A poesia não morreu, porra | Edson Bueno de Camar

busca | avançada
54198 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Conto HAYEK, de Maurício Limeira, é selecionado em coletânea da Editora Persona
>>> Os Três Mosqueteiros - Um por Todos e Todos por Um
>>> Sesc 24 de Maio recebe o projeto Parlavratório - Conversas sobre escrita na arte
>>> Cia Caravana Tapioca faz 10 anos e comemora com programação gratuita
>>> Eugênio Lima dirige Cia O GRITO em novas intervenções urbanas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
>>> A história de Chieko Aoki
>>> Uma história do Fogo de Chão
>>> BDRs, um guia
>>> Iggor Cavalera por André Barcinski
Últimos Posts
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
>>> Indistinto
>>> Mais fácil? Talvez
>>> Riacho da cacimba
>>> Mimético
Blogueiros
Mais Recentes
>>> E Éramos Todos Thunderbirds
>>> Lares & Lugares
>>> Arco da Crise
>>> 24 Horas: os medos e a fragilidade da América
>>> Elesbão: escravo, enforcado, esquartejado
>>> Precisa-se de empregada feia. Bem feia.
>>> I won’t dance, don’t ask me
>>> Sultão & Bonifácio, parte I
>>> Fui pra Cuba
>>> Sobre o preço dos livros 1/2
Mais Recentes
>>> Em Algum Lugar do Passado de Richard Matheson pela Nova Cultural (1987)
>>> Deuses Americanos: (American Gods) de Neil Gaiman pela Intrínseca (2019)
>>> Atlântida – O gene de A G Riddle pela Globo (2015)
>>> A revolução do aprendizado profundo de Terrence J Sejnowski pela Alta Books (2019)
>>> O guia definitivo do Mochileiro das Galáxias de Douglas Adams pela Arqueiro (2016)
>>> A Dança dos Dragões - as Crônicas de Gelo e Fogo 5 de George R. R. Martin pela Leya (2014)
>>> Boa Idéia - (de Bolso) Obra Mediúnica de Pastorino (psicografada por Ariston S Teles) pela Livree (1999)
>>> Um Homem no Sótão de Ricardo Azevedo pela Melhoramentos (1982)
>>> Primeiras Linhas Sobre o Processo Civil (edição 1907) de Joaquim José Caetano Pereira e Souza pela H Garnier (1907)
>>> Novos Estudos da Língua Portuguesa 3ª Edição (fac-similar) de Mário Barreto pela Presença (1980)
>>> Volumes 1, 2 e 3: Enciclopédia da Vida Sexual de Solange Maria (coordenação e Planificação) pela Edico
>>> Sintaxe do Hebraico no Velho Testamento de A R Crabtree pela Casa Publicadora Batista (1951)
>>> Introdução à Sociologia 9ª Edição de T B Bottomore pela Guanabara (1971)
>>> Autografado - Labirinto - Edições Porta de Livraria Série Poesia 3 de Foed Castro Chamma pela Porta de Livraria (1967)
>>> O Alienista - Série Didática( Prefácio Caetano José de Lima) de Machado de Assis pela Mcgraw Hill (1977)
>>> Volume 1 Raciocínio Lógico 8ª Edição de Jonofon Sérates pela Jonofon (1998)
>>> Formação Econômica do Brasil 3ª Edição de Celso Furtado pela Fundo de Cultura (1961)
>>> Lecole des Femmes - Comédie de Molière pela Wagner
>>> Dicionário de Expressões Idiomáticas Inglês Português Inglês de Oswaldo Serpa pela Fename (1980)
>>> Curso de Língua Portuguesa de Jorge Miguel pela Harbra (1989)
>>> The Strange Case of Dr. Jekyll and Mr Hyde - classic starts de Robert Louis Stevenson pela Sterling (2006)
>>> 2 Volumes: Portugal a Terra e o Homem de Vitorino Nemésio; David Mourão-ferreira; Seixo pela Fundação Calouste Gulbenkian (1978)
>>> O Romano - Coleção Cores do Tempo Passado 3ª Série Romances Históricos de Mika Waltari pela Itatiaia (1973)
>>> Volumes 1 e 2 Casa-grande & Senzala 14ª Edição Brasileira de Gilberto Freyre pela José Olympio (1969)
>>> Obras-primas do Conto Francês de Jacob Penteado (seleção Introdução Notas) pela Martins (1958)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 31/7/2007
Comentários
Leitores


A poesia não morreu, porra
Ao menos não é daqueles artigos dizendo que a poesia morreu. Estes comentários já estão ficando um porre.

[Sobre "Aprender poesia"]

por Edson Bueno de Camar
http://umalagartadefogo.blogspot.com/
31/7/2007 às
22h05 201.69.123.31
(+) Edson Bueno de Camar no Digestivo...
 
O inexorável futuro chegou
Na semana passada, aqui em Belo Horizonte, saiu de circulação o Diário da Tarde. Após mais de 50 anos de circulação, o jornal sai do ar esmagado pela competição dos jornais rápidos/econômicos (inclusive um deles editado pela empresa proprietária do DT). Esse fato me parece ser simbólico de como os proprietários de jornais estão perdidos diante da chegada do futuro.

[Sobre "Os Jornais Podem Desaparecer?, de Philip Meyer"]

por Dênio Mágno
31/7/2007 às
20h55 201.58.94.1
(+) Dênio Mágno no Digestivo...
 
esse passado não tão longinquo
Reafirmo as palavras da Áurea, foi muito gostoso ler o texto sobre BH. Precisamos resgatar esse passado não tão longinquo, dando aos nossos filhos a oportunidade de conhecer a sua cidade. Belo Horizonte é um lugar especial, onde o tempo - felizmente - passa mais devagar.

[Sobre "A cidade e as serras"]

por Dênio Mãgno
31/7/2007 às
20h49 201.58.94.1
(+) Dênio Mãgno no Digestivo...
 
Sua história de Belo Horizonte
Ana, que gostoso ler sua história de Belo Horizonte. Sua geração é mais nova que a minha, eu passei infância e adolescência no bairro do Prado, mas fiquei viajando na sua narrativa. Nestas férias estive em uma pequena cidade do interior, bem tranquila, chamada Boa Esperança que me fez lembrar este estilo de vida, desse passado tão recente. Pena que o ritmo da vida e as relações entre os moradores da cidade tenham mudado tanto. Sinto principalmente pelas crianças. Mas acredito que em alguns bairros ainda haja quem preserve um pouco desse estilo de vida. Ah! Adorei a sua crítica em relação as roupas de marcas. Essa moda do estilete, sim, devia pegar. Beijos e parabéns! Precisava ler algo assim hoje.

[Sobre "A cidade e as serras"]

por Áurea Thomazi
31/7/2007 às
20h16 201.8.46.111
(+) Áurea Thomazi no Digestivo...
 
O pequeno feudo cultural
Concordo quanto ao cosmopolitismo dos autores selecionados. Aqui no Pará - terra de José Verissimo, Benedito Nunes, Dalcidio Jurandir e Haroldo Maranhão, dentre outros, fomos olimpicamente omitidos. Menos bairrismo, menos!

[Sobre "A crônica ontem, hoje e amanhã"]

por Dorivaldo
31/7/2007 às
17h08 200.208.82.97
(+) Dorivaldo no Digestivo...
 
A literatura nunca irá acabar
A literatura, seja a de ficção, de não-ficção ou o terceiro sexo da "auto-ajuda", nunca irá acabar. Porque sempre haverá leitores, mesmo que estes estejam cada vez mais emburrecidos, por passarem mais tempo em frente aos jogos de computador do que em frente a um livro.

[Sobre "A literatura de ficção morreu?"]

por Félix Maier
31/7/2007 às
16h21 201.88.104.208
(+) Félix Maier no Digestivo...
 
Gênero de alta preciosidade
Ah, como tem razão o Rodrigo. Nos tempos de hoje, a poesia é mesmo um trabalho de formiga - árduo como só ele, mas tem lá suas recompensas. Mesmo que tímidas, uma vez que restam poucos amantes desta tão renomada e requintada arte da escrita. A poesia hoje deve, como bem mencionado, ser inovadora. Não que os clássicos estilos e os paradigmas não sejam bons, muito pelo contrário. Apenas acredito que cada leitor tem uma visão absurdamente própria e essa é a riqueza que deve colocar em seus escritos. Os versos não precisam ser versos. Não há a necessidade de rima, nem de musicalidade. Mas o fator que não muda é a agradabilidade: se esta inexiste - não há motivo de existir poesia. Épica, narrativa, introspectiva, generalizada. A poesia é o que deveras espera a ansiosa mente que a necessita: o nascer de uma nova vida!

[Sobre "Aprender poesia"]

por Plínio Alexandre
http://stoa.usp.br/plinio
31/7/2007 às
12h50 201.42.169.111
(+) Plínio Alexandre no Digestivo...
 
O caminho do leitor
Ótimos mandamentos, Ram. Principalmente aquele que afirma que não se deve ler aquilo que não se gosta. Mas é interessante também, que, alguma vezes, quando damos uma segunda chance a um determinado livro, passamos a gostar dele, porque, enfim, é outro momento. Mas talvez o que falte aos brasileiros seja permitir que a imaginação flua um pouco. As pessoas muitas vezes não dão chance aos livros, porque estes não são frenéticos, ou porque não acompanham o ritmo de vida atual. Repensar um pouco sobre o ato de ler e qual o prazer que há em parar por um tempo com um livro na mão é um bom início para as pessoas se tornarem leitores. Assumir que se gosta de autores que a maioria das pessoas não gosta como Paulo Coelho também é importante nessa trajetória de ser leitor.

[Sobre "Os dez mandamentos do leitor"]

por Bia Cardoso
http://groselha.wordpress.com
31/7/2007 às
12h36 201.14.100.170
(+) Bia Cardoso no Digestivo...
 
O treino da escrita
É aliviante saber que alunos que escrevem boas redações, e que não necessariamente seguem a cartilha, conseguem bons resultados. Os processo de avaliação de um bom texto de vestibular sempre pareceram a mim um tanto quanto obscuros. E lembro-me que não podia colocar título nas redações para o vestibular. E os comentários todos resumem a importância de se ter um bom título, com certeza, assim com a Ana, já fui fisgada por títulos, mas muitas vezes não gostei do livro. Porque afinal título é importante, mas não é tudo.

[Sobre "Dar títulos aos textos, dar nome aos bois"]

por Bia Cardoso
http://groselha.wordpress.com
31/7/2007 às
12h21 201.14.100.170
(+) Bia Cardoso no Digestivo...
 
Faltam-lhes crianças por perto
Senhores. Vão às escolas... Quando preconizam a morte da literatura, há sem dúvida o germe da velhice lhes impregnando os ossos. Velhice, sim! Não falo do respeitoso olor da experiência, falo de inadequação! Quando recomendo que vão às escolas, não lhes impreco qualquer ofensa. Aconselho-os a ver que os jovens, sim, lêem! Muito mais escolas agora há, que possuem bibliotecas aqui no nosso país. Sabiam que existem até bibliotecários (em muitas) contratados para tocar a livrarada? Escolas públicas com bibliotecários? SIM! Podem não ter dentistas, mas bibliotecários e livros, têm (falo de São Paulo. Perdoem a generalização). No final de semana passado, vi minha sobrinha de doze com um livro gigantesco que havia ganho de véspera. O último Harry Potter (em inglês). Enorme! Conto nos dedos de uma mão o número de livros desse tamanho que eu mesmo já tenha lido (todos em português!). Se ela (e todos os da lista de Veja) agora lê um livro de fantasia desse tamanho, é natural ser otimista.

[Sobre "A literatura de ficção morreu?"]

por Albarus Andreos
http://www.albarusandreos.blogspot.com
31/7/2007 às
11h55 200.218.186.190
(+) Albarus Andreos no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Lugar Comum
Luiz Cláudio Arraes
7 Letras
(2007)



Entre Irmãs - 1ª Edição
Frances de Pontes Peebles
Arqueiro
(2017)



Chakras: Centros de Energia de Transformação - 1ª Edição
Harish Johari
Pensamento
(2015)



Temas de Psicologia - Entrevista e Grupos - 4ª Edição
José Bleger
Wmf Martins Fontes
(2001)



Florão da América
Izaías Almada
Estação Liberdade
(1994)



Será Que é Historia?
Iris Borges / Leicia Gotlibowski
Canguru
(2013)



Os Militares no Poder 1
Carlos Castelo Branco
Nova Fronteira
(1977)



A Busca
S Hoyler
Helen
(1988)



Tratado de Pediatria 2 Volumes Sociedade Brasileira de Pediatria
Fabio Ancona Lopez e Outro
Manole
(2010)



Trechos da Revista Rays of the Harmonist Em Glorificação a Srila Gurud
Bhãgavat Dãrshan
Ggp





busca | avançada
54198 visitas/dia
2,2 milhões/mês