Filosofia Barata? | Rennata Airoldi | Digestivo Cultural

busca | avançada
44557 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS >>> Especial Internet

Quarta-feira, 31/7/2002
Filosofia Barata?
Rennata Airoldi

+ de 2500 Acessos
+ 1 Comentário(s)

A cada momento surgem novas perspectivas de comunicação e de contato entre os homens em qualquer parte do planeta. A internet, sem dúvida, é uma grande conquista nesse sentido. É um mundo ilimitado e quase infinito com informações, possibilidades e acessos. Proporcionou-nos um parque de diversões com atrações contínuas. São informações que se desdobram em mais informações, abrindo um leque diversificado e caminhos novos a serem desvendados. E isso sem qualquer forma de julgamento ou preconceito, pois as janelas não excluem assuntos. A partir do momento em que se tem um portal aberto, não há exclusão. Você pode pesquisar e divulgar tudo e qualquer coisa através desse veículo.

Por isso é que ela é tão importante e banal ao mesmo tempo. Tudo que é lixo está no mesmo pacote que inclui as coisas boas e agradáveis. Como está no dito popular: "é tudo farinha do mesmo saco!" De qualquer forma, cada indivíduo tem livre escolha a partir do momento em que aparece na tela do computador um sinal avisando: você está conectado! Daí, cada cabeça é uma sentença.

Para a arte em geral, é mais uma forma de pesquisa e de divulgação. Grupos de teatro criam sites, recebem e-mails e passam a ter um contato muito mais direto com seu público. Sites especializados como este, fornecem uma série de informações ao mesmo tempo: teatro, música, literatura, artes plásticas, cinema... E talvez o melhor da rede seja o "efeito dominó" que proporciona. A medida em que escrevo sobre um determinado assunto, muitas associações serão feitas e novas janelas abertas, com mais e mais informações.

Entretanto, pessoas falam de experiências virtuais, contatos, amizades. Não acredito na sinceridade através do teclado do computador. Viajar nos caminhos virtuais, ler, adquirir conhecimento é maravilhoso. Mas, substituir o encontro o olho no olho, o suor das mãos se tocando; não me convence. É o mesmo que escrever sobre algum espetáculo que eu não tenha visto. Ler uma resenha e copiar. Ler um resumo de um livro e falar sobre ele. Não acredito nas experiências que não transmitem um sentimento real. Eu posso ler um texto e me emocionar. Mas ler um resumo não vai trazer a total dimensão da obra.

Sei que há pessoas que adoram o sexo virtual, salas de bate papo, etc. Não julgo ninguém, pois cada um sabe o que é melhor para si. Agora: não consigo pensar que essas experiências substituam o real. O contato pele com pele, falas improvisadas e textos não premeditados. É fácil brincar de faz-de-conta através da internet. Assim, todas as pessoas podem imaginar ser o que não são. Eu posso fantasiar tudo e isso, sem dúvida, é muito bom, uma vez que eu sou a única pessoas que pode comandar a minha mente. Dessa forma, claro, a brincadeira é agradável. O problema é que nunca há o "elemento surpresa" que uma outra pessoa pode proporcionar.

Para o ator, a internet ajuda com conceitos, palavras, popularidade, mas não com arte. Não há como realizar uma peça através dela. Você pode ver um filme, mas não uma peça que não tenha sido registrada. Na verdade, teatro filmado não corresponde à aquilo que é efetivamente realizado. Tudo que o ator carrega para a cena transforma-se, com os diferentes espectadores, numa nova experiência que só acontecerá uma vez na vida! Assim, não haverão duas sessões iguais nunca. É como quando você conhece uma pessoa, se apaixona, divide muitos momentos especiais com ela e, depois, tudo acaba. Essa pessoa nunca será substituída por outra. Você pode se apaixonar novamente, amar, mas a experiência passada existirá, sempre, em alguma gavetinha dentro da sua memória. Não se pode julgar o que foi melhor, pior, etc.; o fato é que cada experiência é una.

Complicado? Um pouco. A vivência no teatro depende da presença física, da troca de olhares e sensações. Não é possível, por exemplo, ensaiar virtualmente uma peça. É preciso estar no palco, comparecer, suar a camisa. O teatro sempre vai exigir do ator uma espécie de celibato. Como um padre, o ator assume uma nova "religião" quando é tomado pelo vírus dos palcos! Na verdade, como comentava com uma outra atriz esta semana, nós somos agentes e reféns de nossa grande paixão. Se por um lado, trabalhamos apaixonadamente e com os aplausos ao término de um espetáculo, nos redimimos, por outro: nós nunca deixamos de pensar o mundo, a vida, enquanto atores. Somos atores o tempo todo, observando o mundo através de uma lente artística. As pessoas passam a significar muitas coisas diferentes, cada gesto, cada ação. Um espera num ponto de ônibus pode fornecer uma gama infinita de informações. É preciso conhecer o homem e seu mundo para falar com propriedade deles. Somos presos e libertos por nossos olhos famintos que tentam entender a vida de uma outra perspectiva!

É nisso que acredito. O que quero dizer? O teatro é arcaico, insubstituível por exigir a presença física de um ser humano, por ser uma arte efêmera. A internet é um novo mundo que está sendo desvendado e isso encanta as pessoas. Mas não deve substituir alguma coisa. Não existia uma "lacuna" por onde passa a rede agora. Existiam outras formas e mecanismos. Folheávamos uma enciclopédia, escrevíamos cartas, íamos ao cinema! O que mais odeio em relação às novas tecnologias é a teoria da "substituição". Nada deve ser excluído das nossas vidas. Devemos continuar folheando livros, pegando uma caneta e mandando cartões postais escritos a mão! Sair de casa, ir ao supermercado, ao cinema, ao teatro e nos conectarmos nas horas vagas... Maldita mania que temos de achar que as coisas não podem coexistir.

Então, a internet vêm somar. O homem assim como o ator se constrói a partir de experiências reais, e isso fica inviável se estiver sempre protegido por um teclado e uma tela. As pessoas amadurecem e aprendem na dificuldade e nas surpresas de nosso cotidiano. E a vida, sim, é um palco de acessos ilimitados e infinitos! Cada um que escolha o seu próprio fardo a ser carregado.

Boletim da Mostra
A "II Mostra de Teatro 'Cemitério de Automóveis'" continua, graças ao esforço dos atores, do diretor, dos técnicos e da presença do público, um sucesso. Quem ainda não assistiu nada pode se preparar para muitas estréias durante a semana. Aliás, hoje estréia às 21hrs. o premiado texto "Nossa vida não vale um Chevrolet", vencedor do Prêmio Shell 2000. Para quem não sabe: a cada dia, são duas peças diferentes em cena. A semana fica assim:

31/07
19hrs. "Diário das Crianças do Velho Quarteirão"
21hrs. "Nossa vida não vale um Chevrolet"

01/08
19hrs. "Vamos Sair da Chuva quando a bomba cair"
21hrs. "Ovelhas que voam e se perdem no céu"

02/08
19hrs. "Os anjos vão para o Céu"
21hrs. "Fucky you, Baby"

03/08
19hrs. "Dentes Guardados"
21hrs. "Tanto Faz"

04/08
18hrs. "O Herói Devolvido" (a 1 real)
20hrs. "E Éramos Todos Thunderbirds"

06/08
19hrs. "Postcards de Atacama" (a 1 real)
21hrs. "Faroestes" (a 1 real)


Rennata Airoldi
São Paulo, 31/7/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A Imagem do Som de Fabio Gomes
02. Sobre o Oscar Social de Vicente Escudero
03. O que faz de um livro um clássico de Marcelo Spalding
04. A essência de Aldous Huxley de Fabio Silvestre Cardoso


Mais Rennata Airoldi
Mais Acessadas de Rennata Airoldi em 2002
01. Cartas que mudaram a História! - 10/4/2002
02. Do primeiro dia ao dia D - 13/3/2002
03. Enfim: Mário Bortolotto! - 25/9/2002
04. A Nova Hora, A Hora da Estrela! - 6/3/2002
05. Uma conversa com Reinaldo Moraes - 18/9/2002


Mais Especial Internet
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
13/8/2002
10h13min
Olá, O que diz neste texto é em parte uma grande verdade, a cada dia as pessoas estão se prendendo mais e mais a internet e muitos deixam de ler obras maravilhosas que poderiam preencher sua cultura. Um grande abraço Ozeas
[Leia outros Comentários de Ozeas]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ONDE ESTIVESTE ADÃO?
HEINRICH BOLL
EXPRESSÃO E CULTURA
(1973)
R$ 10,00



GUIA DE CONVERSAÇÃO INGLÊS
HUNTER BOOKS (ORG)
HUNTER
(2014)
R$ 20,00



SEM MEDO DE TER MEDO
TITO PAES DE BARROS NETO
CASA DO PSICOLOGO
(2000)
R$ 90,00



RICK E A GIRAFA
CARLOS DRUMOND DE ANDRADE
ÁTICA
(2012)
R$ 5,00



É TUDO VERDADE - ITS ALL TRUE 2001
AMIR LABAKI (ORG.)
CCBB
(2001)
R$ 8,11



CARNAVAL E SAMBA EM EVOLUÇÃO NA CIDADE DE SÃO PAULO
MARIA APPARECIDA URBANO
PLÊIADE
(2006)
R$ 23,00



UM MEDO POR DEMAIS INTELIGENTE, AUTOBIOGRAFIAS PESSOAIS
AMERICO LINDEZA DIOGO E ROSA SIL MONTEIRO
ANGELUS NOVUS
(1994)
R$ 33,07



CAVERNA DOS MONSTROS
STELLA CARR
MELHORAMENTOS
(1993)
R$ 5,00



JOGOS E BRINCADEIRAS
VARIOS
VOZES
(2018)
R$ 26,95



DA GORDURA À FORMOSURA EM QUALQUER IDADE
SARÍ HARRAR ALISA BAUMAN
PLÁTANO
(2000)
R$ 77,00





busca | avançada
44557 visitas/dia
1,2 milhão/mês