Sexo, cinema-verdade e Pasolini | Elisa Andrade Buzzo | Digestivo Cultural

busca | avançada
47547 visitas/dia
1,6 milhão/mês
Mais Recentes
>>> ABERTURA DA EXPOSIÇÃO “O CAMINHO DAS PEDRAS'
>>> Residência Artística FAAP São Paulo realiza Open Studio neste sábado
>>> CONHEÇA OS VENCEDORES DO PRÊMIO IMPACTOS POSITIVOS 2022
>>> Espetáculo 'Figural', direçãod e Antonio Nóbrega | Sesc Bom Retiro
>>> Escritas de SI(DA) - o HIV/Aids na literatura brasileira
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> O segredo para não brigar por política
>>> Endereços antigos, enganos atuais
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Nosotros
>>> Berço de lembranças
>>> Não sou eterno, meus atos são
>>> Meu orgulho, brava gente
>>> Sem chance
>>> Imcomparável
>>> Saudade indomável
>>> Às avessas
>>> Amigo do tempo
>>> Desapega, só um pouquinho.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> Relationships Matter
>>> Notas de um ignorante
>>> Alumbramento
>>> Por que o Lula Inflado incomoda tanto
>>> Rumos do cinema político brasileiro
>>> Black Sabbath 1970
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Manual prático do ódio
>>> Rhyme and reason
Mais Recentes
>>> Reaprendendo o Português [Capa Dura] de Carlos Eduardo de Bruin Cavalheiro (org.) pela Edic (2010)
>>> Revista Conexão Geraes: Seguridade Social Ampliada n6 ano 4 de Taysa Silva Santos; Soraya Magalhães Pelegrini; Matheus Thomaz da Silva pela Crssmg (2015)
>>> Revista Conexão Geraes: A Dimensão Técnico-Operativa no Serviço Social n3 ano 2 de Kênia Augusta Figueiredo; Elaine Rossetti Behring; Ana Cristina Brito Arcoverde pela Crssmg (2013)
>>> Revista Conexão Geraes: Expressões socioculturais n5 ano 3 de Carlos Montano; Cézar Henrique Maranhão; Yolanda Demétrio Guerra pela Crssmg (2014)
>>> Revista Conexão Geraes: Relatório de Gestão n8 ano 6 de Luana Braga; Rosilene Tavares; Marisaura pela Crssmg (2017)
>>> Revista Conexão Geraes:30 Horas Lei é Para Cumprir n7 ano 5 de Ivanete Boschetti; Ricardo Antunes; Marisaura dos Santos Cardoso pela Crssmg (2016)
>>> Revista Conexão Geraes: Direito à Cidade n4 ano 3 de Maria Lúcia Martinelli; Duriguetto; Joviano Mayer pela Crssmg (2014)
>>> Saúde Mental no SUS: Os Centros de Atenção Psicossocial de Ministério da Saúde pela Sas (2004)
>>> Ensaios Ad Hominem 1: Tomo 3 - Política de J. Chasin pela Ad Hominem (2000)
>>> Revista Histórica de Contagem 102 Anos de Ciro Carpentieri Filho pela Fundac (2013)
>>> O Brasil Desempregado de Jorge Mattoso pela Perseu Abramo (1996)
>>> Caderno do Plano de Manejo Orgânico de Mapa pela Secretaria de Cooperativismo (2014)
>>> Manual de Arborização Capa Verde de Cemig pela Cemig
>>> Manual de Arborização de Cemig pela Cemig (1996)
>>> Mata Atlântica: Mapa da Área de Aplicação da Lei n 11.428 de Ibge pela Ibge
>>> MG Biota v. 11 n 1 de Biologia Floral; aposematismo pela Ief (2018)
>>> MG Biota v. 10 n. 2 de Anfíbios pela Ief (2017)
>>> MG Biota v. 10 n. 1 de Germinação; Capões de Mata pela Ief (2017)
>>> MG Biota v. 10 n. 3 de Recuperação de Áreas Degradadas pela Ief (2017)
>>> MG Biota v. 6 n. 1 de Cerrado; Vale do Jequitinhonha pela Ief (2017)
>>> Informe Agropecuário 244 de Áreas Degradadas pela Epamig (2008)
>>> Informe Agropecuário 285 de Déficit Hídrico pela Epamig (2015)
>>> Informe Agropecuário 287 de Agricultura Orgânica e Agroecologia pela Epamig (2015)
>>> Contos de Amor e Morte de Arthur Schnitzler; George Bernard Sperber (trad.); Wolfgang Bader (apr.) pela Companhia das Letras (1999)
>>> Um Jovem Americano de Edmund White; Augusto de Oliveira (trad.) pela Siciliano (1995)
COLUNAS

Quinta-feira, 2/6/2022
Sexo, cinema-verdade e Pasolini
Elisa Andrade Buzzo

+ de 5200 Acessos

Senti-me levada em uma espécie de hipnose provocada pela personagem Graham Dalton (James Spader), em Sex, Lies, and Videotape (1989, dir. Steven Soderbergh). Seria algo em seu tom de voz macio e inseguro, tranquilo e envolvente? Um olhar fixo por alguns segundos e distraído convenientemente? Ou quem sabe isto teria a ver com um levíssimo rumor de um trem passando, que perpassa, inadvertidamente, as cenas de diálogos mais intensos como um farfalhar que induz ao retorno de uma calma alguma vez perdida? (Não um rumor alto e irritante de trem, desconcertante reflexo e intensificador da alma das personagens, como em alguns noir.) Tanto foi assim, que achei que estaria diante de algum tipo de vilão, como, no entanto, descobrimos uma personagem empática, preocupada. Mas repensando agora, Graham não “rouba” a mulher do amigo, e ainda oferece à amante dele um tipo de conexão que aquele nem imagina existir, nem pensa em oferecer?

O recurso da gravação em vídeo dos desejos sexuais e da forma como mulheres veem e lidam com o sexo acaba por ser não só uma forma de prazer, mas em principal um artifício em que se compreendem as situações, desmascaram-se os problemas (e mesmo os sexuais). A partir disso, e do diálogo e de capacidades apuradas de observação e escuta, a figura de Graham que entra em jogo causa uma espécie de revolução, e uma alteração, além de uma resolução justamente daquele que se confessa impotente. Apesar da relativa economia dos diálogos (aqui não se trata do fluxo constante de reflexão amorosa dos “contos” de Éric Rohmer, por exemplo), há essa importância do falar e, a partir daí, quem sabe iniciar a entender. Por exemplo, no início do longa há uma sessão com um analista, que irá se repetir; e mesmo, no caso do desentendimento, o jantar com o casal e Graham será uma cena de embate entre preocupação (do visitante, que traz morangos e elogia a comida) e agressão (do marido, que tem sua tese mesquinha sobre o sal na comida). Graham é um exemplo do que tanto se fala hoje em termos de “conexão emocional” (e os coaches de relacionamento teriam muito a aprender com ele).

Há algumas questões sexuais e de masculinidade que, em Sex, Lies, and Videotape, são mais sugeridas do que ditas abertamente. Isso é curioso, porque forma um equilíbrio com o explícito de outras cenas, e isto se dá com maior intensidade, como se não fosse nada importante, exatamente nas cenas inicial e final do longa-metragem. Na cena inicial, temos o solitário Graham que se encontra em um “mini road movie”, e ao se dirigir a um banheiro, o que faz? A barba. E barbear-se em cena é uma forma de exalar masculinidade (ou controlá-la?), desde os faroestes até os noirs. Por sua vez, na cena final, Graham já está em sintonia de casal com Ann, e o brevíssimo diálogo entre os dois gira em torno das condições metereológicas: vai chover; não, já está chovendo. E o carinho que Graham faz no braço de Ann terá o mesmo sinal de conexão mental e física da decidida e apaixonada Margot no indeciso e altamente volúvel Gaspard, no Conte d’été (1996), de Rohmer.

Enquanto temos a dupla formada por Graham e Ann, Cynthia e John formam o casal altamente sexual que sua muito em suas cenas, como me lembra a dupla neo-noir, em Body Heat (1982, dir. Lawrence Kasdan) - assolada por paixões que se confundem em ódio e desconfianças após um crime -, em dias de calor intenso, sendo este um elemento recorrente, de desconforto, que assola todo esse noir colorido e esfumaçado. Em algo como poderíamos chamar de masculinidade tóxica, e um universo de mentiras e um tipo de poder esnobe, John retoma seus velhos padrões ao final de Sex, Lies and Videotape, enquanto Cynthia, diante desse tipo de homem, parece entender que pode haver algo além a descobrir em sua feminilidade sexual hiperaberta e milênios à frente. Aliás, estes dois últimos casais, de filmes distintos (Cynthia e John; e Ned e Matty), parecem descobrir após as noites e os dias escaldantes que nada havia lá de fato de substancial, a não ser um enaltecimento dos sentidos a tal intensidade (e um jogo pesado de interesses) que nada mais do que a desaceleração até o desaparecimento disso restava, seja por quais motivos fossem. Mas, falando de sexo, o tema que se ressalta nesses filmes todos - a vida sexual das quatro personagens: no final das contas, é péssima, seja fazendo muito, seja não fazendo sexo.

E falando de sexo, de diálogo e de estar à frente, lembro do cinema-verdade de Pier Paolo Pasolini, em Comizi d’amore (1964). Vejo assombrada como, com tal segurança, elegância, generosidade, perspicácia e honestidade, ele conduz as entrevistas cujo tema, além do sexo, perpassa o divórcio, a prostituição, a homossexualidade. Temas, aliás, muito sérios em seus desdobramentos e que, mesmo assim, e sendo colocada uma clareza de pensamento em sua abordagem, aparecem no documentário com um lado bem-humorado que me remete à sua posterior “trilogia da vida”. E não haveria em Decameron (1971), I racconti di Canterbury (1972), Il fiore delle Mille e una notte (1974), um diálogo encadeado, como uma corrente, em que a fala, o desejo e o prazer são fundamentais ao homem, mesmo que problemáticos?


Elisa Andrade Buzzo
São Paulo, 2/6/2022


Mais Elisa Andrade Buzzo
Mais Acessadas de Elisa Andrade Buzzo em 2022
01. O último estudante-soldado na rota Lisboa-Cabul - 17/2/2022
02. Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara - 7/4/2022
03. Casos de vestidos - 11/8/2022
04. Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça... - 3/3/2022
05. Sexo, cinema-verdade e Pasolini - 2/6/2022


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Revolução Industrial 6ªedição (1996)
Francisco M. P. Teixeira
Atica
(1996)



Como Estabelecer Metas de Ensino
W. James Popham & Eva L. Baker
Globo
(1976)



O Espião Que Saiu do Frio
John Le Carre
Abril Cultural
(1980)



Iracema
Jose de Alencar
Ftd
(1999)



Dieta de South Beach
Arthur Agaston
Sextante
(2003)



Agosto
Rubem Fonseca
Companhia das Letras
(1990)



Livro - Kg 200: o Esquadrão Fantasma
J. D. Gilman e John Clive
Circulo do Livro
(1977)



Estorias de Trabalhador
Murilo Carvalho
Brasiliense
(1976)



dominando 3ds max 6
ted boardman
ciencia moderna
(2004)



Nossos Filhos São Espíritos
Hermínio C. Miranda
lachatre
(1999)





busca | avançada
47547 visitas/dia
1,6 milhão/mês