Maternidade consumada | Simone

busca | avançada
58424 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 28/7/2004
Comentários
Leitores


Maternidade consumada
Olá, Ana! Já faz um tempo que eu leio seus textos (aliás, foi através deles que descobri o Digestivo e, por conseqüência, outros escritores-de-leitura-obrigatória) e estava especialmente ansiosa por este. Pós-parto. Pós-maternidade consumada. Consumada? Hmmm, não sou mãe (e talvez nem venha a ser...), mas acho que a maternidade vai se consumando um pouco a cada dia... Seja como for, parabéns aos três!

[Sobre "A hora exata em que me faltaram as palavras"]

por Simone
28/7/2004 às
11h47 201.9.166.111
(+) Simone no Digestivo...
 
A preguiça do jornalista
Como produtora cultural (artista plástica e escritora) agradeço à Ana pelas informações. Agora eu sei porque é que a divulgação do meu trabalho parece tão medíocre e tão aquém do que ele poderia render como pauta. É possível que alguns jornalistas tenham mesmo pouco tempo para refletir ou pesquisar sobre o material que recebem. Mas vejo também muita preguiça de trabalhar. Como artista, o ideal seria que a exposição recebesse uma visita. Como escritora, que o jornalista ao menos passasse os olhos pelo livro que recebe como cortesia.

[Sobre "Release: subsídio ou substituto?"]

por paula mastroberti
28/7/2004 às
07h41 200.198.132.24
(+) paula mastroberti no Digestivo...
 
Triste realidade
Também eu enlouqueci e surgi redivivo dos braços de um louco amor (aliás foi o meu período mais produtivo, então). Todos esses gênios viveram intensamente, caso contrário não nos teriam legado tantos e tão sólidos ensinamentos... Quanto ao Lucas, infelizmente temos tantos iguais a ele por aqui que não há muito o que fazer.

[Sobre "Gênios e seus Amores Loucos"]

por Gui
27/7/2004 às
20h48 200.100.58.22
(+) Gui no Digestivo...
 
sinais vermelhos
Belo texto. Fez-me parar e pensar um pouco sobre estas pessoas, que muitas vezes nem percebemos por causa da correria da vida, porque o sinal vai abrir logo. Queremos apenas que o sinal fique verde, para que possamos nos dirigir aos nossos lugares, às nossas atividades. Acho que essa "consciência de classe média" faz falta para muita gente. Pode parecer um tanto utópico, mas se todos pensassem nos "sinais vermelhos", o mundo poderia ser diferente.

[Sobre "O marketing da mendicância"]

por Andréia
27/7/2004 às
15h20 200.164.220.75
(+) Andréia no Digestivo...
 
leitores revoltados
Oi, Eduardo, há muito tempo não lia sua coluna, desde a época do texto sobre a festa "Bin Laden". Gostei muito dos seus últimos textos. Apenas senti saudades dos quebra-paus entre você e alguns leitores revoltados. Era bem engraçado! Um abraço. Parabéns.

[Sobre "De uma volta ao Brasil"]

por Cuba
27/7/2004 às
14h49 143.107.64.5
(+) Cuba no Digestivo...
 
Também no Governo atual
Vejo fortes traços desta síndrome impregnada em nosso Governo atual inclusive para as várias áreas e setores da política nacional e não apenas em alguns ministérios.

[Sobre "Deitado eternamente em divã esplêndido – Parte 2"]

por Rodrigo Pereira
27/7/2004 às
12h52 200.148.79.176
(+) Rodrigo Pereira no Digestivo...
 
banalidade intelectual
Infelizmente vivemos um tempo aonde a banalidade intelectual e cultural massificada impera, claro salvo raras exceções. Como leitor sinto-me ofendido, porém acho necessário sairmos desta imobilidade e passividade.

[Sobre "Release: subsídio ou substituto?"]

por Rodrigo Pereira
27/7/2004 às
12h32 200.148.79.176
(+) Rodrigo Pereira no Digestivo...
 
Jornalismo ou Marketing?
Sempre achei que o ofício de escrever releases - e mais abrangentemente, das próprias assessorias de imprensa - pendesse mais para o marketing do que para o jornalismo. Num mundo ideal (e portanto utópico), caberia ao jornalista a função investigativa, a crítica imparcial, o expressar de opiniões isentas de influências. O release é apenas uma ferramenta de marketing, e deveria ser visto tão somente como um panfleto, uma peça de informação que visa promover este ou aquele produto, mesmo que irresistivelmente bem redigido, embalado e pronto para o consumo. Mas isso, só mesmo em um mundo ideal...

[Sobre "Release: subsídio ou substituto?"]

por Cozete Gelli
27/7/2004 às
12h29 192.168.133.47
(+) Cozete Gelli no Digestivo...
 
Releases copiados
Trabalhei como assessora de imprensa em dois orgãos públicos na cidade de Macapá, no Amapá. E todos os releases produzidos por mim e enviados para os orgãos de imprensa passavam por esse caminho... Eram publicados nos jornais locais com nomes de outros repórteres. Já aconteceu de um mesmo release ser copiado por dois jornais com dois nomes diferentes... Lamentável!

[Sobre "Release: subsídio ou substituto?"]

por Carolinne Assis
27/7/2004 às
08h07 200.179.85.61
(+) Carolinne Assis no Digestivo...
 
O Brasil no divã...
Vou tentar resumir meu pensamento dizendo que o grande mal que causa a busca de uma identidade, até hoje infrutífera, tem seu núcleo ou raiz no fato da comparação. Quando um indivíduo ou no caso um país se aceita do jeito que é, sem máscaras ou disfarces, tentando ser o que não é, aí, então, se dá o grande encontro com seu Eu ou sua identidade. Isso não significa que não se busque um aperfeiçoamento, mas que seja sempre no âmbito daquilo que se é e não no que é o nosso vizinho ou amigo. Viajei por esse Brasil e por esse mundo afora e jamais comparei duas praias, duas cidades, dois povos. Cada qual tem sua "personalidade", suas características diversas e não comparáveis. São diferentes. Podemos até gostar mais de uma ou de outra, mas valores são subjetivos. O que tenho observado é que tudo o que você descreve em seu texto acontece nas classes média e alta. É uma elite que não permite que o Brasil possua essa tão almejada identidade. Uma elite que tem a possiblidade de em viagens ou leituras tomar conhecimento do que existe fora do país e, uma vez de posse desse conhecimento, comparar e desvalorizar o que temos aqui. Acredito que isso seja uma herança dos tempos do império quando tudo o que era "melhor" vinha do Velho Mundo e era usado apenas por uma elite nobre. Atualmente, trocamos apenas da origem, que é norte americana. As classes menos favorecidas não se envergonham de nossas festas populares de São João ou Bumba Meu Boi ou outras quaisquer que sobrevivem na Bahia, no Maranhão e em outros Estados. Nossa música "country" das duplas caipiras são tidas como cafonas pela elite, no entanto, os americanos do norte têm as suas próprias músicas "country" e ninguém as considera cafonas. Todos sabemos que um processo psicanalítico é longo, portanto, não esperemos que o Brasil levante desse divã rapidamente.

[Sobre "Deitado eternamente em divã esplêndido – Parte 1"]

por Regina Mas
27/7/2004 às
02h16 200.167.47.241
(+) Regina Mas no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PINHO PINHEIRO PINHAO
L. MARQUES
MELHORAMENTOS
R$ 6,00



GONZO!
ARTHUR VERISSMO
REALEJO
(2014)
R$ 38,00



HISTÓRIA DA CIVILIZAÇÃO - ANTIGUIDADE
ANTÓNIO G. MATTOSO
SÁ DA COSTA
(1952)
R$ 14,98



OS MAIS BELOS CONTOS DE PERRAULT COLEÇÃO GRANDES ILUSTRADORES DA ES...
MICHAEL FIODOROV ILUSTRADOR
CIVILIZAÇÃO
(1993)
R$ 22,33



O OUTRO DESAFIO
JULIO LOBOS
JULIO LOBOS
(1987)
R$ 5,90



O DINHEIRO
ARTHUR HAILEY
NOVA FRONTEIRA
(1975)
R$ 6,00



O CÉU JÁ TEM ANJOS DEMAIS
ROSANE FRERICHS
FTD
(1996)
R$ 5,00



ESCULTURA AVENTURA
KATIA CANTON
DIFUSÃO CULTURA DO LIVRO
(2009)
R$ 23,50



LIVING IN SIN? A BISHOP RETHINKS HUMAN SEXUALITY
JOHN SHELBY SPONG
HARPER AND ROW, PUBLISHERS
(1990)
R$ 30,00
+ frete grátis



MULHERES DO RIO
ANTÔNIO JOSÉ DE MOURA
GLOBAL
(2003)
R$ 5,00





busca | avançada
58424 visitas/dia
1,8 milhão/mês