3 Grandes Escritores Maus | Alexandre Soares Silva | Digestivo Cultural

busca | avançada
27585 visitas/dia
957 mil/mês
Mais Recentes
>>> Feira de gravura do Atelier Piratininga
>>> Autora Helena Lima relança títulos infantojuvenis no RJ
>>> TV Brasil estreia animação SOS Fada Manu nesta segunda (5/12)
>>> Bazar bairrista leva o melhor de São Paulo a vizinhos e visitantes para as compras de Natal
>>> Arte Em Tempo Real !
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Omissão
>>> Preparar Para o Impacto
>>> Fazendo a coisa certa
>>> Malcolm, jornalismo em quadrinhos
>>> Lembrança de Plínio Zalewski
>>> Que tal fingir-se de céu?
>>> As crianças do coração do Brasil
>>> Três filmes sobre juventude no novo século
>>> Poesia e Guerra: mundo sitiado (parte II)
>>> Notas confessionais de um angustiado (V)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Ebook gratuito
>>> Poesia para jovens
>>> Nirvana pra todos os gostos
>>> Diego Reeberg, do Catarse
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
>>> Lançamento e workshop em BH
>>> Reid Hoffman por Tim Ferriss
>>> Software Programs the World
>>> Daphne Koller do Coursera
>>> The Sharing Economy
Últimos Posts
>>> Ferreira Gullar (1930-2016)
>>> 4 de Dezembro de 2016
>>> Carta aberta ao povo brasileiro
>>> Que bela lição a Colômbia está dando ao mundo
>>> No rastro de Augusto dos Anjos (série: sonetos)
>>> Taxi Driver 40 anos - um retrovisor do presente.
>>> Rio, ontem e hoje
>>> Arrogância
>>> Febre dos metais
>>> Fogo que se alastra
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A crítica de Jerônimo Teixeira
>>> O Livro dos Insultos, de H.L. Mencken
>>> Temporada de Gripe
>>> História dos Estados Unidos
>>> Michelle Campos e a poesia dentro do oco
>>> E Viva a Abolição - a peça
>>> O Conselheiro também come fast-food
>>> Animazing
>>> Entrevista com Antonio Henrique Amaral
>>> Amor e dor para crianças em três passos
Mais Recentes
>>> Corações Descontrolados
>>> Os 100 segredos dos bons relacionamentos
>>> Organize-se em um minuto
>>> Saber Viver Profissionalmente
>>> Como Fazer Propostas e Relatórios
>>> O Orçamento
>>> Um Minuto Para Mim
>>> Batalha da Vida - Máximo Górki (Literatura Russa/Memórias)
>>> Adolescência - Máximo Górki (Literatura Russa/Memórias)
>>> O Que Podemos Aprender com os Gansos
>>> La ciudad del diablo amarillo y Otro ensayos - Máximo Górki (Memórias)
>>> Seja um ótimo orador
>>> Cuentos Escogidos - Máximo Górki (Em Espanhol) - Literatura Russa
>>> Clim Samguine (2 volume/Obra Integral) Máximo Górki (Literatura Russa)
>>> Humanos Institucionais
>>> Contos - Antón Tchekhov (Literatura Russa/Contos)
>>> Uma vida - Anton Tchekhov (Literatura Russa/Romance)
>>> Una cosa bien simple (Contos Soviéticos/Russos)
>>> Batman 01 Primeira revista da DC publicada pela Panini
>>> O Ciclo da Auto-Sabotagem
>>> O Eterno Marido - Dostoiévski (Literatura Russa)
>>> A Casa do Mortos - Dostoiévski (Literatura Russa)
>>> Os Cem Melhores Contos Brasileiros do Século (Literatura Brasileira)
>>> Dôra, Doralina - Rachel de Queiroz (Literatura Brasileira)
>>> Três Romances (O quinze/João Miguel/caminho das pedras) Rachel de Queiroz (Literatura Brasileira)
>>> Venderam a Mãe Gentil - Fausto Wolf (Crônicas Políticas Brasileiras)
>>> Contos - Artur Azevedo (Literatura Brasileira)
>>> Enciclopédia dos Museus - RIJKSMUSEUM Amsterdam
>>> Amor, Medicina e Milagres
>>> Livro Oracle DataBase SQL 11G
>>> The Concorde story - 21 years in service (em inglês)
>>> O livro de ouro da MENTE
>>> O homem voa - a vida de Santos Dumont o conquistador do ar
>>> Fora de mim
>>> Deus uma biografia
>>> O que toda mulher inteligente deve saber - Como lidar com os homens com sabedoria
>>> Prazos Trabalhistas - 2700 Indicações da Prática Processual
>>> A luneta mágica
>>> O sertanejo
>>> Odeio reuniões
>>> Um minuto para mim
>>> Questão de Sangue
>>> Fernão Capelo Gaivota
>>> O perfume - historia de um assassino
>>> Paula
>>> Droga - Disfarce irresistível
>>> Aqueducte 92 - II Biennal Internacional de Fotografia
>>> Aqueducte 90 - I Biennal Internacional de Fotografia
>>> Os Ressuscitados
>>> O Enigmista
COLUNAS >>> Especial Literatura

Terça-feira, 20/11/2001
3 Grandes Escritores Maus
Alexandre Soares Silva

+ de 5500 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Não se escreve sem veneno. Não se escreve sem violência. Literatura é civilizatória (talvez), mas não é civilizada- uma grande diferença. O escritor está mais perto do saqueador, roubando e destruindo, do que do juiz, do dentista, do presidente do Rotary Clube.

Lembro que quando eu tinha nove, dez anos, escrevi um livro, o terceiro ou quarto que comecei e nunca terminei, sobre uma revolução na minha escola. Os alunos tinham prendido os professores numa sala. A professora de geometria (uma mulher chamada Olanyr) tinha sido amarrada no alto de um poste fincado no centro exato da quadra de vôlei. Era o “Poste dos Martírios”. As crianças jogavam machados nela. Eram machadinhos, pequenos e leves, e ela não morreu logo, se me lembro bem - um machado entrou na perna, outro na mão, outro ainda na madeira...O pecado dela não era que ela quisesse nos ensinar, é claro, mas o fato de ser muito antipática. Meus amigos acharam graça. Alguns, os mais bobinhos, ficaram chocados. Alguns colaboraram com ilustrações.

Mas o fato é que por trás de grande parte da literatura existem sentimentos parecidos com esse, mais ou menos disfarçados. Está certo que comparar Jane Austen com um pirata, digamos, é um tanto absurdo, e que tentar ver Henry James como saqueador não é só grotesco, é impossível. Mas há uma longa linhagem de Grandes Escritores Maus: Saki, Sinclair Lewis, Auberon Waugh, Barbey D’Aurevilly, Nicolau Tolentino, Gregório de Matos, Aretino, Patricia Highsmith, Flaubert, Zola, Oscar Wilde, Jonathan Swift...

A seguir vão três Grandes Escritores Maus. São três; eles são inegavelmente grandes; e que são mauzinhos, são. Fazem parte da escola Assusta-Velhinha de literatura, cujo santo padroeiro é Saki, o autor de um conto em que uma menina chatinha é devorada por um lobo por ser excessivamente virtuosa (The Story-Teller), e de um outro em que uma tia chata é devorada por um deus encarnado no corpo de um furão (Shredni Vashtar), para a alegria do sobrinho de 10 anos.

1) Vladimir Nabokov - Basta ler “Lolita”, um livro em grande parte escrito em animosidade contra a vulgaridade pop americana (não, me deixe reformular isso: contra a vulgaridade mundial). Ou a transcrição das aulas de Nabokov, dadas na Universidade de Cornell. Para o ódio de muitas pessoas (uma delas escreveu um artigo recentemente na Folha chamando Nabokov de “criminoso intelectual”), ele odiava Dostoiévski, Thomas Mann, Sartre, Camus, os beatniks, os adeptos da literatura engajada, os opositores da Guerra do Vietnã...e “livros bonitos”, como “Dr. Jivago”, de Boris Pasternak.

2) Evelyn Waugh - Waugh já foi chamado de “Gênio do Mal”. Hillaire Belloc, o poeta e polemista, quando foi apresentado ao jovem Waugh, disse que ele estava “com certeza possuído” (Belloc era católico e disse isso muito a sério). Waugh era esnobe, e era cruel. Desprezava o próprio pai porque o pai era de classe média. Desprezava (um pouco) os próprios filhos porque “crianças e adolescentes não tem distinção de modos ou de gosto”. Mas era muito engraçado. Leia “Um Punhado de Pó”, “O Ente Querido”, “The Ordeal of Gilbert Pinfold”. Junto com Nabokov, Waugh foi (na minha opinião, é claro- é preciso dizer?) o maior romancista do século. Ninguém escreve melhor do que ele.

3) Eça de Queiroz - Machado de Assis está para a ironia como Eça de Queiroz está para o sarcasmo. Eça, quando escrevia, desprezava o mundo de um modo violento. É difícil imaginar no mundo criado por Eça o homem sendo capaz de chegar à lua, por exemplo. Os astronautas passariam o tempo todo na terra passando xampú contra caspa, arrotando, escrevendo artigos políticos cheios de banalidades e exclamações.

Eça se dizia defensor do que ele chamava de “a bengalada do homem de bem”. Mas verdade seja dita, muitas vezes a sua bengala se descontrolava e ele assumia uma certa semelhança com Mr. Hyde (aquele), que numa certa manhã de Londres fez um cadáver quicar na calçada com o uso similar da bengala. Se você não tem paciência para livros compridos, leia “O Conde D’Abranhos”. Que escrevia maravilhosamente bem, não preciso dizer, preciso?


Alexandre Soares Silva
São Paulo, 20/11/2001


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Como Steve Jobs se tornou Steve Jobs de Julio Daio Borges
02. Você é África, Você é Linda: abaixo o preconceito! de Fabio Gomes
03. Tirem as Viseiras! de Heloisa Pait
04. Notas confessionais de um angustiado (I) de Cassionei Niches Petry
05. Precisa-se de empregada feia. Bem feia. de Yuri Vieira


Mais Alexandre Soares Silva
Mais Acessadas de Alexandre Soares Silva
01. Filhos de Francis - 15/11/2002
02. Polêmicas - 29/11/2002
03. Defesa dos Rótulos - 30/5/2003
04. Apresentação - 6/11/1968
05. Psiquiatra declara Japão Oficialmente Maluco - 31/5/2002


Mais Especial Literatura
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
17/7/2002
01h44min
Vlad era o mais terno dos escritores maus. Mas era mau. Ô. Aquele pedantismo cruel, que rechaçava os filisteus, tinha muitos ecos em Waugh também. E aquela linha fininha entre a ternura e uma atitude standoffish. Crueldade servida em xícaras de chá de porcelana, acompanhadas de tartes au miel. Nhamnham.
[Leia outros Comentários de Juliana O'Flahertie]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O NOVO PROCESSO CIVIL BRASILEIRO
JOSÉ CARALOS BARBOSA MOREIRA
FORENSE
(2008)



O SACERDÓCIO EXPIATÓRIO DE JESUS CRISTO
FRANK B. HOLBROOK
CASA PUBLICADORA BRASILEIRA
(2002)
+ frete grátis



EL LIBRO DE ORO DE LA VERDADERA VIDA CRISTIANA
JUAN CALVINO
CLIE
(1991)
+ frete grátis



CONCEITOS-CHAVE DA BÍBLIA
DAVID GOODING
A VERDADE
(2013)
+ frete grátis



ÁLBUM FIFA COPA DO MUNDO 2010 - COMPLETO
PANINI EDITORA
PANINI
(2010)
+ frete grátis



NUNCA MAIS (INFORME DA COMISSÃO NACIONAL SOBRE O DESAPARECIMENTO DE PESSOAS NA ARGENTINA, PRESIDIDA POR ERNESTO SÁBATO)
ERNESTO SÁBATO
L&PM
(1984)
+ frete grátis



NESTS ABOVE THE ABYSS
ISOBEL KUHN
MOODY PRESS
(1972)
+ frete grátis



MODERNO TEATRO BRASILEIRO (CRÔNICAS DE SUAS RAÍZES) - GUSTAVO A. DORIA
GUSTAVO A. DORIA
MEC-SNT
(1975)
+ frete grátis



EXAME DA OAB 1ª FASE - TODAS AS DISCIPLINAS
FLAVIA CRISTINA, JULIO FRANCESCHET, LUCAS PAVIONE
JUSPODIVM
(2015)
+ frete grátis



O MAU VIDRACEIRO
NUNO RAMOS
GLOBO
(2010)
+ frete grátis





busca | avançada
27585 visitas/dia
957 mil/mês