Evoé! | Rennata Airoldi | Digestivo Cultural

busca | avançada
55740 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Projeto “Equilibrando” oferece oficinas e apresentações gratuitas de circo
>>> Namíbia, Não! curtíssima temporada no Sesc Bom Retiro
>>> Ceumar no Sesc Bom Retiro
>>> Mestrinho no Sesc Bom Retiro
>>> Edições Sesc promove bate-papo com Willi Bolle sobre o livro Boca do Amazonas no Sesc Pinheiros
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Modernismo e além
>>> Pelé (1940-2022)
>>> Obra traz autores do século XIX como personagens
>>> As turbulentas memórias de Mark Lanegan
>>> Gatos mudos, dorminhocos ou bisbilhoteiros
>>> Guignard, retratos de Elias Layon
>>> Entre Dois Silêncios, de Adolfo Montejo Navas
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Assim criamos os nossos dois filhos
>>> Compreender para entender
>>> Para meditar
>>> O que há de errado
>>> A moça do cachorro da casa ao lado
>>> A relação entre Barbie e Stanley Kubrick
>>> Um canhão? Ou é meu coração? Casablanca 80 anos
>>> Saudades, lembranças
>>> Promessa da terra
>>> Atos não necessários
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Surf Hype, o maior blogueiro de São Paulo
>>> Sexta feira, 13
>>> Que seja eterno enquanto dure
>>> The Early Years
>>> Ruy Proença: poesia em zona de confronto
>>> E a Turma da Mônica cresceu
>>> FLIP 2006 III
>>> Franz Kafka, por Louis Begley
>>> Solidariedade é ação social
>>> ¿Cómo sobrevivo?
Mais Recentes
>>> O Grande Conflito 379 de Ellen G. White pela Casa Publicadora Brasileira (2022)
>>> Livro - Os Músicos de Bremen de Flavio de Souza pela Ftd (2010)
>>> 1984 de George Orwell pela Companhia das letras (2019)
>>> Livro - A Sutil Arte de Ligar o F*da-se de Manson Mark pela Intrínseca (2017)
>>> Livro - O Texto: Leitura & Escrita de D. Coste pela Pontes (2002)
>>> O Monte Cinco 379 de Paulo Coelho pela Objetiva
>>> Inteligência Emocional- A Teoria Revolucionária Que Redefine o Que é Ser Inteligente de Daniel Goleman pela Objetiva (1995)
>>> Livro - O Menino de Calça Curta de Flavio de Souza pela Ftd (2018)
>>> Constituição da República Portuguesa Anotada - 1º Volume de J. J. Gomes Canotilho; Vital Moreira pela Coimbra (1984)
>>> Quando o passado não passa 379 de Elisa Masselli pela Vida & Consciência (2001)
>>> Livro - A Educação Física e o Esporte na Escola - Cotidiano, saberes e formação de Silvia Christina Madrid Finck pela Ibpex (2011)
>>> Livro - Caça ao tesouro de A. J. Wood pela Brinque Book (1998)
>>> Cálculo diferencial e integral 379 de Frank Ayres Jr pela Mcgraw Hill (1981)
>>> Livro - A Viagem de Virginia Woolf pela Novo Século (2008)
>>> Livro - Livro de Histórias de Georgie Adams / Outros pela Companhia das Letrinhas (1996)
>>> Livro - Tanatos no Limiar da Loucura de Andre Charak pela Geracao (1995)
>>> Greta 379 de Mônica de Castro pela Vida & Consciência (2005)
>>> Livro - Fazendo Meu Filme 2 Em Quadrinhos - Azar no Jogo, Sorte no Amor? de Paula Pimenta pela Nemo (2015)
>>> Niketche de Paulina Chiziane pela Companhia de Bolso (2021)
>>> Livro - Listas, Guapas, Limpias de Anna Pacheco pela Caballo de Troya (2019)
>>> Michaelis minidicionário Alemão Alemão Português Português Alemão 379 de Michaelis pela Melhoramentos
>>> Política y Estado de Adalberto C. Agozino pela Dosyuna (2009)
>>> Livro - A Cinderela das Bonecas de Ruth Rocha; Mariana Massarani pela Salamandra (2011)
>>> Michaelis minidicionário Francês Francês Português Português Francês 379 de Michaelis pela Melhoramentos
>>> ISO 14001 Sistemas de Gestão Ambiental - Implantação Objetiva e Econômica de Mari Elizabete Bernardini Seiffert pela Atlas (2011)
COLUNAS

Quarta-feira, 3/4/2002
Evoé!
Rennata Airoldi
+ de 2000 Acessos

Desde que Téspis, numa festa dionisíaca, cobriu-se com uma pele de animal e disse: "Eu sou Deus" , criou-se um rito, criou-se o ator, e no momento em que todos à volta pararam para assistí- lo, surgiu o Teatro. Espectador, ator, comunhão. Claro que aqui há uma história que a história conta sobre o primeiro ator de todos os tempos, mas não vamos nos apegar aos mínimos detalhes.

Tudo isso é só para falarmos desta arte, a arte do fazer teatral. O lugar onde ela se desenvolve, o templo sagrado chamado Teatro e todos os detalhes que envolvem este ritual que começa a ser "teatro", propriamente dito, a partir do encontro final: ator e espectador. Só a partir desse encontro neste templo é que temos o espetáculo teatral. Digo "templo" mas não precisamos limitar isso a uma caixa preta, um palco italiano. O espaço é determinado a qualquer hora, em qualquer lugar, desde que o ator se coloque e suas ações corporais e ou vocais sejam assistidas por um ou mais, de preferência muito mais, espectadores.

Muitas vezes me pergunto se o teatro vai morrer um dia. Desde a Grécia antiga, o ritual persiste e resiste apesar das crises, guerras e da evolução tecnológica. Talvez porque as relações humanas continuem bem parecidas. Os sentimentos e o olhar do homem sobre ele mesmo e o mundo ao seu redor, faz com que a arte teatral se renove com novos espetáculos, novos textos, novas linguagens e, porque não, com nova tecnologia aplicada diretamente nas diferentes áreas que compõe um espetáculo como: iluminação, sonoplastia, figurino, cenário.

Porém, aquilo que realmente está por trás de tudo que envolve uma peça permanece igual no decorrer dos séculos. O ponto de partida é o mesmo: o homem. Assim, o encontro homem a homem determina a sobrevivência do teatro que utiliza como matéria prima a matéria viva, presente no momento em que ouve-se o terceiro sinal.

Enquanto a família X está em casa se arrumando para ir ao teatro, o ator está no teatro se concentrando, se aquecendo e se preparando para receber esta família. No momento em que a família X chega ao teatro e compra os ingressos ela está disposta a embarcar num outro universo e ver, ouvir, se emocionar e se transformar. O ator, concentrado, revê todos os detalhes e quando a luz se acende, abre-se o pano, ele espera ser visto, compreendido e assim, emocionar e transformar com sua arte aquela família X que se dispôs a estar ali, atentamente, participando dessa comunhão.

Talvez tudo isso pareça muito romântico mas, enquanto o teatro for capaz de educar, transformar e emocionar, através do riso, do choro, da raiva, da inveja, ele sobreviverá. Sempre haverá alguém disposto a embarcar num mundo imaginário e experimentar novas sensações por instantes que parecem uma eternidade. Aqui temos a essência do fazer teatral e de um bom espetáculo: bons atores e um espectador que esteja disposto a participar dessa troca de sentidos e emoções. Quando concretiza-se esse jogo, a mágica está feita. Todos passam, sem perceber, a respirar e pulsar num mesmo ritmo.

Espero estar certa e espero que nenhuma máquina seja capaz de substituir a presença de um corpo em cena. Não há momento mais gratificante, do que aquele em que o ator em cena percebe o olhar atento do público, convencido de sua história. Ao fim, o aplauso que as vezes provoca uma verdadeira catarse e lava a alma do ator e do público.

Realmente o teatro é mágico ainda hoje, como sempre foi, desde o dia em que Téspis representou pela primeira vez. Tomara que assim continue por toda a história da humanidade. Tomara que apesar das dificuldades sempre haja um ator disposto a representar, sempre haja uma família X disposta a assistir e que sempre haja uma boa história para contar. Com a presença física, real. E como diziam os gregos:Evoé!


Rennata Airoldi
São Paulo, 3/4/2002

Quem leu este, também leu esse(s):
01. O dia em que não conheci Chico Buarque de Elisa Andrade Buzzo
02. O sublime Ballet de Londrina de Jardel Dias Cavalcanti
03. Esquerda x Direita de Marta Barcellos
04. Miguel de Unamuno e Portugal de Celso A. Uequed Pitol
05. Felicidade de Daniel Bushatsky


Mais Rennata Airoldi
Mais Acessadas de Rennata Airoldi em 2002
01. Saudosismo - 10/7/2002
02. Cartas que mudaram a História! - 10/4/2002
03. Do primeiro dia ao dia D - 13/3/2002
04. Enfim: Mário Bortolotto! - 25/9/2002
05. A Nova Hora, A Hora da Estrela! - 6/3/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Os Livros da Fuvest Unicamp I (veja os Titulos na Relação) Vestib
Varios
Objetivo
(2009)



Cresça e Apareça
Luiz Alberto Alves dos Santos
Semente
(1996)



Coleção Frajola e Piu-piu - a Maldição do Nilo. Looney Tunes
Sid Jacobson
Babel
(2011)



Moderna Plus Literatura Tempos, Leitores e Leituras Unico Aluno
Maria Luiza M. Abaurre
Moderna
(2011)



Primeiro Mataram Meu Pai / 1ª Ed - Condira !!!
Loung Ung
Harper Collins
(2017)



The "early Times" Book of Unsolved Mysteries
Keith Brumpton(illustrator)
Puffin Books
(1993)



Abc de Castro Alves
Jorge Amado
Martins



Mangá Blade 26
Hiroaki Samura
Conrad
(2004)



Asas Brancas
Carlos Queiroz Telles
Moderna
(1997)



A Linguagem do Bebê
Lynne Murray e Liz Andrews
Publifolha
(2004)





busca | avançada
55740 visitas/dia
1,4 milhão/mês