Tropa de Elite e a vida real | José Frid

busca | avançada
51198 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COMENTÁRIOS

Sábado, 27/11/2010
Comentários
Leitores


Tropa de Elite e a vida real
Realmente, um belo exemplar do cinema nacional. Não é à toa que vai atingir dez milhões de espectadores. Entretanto, saí triste do cinema. Apesar de toda a denúncia estampada no filme, não houve nenhum impacto na vida real. O governador foi reeleito, os deputados suspeitos também, não se viu nenhum expurgo de policiais corruptos, os celulares e as armas continuam entrando nos presídios (agora mesmo, o tal de Marcinho VP comandou os ataques no Rio de dentro de presídio de segurança máxima), o pessoal continua cheirando cocaína por toda cidade. Há muitos interesses em jogo para poder-se mudar alguma coisa.

[Sobre "Tropa de Elite 2: realidade como osso duro de roer"]

por José Frid
http://blogdofrid.blogspot.com
27/11/2010 às
07h51 189.69.18.2
(+) José Frid no Digestivo...
 
Parece que o texto é meu!
Bem, estou aqui, às três da madrugada, cheguei em casa e seu texto estava no favoritos. Comecei a ler, e, por Deus, é meu discurso todo! Pensei que esse discurso de não ter feito nada da vida era só meu, apesar de muitos terem dito que fiz muito. Escrevo, roteirizo, fiz letras, mas é como se isso não fosse nada... E me dá um medo porque, depois dos trinta, e aí? Mas nem penso mais sobre isso. Como você disse, a expectativa de vida aumentou, porém o julgamento das pessoas é o mesmo, acho que o super ego que transforma o ego da crise dos 28 mais difícil, porém, deixa rolar! Antes dos trinta faço algo pra chegar na casa dos 30 de melhor humor! Valeu pelo texto!

[Sobre "A crise dos 28"]

por Lino Alves
http://www.paideiacult.blogspot.com
27/11/2010 às
04h16 189.105.14.202
(+) Lino Alves no Digestivo...
 
Diferentes conceitos
A discussão sobre o novo jornalismo é complexa e, claro, vai muito além do que está exposto no artigo do Luiz Rebinski Júnior. O novo jornalismo pertence a um período histórico específico e, diante disso, é meramente desastrado tentar colocar na mesma panela Charles Dickens, Balzac e os jornalistas americanos dos anos 1960. Para começar, pergunto: qual era o conceito de reportagem no século XIX na Inglaterra e na França? O romance, como literatura, poderia cumprir esse papel? Perceba-se ainda que o conceito de reportagem de revista difere, e muito, do conceito de reportagem de jornal. O novo jornalismo foi praticado (e ainda é) principalmente nas revistas, que, por sua vez, trabalham com a experimentação da linguagem. Para encerrar, concordo com a observação de Sérgio Vilas Boas: em "A sangue frio", Capote estava preocupado em fazer literatura utilizando a técnica da reportagem. Isso é outra coisa também.

[Sobre "Jornalismo literário: a arte do fato?"]

por Márcio Calafiori
26/11/2010 às
21h47 189.34.129.215
(+) Márcio Calafiori no Digestivo...
 
Filósofos versus Wikipédia
Estamos julgando o valor dos filósofos citados por Diderot (Malebranche, continuador de Descartes, por exemplo) pela sua permanência no mainstream? Por sua "influência"? E em que medida se pode dizer que Diderot era "personalista"? Galileu revolucionou a história da ciência em uma forma que determinou o trabalho de Newton e foi mais longe do que qualquer coisa que o criador da Wikipédia pode fazer. Fora que a tradição científica anterior a Diderot já ressaltava os perigos das opiniões pessoais, e desde Descartes se fala de prejuízo e preconceito atrapalhando a razão. Estamos avaliando os verbetes da Enciclopédia como "apostas"? Eram tentativas de previsão de sucesso, da mesma forma que nossas revistas semanais? A Wikipédia é algo valioso e a produção coletiva da forma como temos hoje é de fato uma revolução do nível do iluminismo, mas esse seu comentário me parece muito problemático, em muitos âmbitos.

[Sobre "Diderot, o enciclopedista, e sua História da Filosofia"]

por Duanne Ribeiro
http://www.revistacapitu.com
26/11/2010 às
10h15 200.196.153.29
(+) Duanne Ribeiro no Digestivo...
 
O livro de papel será extinto
Muito ilustrativo. Acredito que como quase tudo da minha geração o livro em papel tende à extinção. Creio firmemente que o livro eletrônico incorporará as funções do celular, TV e demais parafernálias eletrônicas que temos que ulilizar mas detestamos carregar.

[Sobre "Cheiro de papel podre"]

por Marcus Goettenauer
25/11/2010 às
17h22 189.71.221.52
(+) Marcus Goettenauer no Digestivo...
 
Personalidade marcante
Excelente artigo. Certamente deve ter sido uma experiência e tanto conviver com uma figura como essa. Eu, particularmente, nunca gostei dele, mas sua personalidade era realmente marcante.

[Sobre "Meu amigo Paulo Francis"]

por Roberto
24/11/2010 às
17h39 189.84.234.4
(+) Roberto no Digestivo...
 
Sedução através do texto
Você mesmo possui a arte perfeita de seduzir através de seus textos eletrônicos. Confesso, no entanto, que a minha rendição a esta modernidade vem muito lentamente preenchendo minha adoração de passar entre os dedos páginas e mais páginas de um livro que exala um cheiro provocador de êxtase.

[Sobre "Cheiro de papel podre"]

por Láyla
24/11/2010 às
09h27 187.39.41.171
(+) Láyla no Digestivo...
 
Há bons e bons
"A condição de existência dos bons é a mentira", mas há "bons" e "bons". Uns são indivíduos que, negando veementemente a natureza humana, oprimem a si mesmos e aos outros; outros "bons" reconhecem a mesquinhez humana e sabem que a bondade absoluta é uma falácia, mas nem por isso deixam de exercer uma autovigilância saudável e de cometer atos altruístas, nem que seja como forma de manter a paz civil. Nem o contrário de Nietzsche é a literatura de autoajuda e nem o reconhecimento de que, no âmago, o "homem é o lobo do homem" precisa descambar para o "salve-se quem puder". Quanto à afirmação de que "Nietzsche não é para qualquer um", como provocação é até divertida, mas levada ao pé da letra sugere uma mitificação/adoração do autor que certamente ele desprezaria, afinal, libertário até a medula, era contra qualquer tipo de autoridade.

[Sobre "A Auto-desajuda de Nietzsche"]

por Rosangela Cavalcanti
http://www.twitter.com/rosangelabc
23/11/2010 à
00h17 71.191.205.230
(+) Rosangela Cavalcanti no Digestivo...
 
Só parei de ler no final
Muito bom! Adorei ler, só parei no final. Bom ponto de vista, bons argumentos.

[Sobre "Crítica à arte contemporânea"]

por iata
22/11/2010 às
16h30 220.255.2.159
(+) iata no Digestivo...
 
Crônicas indefinidas
A não-definição da crônica pelo José Castello é perfeita! Ela acolhe todos os tipos de cronistas que lemos hoje em dia nos jornais, nas revistas e na internet (sites, blogs etc.), sem deixar de fora nossos antigos cronistas, bem lembrados no texto. Saudades de Carlinhos Oliveira no JB! Saudades do JB também! Por essa não-definição podemos chamar os texto de Castello no "O Globo" como crônicas literárias.

[Sobre "Crônica, um gênero brasileiro"]

por José Frid
http://blogdofrid.blogspot.com
21/11/2010 às
23h19 189.69.20.158
(+) José Frid no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




LITERATURA ESTRANGEIRA
ÚLTIMO CORREIO ANTES DA NOITE
CAMPO DAS LETRAS
(1996)
R$ 58,78



O CAÇADOR DE PIPAS
KHALED HOSSEINI
NOVA FRONTEIRA
(2003)
R$ 10,00



JACUBA É GAMBIARRA
SABRINA SEDLMAYER
AUTÊNTICA
(2017)
R$ 38,00



BIOGRAFIAS
FALCÃO TRIGOSO A VIDA E A OBRA DO PINTOR
INAPA
(1997)
R$ 39,70



ODONTOLOGIA SOCIAL
DR. MARIO M. CHAVES
LABOR
(1977)
R$ 35,91



CRÍTICA E CORRESPONDÊNCIA
MACHADO DE ASSIS
GLOBO
(1997)
R$ 16,00



O PODER PRÓSPERO DA ORAÇÃO
CATHERINE PONDER
AGAPE
(2011)
R$ 39,90



GRAPHIS PHOTO 95
VÁRIOS
GRAPHIS PRESS
(1995)
R$ 19,00



REVISTA KRIPTA N. 44 - ADA, A MULHER MALDITA
VÁRIOS
RGE
(1980)
R$ 20,70



BRERA: COMPLETE GUIDE TO THE WORKS IN THE GALLERY
INTRODUCTION LUISA ARRIGONI
SCALA
(1997)
R$ 23,82





busca | avançada
51198 visitas/dia
1,4 milhão/mês