Sobre o preço dos livros 2/2 | Rafael Rodrigues | Digestivo Cultural

busca | avançada
44238 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Sexta-feira, 27/8/2010
Sobre o preço dos livros 2/2
Rafael Rodrigues

+ de 4400 Acessos
+ 1 Comentário(s)


Ilustra: o urso azul

Como disse colunas atrás, "vocês que me perdoem, mas preço de livro não é mais desculpa para quem gosta de ler". Leitores sempre dão um jeito de conseguir o livro pelo qual estão interessados, seja indo a um sebo, seja aproveitando promoções de livrarias. Não se pode dizer que determinados livros são baratos, mas dizer que livro é caro ― assim mesmo, generalizando ― já não é mais possível. Até porque não se mede o preço de um livro apenas por seu valor financeiro, mas também pelo que ele representa para cada leitor.

Um exemplo: qualquer uma das obras mais recentes de Rubem Fonseca é cara, para mim. Já as reedições dos seus livros que estão saindo pela editora Agir, não são. Tampouco acho caros os livros de Nelson Rodrigues que essa mesma editora tem reeditado. É como reclamar do preço de um romance de Dostoiévski (a citação do autor russo foi involuntária, em um primeiro momento, mas depois percebi que faz todo o sentido citá-lo junto a Nelson Rodrigues). Imaginemos que livros fossem comprados em leilões. Crime e castigo certamente seria disputado centavo a centavo.

Na primeira parte deste texto falei das porcentagens destinadas a cada participante da cadeia do livro. E muita gente joga a culpa do "preço alto" nas livrarias. É certo que na maioria dos casos 40% do preço do livro fica com a loja, mas quantas livrarias não dão descontos de 15% a 20% para professores, por exemplo?

A maioria dos estabelecimentos trabalha no esquema de consignação, ou seja, as editoras ou distribuidoras enviam os títulos para as lojas para que eles sejam "expostos", para que os clientes/leitores possam ver os livros e quem sabe comprá-los. Sendo mais claro: as livrarias não são donas de todos os livros que estão sob seu teto. Caso eles não sejam vendidos, ela os devolve sem maiores prejuízos, talvez apenas pagando os custos com transporte. Quando acontece um "livro-evento", como o mais recente de Dan Brown, ou os romances de vampiros da Stephanie Meyer, as lojas arriscam comprar uma grande quantidade de exemplares, já que a venda é tida como certa. Mas e quando esses livros encalham? Está feito o estrago. Sem contar as despesas que livrarias têm com funcionários, luz, água etc. Não sou um expert no assunto, mas as pessoas acham que, por venderem livros, as livrarias não pagam impostos, não pagam aluguel ou condomínio (no caso de a loja estar num shopping), não têm conta de água, luz e telefone.

Livreiros devem ter lá seus benefícios, isenções ou descontos em alguns impostos, mas livrarias são empresas como qualquer outra ― assim como as editoras. Colocar nelas a culpa de o livro ser caro no Brasil é um ato irresponsável, e o advento dos e-books mostrou que a coisa não é tão simples assim. Pelo menos por enquanto, os preços dos e-books ainda é alto por aqui, se compararmos esses valores com os das versões impressas das obras. O livro eletrônico elimina a distribuição e os gastos com impressão. Então por que ainda assim o preço continua quase o mesmo? Em alguns casos, é possível comprar um determinado livro impresso na Estante Virtual ― detalhe: livro novo, não usado ― por um preço inferior ao da sua versão digital. Teriam as editoras aumentado o preço de custo dos e-books? Ou as livrarias têm mesmo culpa no cartório? Na minha opinião, esta última possibilidade não parece ter muito sentido.

Na verdade, o mercado de e-books e e-readers, no Brasil, ainda vai passar por muitas transformações. A iniciativa de implantação de lojas de livros eletrônicos é louvável e necessária, bem como a criação de leitores eletrônicos por empresas nacionais. Mas a questão do preço ainda precisa ser melhor discutida. Como dito no texto anterior, hoje é possível comprar um Kindle por 600 reais. Nesse preço já estão incluídos os gastos com frete e as taxas de importação. Enquanto isso, a Positivo está comercializando o seu e-reader, o Alfa, por um preço de R$ 699,00.

Enfim. Estamos no início de uma revolução. E ela não se restringe à plataforma de leitura, mas atinge todo o mercado e até mesmo hábitos das pessoas. Consequentemente, os efeitos disso serão sentidos pela sociedade. Afinal, se o futuro dos livros for mesmo a digitalização e a substituição do impresso pelo eletrônico, as livrarias físicas estão destinadas à extinção. O leitor não poderá mais abrir um livro e cheirá-lo, tampouco poderá emprestar uma obra ou ter um autógrafo do autor na folha de rosto.

Por outro lado, e paradoxalmente, nos últimos anos, talvez até mesmo por conta de todo o frisson ligado à digitalização, os livros impressos passaram a ser mais valorizados. Há quem os utilize até como peças decorativas em casas e escritórios. Além disso, livros são motivo de orgulho e vaidade. Não há nada mais belo para um bibliófilo do que suas próprias estantes recheadas de títulos (muito embora a maioria deles não tenha sido lida pelos seus donos).

Um livro não é apenas seu conteúdo. Dizer isso seria reduzir a invenção de Gutenberg a algo pequeno demais, que não condiz com sua importância. Há muito mais coisas em jogo. A digitalização de obras é algo que precisa ser feito, lógico, mas é necessário pensar com cuidado em maneiras de se preservar o modelo impresso e tudo o que depende dele. Não se pode querer acabar com o livro físico. Pensar nisso e torcer contra a plataforma impressa é, na minha opinião, mesquinho demais.

Nota do autor
Leia também "Sobre o preço dos livros 1/2".


Rafael Rodrigues
Feira de Santana, 27/8/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A Copa, o Mundo, é das mulheres de Luís Fernando Amâncio
02. Paris branca de neve de Renato Alessandro dos Santos
03. Como medir a pretensão de um livro de Ana Elisa Ribeiro
04. Piada pronta de Luís Fernando Amâncio
05. A noite iluminada da literatura de Pedro Maciel de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Rafael Rodrigues
Mais Acessadas de Rafael Rodrigues em 2010
01. Meus melhores livros de 2009 - 22/1/2010
02. O altar das montanhas de Minas - 21/5/2010
03. O grande jogo de Billy Phelan - 2/4/2010
04. O petista relutante - 29/10/2010
05. Sobre o preço dos livros 1/2 - 20/8/2010


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
6/9/2010
16h27min
Ótimo texto, a comparação entre o preço do impresso e do digitalizado mostra como esse mercado tem de evoluir e como o preço "alto" dos livros não é parte unicamente da "fome capitalista das empresas por trás deles". E dizer que o livro é muito mais que conteúdo foi genial, quem realmente gosta de ler, gosta também do objeto livro, de sentir as folhas ásperas sob os dedos, do ato de manuseá-lo, de marcar as páginas e, claro, exibi-los por aí. Esse ritual faz parte da magia de uma boa leitura.
[Leia outros Comentários de Guilherme]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




JOGOS MANGÁ COM ADESIVOS !
EDITORA GIRASSOL
GIRASSOL
(2017)
R$ 9,90



A NOVA MÍDIA A COMUNICAÇÃO DE MASSA NA ERA DA INFORMAÇÃO
WILSON DIZARD JR.
JORGE ZAHAR
(2000)
R$ 10,00



LONGE DA ÁRVORE - PAIS, FILHOS E A BUSCA DA IDENTIDADE
ANDREW SOLOMON
COMPANHIA DAS LETRAS
(2015)
R$ 51,60



MANUAL DE CONDUTAS EM PATOLOGIAS OBSTÉTRICAS
ANTONIO GUARIENTO E OUTROS
SANTA JOANA
(2003)
R$ 4,00



SENHORAS PROGRESSISTAS E UMA TERRA DE CRIANÇAS
MONIQUE SOCHACZEWSKI
AUTOR (RJ)
(2007)
R$ 28,28



URUBU E O FLAMENGO
HENFIL
34
(1996)
R$ 190,00



MÃES EM GUERRA
JILL KARGMAN
ESS?NCIA
(2010)
R$ 4,25



COMUNICAÇÃO REDACIONAL
HÊNDRICA NADÓLSKIS
SARAIVA
(2011)
R$ 50,00



LENSBABY: BENDING YOUR PERSPECTIVE
COREY HILZ
FOCAL PRESS
(2010)
R$ 75,00



REFLEXÕES SOBRE A VAIDADE DOS HOMENS E CARTA SOBRE A FORTUNA
MATHIAS AIRES
ESCALA
(2008)
R$ 5,00





busca | avançada
44238 visitas/dia
1,1 milhão/mês