Nasci, cresci e vivo em BH... | simone

busca | avançada
29791 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
>>> Livro Alma Brasileira
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Salão e a Selva
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> A massa e os especialistas juntos no mesmo patamar
>>> Entrevista com Jacques Fux, escritor e acadêmico
>>> Nuno Ramos, poesia... pois é
>>> Literatura e interatividade: os ciberpoemas
>>> O Valhalla em São Paulo
>>> Por dentro do Joost: o suco da internet com a TV
Mais Recentes
>>> Direito Romano - Vol. II de José Carlos Moreira Alves pela Forense (2003)
>>> Divinas Desventuras: Outras Histórias da Mitologia Grega de Heloisa Prieto pela Companhia das Letrinhas (2011)
>>> Le Nouveau Sans Frontières 1 - Méthode de Français de Philippe Dominique e Jacky Girardet e Michele Verdelhan e Michel Verdelhan pela Clé International (1988)
>>> Sobrevivência de Gordon Korman pela Arx Jovem (2001)
>>> Ética Geral e Profissional de José Renato Nalini pela Revista dos Tribunais (2001)
>>> Mas Não se Mata Cavalos ? de Horace McCoy pela Abril (1982)
>>> O Menino no Espelho de Fernando Sabino pela Record (2016)
>>> Labirintos do Incesto: O Relato de uma Sobrevivente de Fabiana Peereira de Andrade pela Escrituras-Lacri (2004)
>>> Mas Não se Mata Cavalos ? de Horace McCoy pela Círculo do Livro (1975)
>>> Ponte para Terabítia de Katherine Patersin pela Salamandra (2006)
>>> O Desafio da Nova Era de José M. Vegas pela Ave-Maria (1997)
>>> Casa sem Dono Encadernado de Heinrich Boll pela Círculo do Livro (1970)
>>> Trabalho a Serviço da Humanidade de Escola Internacional da Rosa Cruz Áurea pela Rosacruz (2000)
>>> Casa sem Dono Encadernado de Heinrich Boll pela Círculo do Livro (1976)
>>> Ensinando a Cuidar da Criança de Nébia Maria Almeida de Figueiredo (org.) pela Difusão (2004)
>>> Ensinando a Cuidar da Mulher, do Homem e do Recém-nascido de Nébia Maria Almeida de Figueiredo (org.) pela Difusão (2004)
>>> Luxúria Encadernado de Judith Krantz pela Círculo do Livro (1978)
>>> Fundamentos, Conceitos, Situações e Exercícios de Nébia Maria Almeida de Figueiredo (org.) pela Difusão (2004)
>>> Personality: How to Unleash your Hidden Strengths de Dr. Rob Yeung pela Pearson (2009)
>>> Um Mês Só de Domingos de John Updike pela Record (1975)
>>> Um Mês Só de Domingos Encadernado de John Updike pela Círculo do Livro (1980)
>>> Um Mês Só de Domingos Encadernado de John Updike pela Círculo do Livro (1980)
>>> Caravanas de James Michener pela Record (1976)
>>> A Terra Ainda é Jovem de J.M. Simmel pela Nova Fronteira (1981)
>>> A Terra Ainda é Jovem de J. M. Simmel pela Nova Fronteira (1981)
>>> Deus Protege os Que Amam de J.M. Simmel pela Nova Fronteira (1977)
>>> Um Ônibus do Tamanho do Mundo de J. M. Simmel pela Nova Fronteira (1976)
>>> Um Ônibus do Tamanho do Mundo de J. M. Simmel pela Nova Fronteira (1976)
>>> O Quarto das Senhoras de Jeanne Bourin pela Difel (1980)
>>> Beco sem Saída de John Wainwright pela José Olympio (1984)
>>> Casais Trocados de John Updike pela Abril (1982)
>>> O Hotel New Hampshire Encadernado de John Irving pela Círculo do Livro (1981)
>>> As Moças de Azul de Janet Dailey pela Record (1985)
>>> Amante Indócil Encadernado de Janet Dailey pela Círculo do Livro (1987)
>>> A Rebelde Apaixonada de Frank G. Slaughter pela Nova Cultural (1986)
>>> Escândalo de Médicos de Charles Knickerbocker pela Record (1970)
>>> A Turma do Meet de Annie Piagetti Muller pela Target Preview (2005)
>>> O Roteiro da Morte de Marc Avril pela Abril (1973)
>>> Luz de Esperança de Lloyd Douglas pela José Olympio (1956)
>>> Confissões de Duas Garotas de Aluguel de Linda Tracey e Julie Nelson pela Golfinho (1973)
>>> Propósitos do Acaso de Ronaldo Wrobel pela Nova Fronteira (1998)
>>> Olho Vermelho de Richard Aellen pela Record (1988)
>>> A Comédia da Paixão de Jerzy Kosinski pela Nova Fronteira (1983)
>>> Casa sem Dono Encadernado de Heinrich Böll pela Círculo do Livro (1976)
>>> Ventos sem Rumo de Belva Plain pela Record (1981)
>>> Ventos sem Rumo de Belva Plain pela Record (1981)
>>> O Caminho das Estrêlas de Christian Signol pela Círculo do Livro (1987)
>>> Longo Amanhecer de Joe Gores pela Best-seller (1988)
>>> As Damas do Crime de B. M. Gill pela Círculo do Livro (1986)
>>> Os Melhores Contos de Alexandre Herculano de Alexandre Herculano pela Círculo do Livro (1982)
COMENTÁRIOS

Sexta-feira, 3/8/2007
Comentários
Leitores


Nasci, cresci e vivo em BH...
Olá, Ana! Está tão bom este seu texto que fez-me lembrar da minha infância e adolescência, em meados da década de 50. Até parece que você viveu naquela época. Meus avós maternos ajudaram na construção da cidade. Minha avó, Francisca Cândida Ferreira de Carvalho, nasceu na casa do tio Cândido, que é hoje o Museu Abílio Barreto. Depois da desapropriação das terras, vieram para o "Engenho Nogueira", hoje Bairro Caiçara, onde moro atualmente. A vida deles ficou muito difícil, veja a distância do "centro"... Tenho fotos antigas dos meus pais andando de braços dados na Avenida Afonso Pena em 1937. Até recentemente, alguns parentes diziam, de forma depreciativa, que morávamos na "vila". Agora, apesar de tudo tenho saudades daqueles tempos... Abração!

[Sobre "A cidade e as serras"]

por simone
3/8/2007 às
16h52 201.62.190.170
(+) simone no Digestivo...
 
Tudo que eu queria ler
Uma entrevista que flui, mantém o interesse. Muito boa mesmo. Gostei de tudo. Acredito que o principal do contato com o leitor é a abertura à discussão, a possíveis contribuições que podem vir por acréscimo ou discordância; o conflito bem administrado é muito saudável, alguns argumentos despertam para pontos que talvez não tenham sido percebidos e isso traz crescimento. O problema é que não há esse hábito de refletir, interpretar, avaliar. A discordância muitas vezes é usada ou considerada como ataque, uma forma de vitória sobre o outro, algo completamente desnecessário. As pessoas não concordam por serem diferentes, o que pode tornar mais interessante o contato, se há respeito e limites na tentativa de convencer o outro a mudar de opinião. Mas o capitalismo e a competitividade exigem que as pessoas tenham crosta e não pele, esvaziam o sentido da interação; coisa mais triste. Isso faz com que alguns odeiem o mundo, não sem razão, pois é tão melhor ter pele em vez de crosta. Parabéns!

[Sobre "Pedro Doria"]

por Cristina Sampaio
3/8/2007 às
15h03 201.50.168.3
(+) Cristina Sampaio no Digestivo...
 
Muito bom!
Achei o texto muito bom, de muito bom gosto, que faz com que as pessoas que não conhecem o livro ou a autora, se interessem em lê-lo. Como disse a Gabriela, quem nunca ficou inseguro por causa de outra pessoa?

[Sobre "Meu marido e outros tantos também"]

por Jéssica Almeida
3/8/2007 às
13h45 200.248.92.24
(+) Jéssica Almeida no Digestivo...
 
As ruas são as mesmas
Boa lembrança, Os meninos da rua Paulo é um pequeno clássico. Li, quando era adolescente, e foi quase como ler sobre os meninos da rua São Paulo, Belo Horizonte, onde passei a maior parte da infância. As ruas são as mesmas, quando a gente é menino. Mas suponho que essa era terminou. Boa pedida, Gian. Abraços.

[Sobre "Os meninos da rua Paulo"]

por Guga Schultze
3/8/2007 às
13h43 201.80.110.48
(+) Guga Schultze no Digestivo...
 
Pergunta não respondida
Eu realmente gostaria de saber a resposta do Pedro Dória a essa questão que o Julio fez e foi completamente ignorada pelo entrevista...: "Como blogueiro militante – no melhor sentido do termo –, não acha que, de repente, essa postura, de colocar-se uma espécie de 'olimpo', numa 'torre de marfim', não combina muito com a era da hiperconectividade, da 'conversação', do cada vez menor número de 'graus de separação'? Porque, muitas vezes, eu tenho a impressão de que quem mantiver esse 'distanciamento', em relação ao leitor, vai sucumbir – você não acha?". Por que será ele não respondeu? Abraço prá ti, Julio!

[Sobre "Pedro Doria"]

por Ana Brambilla
http://www.anabrambilla.com/blog
3/8/2007 às
12h13 200.196.241.66
(+) Ana Brambilla no Digestivo...
 
Cassandras da literatura
Geralmente escritores são leitores ávidos e transbordam as influências das textualidades apreciadas; e se alguns não têm apetite para a literatura, outros a devoram obsessivamente. Literatura é, do meu ponto de vista, feita essencialmente pelo leitor, que dá vida e valor ao texto lido. A reverência emblemática dada ao livro só tem sentido quando o teor do seu conteúdo eleva a sua condição de objeto. A morte da literatura, como vaticinam as cassandras da vez, é sobretudo a morte da expressão e da liguagem, e quem pode prever até este ponto? Desconfio que tal juízo venha de uma disciplina cultural de jornadas retas e leituras corretas, mas esta prática é singular e delicada, cheia de voltas e reviravoltas, que deixa(m) tontos leigos e sábios; e as leis que a regem, se é que a regem, são hermeticas para juízos tolos. Literatura é a vida registrada em circunstâncias e palpitações, carregada de uma grandeza sensível que exalta o anti-herói; o que resta é o gramático, técnico na aridez sintática...

[Sobre "A literatura de ficção morreu?"]

por Carlos E. F. Oliveir
3/8/2007 à
01h34 201.65.37.4
(+) Carlos E. F. Oliveir no Digestivo...
 
Jornalismo e Direito
Cara colega, não é só o jornalismo que vive seus dias finais, o direito passa por tal situação... É só verificar quantos bacharéis se formam e quantos conseguem tirar a tão almejada carteira da Ordem dos Advogados do Brasil, e mesmo tirando, quantos conseguem exercer a profissão... Com certeza há escassez de vagas em todo lugar... Mas em jornalismo e direito isso é aterrorizador!!!

[Sobre "Eu me pergunto para onde vai a imprensa..."]

por Henrique
2/8/2007 às
15h51 201.68.191.195
(+) Henrique no Digestivo...
 
Olivia antes e depois
Sabe, eu entrei uma vez no blog da Olivia (sem acento como ela prefere!), e estava muito paradão... Entrei outras vezes, e quase nada mudava. Mandei um e-mail perguntando qualquer coisa, ela respondeu muito sucintamente, mandei outro, nada de resposta... Agora leio esta entrevista e a Olivia, metafísica, não gostando disso e daquilo, reclama da vida. As coisas não foram para onde ela gostaria que tivessem ido, o mundo não deu as voltas que ela gostaria que tivesse dado, talvez fosse melhor do jeito que era mas do jeito que está talvez fique na mesma (?) ... O blog (voltei lá agora, de novo) está recheado, bombando. Muito melhor do que aquele que decidi excluir de minha lista de favoritos. Há alvissareiras notícias que livros novos estão no forno. Isso é muito positivo! É a parte que importa, Olivia. Acho que Olivia deveria deixar o bonde andar.

[Sobre "Bate-papo com Olivia Maia"]

por Albarus Andreos
http://www.albarusandreos.blogspot.com
2/8/2007 às
15h27 200.218.186.190
(+) Albarus Andreos no Digestivo...
 
não me conformo
eu não acredito que a 89 acabou, essa radio era muito louca, a uníca que prestava. As rádio que entrou no lugar é um lixo, agora não tem mais o que ouvir...

[Sobre "89 FM, o fim da rádio rock"]

por farinha
2/8/2007 às
14h07 63.172.27.2
(+) farinha no Digestivo...
 
O peso de Faulkner
Meus livros do Faulkner estão espalhados pela casa. Alguns na estante, outros, por aí, dependendo da minha última releitura. Sempre volto ao Faulkner, depois de tentar ler, digamos, algum contemporâneo. Esses mesmos, you know. Meus livros estão bem manuseados. Alguns nem leio mais, só seguro nas mãos, pra sentir o peso. Se arremessados contra a estante de livros, derrubam todos os outros.

[Sobre "A calça alta do Faulkner "]

por Guga Schultze
2/8/2007 às
13h55 201.80.110.48
(+) Guga Schultze no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A BOA TERRA
PEARL S BUCK
GLOBO
(1992)
R$ 6,65



CIDADÃO DO CRIME
JESS WALTER
LANDSCAPE
(2006)
R$ 13,00



CONVIVÊNCIA - UMA NECESSIDADE VÁRIOS DESAFIOS
AUGUSTO MONTEIRO BORGES
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 349,00



LA CONSOLANTE
ANA GAVALDA
J´AI LU
(2008)
R$ 20,00



A DIVINA SABEDORIA DOS MESTRES
BRIAN WEISS
SEXTANTE
(1999)
R$ 10,50



O BRASIL PÒS MILAGRE
CELSO FURTADO
PAZ E TERRA
(1983)
R$ 28,40
+ frete grátis



MEDITAÇÃO PARA AS NOVAS MAMÃES
BETH WILSON SAAVEDRA
ROCCO
(1997)
R$ 7,00



DA AÇÃO PAULIANA
LAURO LAERTES DE OLIVEIRA
SARAIVA
(1979)
R$ 25,82



MEMÓRIAS SOBRE A VIAGEM DO PORTO DE SANTOS À CIDADE DE CUIABÁ
LUIZ DALINCOURT
ITATIAIA
(1975)
R$ 10,00



NOVAS TÉCNICAS DE REFRIGERAÇÃO COMERCIAL EM HOTELARIA, VOLUME 1
VICTOR MONTEIRO
LIDEL
(2001)
R$ 37,00





busca | avançada
29791 visitas/dia
1,1 milhão/mês