A polícia militar e o atentado à democracia | Gian Danton | Digestivo Cultural

busca | avançada
60446 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Nasi e Scandurra apresentam clássicos do IRA! no Sesc Santo André
>>> Douglas Germano apresenta 'Umas e Outras'
>>> Mostra de Cinemas Africanos acontece em São Paulo e Curitiba a partir de 6 julho
>>> Iecine abre inscrições para a Oficina de Crítica e Fruição Cinematográfica
>>> Orquestra Modesta retorna ao Sesc Santo Amaro com 'Canções Para Pequenos Ouvidos 2'
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> A lantejoula
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> O Apocalipse segundo Seu Tião
>>> A vida depende do ambiente, o ambiente depende de
>>> Para não dizer que eu não disse
>>> Espírito criança
>>> Poeta é aquele que cala
>>> A dor
>>> Parei de fumar
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Minha pátria é a língua portuguesa
>>> Minha pátria é a língua portuguesa
>>> Wikipedia e a informação livre
>>> Público, massa e multidão
>>> Uma Receita de Bolo de Mel
>>> Os Clássicos e a Educação Sentimental
>>> O youtuber é um novo dândi?
>>> Silêncio e grito
>>> Setembro
>>> Antonia, de Morena Nascimento
Mais Recentes
>>> O Teste do Marshmallow / 1ª Ed - Confira !!! de Walter Mischel pela Objetiva (2016)
>>> O Dia Em Que Lincoln foi Assassinado - Confira! de Jim Bishop pela Record (1955)
>>> Novo Dicionário Brasileiro Melhoramentos Ilustrado Q-z de Prof. Adalberto Prado e Silva pela Melhoramentos (1968)
>>> 21 Chaves para a Realização Pessoal - 1ª Edição de Rodrigo Fonseca pela Academia (2005)
>>> E Agora, Tpm Culpada Ou Inocente? de Sandra Siqueira pela Lio (2005)
>>> O Retrato de Dorian Gray Imortais da Literatura Universal de Oscar Wilde pela Nova Cultural (1996)
>>> As Esganadas de Jô Soares pela Companhia das Letras (2011)
>>> After - Depois do Desencontro (confira) de Anna Todd pela Paralela (2015)
>>> A Outra Face - Confira! de Sidney Sheldon pela Record (2008)
>>> Top Notch 3a de Joan M. Saslow; Allen Ascher pela Pearson Longman (2006)
>>> Como Saber a Vontade de Deus para Sua Vida - Confira !!! de Richard L. Strauss pela Mundo Cristão (1979)
>>> A Cidade, o Inquisidor e os Ordinários - 1ª Ed de Carlos de Brito e Mello pela Companhia das Letras (2013)
>>> Vinte Mil Léguas Submarinas - Confira! de Júlio Verne, Walcyr Carrasco pela Ftd (2007)
>>> Nao Morra Antes de Morrer - Confira !!! de Yevgeny Yevtuchenko pela Record (1999)
>>> A Compacta História da Segunda Guerra - (venha Conferir!!) de David Gibbons pela Universo dos Livros (2016)
>>> Alexandre Dumas: Napoleão, uma Biografia Literária - Confira !!! de Andre Telles pela Zahar (2004)
>>> Vendo Poesia - (confira!!) de Leo Cunha pela Ftd (2010)
>>> Elementos de Genética - Biblioteca Agronômica Melhoramentos - Confira! de E. A. Graner pela Melhoramentos (1965)
>>> Estadista e Filosofo da Utopia. Col. Pensamento e Vida Volume 10 de Thomas More pela Escala (2012)
>>> Escuridão Total sem Estrelas de Stephen King pela Suma de Letras (2015)
>>> Os Pensadores - Espinosa / 3ª Ed - Confira !!!! de Marilena de Souza pela Abril Cultural (1983)
>>> Um, Trágico Equivoco - 1ª Ed de F. Altamir da Cunha pela O Clarim (2010)
>>> A Riqueza na Base da Pirâmide de C. K. Prahalad pela Bookman (2010)
>>> Filhos do Éden - Herdeiros de Atlântida - Livro 1 - 1ª Ed. de Eduardo Spohr pela Verus (2016)
>>> Um Ninho de Mafagafes de José Cândido Carvalho pela Livraria José Olympio (1972)
COLUNAS >>> Especial Protestos

Domingo, 16/6/2013
A polícia militar e o atentado à democracia
Gian Danton

+ de 4800 Acessos

Existem alguns pilares, preceitos básicos que diferenciam uma ditadura de uma democracia. Entre eles, o direito à manifestação, a liberdade de imprensa e a garantia de que ninguém será preso sem que tenha cometido um crime previsto no Código Penal.

Todos esses aspectos fundamentais da democracia foram enterrados dia 13 de junho pela polícia paulista na sua repressão às manifestações contra o aumento da passagem de ônibus. Os policiais teoricamente deveriam estar ali para evitar violência ou depredação de patrimônio público. Mas o que se viu foi o contrário.

Antes mesmo antes dos protestos, dezenas de manifestantes foram presos por porte de... vinagre! O vinagre é usado para atenuar os efeitos das bombas de gás lacrimogêneo lançadas pela polícia. Não é uma substância ilegal. Todo mundo usa na salada, mas quem estivesse com vinagre naquele dia em São Paulo era preso. Uma dessas pessoas foi o repórter Piero Locatelli, da revista Carta Capital. Mesmo depois de se identificar como jornalistas, os policiais efetuaram a prisão. Ainda antes dos protestos, o fotógrafo do portal Terra também foi agredido verbalmente e preso pelos policiais, mesmo identificando-se como jornalista.



Segundo o jornalista Elio Gaspari, a PM começou a atacar os manifestantes quando a manifestação ainda era pacífica. Aliás, poucos minutos antes o comandante da PM havia aparecido diante das câmeras elogiando o movimento por ser pacífico até ali. Logo depois os policiais começaram a atacar os manifestantes com bombas de gás lacrimogêneo.

Foi quando começou também uma verdadeira caça a jornalistas. Sete jornalistas da Folha de S.Paulo foram atingidos por balas de borracha. A jornalista Giuliana Vallone foi atingida no olho por uma bala de borracha. Um outro jornalista, este da agência Futura Press, também foi atingido no olho e corre o risco de ficar cego. Giuliana, em seu perfil no Facebook, disse que já havia sido ameaçada por um policial por estar filmando a violência. Quando levou o tiro, tinha saído da zona de conflito: "Estava na Augusta com pouquíssimos manifestantes na rua. Tentei ajudar uma mulher perdida no meio do caos e coloquei ela dentro de um estacionamento. O Choque havia voltado ao caminhão que os transportava. Fui checar se tinham ido embora quando eles desceram de novo. Não vi nenhuma manifestação violenta ao meu redor, não me manifestei de nenhuma forma contra os policiais, estava usando a identificação da Folha e nem sequer estava gravando a cena. Vi o policial mirar em mim e no querido colega Leandro Machado e atirar. Tomei um tiro na cara. O médico disse que os meus óculos possivelmente salvaram meu olho". Um vídeo divulgado no Youtube mostra um grupo de jornalistas sendo ameaçado por policiais. Quando eles se identificam como jornalistas, os policiais começam a atirar.

Os casos de agressão a jornalistas são muitos. O fotógrafo Filipe Araújo do jornal O Estado de S.Paulo, foi atropelado por uma viatura quando fotografava um confronto na região da rua Bela Cintra, no centro. Ao ver que ele estava fotografando, a viatura avançou em sua direção até atropelá-lo.

Há quem diga que os jornalistas foram confundidos com vândalos. Impossível, a não ser que os jornalistas estivessem quebrando algo, o que acho muito difícil. Além disso, jornalistas geralmente andam em grupos nessas ocasiões, como forma de proteção, e a maioria usa crachás. A identidade de jornalista, emitida pela Federação Nacional de Jornalistas, é diferente e tem a palavra "jornalista" em destaque. Não há como confundir ou dizer que os policiais não sabiam que estavam prendendo um jornalista. Ou dizer que eles atiraram pensando que eram vândalos.



Ao que parece, havia uma tentativa de impedir qualquer registro da violência policial. O alvo, pelo jeito, era qualquer um que estivesse com uma câmera.

Exemplo disso é um vídeo gravado por pessoas que estavam em um prédio da região, que mostra a polícia atirando em manifestantes pacíficos. Quando perceberam que estavam sendo filmados, os policias começaram a atirar contra o apartamento.

E, pelos ataques aos jornalistas, dimensiona-se os ataques às outras pessoas. Uma senhora, que não participava da manifestação, levou um tiro ao sair da igreja. Um casal de namorados foi agredido em um bar, depois da manifestação, porque o policial achava que eles poderiam ter feito parte dos protestos. Caídos no chão, continuaram sendo agredidos.

A repórter do portal Terra Marina Novaes conta que uma moça que saía do trabalho pedia aos prantos para não ser presa. "Vai para a viatura e depois a gente vê", disse o policial. Por defender a moça, que nem mesmo estava participando da manifestação, a repórter chegou a ser ameaçada de prisão.

Há relatos até mesmo de crianças sendo vítimas das balas de borracha.

Não por coincidência, os ataques da PM acontecem no mesmo dia em que a justiça mineira anuncia que, a pedido do governo do estado, proibiu qualquer tipo de manifestação pública durante o período da Copa das Confederações. No mesmo dia em que o governo do Distrito Federal anuncia que fará o mesmo pedido e duas semanas antes de ser votada a PL 728/2011, que torna protestos de movimentos sociais equivalentes a atos de terrorismo. A lei, criada sob pressão dos EUA, permitiria tratar manifestantes como terroristas e deixá-los presos por até 30 anos.

Ou seja: é possível que a repressão aos protestos na Paulista, a prisão de pessoas acusadas de portarem vinagre, uma substância legal e os ataques a jornalistas seja apenas uma ponta de lança de algo muito maior.


Gian Danton
Goiânia, 16/6/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Ivan Angelo e a experiência da reescrita de Guilherme Tauil
02. Desperte seu lado Henry Ford de Débora Carvalho
03. Clássicos? Serve Fla x Flu? de Marcelo Maroldi
04. Marmitex de Adriana Baggio


Mais Gian Danton
Mais Acessadas de Gian Danton em 2013
01. E Benício criou a mulher... - 19/8/2013
02. Conservadores e progressistas - 29/7/2013
03. Billy Wilder: o mestre do cinema, parte I - 8/4/2013
04. Procure saber: os novos donos da história - 21/10/2013
05. Biocyberdrama: quadrinhos pós-humanos - 20/12/2013


Mais Especial Protestos
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




International Financial Reporting Standards Ifrs Part C
Não Indicado
N/d
(2018)



Pais Dedicados, Chefes Inesquecíveis - Auto Ajuda
Natalia G. Pozuelo
Saraiva



O Mesmo e o Outro - 50 Anos de História da Loucura
Alfredo Veiga-neto, Salma Tannus Muchail
Autêntica
(2013)



Maya
Jostein Gaarder
Companhia das Letras
(2000)



Os Misterios de Shamballa - Esoterico
Vicente Beltran Anglada
Aquariana
(1991)



Dinâmica de Grupo e Desenvolvimento de Organizações
João Eurico Matta
Pioneira
(1975)



Cahiers de Droit Fiscal International - Vol. 99a - 1938-2014
International Fiscal Association
International Fiscal Association
(2014)



Lino
André Neves
Calli e Fundação Itaú Cultural
(2012)



Mi Buenos Aires Querido
Delia Maria de Cesaris; Telma Guimaraes M.
Santillana Brasil
(2006)



Sendmail
Bryan Costales With Eric Allman
Oreilly Media
(1997)





busca | avançada
60446 visitas/dia
1,8 milhão/mês