Comentários de Paulo Mauad | Digestivo Cultural

busca | avançada
66543 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Filó Machado encerra circulação do concerto 60 Anos de Música com apresentação no MIS
>>> Mundo Suassuna, no Sesc Bom Retiro, apresenta o universo da cultura popular na obra do autor paraiba
>>> Liberdade Só - A Sombra da Montanha é a Montanha”: A Reflexão de Marisa Nunes na ART LAB Gallery
>>> Evento beneficente celebra as memórias de pais e filhos com menu de Neka M. Barreto e Martin Casilli
>>> Tião Carvalho participa de Terreiros Nômades Encontro com a Comunidade que reúne escola, família e c
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Marcelo Mirisola e o açougue virtual do Tinder
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
Colunistas
Últimos Posts
>>> A melhor análise da Nucoin (2024)
>>> Dario Amodei da Anthropic no In Good Company
>>> A história do PyTorch
>>> Leif Ove Andsnes na casa de Mozart em Viena
>>> O passado e o futuro da inteligência artificial
>>> Marcio Appel no Stock Pickers (2024)
>>> Jensen Huang aos formandos do Caltech
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
Últimos Posts
>>> Cortando despesas
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Eles – os artistas medíocres
>>> Meu beijo gay
>>> A história de Rogério Xavier e da SPX (2023)
>>> Waldstein por Andsnes
>>> Festival de Inverno Ouro Preto
>>> Para gostar de ler
>>> Dos livros que li
>>> O legado de Graciliano Ramos
>>> Mané, Mané
>>> Ele é o Rei
Mais Recentes
>>> Curso de Teologia dos Sacramentos de Ricardo Sada e Afonso Monroy pela Rei dos Livros (1991)
>>> Vidas Secas de Graciliano Ramos pela Record (1993)
>>> Lições De Confúcio Para A Carreira E Os Negócios de Enrique Benito pela Gente (2009)
>>> The Glass Menagerie de Tennessee Williams pela New Directions (1999)
>>> Desafio e Resposta de Alice Irene Hirschberg pela Cip (1976)
>>> O Fim Do Estado Nação de Kenichi Ohmae pela Campus (1999)
>>> Estatística para as Ciências Sociais de Wlademir Pereira / José Tiacci Kirsten / Walter a pela Saraiva (1980)
>>> Mosby Medical Encyclopedia, The Signet: Revised Edition de C. V. Mosby pela Signet (1996)
>>> Lideranca - 301 Dicas Para Construir Uma Carreira de Os Editores pela On Line (2024)
>>> Hebraeishes Und Arameisches Woerterbuch Zum Alten Testament de Georg Fohrer pela Gruyter (1989)
>>> Matemática Aplicada À Economia E Administração de L. Leithold pela Harbra (2024)
>>> Eletricidade Para A Engenharia de Délio Pereira Guerrini pela Manole (2003)
>>> Projeto de Usinas Hidrelétricas passo a passo de Geraldo Magela Pereira pela Oficina de Textos (2015)
>>> Oliver Twist de Charles Dickens pela J. M. Dent & Sons (1957)
>>> Fundamentos De Fisica: Mecanica - Vol.1 de David Halliday pela Ltc - Grupo Gen (2024)
>>> Oliver Twist de Charles Dickens pela Collins (1954)
>>> O ABC da Astrologia de Marco Natali pela Ediouro (1992)
>>> Tentativa De Mutação No Brasil (1988-2016) de Victor Hugo Veppo Burgardt pela Paco Editorial (2021)
>>> O Mistério do Deus-Homem de Jacques Leclercq pela Quadrante (1997)
>>> As Perspectivas da Psiquiatria de McHygh & Slavney pela Artes Médicas (1988)
>>> Lingua Absolvida (edicao De Bolso) de Elias Canetti pela Companhia De Bolso (2010)
>>> Fuel Cell de João Cabral pela Cassara (2012)
>>> Descrever o Visível de Marcius Freire; outro (orgs) pela Estação Liberdade (2009)
>>> Amor, Divino Amor - A Filosofia do Amor Divino de Shrila Bhaktivedanta Narayana Goswami Maharaja pela Braja (2013)
>>> Castical: Obras Italianas de Giordano Bruno pela Educs (2010)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Quarta-feira, 19/5/2010
Comentários
Paulo Mauad

Falsos apreciadores
Prezado Harry, a música do século XX não tem rejeição apenas em sociedades muito conservadoras, mas em 98% da população. Dentre os 2% restantes, 90% compõem-se de pessoas que não compreendem, não gostam, mas para passar por intelectualizados, aplaudem... Além disso, o "cânone clássico/romântico" jamais poderá ser "desgastado", pois ele é o que move a arte desde que o mundo é mundo. A alternância entre "clássico" (forma acima de conteúdo) e "romântico" (conteúdo acima da forma) existe desde sempre, até hoje, inclusive. A música do século XX nada mais é do que uma forma "neo-clássica" de se fazer música, a partir da organização anti-natural do dodecafonismo de Shöenberg até as repetições ultra pensadas das peças de Philip Glass. Tudo é forma acima de tudo. Recentemente, alguns compositores, como parece ser o seu caso, tentaram renovar a forma, ou prescindir dela. Em todo caso, esta seria uma maneira de "re-romantizar" a música, fazendo com que o eterno ciclo "clássico/romãntico" se perpetue. Grande abraço.

[Sobre "Harry Crowl"]

por Paulo Mauad
19/5/2010 às
16h11 200.244.52.104
 
Cachorros e pichadores
Cachorros são os que melhor falam qualquer língua, pois comunicam-se com coração, não com correção. E os pichadores são os que melhor escrevem, pois ninguém entende nada daquilo, mas eles insistem que fazem arte. Ou seja, são artistas contemporâneos da melhor estirpe vanguardista! [Rio de Janeiro - RJ]

[Sobre "Promoção: ABC da Língua Culta"]

por Paulo Mauad
9/2/2010 às
08h25 201.18.18.104
 
Coleção Para Gostar de Ler
Fui ler seu texto por achar que haveria referência a uma antiga coleção chamada "Para Gostar de Ler", onde havia contos de autores consagrados como Rubem Braga, Drummond, Fernando Sabino e Paulo Mendes Campos, voltados para leitores adolescentes. E foi através desta coleção que eu realmente comecei a "gostar de ler"... Você descobriu a poesia, eu, os contos. Onde foram parar essas pequenas joias que iluminaram minha infância/adolescência? Será que só eu sinto falta delas?

[Sobre "Para gostar de ler?"]

por Paulo Mauad
8/2/2010 às
18h34 201.18.18.104
 
Ainda outra dúvida
Há propósito para a vida? A arte tem algum propósito? Aliás, há utilidade na arte? No entanto, o que pensar daquele que vive sem ela?

[Sobre "O menino mais bonito do mundo"]

por Paulo Mauad
8/2/2010 às
15h45 200.244.52.104
 
Memorável!
Ao contrário do autor, lembro-me exatamente da primeira vez em que assisti a SPM. Foi no antigo Cinema Veneza, no Rio de Janeiro, na companhia de dois bons amigos. O filme foi de tal forma impactante para mim (eu estudara no São Bento, colégio tradicional e só para meninos aqui no Rio, onde fui duramente discriminado por minha sensibilidade mais aflorada), que chorei por 20 minutos ainda depois de sair da sala de cinema. E realmente não sei qual a magia presente na última cena do filme, que, toda vez que lembrava da cena, chorava novamente. E, assim como a Taís Kerche, até hoje a simples menção ao bordão "Oh Captain, My Captain" me dá arrepios. SPM não só encabeça minha lista dos Top 10 até hoje, como acho difícil algum filme superá-lo em conteúdo emocional, no meu caso específico. E, meu caro Ronaldo Magella, eu também fui professor. Como não consegui ser um Keating, desisti e fui ser Funcionário Público.

[Sobre "Sociedade dos Poetas Mortos"]

por Paulo Mauad
16/11/2009 às
13h56 201.18.18.104
 
Voto em Paulo Coelho!
Como só os escritores péssimos são superestimados no Brasil, quem sabe não ocorre uma inversão de valores? Voto em Paulo Coelho para "escritor subestimado". Quem sabe assim ele não vende menos?! [Rio de Janeiro - RJ]

[Sobre "Promoção Kafka e a Marca do Corvo"]

por Paulo Mauad
29/10/2009 às
16h27 201.18.18.104
 
O problema começa embaixo
Perfeito! E nunca é demais insistirmos: o complexo de vira-latas do brasileiro se une à proverbial lassidão latino-americana, que coloca a culpa dos problemas sempre no outro e nunca em si. São sempre os governantes os ladrões, mesmo que tenhamos a certeza de que, estando lá, faríamos exatamente a mesma coisa que eles. Ou seja, o problema começa embaixo, e não em cima... Precisamos olhar um pouco mais para os nossos próprios umbigos.

[Sobre "Rio 2016 pelo fim do complexo de vira-latas"]

por Paulo Mauad
19/10/2009 às
13h20 200.244.52.104
 
Música do século XX
Caro Fabio, imagino que você não tenha querido entrar nesta seara, mas eu sinceramente acho que ela tem de ser abordada. A diferença entre a reação do público a Bartok é bastante simples de ser explicada por ser a única peça caracteristicamente "século XX" dentre as três executadas (apesar da Sinfonia nº 1 de Prokofiev ser do século XX, ela ainda não segue os cânones desse século, tanto que tem o subtítulo de "Clássica") e a música dita "contemporânea" simplesmente não consegue agradar ao público da mesma forma que a dos séculos anteriores. Desinformação? Pode ser. Falta de hábito? Também. Mas eu, como músico que sou, me arrisco a dizer que também é falta de beleza... Da música, claro. É aí que entramos na seara que acho que você não quis entrar...

[Sobre "Osesp, 28.08"]

por Paulo Mauad
15/9/2009 às
11h15 201.18.18.104
 
The Coup de Grace
"The Coup de Grace", de Ambrose Bierce. Um dos contos mais violentamente dramáticos já escritos em apenas quatro páginas. Um primor de simbologia e concisão. Fabuloso! [Rio de Janeiro - RJ]

[Sobre "Promoção Contos do Eça"]

por Paulo Mauad
15/9/2009 às
09h24 201.18.18.104
 
O poder do afeto
Há muito não leio um texto tão carregado de afeto! E não é exatamente isso o que está faltando nos seres humanos da era eletrônica? Afeto... Deixar-se afetar até mesmo pela singeleza da emotividade infantil... A varinha mágica na verdade existe, só não pode ser comprada. Ela é este sentimento ao mesmo tempo tão tênue e tão palpável... do afeto.

[Sobre "Varinha de condão"]

por Paulo Mauad
14/9/2009 às
13h28 201.18.18.104
 
Woody e Rubem
Qualquer adaptação para o cinema de contos do Rubem Fonseca. Ninguém tem a violência irônica e humana de Woody Allen em tão alta dose no Brasil. [Rio de Janeiro - RJ]

[Sobre "Promoção Lemniscata"]

por Paulo Mauad
25/8/2009 às
09h44 200.244.52.104
 
O sucesso fácil não existe
Em sua meteórica ascensão e queda, Susan Boyle foi exemplo. Antes o exemplo de que o preconceito é algo imbecil. Ao julgarmos sua aparência dizendo que queria ser Ellen Paige, ríamo-nos. O vozeirão, no entanto, até mais próximo de Patti LuPonne do que de Paige, nos emocionava... Ao decair, porém, Boyle nos fornece outra lição: além da constatação cheia de verdade do Athayde de que a vida é cruel, concluímos também que o sucesso fácil, a que tantos almejam, simplesmente não existe. Seria ótimo que todos os candidatos a Big Brother mirassem-se no espelho de Susan Boyle!

[Sobre "Como um bólido, Susan Boyle..."]

por Paulo Mauad
16/7/2009 às
13h34 200.244.52.104
 
Mais bolos e tortas
Adorei o texto e também adoro os regionalismos e os sotaques. Muitas vezes, dentro da mesma cidade, encontramos falares diferentes. Aqui no Rio há uma certa "rivalidade" entre os adeptos do "sÔtaque", do "cÔncerto", do "tÔmate" e os do "sUtaque", "cUncerto" e "tUmate". Eu na verdade sou do time dos que virou a casaca. Era do segundo time, passei pro primeiro de tanto ser sacaneado por causa disso... E fiquei curioso a respeito da diferença entre torta e bolo, que nunca soube. Aqui no Rio, diferente do RS do Sniffer, torta é molhada e geralmente gelada, e bolo, não, ainda que confeitado e recheado.

[Sobre "Palavras que explodem no chão"]

por Paulo Mauad
13/7/2009 às
17h32 201.18.18.104
 
Inteligência e antiguidade
Claro! Não houvesse outras vidas, como se explicaria a quantidade de cultura acumulada por alguns em oposição à quantidade de burrice de muitos? Inteligência é sinal de antiguidade! [Rio de Janeiro - RJ]

[Sobre "Promoção 7 Vidas"]

por Paulo Mauad
9/7/2009 às
10h40 200.244.52.104
 
De Gandhi a Paulo Francis
Fantástico texto! Raciocinado, culto sem ser gongórico, preciso. Sem sectarismos, cita de Gandhi a Paulo Francis, passando por Jesus Cristo. Um texto para se orgulhar. É claro, portanto, que é o único lido até agora sem comentários... Tenho orgulho de ser o primeiro.

[Sobre "Companheiros de Jornada"]

por Paulo Mauad
8/7/2009 às
13h40 201.18.18.104
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Livro de Bolso Literatura Estrangeira The Footprints of God
Greg Iles
Pocket Star Books
(2008)



Em Tempos de Liberdade
Ana Cristina Vargas; José Antônio e Layla
Vida e Consciência
(2011)



Pour Mon Mari Avec Amour
Helen Exley
Exley
(2005)



Edipo
Thorwald Dethlefsen
Cultrix
(2017)



A Herança De Stalin: Três Gerações De Amor E Guerra
Owen Matthews
Globo
(2009)



O Nível
Richard Wilkinson, Kate Pickett
Civilização Brasileira
(2015)



Dicionário prático de regência verbal
Celso Pedro Luft
Atica
(1993)



Por um Fio Drauzio Varella 2004
Drauzio Varella
Companhia Das Letras
(2004)



Estado governo sociedade para uma teoria geral da politica
Norberto bobbio
Paz e terra
(2007)



Revista: Discutindo Literatura - Ano 3, número 18 - Graciliano Ramos
Duda Albuquerque (Ed.)
Escala Educacional





busca | avançada
66543 visitas/dia
2,1 milhões/mês