Alice in Chains, Rainier Fog (2018) | Luís Fernando Amâncio | Digestivo Cultural

busca | avançada
41871 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Namíbia, Não! curtíssima temporada no Sesc Bom Retiro
>>> Ceumar no Sesc Bom Retiro
>>> Mestrinho no Sesc Bom Retiro
>>> Edições Sesc promove bate-papo com Willi Bolle sobre o livro Boca do Amazonas no Sesc Pinheiros
>>> SÁBADO É DIA DE AULÃO GRATUITO DE GINÁSTICA DA SMART FIT NO GRAND PLAZA
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Modernismo e além
>>> Pelé (1940-2022)
>>> Obra traz autores do século XIX como personagens
>>> As turbulentas memórias de Mark Lanegan
>>> Gatos mudos, dorminhocos ou bisbilhoteiros
>>> Guignard, retratos de Elias Layon
>>> Entre Dois Silêncios, de Adolfo Montejo Navas
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> A moça do cachorro da casa ao lado
>>> A relação entre Barbie e Stanley Kubrick
>>> Um canhão? Ou é meu coração? Casablanca 80 anos
>>> Saudades, lembranças
>>> Promessa da terra
>>> Atos não necessários
>>> Alma nordestina, admirável gênio
>>> Estrada do tempo
>>> A culpa é dele
>>> Nosotros
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Se você não fosse tão burro...
>>> Freud segundo Zweig
>>> Informação, Redes Sociais e a Revolução
>>> Raul Gil e sua usina de cantores
>>> Os Rolling Stones deveriam ser tombados
>>> Manual prático do ódio
>>> Por que Faraco é a favor da mudança ortográfica
>>> Modernismo e Modernidade
>>> A favor do voto obrigatório
>>> O último estudante-soldado na rota Lisboa-Cabul
Mais Recentes
>>> Como Administrar Pequenas Empresas: Série Gestão Empresarial de Hélvio T. Cury Prazeres pela Centro de Produções Técnicas
>>> De Dores Somos: Para Todas as Mães que Perderam seus Filhos de Lauricy Belletti Rodrigues pela São José (2016)
>>> A História de Águida de Águida Duarte Perdigão pela Do Autor (2004)
>>> O Ouro e o Altar de Edir Macedo pela Unipro (2018)
>>> Nascido da Luz de Marcelo Drumond Furtado pela Código (2011)
>>> Degraus de Glória de Antônio E. S. Moreira pela Do Autor
>>> O Tempo Nosso de Cada Dia de Ruibran Januário dos Reis pela Tcs (2014)
>>> De Volta à Essência de José Moreira Guedes Filho pela Sinai (2009)
>>> Esquizofrenia: Dois Enfoques Complementares de Mário Rodrigues Louzã; Luiz Barros; Itiro Shirakawa pela Lemos (1999)
>>> Work in Progress de Michael Eisner; Tony Schwartz pela First Paperback (1999)
>>> 150 Maneiras de Enlouquecer um Homem na Cama de Jennifer Keller pela Ediouro (2005)
>>> Chi Prega Si Salva de Joseph Ratzinger pela 3Ogiorni (2005)
>>> Donum Vitae: Istruzione e Commenti: Congregazione per La Dotrina Della Fedde de Joseph Ratzinger pela Vaticana (1990)
>>> Il Calice di don Mario de Associazone Amici di Mario Gerlin pela Edizioni (2004)
>>> Per l Opera di un Altro: Vita de Don Virgilio Resi de Gianfranco Lauretano pela Raffaelli (2012)
>>> Cristo Speranza dell Umanità de Don Mario Pieracci pela Pro Sanctitate (2007)
>>> Che Cosa Cercate? de Comunione e Liberazione pela Tracce Quaderni (2008)
>>> Un Metro Lungo Cinque de Lorenzo Vecchio pela Editrice (2005)
>>> Il Tesoro Nascosto e La Perla Preziosa de Tarcisio Bertone pela Fassicomo (2004)
>>> Apertura Dell Anno Della Fede de Cappella Papale pela Vaticana (2012)
>>> La Giustizia è Uguale per Tutti, ma... de Franco Coppi pela 3Ogiorni (2004)
>>> Sono Stanco di Subire! Soltanto Io? de Tommaso Calculli pela Omaggio Dell Autore (2015)
>>> Riscoprire l Eucaristia de Laici Oggi: Pontificium Consilium Pro Laicis pela Vaticana (2004)
>>> Redescubrir la Eucaristia de Laicos Hoy: Pontificium Consilium Pro Laicis pela Vaticana (2005)
>>> Un Prete di Montagna: Gli Anni Bellunesi di Albino Luciani de Patrizia Luciani pela Messagero (2003)
COLUNAS

Sexta-feira, 21/9/2018
Alice in Chains, Rainier Fog (2018)
Luís Fernando Amâncio
+ de 3400 Acessos

Rainier Fog, o sexto álbum de estúdio do Alice in Chains, foi lançado no dia 24 de agosto e veio ao mundo cercado de expectativas. Embora a banda não seja um enorme sucesso de audiência, possui seu público cativo e conta com certo respeito na crítica musical. Além disso, o Alice in Chains possui uma discografia consideravelmente pequena para um grupo que existe há três décadas, o que faz o lançamento ser um momento especial.



O álbum é o primeiro da banda pela gravadora BMG e foi produzido por Nick Raskulinecz, parceiro do grupo em seus dois trabalhos anteriores, Black Gives Way to Blue (2009) e The Devil Put Dinosaurs Here (2013). É também o terceiro álbum da nova fase do Alice in Chains, desde que o grupo retomou as atividades após o falecimento de Layne Staley, com William Duvall (vocais, guitarra) se juntando a Jerry Cantrell (vocais, guitarra), Mike Inez (baixo) e Sean Kinney (bateria). O disco abre com “The One You Know”, já conhecida dos fãs, pois foi o primeiro single. Uma canção construída em um ritmo crescente, mas que acaba sendo frustrado no refrão, que soa como um anticlímax. Talvez não tenha sido a melhor escolha para música de trabalho, embora o solo de guitarra e a dobradinha vocal Cantrell/ Duvall façam valer a pena. Em seguida, a faixa título, “Rainier Fog”, atende bem as expectativas. Seu nome faz alusão ao Mont Rainier, vulcão adormecido situado em Seattle, a maior montanha do estado de Washington. É um tributo à cena grunge e aos seus inúmeros músicos falecidos. Só ex-integrantes da banda são dois, Mike Starr e Layne. Os exemplos, infelizmente, vão bem além dos nomes consagrados. A chegada da heroína em Seattle foi avassaladora entre os anos 1980 e 1990.

“Red Giant” reforça o clima sombrio do álbum, que é parte importante da identidade sonora da banda. “Fly”, primeira balada, também tem essa característica. Ela apresenta bastante potencial para ser a próxima música de trabalho, com o equilíbrio entre melancolia e beleza que o Alice in Chains domina como poucos.

“Drone”, quinta música, foge um pouco do estilo do grupo – mas bem pouco. Possui um riff arrastado e recebeu críticas bem favoráveis. “Deaf Ears Blind Eyes” é uma típica canção de meio de álbum, sem grande destaque, mas longe de ser ruim. “Maybe”, em seguida, é outra balada. Começa com uma harmonização vocal que nos remete a ópera rock.

A oitava música do disco também foi liberada anteriormente, “So Far Under”, a mais noventista do disco – curiosamente, composta por William Duvall, que não fazia parte do grupo no período. Um petardo que merece que o volume vá para o máximo. Aliás, o trio final de canções do disco é forte. “Never Fade”, outra liberada anteriormente, possui um refrão bem solar, algo raro na discografia do AiC. Para finalizar, outro momento mais introspectivo com “All I Am”, a faixa mais longa do disco, com duração superior a sete minutos.

É nítido, com Rainier Fog, que o Alice in Chains optou em seu retorno por uma sonoridade mais estável, mantendo uma identidade ao longo dos últimos três álbuns e, consequentemente, sem propor grandes inovações. Para alguns, pode parecer comodismo, a repetição de uma fórmula. Mas a verdade é que, ao dar play em um álbum do Alice in Chains, os fãs tem algo em mente que só a banda sabe entregar. Um som pesado, doce, com guitarras distorcidas e solos simples, mas melodiosos. É uma banda bastante genuína e, em Rainier Fog, mais uma vez não decepciona.





Luís Fernando Amâncio
Belo Horizonte, 21/9/2018

Quem leu este, também leu esse(s):
01. A verdade somente a verdade? de Adriane Pasa


Mais Luís Fernando Amâncio
Mais Acessadas de Luís Fernando Amâncio em 2018
01. A barata na cozinha - 26/10/2018
02. O Brasil que eu quero - 22/6/2018
03. Como eu escrevo - 23/11/2018
04. Piada pronta - 16/2/2018
05. Alice in Chains, Rainier Fog (2018) - 21/9/2018


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Caminhos da Glória (1985)
Hulet Bucquoy
Meribérica
(1985)



Código Tributário Nacional e Legislação Correlata
Petrúcio Malafaia Vicente
Lumen Juris
(2006)



Visconde Todo Prosa - Arrogancia
Sônia Travassos
Globo Antigo
(2008)



Greve na Escola
Ivana Versiani
Ftd
(1987)



Nutrição Infantil
Alan Lucas, Stanley Zlotkin
Fast Facts
(2014)



Televizinhos 2ªed 4ªimp (2011)
Toni Brandão
Melhoramentos
(2011)



Til - Col. Lit Brasileira
José de Alencar
Escala
(2012)



Dona Benda: Vol 6
Vários Autores
Gold
(2007)



A Mansão Renoir
Dolores Bacelar Espírito Alfredo
Correio Fraterno
(1981)



O Seminarista
Bernardo Guimares
Ftd
(1999)





busca | avançada
41871 visitas/dia
1,4 milhão/mês