Amos- Ernesto Pasqualin pela Moderna/ SP. (1991)
>>> Data Danger- Stage 4 - Modern Readers de Eduardo Amos- Ernesto Pasqualin pela Moderna/ SP. (1991)
>>> Data Danger- Stage 4 - Modern Readers de Eduardo Amos- Ernesto Pasqualin pela Moderna/ SP. (1991)
>>> Data Danger- Stage 4 - Modern Readers de Eduardo Amos- Ernesto Pasqualin pela Moderna/ SP. (1991)
>>> Data Danger- Stage 4 - Modern Readers de Eduardo Amos- Ernesto Pasqualin pela Moderna/ SP. (1990)
>>> Data Danger- Stage 4 - Modern Readers de Eduardo Amos- Ernesto Pasqualin pela Moderna/ SP. (1997)
>>> O Vermelho e o Negro de Stendhal pela Publifolha (1998)
>>> Retrato do Artista quando Jovem de James Joyce pela Publifolha (1998)
>>> Cândido ou O Otimismo de Voltaire pela Publifolha (1998)
>>> A Metamorfose de Franz Kafka pela Publifolha (1998)
>>> As Relações Perigosas de Choderlos de Laclos pela Publifolha (1998)
>>> Psicologia Da Educação - Novo Lacrado de Cesar Coll Salvador pela Penso (2015)
>>> Eugénie Grandet de Honoré de Balzac pela Publifolha (1998)
>>> O Morro dos Ventos Uivantes de Emily Bronte pela Publifolha (1998)
>>> Songbook: Rita Lee - Vol. 2 de Almir Chediak pela Lumiar (2009)
>>> O Amante de Lady Chatterley de D. H. Lawrence pela Publifolha (1998)
>>> O Retrato de Dorian Gray de Oscar Wilde pela Publifolha (1998)
>>> Ainda Estamos Vivos de J. M. Simmel pela Rio Gráfica/ Rio de Janeiro (1986)
COLUNAS

Sexta-feira, 29/6/2012
O Guia Prático do Português Correto da L&PM
Marcelo Spalding

+ de 3400 Acessos

Fazer a língua portuguesa e suas aparentemente intermináveis regrinhas caberem no bolso de qualquer leitor razoavelmente interessado: essa parece ter sido a primeira inteção da L&PM com o Guia Prático do Português Correto, lançado primeiramente em 2003 e relançado agora com a "Nova Ortografia".

A obra, escrita por Cláudio Moreno, é composta de quatro volumes (ortografia, morfologia, sintaxe e pontuação) e reúne perguntas enviadas por leitores do professor Moreno e suas respostas, sempre dadas com concisão, precisão e algum humor. Moreno, além das perguntas e respostas, faz breves introduções para cada tema que, se reunidas, poderiam formar uma concisa descrição do sistema da língua portuguesa, tamanha a qualidade de seus recortes e de sua didática.

Na apresentação (comum às quatro obras), Moreno promete ao leitor "revisitar aquelas regras que aprendi quando pequeno, na escola, com todos aqueles detalhes que nem eu nem meus professores entendíamos muito bem (.) Este livro, da primeira à última linha, foi escrito no tom de quem conversa com alguém que gosta de sua língua e está interessado em entendê-la". Não se engane, porém, aquele leitor leigo que espera da coleção um Guia Prático para iniciantes, algo que supra as tantas carências do ensino escolar de língua portuguesa. É verdade que ao longo das inúmeras perguntas e respostas, e das quase mil páginas de toda a coleção, o professor Moreno abordará uma gama enorme de conteúdos, mas a terminologia, as analogias e até a escolha das perguntas requer um leitor que já tenha certo convívio com nosso idioma. Não há, por exemplo, tabelinhas para se decorar, lista de pecados capitais e outros recursos positivistas de validade duvidosa muito presentes em livros didáticos.

Ocorre que Moreno é pupilo do grande mestre Celso Pedro Luft, linguísta que soube ir muito além das "regras de português" para investigar o sistema da língua, as leis gerais de nosso idioma que as gramáticas tentam fotografar, descrever. A postura, portanto, não é a de um juiz apontando o certo e o errado, julgando defeitos da fala ou da escrita, e sim do cientista que olha para seu objeto, reflete sobre hipóteses e aponta uma resposta técnica, baseada em anos de estudo e experiência. Tal locução tem crase? Tal frase tem vírgula? Depende do uso, depende da intenção, poderá responder o professor. E a imprecisão da resposta será acompanhada de uma longa explicação da importância de não acreditarmos em formas fixas quando se fala em língua, da evolução da língua, da independência do português brasileiro em relação ao português europeu, etc.

Exceção a isso talvez seja o primeiro volume, que trata da ortografia, pois desde o Acordo de 1943 a ortografia é uma lei e como tal deve ser respeitada, com suas regras imposições. Moreno divide o volume em "como se escreve" e "como se diz", sendo que a maior parte é destinada à escrita, com os capítulos "emprego das letras", "acentos e sinais" e "hífen e assemelhados". A leitura é curiosa porque a todo momento o leitor irá se deparar com regras que não lembrava ou conhecia e até se surpreender com as formas de se escrever determinadas palavras, mas o volume não trata de erros comuns, embora um tanto simplórios, como "mais" no lugar de "mas", "atravez", "análize", "compreenção", etc. Não é, e nem procura ser, um dicionário, e sim um tira-dúvidas que tenta demonstrar a aplicação de um sistema que, embora escorregadio, rege nossa ortografia.

O segundo volume, de morfologia, é dividido em "formação de palavras", "flexão nominal" e "conjugação verbal". Este talvez seja o volume mais técnico, pois os casos abordados são em sua maioria muito específicos, como o aumentativo de "rio", o plural de "fax" ou o feminino de "beija-flor". Aqui a leitura vale mais pela demonstração de cultural geral do professor, pois ele muitas vezes nos leva à origem da palavra para tentar demonstrar seu uso contemporâneo ou à equivalência em outras língua para demonstrar seu uso no português.

Já o terceiro e quarto volumes são primorosos e deveriam estar entre as leituras exigidas por qualquer disciplina de Língua Portuguesa do Ensino Médio ou Superior (em que, infelizmente, disciplinas de Língua Portuguesa não são tão comuns mesmo em universidades federais, que preferem excluir os que não dominam algumas regras do idioma a demonstrar aos seus ingressantes a importância de usar o conhecimento linguístico no dia a dia profissional).

O terceiro volume aborda a pontuação, exaustivamente descrita por Moreno como uma convenção, um código criado ao longo dos muitos anos da língua entre o leitor e o escritor, e não uma lei, como a ortografia. O grande mérito do livro é demonstrar de forma clara e coloquial que a pontuação não tem relação direta com a "pausa na fala", como tantos pensam, e sim com a estrutura sintática da frase. Frases em ordem direta (ou seja, na lógica utilizada por Luft e por Moreno, frases com "sujeito", "verbo", "objeto" e "complemento") não requerem vírgula, enquanto frases em que haja um deslocamento, uma intercalação ou uma enumeração, regra geral, requerem sinais de pontuação para avisar ao leitor da mudança sintática.

A sintaxe, aliás, é o tema do quarto volume, que vai muito além dessa estrutura frasal que já fora abordada no terceiro volume e trata da "crase", da "regência", da "concordância" e da "colocação do pronome", temas sempre presentes nas mais variadas provas de concurso. O capítulo sobre a crase pode ser usado como exemplo do esforço do professor em quebrar a memorização simplista para fazer o usuário da língua entender o sistema linguístico: Moreno rejeita os tais sete pecados da crase e demonstra sua aplicabilidade quando da presença do "artigo" e da "preposição", demonstrando ao leitor porque aqui e ali tem ou não tem encontro das duas, formando as condições para o acento indicativo de crase.

Como um todo, a coleção tem seu grande mérito na compilação de temas tão complexos em quatro volumes curtos, de linguagem e preço acessíveis, sem abrir mão de uma postura linguística moderna e arejada (diferente daquela usada por tantos pasquales frequentes na grande mídia). Didaticamente falando, entretanto, talvez fosse mais interessante o professor elaborar ou um Guia de fato, com pequenos textos sobre cada um dos conteúdos, índices remissivos e tabelas explicativas, para o ávido público leigo. Ou, para o carente público interessado, uma gramática contemporânea menos técnica que a de um Luft e mais concisa que a de um Bechara. Neste caso, uma tarefa tão hercúlea que talvez nem o próprio professor Moreno saiba que ele seria, sim, capaz de fazê-la.


Marcelo Spalding
Porto Alegre, 29/6/2012


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Nobel, novo romance de Jacques Fux de Jardel Dias Cavalcanti
02. Dos sentidos secretos de cada coisa de Ana Elisa Ribeiro
03. 40 anos sem Carpeaux de Celso A. Uequed Pitol
04. Saudade de ser 'professor' de Filosofia de Cassionei Niches Petry
05. Claudio Willer e a poesia em transe de Renato Alessandro dos Santos


Mais Marcelo Spalding
Mais Acessadas de Marcelo Spalding em 2012
01. Figuras de linguagem e a escrita criativa - 21/12/2012
02. Capacidade de expressão X capacidade linguística - 30/3/2012
03. O centenário de Contos Gauchescos - 17/2/2012
04. 3 dicas para a escrita criativa - 12/10/2012
05. Literatura, Interação e Interatividade - 24/8/2012


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O LIVRO DA LUA 2005
MARCIA MATTOS
NOVO SÉCULO
(2005)
R$ 7,00



OBRAS ESCOLHIDAS - VOLUME 2
MARX; ENGELS
VITÓRIA
(1961)
R$ 18,00



A CONSCIÊNCIA NÃO DUAL
PAULO AMÉRICO
DO AUTOR
(1995)
R$ 11,60



PAUL CÉZANNE 2 - COLEÇÃO FOLHA GRANDES MESTRES DA PINTURA
COLEÇÃO FOLHA GRANDES MESTRES DA PINTURA
FOLHA DE SÃO PAULO
(2007)
R$ 3,00



TUDO COMEÇA EM CASA
D. W. WINNICOTT
MARTINS FONTES
(2005)
R$ 20,00



GAROTAS DA RUA BEACON. CIDADE FANTASMA - VOLUME 11
ANNIE BRYANT
FUNDAMENTO
(2009)
R$ 42,00
+ frete grátis



O CORPO ETÉRICO DO HOMEM - A PONTE DA CONSCIÊNCIA
LAWRENCE J. BENDIT E PHOEBE D. BENDIT
PENSAMENTO
R$ 21,00



REPENSAR A RESSURREIÇÃO
ANDRÉS TORRES QUEIRUGA
PAULINAS
(2010)
R$ 39,99
+ frete grátis



MANUAL DE GERÊNCIA DE PREÇOS - INCLUI CD
ROBERTO ASSEF
CAMPUS
(2006)
R$ 15,00



ABRI OS VOSSOS CORAÇÕES A MARIA RAINHA DA PAZ
PADRE TOMISLAV VLASIC E PADRE SLAVKO BARBARIC
BOA NOVA
(1987)
R$ 18,00





busca | avançada
27806 visitas/dia
737 mil/mês