3 Grandes Escritores Maus | Alexandre Soares Silva | Digestivo Cultural

busca | avançada
72750 visitas/dia
1,7 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Doidas e Santas faz temporada no Teatro Grandes Atores, na Barra
>>> Observatório da Imprensa discute a descriminalização do porte de drogas
>>> Roberto Seresteiro lança CD no Sesc Belenzinho, 20/9, com participação de Roberto Luna
>>> Orquestra de Câmara da USP convida violinista Cármelo de Los Santos, Tomie Ohtake, 02/09, 21h
>>> Brasilianas.org recebe o Ministro da Educação Renato Janine Ribeiro
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A Delicadeza dos Hipopótamos, de Daniel Lopes
>>> Pantanal
>>> Por que a discussão política tem de evoluir
>>> Não olhe para trás (ou melhor, olhe sim)
>>> Fake-Fuck-Fotos do Face
>>> Silêncio
>>> Dando conta de Minas
>>> Em noite de lua azul
>>> O poeta, a pedra e o caminho
>>> O testemunho de Bernanos
Colunistas
Últimos Posts
>>> 16 de Agosto
>>> Elvis 2015
>>> Eugênio Christi
>>> Nosso Primeiro Periscope
>>> Monica Cotrim
>>> Solange Rebuzzi
>>> Aden Leonardo Camargos
>>> Helena Seger
>>> Camila Oliveira Santos
>>> Cassionei Niches Petry
Últimos Posts
>>> 7 coisas que aprendi
>>> Macarrão de Santa Casa
>>> O que mais falta acontecer?
>>> DÍZIMA PERIÓDICA
>>> Um poeta e três esposas
>>> Um poeta e três esposas
>>> Continuísmo - A Praga Maior
>>> É para ter medo de Virginia Woolf
>>> Por que o Lula Inflado incomoda tanto
>>> Monumento a Noël Rosa
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Darwin, por Adrian Desmond e James Moore
>>> 9º Búzios Jazz & Blues - II
>>> Entrevista com Rogério Pereira
>>> O orgulho ferido
>>> Imprensa em 2005
>>> Blogs de jornalistas triloaded
>>> Apresentação
>>> Marcel Proust e o tempo reencontrado
>>> Dostoiévski era um observador da alma humana
>>> A Erva do Diabo, de Carlos Castaneda
Mais Recentes
>>> Xamã
>>> Missarum Sollemnia
>>> Como fazer marketing na internet
>>> Tudo Que Você Queria Saber Sobre Propaganda e Ninguém Teve Paciênci...
>>> O pensamento à sombra da ruptura política e filosofia em Hannah Arendt
>>> Análise Científica da Personalidade
>>> O Petróleo é nosso
>>> A Criança Divina e o herói
>>> Sócrates
>>> Veritas
>>> Helena/ O Alienista
>>> Indícios incriminadores
>>> A dama de ferro
>>> Viagem por um Mar Desconhecido
>>> Os casos mais difíceis de Lilyj White
>>> A marca da maldade
>>> ALÉM DAS FORÇAS - NOBEL DE LITERATURA DE 1903
>>> Contágio criminoso
>>> O SENHOR PRESIDENTE - NOBEL DE LITERATURA DE 1967
>>> HISTÓRIA DE ROMA - NOBEL DE LITERATURA DE 1902
>>> Lavoura de corpos
>>> FOME - NOBEL DE LITERATURA DE 1920
>>> Causa mortis
>>> O HEREGE DE SOANA e MICHAEL KRAMER - NOBEL DE LITERATURA DE 1912
>>> COLAS BREUGNON - NOBEL DE LITERATURA DE 1915
>>> POESIAS - NOBEL DE LITERATURA DE 1931
>>> POESIAS - NOBEL DE LITERATURA DE 1966
>>> POESIAS ESCOLHIDAS - NOBEL DE LITERATURA DE 1906
>>> O PÁSSARO AZUL - NOBEL DELITERATURA DE 1911
>>> O FAROLEIRO E OUTROS CONTOS - NOBEL DE LITERATURA DE 1905
>>> POEMAS - NOBEL DELITERATURA DE 1963
>>> POESIAS ESCOLHIDAS - NOBEL DE LITERATURA DE 1959
>>> DIÁRIO ÍNTIMO e PENSAMENTOS - NOBEL DE LITERATURA DE 1901
>>> INTERESSES CRIADOS e ROSAS DE OUTONO - NOBEL DE LITERATURA DE 1922
>>> MANCHA QUE LIMPA - NOBEL DE LIETARATURA DE 1904
>>> MIRÉIA
>>> HISTÓRIA MODERNA DOS ESTADOS UNIDOS - 3 VOLs.
>>> OS SERTÕES - 3 volS.
>>> Uma mesa no deserto
>>> O LIVRO DE ENOCH - O LIVRO DAS ORIGENS DA CABALA
>>> Realidad y Juego
>>> O Visconde Que Me Amava
>>> Os Evangelhos: Jesus Cristo
>>> MBA Curso Prático de Marketing
>>> Freakonomics o lado oculto e inesperado de tudo que nos afeta
>>> 1001 dicas e conselhos úteis para melhor usar seu computador: um guia práticopara aproveitar todas as possibilidades do seu PC e da internet
>>> Nadando para o século XXI
>>> O amor é mais um labirinto
>>> O Barroco no Brasil
>>> Evandro Carneiro Esculturas
COLUNAS >>> Especial Literatura

Terça-feira, 20/11/2001
3 Grandes Escritores Maus
Alexandre Soares Silva

+ de 4800 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Não se escreve sem veneno. Não se escreve sem violência. Literatura é civilizatória (talvez), mas não é civilizada- uma grande diferença. O escritor está mais perto do saqueador, roubando e destruindo, do que do juiz, do dentista, do presidente do Rotary Clube.

Lembro que quando eu tinha nove, dez anos, escrevi um livro, o terceiro ou quarto que comecei e nunca terminei, sobre uma revolução na minha escola. Os alunos tinham prendido os professores numa sala. A professora de geometria (uma mulher chamada Olanyr) tinha sido amarrada no alto de um poste fincado no centro exato da quadra de vôlei. Era o “Poste dos Martírios”. As crianças jogavam machados nela. Eram machadinhos, pequenos e leves, e ela não morreu logo, se me lembro bem - um machado entrou na perna, outro na mão, outro ainda na madeira...O pecado dela não era que ela quisesse nos ensinar, é claro, mas o fato de ser muito antipática. Meus amigos acharam graça. Alguns, os mais bobinhos, ficaram chocados. Alguns colaboraram com ilustrações.

Mas o fato é que por trás de grande parte da literatura existem sentimentos parecidos com esse, mais ou menos disfarçados. Está certo que comparar Jane Austen com um pirata, digamos, é um tanto absurdo, e que tentar ver Henry James como saqueador não é só grotesco, é impossível. Mas há uma longa linhagem de Grandes Escritores Maus: Saki, Sinclair Lewis, Auberon Waugh, Barbey D’Aurevilly, Nicolau Tolentino, Gregório de Matos, Aretino, Patricia Highsmith, Flaubert, Zola, Oscar Wilde, Jonathan Swift...

A seguir vão três Grandes Escritores Maus. São três; eles são inegavelmente grandes; e que são mauzinhos, são. Fazem parte da escola Assusta-Velhinha de literatura, cujo santo padroeiro é Saki, o autor de um conto em que uma menina chatinha é devorada por um lobo por ser excessivamente virtuosa (The Story-Teller), e de um outro em que uma tia chata é devorada por um deus encarnado no corpo de um furão (Shredni Vashtar), para a alegria do sobrinho de 10 anos.

1) Vladimir Nabokov - Basta ler “Lolita”, um livro em grande parte escrito em animosidade contra a vulgaridade pop americana (não, me deixe reformular isso: contra a vulgaridade mundial). Ou a transcrição das aulas de Nabokov, dadas na Universidade de Cornell. Para o ódio de muitas pessoas (uma delas escreveu um artigo recentemente na Folha chamando Nabokov de “criminoso intelectual”), ele odiava Dostoiévski, Thomas Mann, Sartre, Camus, os beatniks, os adeptos da literatura engajada, os opositores da Guerra do Vietnã...e “livros bonitos”, como “Dr. Jivago”, de Boris Pasternak.

2) Evelyn Waugh - Waugh já foi chamado de “Gênio do Mal”. Hillaire Belloc, o poeta e polemista, quando foi apresentado ao jovem Waugh, disse que ele estava “com certeza possuído” (Belloc era católico e disse isso muito a sério). Waugh era esnobe, e era cruel. Desprezava o próprio pai porque o pai era de classe média. Desprezava (um pouco) os próprios filhos porque “crianças e adolescentes não tem distinção de modos ou de gosto”. Mas era muito engraçado. Leia “Um Punhado de Pó”, “O Ente Querido”, “The Ordeal of Gilbert Pinfold”. Junto com Nabokov, Waugh foi (na minha opinião, é claro- é preciso dizer?) o maior romancista do século. Ninguém escreve melhor do que ele.

3) Eça de Queiroz - Machado de Assis está para a ironia como Eça de Queiroz está para o sarcasmo. Eça, quando escrevia, desprezava o mundo de um modo violento. É difícil imaginar no mundo criado por Eça o homem sendo capaz de chegar à lua, por exemplo. Os astronautas passariam o tempo todo na terra passando xampú contra caspa, arrotando, escrevendo artigos políticos cheios de banalidades e exclamações.

Eça se dizia defensor do que ele chamava de “a bengalada do homem de bem”. Mas verdade seja dita, muitas vezes a sua bengala se descontrolava e ele assumia uma certa semelhança com Mr. Hyde (aquele), que numa certa manhã de Londres fez um cadáver quicar na calçada com o uso similar da bengala. Se você não tem paciência para livros compridos, leia “O Conde D’Abranhos”. Que escrevia maravilhosamente bem, não preciso dizer, preciso?


Alexandre Soares Silva
São Paulo, 20/11/2001

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Gerald Thomas: Cidadão do Mundo (parte III) de Jardel Dias Cavalcanti
02. Gerald Thomas: cidadão do mundo (parte II) de Jardel Dias Cavalcanti
03. Solitária cidadã do mundo de Elisa Andrade Buzzo
04. Ficção hiper-real de Gian Danton
05. Reunião de pais, ops, de mães de Ana Elisa Ribeiro


Mais Alexandre Soares Silva
Mais Acessadas de Alexandre Soares Silva
01. Filhos de Francis - 15/11/2002
02. Polêmicas - 29/11/2002
03. Defesa dos Rótulos - 30/5/2003
04. Apresentação - 6/11/1968
05. Psiquiatra declara Japão Oficialmente Maluco - 31/5/2002


Mais Especial Literatura
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
17/7/2002
01h44min
Vlad era o mais terno dos escritores maus. Mas era mau. Ô. Aquele pedantismo cruel, que rechaçava os filisteus, tinha muitos ecos em Waugh também. E aquela linha fininha entre a ternura e uma atitude standoffish. Crueldade servida em xícaras de chá de porcelana, acompanhadas de tartes au miel. Nhamnham.
[Leia outros Comentários de Juliana O'Flahertie]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS


101 POETAS PARANAENSES 2
ADEMIR DEMARCHI

De R$ 50,00
Por R$ 25,00
50% off
+ frete grátis



PALMEIRAS SELVAGENS - (2 EDICAO)
FAULKNER, WILLIAM

De R$ 69,00
Por R$ 34,50
50% off
+ frete grátis



A SEGUNDA PÁTRIA
MIGUEL SANCHES NETO

De R$ 34,90
Por R$ 17,45
50% off
+ frete grátis



ANDANÇAS - HISTÓRIAS DE UM JORNALISTA À MODA ANTIGA
LUIS SALGADO RIBEIRO

De R$ 42,40
Por R$ 21,20
50% off
+ frete grátis



TRÁGICO E CÔMICO - OS PROTESTOS EM CHARGES
DIOGO SALLES

De R$ 35,00
Por R$ 17,50
50% off
+ frete grátis



O SENTIDO DA VIDA E A BUSCA DA FELICIDADE
JOÃO PAULO DOS REIS VELLOSO

De R$ 42,00
Por R$ 21,00
50% off
+ frete grátis



SARTORIS
FAULKNER, WILLIAM

De R$ 79,00
Por R$ 39,50
50% off
+ frete grátis



LITERATURA, COMUNICAÇÃO E EDUCAÇÃO
KAZUKO KOJIMA HIGUCHI

De R$ 38,00
Por R$ 19,00
50% off
+ frete grátis



TXAKAZUÊ
IGOR MIGUEL PEREIRA

De R$ 30,00
Por R$ 15,00
50% off
+ frete grátis



O DIA D - 6 DE JUNHO DE 1944
STEPHEN E. AMBROSE

De R$ 79,00
Por R$ 39,50
50% off
+ frete grátis



busca | avançada
72750 visitas/dia
1,7 milhão/mês