O Brasil que eu quero | Luís Fernando Amâncio | Digestivo Cultural

busca | avançada
62542 visitas/dia
1,7 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Poeta Ivete Nenflidio lança obra 'Ataque - cale-se agora e para sempre'
>>> Alunos de Ribeirão Preto constroem maquete com trajetória das águas da cidade até o mar
>>> Coletivo oferece eventos de danças angolanas em outubro e novembro
>>> Releitura de Ian Soffredini, O Pequeno Príncipe faz sessões em Santos
>>> 4º Edição Point BlackCultural
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
Colunistas
Últimos Posts
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
Últimos Posts
>>> Baby, a chuva deve cair. Blade Runner, 40 anos
>>> Conforme o combinado
>>> Primavera, teremos flores
>>> Além dos olhos
>>> Marocas e Hermengardas
>>> Que porcaria
>>> Singela flor
>>> O cerne sob a casca
>>> Assim é a vida
>>> Criança, minha melhor idade
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 19 de Outubro #digestivo10anos
>>> Etapas da criação de uma pintura digital * VÍDEO *
>>> Separar-se, a separação e os conselhos
>>> Genealogia da Moral, de Nietzsche
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Como escrever bem — parte 1
>>> Lendo no Kindle
>>> 89 FM, o fim da rádio rock
>>> O do contra
>>> Tecnologia de Minority Report
Mais Recentes
>>> O Primo Basílio de Eça de Queirós pela Klick (1997)
>>> The World of the First Australians de R. M ; C. H Berndt pela Lansdowne press (1977)
>>> O Guardião da Sétima Passagem: A Porteira Luminosa de Rubens Saraceni pela Madras (2018)
>>> Eleanor & Park de Rainbow Rowell pela Novo Seculo (2019)
>>> Pedagogia Crítica Uma metodologia na construção do conhecimento de Maria rosa cavalheiro marafon pela Vozes (2001)
>>> Edgar Cayce On Atlantis de Edgay Evans Cayce pela Greenhouse Publications (1989)
>>> Actas e Actos do Governo Provisório de Dunshee de Abranches pela Memória Federal (1998)
>>> Currículo: Teoria e História de Ivor F. GOodson pela Vozes (1995)
>>> O amor nos tempos do cólera de Gabriel García Márquez pela Record (2009)
>>> A Arte do Johrei - Ensinamentos Meishu Sama de Johrei no waza pela Luxriens (2000)
>>> O segredo de Jasper Jones de Craig Silvey pela Intrínseca (2012)
>>> A Família Moskat de Isaac Bashevis Singer pela Francisco Alves (1982)
>>> Guia Politicamente Incorreto da História do Mundo de Leandro Narloch pela Leya (2013)
>>> Sir Lancelote, Onde Esta Voce? de Kate Mcmullan pela Rocco (2006)
>>> O começo de tudo de Robyn Schneider pela Novo Conceito (2014)
>>> Livro Infantil? Projeto Gráfico Metodologia e Subjetividade de Guto Lins pela Rosari (2002)
>>> Ame e Dê Vexame de Roberto Freire pela Master Pop (2013)
>>> We - a Chave da Psicologia do Amor Romântico de Robert A. Johnson pela Mercuryo (1987)
>>> A Economia das Crises de Nouriel Roubini e Stephen Mihm pela Intrínseca (2010)
>>> A Mala de Hana de Karen Levine pela Melhoramentos (2007)
>>> Contos Folclóricos Brasileiros de Marco Haurélio; Mauricio Negro pela Paulus (2010)
>>> Geometria Analítica de Reis pela LTC (1996)
>>> Dropz de Rita Lee pela Globo (2017)
>>> O que Precisamos Saber Sobre Liderança? de James Kouzes^Barry Posner pela Elsevier (2011)
>>> A Meta: Um processo de melhoria contínua Ano 2013 de Eliyahu M. Goldratt ; Jeff Cox pela Nobel (2002)
COLUNAS

Sexta-feira, 22/6/2018
O Brasil que eu quero
Luís Fernando Amâncio

+ de 9900 Acessos


Foto: CBF

A Copa do Mundo de futebol começou e você já deve ter ouvido aquele velho discurso: “eu quero que o Brasil perca, leve outro 7 a 1, porque se vencer, o povo vai achar que está tudo bem e a corrupção vai continuar”. Toda Copa é assim, com o cheirinho de naftalina desse raciocínio de que o futebol leva à alienação.

Tudo bem, as ligações entre esporte e política são sempre mais estreitas do que gostaríamos (já falei sobre isso aqui). Tanto é que, mal começou a competição, nosso presidente Michel “tem que manter isso aí” Temer apareceu em vídeo desejando sucesso aos comandados de Tite e incentivando os brasileiros a torcerem. Vale tudo para tentar diminuir aquele inédito índice de rejeição, né?

Mas o raciocínio de que o futebol tira o foco do torcedor de outras questões, no meu entendimento, precisa ser superado. Vejam a campanha “O Brasil que eu quero”, da Rede Globo de Televisão. Após um longo período em que âncoras da emissora, do William Bonner ao apresentador do seu jornal local, ficaram ensinando o espectador a fazer vídeos dentro do formato pretendido (“com o celular deitado, em frente a um local que identifique sua cidade...”), os vídeos começaram a ir ao ar há alguns meses. E o resultado são inúmeros apelos que podem ser resumidos em poucas linhas: o Brasil que eu quero é um país sem corrupção, sem burocracia, sem obras paradas, com mais saúde e educação.

Nenhum problema a esse respeito. Só que valem questionamentos sobre o sentido da campanha, já que houve tanto alarde por parte da emissora. Pra que serve, afinal, esse esquenta para o horário político obrigatório? Agora que as pessoas estão dizendo em rede nacional aquilo que seu sobrinho de oito anos desenvolve numa redação de escola, o Brasil vai pra frente? Os políticos vão dizer, “rapaz, vi uma senhora lá de Cachoeira do Sul dizendo que não quer corrupção no país, então vou ligar para o escritório daquela empreiteira e desfazer nosso acordo”?

Acho que não. Mas não é o que importa. A questão é: até onde sei, ninguém disse “o Brasil que eu quero é um Brasil hexacampeão. Traz a taça pra nós, menino Neymar!”. Pode ser surpreendente para alguns, mas as pessoas não estão colocando a vitória no futebol acima de suas necessidades mais básicas. É possível se entusiasmar com o esporte sem se esquecer do preço da gasolina, da inflação, do sucateamento do SUS e dos salários atrasados dos professores em Minas Gerais. Vai por mim.

A Copa do Mundo é uma das raras oportunidades em que o mundo se une. As tensões geopolíticas, desigualdades econômicas entre países, ogivas nucleares, nada disso desaparece. Mas, ainda assim, é melhor discutir esporte (que pode até nos dar bons ensinamentos) do que ficar observando as pataquadas de Trump, Kim Jung Li e companhia.

Mas, claro, se você não gosta de futebol, seja feliz lendo um livro no horário dos jogos. Tem espaço para todos nós. Afinal, como diz um meme, se políticos nos roubam enquanto assistimos jogos do futebol, eles continuam nos roubando quando você assiste a um filme iraniano. Ou se informa na GloboNews, curte fotos no Instagram, confere seu horóscopo diário, escreve textão...


Luís Fernando Amâncio
Belo Horizonte, 22/6/2018


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Casa, poemas de Mário Alex Rosa de Jardel Dias Cavalcanti
02. Nos porões da ditadura de Luís Fernando Amâncio
03. A forca de cascavel — Angústia (Fuvest) de Renato Alessandro dos Santos
04. K 466 de Renato Alessandro dos Santos
05. O artífice do sertão de Celso A. Uequed Pitol


Mais Luís Fernando Amâncio
Mais Acessadas de Luís Fernando Amâncio em 2018
01. A barata na cozinha - 26/10/2018
02. O Brasil que eu quero - 22/6/2018
03. Como eu escrevo - 23/11/2018
04. Piada pronta - 16/2/2018
05. Alice in Chains, Rainier Fog (2018) - 21/9/2018


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Bulletproof - a Dieta à Prova de Bala
Dave Asprey
Rocco
(2016)



Você Pode Mais! 99, 9 Não é 100 - 4ª Edição
Marcos Scaldelai
Gente
(2015)



O Que É Violência? Col. Primeiros Passos
Nilo Odalia
Brasiliense
(1983)



Nunca Houve um Homem como Heleno
Marcos Eduardo Neves
ediouro
(2006)



Da Crise a Paz : o Estilo Vegano Organico e a Resposta (2011)
Ching Hai
Love Ocena
(2011)



Livro - Selva de Batom
Candance Bushnell
Record
(2007)



A Short History of Classical Chinese Lterature
Feng Yuan -chun
Foreign Languages
(1959)



Dicionário dos Sonhos, da Sorte e dos Orixás - 5ª Edição
Anadara
Pallas
(2009)



Portugal Histórico - Cultural
Hernani Cidade
Progresso
(1958)



A Carícia Essencial - uma Psicologia do Afeto
Roberto Shinyashiki
Gente
(1985)





busca | avançada
62542 visitas/dia
1,7 milhão/mês