A pós-modernidade de Michel Maffesoli | Guilherme Carvalhal | Digestivo Cultural

busca | avançada
26733 visitas/dia
737 mil/mês
Mais Recentes
>>> Músico Dudu Oliveira lança seu disco de estreia no Todas as Bossas da TV Brasil
>>> Antenize recebe Lázaro Ramos no especial sobre literatura deste sábado (18) na TV Brasil
>>> Festa
>>> Shopping Metrô Tucuruvi e Livrarias Curitiba preparam uma programação especial para este mês
>>> São Paulo recebe neste sábado o festival "Eu Quero Arte Perto de Mim"
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Não quero ser Capitu
>>> Desdizer: a poética de Antonio Carlos Secchin
>>> Pra que mentir? Vadico, Noel e o samba
>>> De quantos modos um menino queima?
>>> Entrevista com a tradutora Denise Bottmann
>>> O Brasil que eu quero
>>> O dia em que não conheci Chico Buarque
>>> Um Furto
>>> Mais outro cais
>>> A falta que Tom Wolfe fará
Colunistas
Últimos Posts
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
Últimos Posts
>>> Sobrecarga
>>> Frases e verdades
>>> Música & Filosofia
>>> Casa de couro
>>> Saber viver a vida é fundamental
>>> Não sei se você já deitou em estrelas.
>>> UM OLHAR SOBRE A FILOSOFIA (PARTE I)
>>> Globo News: entrevista candidatos
>>> Corpo e alma
>>> Cada poesia a seu tempo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Só sei que nada sei
>>> A diferença entre baixa cultura e alta cultura
>>> Liberdade é pouco
>>> Liberdade é pouco
>>> Liberdade é pouco
>>> As viúvas da Bizz
>>> As viúvas da Bizz
>>> As viúvas da Bizz
>>> O filósofo da contracultura
>>> A resistência, de Ernesto Sabato
Mais Recentes
>>> Homens São de Marte, Mulheres São de Vênus: Um Guia Prático... de John Gray - Ph. D. pela Rocco/ R. J. (1997)
>>> Homens São de Marte, Mulheres São de Vênus: Um Guia Prático... de John Gray - Ph. D. pela Rocco/ R. J. (1997)
>>> Homens São de Marte, Mulheres São de Vênus.../ Novo de John Gray - Ph. D. pela Rocco/ R. J. (1997)
>>> Marte e Vênus Apaixonados: Histórias Comoventes e Inspiradoras... de John Gray - Ph. D. pela Rocco/ R. J. (1999)
>>> Homens, Mulheres e Relacionamentos: Fazendo as Pazes com o Sexo Oposto de John Gray - Ph. D. pela Rocco/ R. J. (1996)
>>> O leitor de Bernhard Schlink pela Record (2018)
>>> Psicologia Social - Volume 2 de Solomon E. Asch/ Trad.: Dante Moreira Leite pela Companhia Ed. Nacional (1960)
>>> Psicologia e Literatura de Dante Moreira Leite pela Companhia Ed. Nacional (1967)
>>> Família e Poder: Da Razão de Ser/ Autografado de Cláudio de Albuquerque Bastos pela BeloHorizonte (1991)
>>> O Ciúme de Nancy Friday pela Record/ R. J.
>>> Noções de Pedagogia Científica de Theobaldo Miranda Santos pela Companhia Ed. Nacional (1963)
>>> Breve história de quase tudo de Bill Bryson pela Companhia das Letras (2008)
>>> Louise Hay de A Vida em Perigo pela Best Seller/ S. Paulo (2008)
>>> O poeta nu (2ª ed.) de Jiorge de Souza Braga pela Fenda (1999)
>>> El Yo En La Evolución de Esther Menaker y William Menaker pela Fondo de Cultura Economica/ México (1968)
>>> O Neofreudismo À Procura da Verdade... de V. I. Dobrenkov pela Civilização Brasileira (1978)
>>> Psicanálises de Ontem e de Hoje - Como Terapêuticas.../ Encad. de Henri Gratton pela Edições Loyola (1967)
>>> Principios de Ray Dalio pela Intrinseca (2018)
>>> Um Homem para Qualquer Mercado de Edward O. Thorp pela Portfólio Penguin (2018)
>>> Os Sertões Vol. I e II de Euclides da Cunha pela Otto Pierre Editores (1981)
>>> Caminhos das Civilizações: História Integrada Geral e Brasil de José Geraldo Vinci de Moraes pela Atual (2000)
>>> Química: Realidade e Contexto - Ensino Médio - Volume Único de Lembo pela Ática (2000)
>>> TPM en Industrias de Proceso de Tokutaro Suzuki pela TGP-Hoshin/ Productivity Press (1995)
>>> Idoso: Encargo ou Patrimônio? de Dulce Maria Pereira pela Corpo Municipal de Voluntários (1992)
>>> Análise de Sistemas e Administração de Projetos de David I. Cleland pela Pioneira (1978)
>>> Manual de Exames de Urina de E. P. Vallada pela Atheneu (1997)
>>> Economia Para Administradores de Jayr Figueiredo de Oliveira pela Saraiva (2008)
>>> Direito Constitucional de Alexandre de Moraes pela Atlas (2003)
>>> Manual de Exames de Instituto de Patologia Clínica H. Pardini pela Clínica H. Pardini (2001)
>>> Matemática Fundamental: Resolução - 2º Grau - Volume Único de José Ruy Giovanni pela FTD
>>> Como não ser um babaca de Meghan Doherty pela Intrínseca (2015)
>>> Você e Seu Sangue de Heloisa Bernardes pela H. L. B. - Cursos e Serviços (2004)
>>> Turco de Rough Guides pela Publifolha (2009)
>>> The mill on the floss de George Eliot pela Oxford University Press (1981)
>>> Teoria da restauração de Cesare Brandi pela Ateliê Editorial (2004)
>>> Queimada viva de Souad pela Planeta (2004)
>>> Pré-história de André Leroi-Gourhan pela Pioneira (1981)
>>> Platão de Bernard Williams pela UNESP (2000)
>>> Pedra só de José Inácio Vieira de Melo pela Escrituras (2012)
>>> Os búrios de Domingos Maria da Silva pela Câmara Municipal de Terras de Bouros (1988)
>>> O patrimônio em processo de Maria Cecília Londres Fonseca pela UFMG (2005)
>>> O leilão do lote 49 de Thomas Pynchon pela Companhia das Letras (1993)
>>> O homem que matou o escritor de Sérgio Rodrigues pela Objetiva (2000)
>>> O fator humano de Graham Greene pela L&PM Pocket (2008)
>>> O cortiço de Aluísio Azevedo pela Nobel (2010)
>>> O centro industrial do Rio de Janeiro de Edgard Carone pela Cátedra (1978)
>>> O capitalismo tardio de João Manuel Cardoso de Mello pela UNESP (2009)
>>> O capital, vol. 1: o processo de produção do capital de Karl Marx pela Civilização Brasileira (1998)
>>> Norma e forma de E. H. Gombrich pela Martins Fontes (1990)
>>> Morte abjeta de Bernardo Guimarães & Maria Judith Ribeiro pela M. J. Ribeiro (2002)
COLUNAS

Quinta-feira, 8/6/2017
A pós-modernidade de Michel Maffesoli
Guilherme Carvalhal

+ de 1900 Acessos



A formulação do conceito de modernidade foi uma construção histórica que envolveu da era do ser humano socializado em tribos até o surgimento dos estados nacionais atuais. O modelo tribal foi marcado pela criação de laços entre seus componentes de proximidade, de espontaneidade; conviviam por se enxergarem uns nos outros como iguais.

A formação dos grandes impérios — Egito, Assíria, Roma — até os estados nacionais marcou a criação de laços de convivência que mudaram de forma. O império ou o reino constitui-se como domínios do regente e como uma instituição superior aos homens, e à qual eles se associavam. Surge a figura do súdito e, mais recentemente, a do cidadão com o apogeu das democracias. A formação das sociedades ganha contornos mais burocráticos. Os indivíduos coexistem pelo senso de pertencimento a uma mesma instituição, pelo seu distanciamento dos demais — foi o caso do romano contra os de fora, os bárbaros — e pela mútua dependência, como no modelo econômico atual, da divisão do trabalho.

Pensar nas sociedade modernas significa compreender o ser humano nessas instâncias, pertencente a países, postos como cidadãos de suas nações, inseridos em um contexto de economia de mercado em que a mútua dependência gera a formação de laços, mais do que o fato de se enxergam um igual, e com o individualismo e a liberdade como grandes parâmetros de como essa sociedade deve funcionar, inclusive em suas instâncias jurídicas.

O conceito de pós-modernidade ganhou força nas últimas décadas, apontando mudanças na cultura e nas maneiras de socialização que romperiam com esse modelo de existência. Inúmeros autores, entre eles o aclamado Zygmunt Bauman (que preferia o termo sociedade líquida do que pós-modernidade), começaram a analisar que as sociedades contemporâneas — e poderíamos colocar o princípio como a partir do fim da Segunda Guerra Mundial, apesar de não haver um consenso quanto a datas — tendem a uma maior frouxidão de suas normas, com maior liberdade e maior insegurança, e os valores e as instituições que sempre nortearam a vida humana, como igreja e família, perdem espaço para outras, como a cultura de massa.

As formas de analisar a pós-modernidade são muito vastas e ganharam muitos contornos. Uma visão mais específica que se pretende abordar nesse texto é a do sociólogo francês Michel Maffesoli, um pensador original que tem uma das abordagens mais singulares desse período.

Normalmente as análises sobre pós-modernidades são acompanhadas por forte sentimento negativo. A perda dos valores tradicionais e a formação de uma cultura globalizada, sobrepondo a tradicional, com menor apego à cidadania e o crescimento de problemas sociais como o consumo de drogas e a violência, sempre se configuram como problemático e acompanhado do sentimento de “antigamente era melhor”. Já a abordagem de Maffesoli tem um viés diferente, menos trágico.

Para esse autor, essa era pós-moderna é marcada pelo que ele denomina de “tribalismo”, em que as relações são formadas mais por um forte senso emotivo e menos pelas relações frias formadas pela sociedade industrial. Assim, o comportamento moderno cada vez mais tangeria para um modelo tribal, em que as pequenas aglomerações ganham força, superando o conceito de nação ou de povo. Então, ao rompimento dos antigos modelos sociais sucede um novo, em que as pequenas relações são construídas, e em que o laço afetivo é mais forte.

Na formação das nações modernas, há fortemente o movimento do centro reduzir as disparidades internas. Peguemos um exemplo, o de imigrantes brasileiros, em que as ações sempre foram de reduzir seus laços com as nações de origem e abrasileirá-los, como no caso de levá-los ao uso do idioma português. Dessa forma, as diferentes formas de coexistência seriam centrifugadas por essa noção maior de nação.

Além disso, a industrialização viria acompanhada por um sentimento de desencantamento do mundo. A razão instrumental que modela o comportamento e a relação do indivíduo com seu entorno tornariam essa percepção fria e reduziria a capacidade de se enxergar no outro, de criar uma relação realmente próxima. Em termos mais alegóricos, é como se a própria pessoa se tornasse mecânica.

A perda desse sentimento de pertencimento a essa grande instituição produz mudanças na solidariedade entre as pessoas. Esse modelo de interdependência das partes volta ao modelo primitivo, em que os componentes se reúnem por reconhecerem um no outro um igual. O ritmo da vida moderna então anda para trás, se assemelhando ao modelo dos homens primitivos. E esse senso de proximidade com o outro é retomado.

As implicações desse modelo, obviamente, se dão na política. O pensamento acerca da pós-modernidade já costuma estabelecer alguns pontos, como a incapacidade da política em apresentar soluções e mudanças na sociedade, o que se associa ao desinteresse da população por ela. Com relação a esse contexto, Maffesoli aponta para novas formas de tomadas de decisão, com esses nichos de socialização ganhando força em relação à política tradicional.

Sua forma de pensar é inovadora e muitas vezes controversa. Os questionamento que passam por quem estuda sua forma de enxergar a sociologia facilmente levam à contestação. Esse é outro de seus méritos, o de conseguir pensar fora da caixa e andar contra determinadas correntes tanto no pensamento acadêmico quanto no pensamento do dia a dia.


Guilherme Carvalhal
Itaperuna, 8/6/2017


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Entrevista da Camille Paglia de Vitor Diel
02. Olímpica de Ricardo de Mattos
03. O Último Samurai Literário de Paulo Polzonoff Jr


Mais Guilherme Carvalhal
Mais Acessadas de Guilherme Carvalhal em 2017
01. Sabemos pensar o diferente? - 21/9/2017
02. Aquarius, quebrando as expectativas - 6/4/2017
03. Mais espetáculo que arte - 16/3/2017
04. A pós-modernidade de Michel Maffesoli - 8/6/2017
05. Literatura, quatro de julho e pertencimento - 20/7/2017


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O PAPA FRANCISCO CHAVES DE SEU PENSAMENTO
MARIANO FAZIO
CULTOR DE LIVROS
(2013)
R$ 9,30



ANTIGA MAÇONARIA MISTICA ORIENTAL
DR. R. SWINBURNE CLYMER
PENSAMENTO
R$ 48,00



CRÔNICAS DE JOTA PONTO
JAIRO SIMÕES
EDIÇÕES ESTUÁRIO
(1979)
R$ 8,00



VADE MECUM DOUTRINA: JURÍDICO
ALVARO DE AZEVEDO GONZAGA, NATHALY CAMPITELLI ROQUE
MÉTODO
(2014)
R$ 80,00



A BANDEIRA DAS ESMERALDAS
VIRIATO CORRÊA
NACIONAL
(2004)
R$ 8,08



PÁSSAROS DE VOO CURTO
ALCIONE ARAÚJO
RECORD
(2008)
R$ 25,00



LAGAMAR - AUTOGRAFADO
CLEBIO GONÇALVES
CIA BRASILEIRA DE ARTES
(1980)
R$ 15,00



TESOURO DE CANANÉIA / BRUTALIDADE - CAPA DURA
AFONSO SCHMIDT - OBRAS DE AFONSO SCHMIDT
BRASILIENSE
R$ 11,00



COMO FICAR COM RICK: ESCOLHA O SEU FELIZES PARA SEMPRE
JULIE FISON
AGIR NOW
(2016)
R$ 31,90



A ERA DAS CONTRADIÇÕES
IVES GANDRA DA SILVA MARTINS
FUTURA
(2000)
R$ 14,00





busca | avançada
26733 visitas/dia
737 mil/mês