Suicídio on-line põe internet no banco dos réus | Marcelo Spalding | Digestivo Cultural

busca | avançada
78105 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Filó Machado e Felipe Machado dividem o palco em show online pelo CulturaEmCasa
>>> Cassio Scapin e artistas de grandes musicais fazem campanha contra o abuso sexual infantil
>>> Terça Aberta na Quarentena une teatro e a dança
>>> “Um pé de biblioteca” estimula imaginação e ajuda a criar novas bibliotecas pelo Brasil
>>> Diálogos na Web FAAP: Na pauta, festivais de cinema e crítica cinematográfica
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
>>> Lamentável lamento
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST)
>>> Para você que vai votar...
>>> A medida do sucesso
>>> Fuvest divulga lista de livros para 2017
>>> 35 anos do Clube da Esquina
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> Inquietações de Ana Lira
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Jingle Bells
>>> Mano Juan, de Marcos Rey
Mais Recentes
>>> SOL E PARA TODOS O PREMIO PULITZER D de ED JOSE OLYMPIO(347) pela ED JOSE OLYMPIO(347)
>>> ARTE DA GUERRA ,A de ED JARDIM DOS LIVROS(223/7350) pela ED JARDIM DOS LIVROS(223/7350)
>>> Flores Azuis de Carola Saavedra pela Companhia das Letras (2008)
>>> Flor de Poemas de Cecília Meireles pela Companhia José Aguilar (1972)
>>> Final de Verão 9 Edição de Danielle Steel pela Record (1993)
>>> Fim de Fernanda Torres pela Companhia das Letras (2013)
>>> ARTE DA GUERRA A de ED JARDIM DOS LIVROS(223/7350) pela ED JARDIM DOS LIVROS(223/7350)
>>> Feliz Ano Velho de Marcelo Rubens Paiva pela Mandarim (1996)
>>> HEROIS DO OLIMPO 01 HEROI PERDIDO ,O de ED INTRINSECA(2940/668/2928) pela ED INTRINSECA(2940/668/2928)
>>> MINHA SOMBRIA VANESSA 1ED de ED INTRINSECA(2940/668/2928) pela ED INTRINSECA(2940/668/2928)
>>> DOIS MUNDOS DE ISABEL ,OS de ED INTRINSECA(2940/668/2928) pela ED INTRINSECA(2940/668/2928)
>>> LUGAR BEM LONGE DAQUI ,UM de ED INTRINSECA(2940/668/2928) pela ED INTRINSECA(2940/668/2928)
>>> MITOLOGIA NORDICA de ED INTRINSECA(2940/668/2928) pela ED INTRINSECA(2940/668/2928)
>>> Felicidade Roubada de Augusto Cury pela Saraiva (2014)
>>> Fanny Hill de John Cleland pela Círculo do Livro
>>> Fallen de Lauren Kate pela Galera (2011)
>>> Fábulas Filosóficas de Michel Piquemal e Philippe Lagautrière pela Companhia Nacional (2007)
>>> BREVES RESPOSTAS PARA GRANDES QUESTOES de ED INTRINSECA(2940/668/2928) pela ED INTRINSECA(2940/668/2928)
>>> Êxtase de Lauren Kate pela Galera (2014)
>>> Eu Venci a Depressão de Dr. Eunice Higuchi pela Unipro (2019)
>>> COMO EU ERA ANTES DE VOCE de ED INTRINSECA(2940/668/2928) pela ED INTRINSECA(2940/668/2928)
>>> TARTARUGAS ATE LA EMBAIXO de ED INTRINSECA(2940/668/2928) pela ED INTRINSECA(2940/668/2928)
>>> Eu Creio, e Agora? de Michael L. Simpson pela Cpad (2005)
>>> Estação Carandiru de Drauzio Varella pela Companhia das Letras (1999)
>>> Espirito Santo de Edir Macedo pela Unipro
>>> ULTIMA FESTA ,A de ED INTRINSECA(2940/668/2928) pela ED INTRINSECA(2940/668/2928)
>>> Espinhos do Tempo de Zibia Gasparetto pela Vida e Consciência (1999)
>>> BOX PARA TODOS OS GAROTOS QUE JA AMEI de ED INTRINSECA(2940/668/2928) pela ED INTRINSECA(2940/668/2928)
>>> Esmeralda de Zibia Gasparetto e Lúcius pela Vida & Consciência
>>> Escritos Feitos de Amor de Antologia Literária pela Casa do Novo Autor (2002)
>>> Éramos Seis Série Vaga-lume de Maria José Dupré pela Atica (1993)
>>> PRINCIPIOS de ED INTRINSECA(2940/668/2928) pela ED INTRINSECA(2940/668/2928)
>>> Eragon de Christopher Paolini pela Rocco (2005)
>>> Entre o Amor e a Guerra de Zibia M. Gasparertto pela Vida e Consciência
>>> Entre a Terra e o Céu de Francisco Cândido Xavier pela Feb
>>> MENINA QUE ROUBAVA LIVROS A de ED INTRINSECA(2940/668/2928) pela ED INTRINSECA(2940/668/2928)
>>> Entendendo o Espiritismo Curso Básico de Allan Kardec e Outros pela Aliança (2001)
>>> MALORIE A SEQUENCIA DA CAIXA DE PASSAR de ED INTRINSECA(2940/668/2928) pela ED INTRINSECA(2940/668/2928)
>>> Ensaio Sobre a Cegueira de José Saramago pela Companhia das Letras (1995)
>>> Energia e Espírito de José Lacerda de Azevedo pela Do Autor (2009)
>>> Encantadores de Vidas de Eduardo Moreira pela Record (2012)
>>> Em Busca da Espiritualidade de James Van Praagh pela Sextante (1999)
>>> Ela Não é Invisível de Marcus Sedgwick pela Galera (2015)
>>> Ela Confiou na Vida de Zibia Gasparetto e Lúcius pela Vida & Consciência (2015)
>>> AGORA E PARA SEMPRE LARA JEAN de ED INTRINSECA(2940/668/2928) pela ED INTRINSECA(2940/668/2928)
>>> Ei! Tem Alguém Aí? de Jostein Gaarder pela Companhia das Letrinhas (1997)
>>> Duda a Reencarnação de uma Cachorrinha (de Bolso) de Tanya Oliveira pela Lumen (2010)
>>> Dossiê do Beijo 484 Formas de Beijar de Pedro Paulo Carneiro pela Catedral das Letras (2003)
>>> Dona Flor e Seus Dois Maridos de Jorge Amado pela Record (1995)
>>> Domingo Paschoal Cegalla de Domingo Paschoal pela Companhia Nacional (2008)
COLUNAS

Terça-feira, 29/8/2006
Suicídio on-line põe internet no banco dos réus
Marcelo Spalding

+ de 10800 Acessos
+ 2 Comentário(s)

Quarta feira, 26 de julho de 2006. Onze horas da manhã na fria capital gaúcha. Milhares de jovens estudam química, física, biologia, matemática, português, inglês, centenas de meninas trocam olhares com centenas de meninos e alguns matam aula para namorar longe da escola, enquanto outros milhares aproveitam a manhã livre para treinar musculação ou dormir até mais tarde. Quarta feira, 26 de julho de 2006. Onze horas na fria capital gaúcha. Bairro São Geraldo. Através de um fórum de discussão, um jovem de 16 anos anuncia seu suicídio pela internet.

Até aqui a história não surpreende, afinal a adolescência é um período repleto de instabilidades e fóruns e blogs são espaços públicos e íntimos ao mesmo tempo em que se pode confessar algo assim. Ocorre que aquela viagem iniciada às 11 horas da manhã não teria volta: os demais participantes do fórum incentivam o jovem porto-alegrense, dão dicas, acenda quatro bocas de gás, não se preocupe com o calor, tenha calma, vá em frente. Uma menina do Canadá, amiga do jovem, estupefata, liga para a polícia local e às 15h45 a Polícia Federal brasileira é informada do caso pelos canadenses. "Quando chegamos, tocamos interfone, campainha, e nada. Entramos e quando chegamos ao banheiro ele estava enforcado no cano do chuveiro", conta o delegado de Homicídios e Desaparecidos Juliano Ferreira, que foi à casa do garoto com a Brigada Militar assim que informado pela PF.

A delegada da Criança Vítima, Eliete Rodrigues, que ficou responsável pelo caso em razão da idade do jovem, determinou perícia em seu computador e afirma que "tudo indica que os participantes sejam de fora do país, não só do Estado". Ainda assim lembrou que a indução, instigação ou auxílio ao suicídio é crime com pena de dois a seis anos de reclusão.

O caso chocou tanto nossa fria cidade que até os meios de comunicação, que normalmente têm o suicídio como tabu, noticiaram o fato em suas manchetes. Não propriamente pelo suicídio - o Rio Grande do Sul tem o maior índice de suicídios do país, 16,6 casos para cada grupo de 100 mil pessoas -, mas pelo envolvimento da internet no caso. E a este fato vieram se somar as brigas de torcidas marcadas on-line (quem não lembra dos banheiros queimados no Grenal) e os abusos eleitorais cometidos na rede para dar eco aos que insistem em colocar a internet no banco dos réus. Os pais, alarmados, falam em tirar o computador dos quartos dos filhos e limitar o acesso à rede. Os professores, despreparados, apontam a importância dos livros.

Mas também os livros, como quando Os sofrimentos do jovem Werther foi lançado na Alemanha em 1774 e provocou uma onda de suicídio entre os jovens, foram alvo de questionamentos. Não apenas essa história de Goethe, mas os objetos em si. E hoje os livros não sofrem nenhum tipo de censura, ainda que, como diria Eduardo Galeano, os preços já os proíbam

Com a internet a situação é bem diferente. Jovem, incompreendida e revolucionária, tem sido apontada como modelo e metáfora do mundo contemporâneo, onde qualquer pessoa é produtora de conteúdo, desvirtuando lógicas milenares de transmissão de conhecimento. Na era digital o professor lê um artigo do aluno, o pai aprende com o blog do filho e o leitor sugere pautas para seu jornal. Não é mais preciso um capital considerável para se publicar idéias, angústias ou mesmo para defender bandeiras, expondo como nunca as rachaduras de sociedades antes vistas como homogêneas.

O caso do jovem gaúcho, embora realmente chocante, não é inédito na Era Digital. Em julho de 2005 um blogueiro italiano narrara seu suicídio pela internet, e pelo menos dois pactos suicidas pela internet foram registrados no Japão, em outubro de 2000 e fevereiro de 2003.

Culpar a internet pelas mortes, pelas brigas no Grenal ou pela baixaria eleitoral é confundir sobremaneira meio e mensagem, ignorando as reais razões que levam um jovem a cometer ato tão extremo. E aproveitar-se disso para levantar a possibilidade de restrições para o uso da rede é um crime para a democracia. Imagine se o golpe de 64 fosse articulado nos dias de hoje quantos Ziraldos o Brasil não teria, quantos Pasquins, quantos manifestos e movimentos apócrifos, muitos internacionais, lutando pela liberdade de imprensa. Imagine se a internet fosse uma realidade na Berlim da Guerra Fria quantas famílias não ficariam tão separadas, quantas mentiras não se solidificariam e quantas vidas não seriam poupadas.

Mas a tecnologia da grande rede não é imune à ambição dos ditadores. O Google, a fim de obter autorização para o funcionamento do site na China, concordou em omitir o conteúdo não-aprovado pelo governo chinês: "Para operarmos na China, tivemos de remover informações disponíveis no Google.cn, obedecendo às leis, regras e políticas locais. Apesar de esta ação não estar de acordo com nossa missão, deixar de oferecer o serviço seria ainda pior", justificou Andrew McLaughlin, do conselho de políticas da empresa, à agência de notícias Reuters. Recentemente também a Microsoft reconheceu que seu sistema de blogs em chinês impede literalmente que se escrevam termos como "liberdade" ou "democracia": "Se para o Google e a Microsoft censurar suas páginas é um preço bom para entrar no mercado chinês, quem poderá dizer o contrário? Não pense na IBM, ela já é chinesa.", questiona o jornalista Gustavo Mansur.

Fica claro, desta forma, que pais e professores não deveriam assustar-se tanto com o computador nem com a rede, e sim com as tentativas de encobrir as rachaduras e diferenças sociais ao invés de enfrentá-las e resolvê-las. A vida do jovem Werther porto-alegrense não podemos trazer de volta, mas com um tanto de conversa muitas outras podemos salvar sem precisar crucificar uma tecnologia.


Marcelo Spalding
Porto Alegre, 29/8/2006


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A polícia militar e o atentado à democracia de Gian Danton
02. Baudelaire, um pária genial (parte I) de Jardel Dias Cavalcanti
03. No Festival de Curitiba 2010 de Julio Daio Borges
04. Chomsky ontem e hoje de Ram Rajagopal


Mais Marcelo Spalding
Mais Acessadas de Marcelo Spalding em 2006
01. O centenário de Mario Quintana, o poeta passarinho - 8/8/2006
02. Romanceiro da Inconfidência - 10/1/2006
03. Um defeito de cor, um acerto de contas - 31/10/2006
04. As cicatrizes da África na Moçambique de Mia Couto - 5/12/2006
05. A literatura feminina de Adélia Prado - 25/7/2006


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
31/8/2006
09h43min
Mesmo nesta era digital em que vivemos, nada mais valioso, produtivo, e benéfico, na busca constante pelo equilíbrio entre os seres, do que uma boa conversa: "tête à tête", de mãos dadas, numa verdadeira troca de energia positiva. Apesar de um pouco chocante, vale à pena ser lido o texto em epígrafe. Achei-o interessante porque só ratifica uma das premissas que sempre fundamentam meu pensamento: em qualquer que seja a situação de conflito, "uma boa e equilibrada conversa" é o que importa e se faz imperativo; uma conversa onde os interlocutores realmente se escutem, deixando de lado as agressões; mesmo que, em determinadas circunstâncias, careçam de um "mediador". Em última análise, a conversa ainda é um dos mais eficazes meios para exposição de idéias, definição de posicionamentos e entendimentos entre as pessoas.
[Leia outros Comentários de Lou Correia]
31/8/2006
15h35min
É o sistema de "bode expiatório", tão presente na cultura ocidental. O bode era enviado ao deserto com papéis colados nele onde estavam escritos os pecados dos moradores da vila. Hoje, a tecnologia e a mídia são os bodes expiatórios. O mais indicado e interessante seria, mesmo, discutir os conceitos reais envolvidos no fato: a cultura, a sociedade de consumo, a solidão das cidades modernas, a desesperança e falta de perspectiva atual. Mas discutir é complicado, o bode expiatório é muito mais fácil. Desliguem os computadores e a TV então.
[Leia outros Comentários de Daniela Castilho]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PONTE SOBRE O ABISMO
GISELDA LAPORTA NICOLELIS
QUINTETO
(2003)
R$ 7,00



REDES DE DISTRIBUIÇÃO DE CONTEÚDO - UMA ABORDAGEM DE ENGENHARIA
DINESH VERMA
CAMPUS
(2002)
R$ 22,82



A HITÓRIA DE ÁGUIDA
ÁGUIDA DUARTE PERDIGÃO
DO AUTOR
(2004)
R$ 5,00



TRANSPORTE E MODAIS: COM SUPORTE DE TI E SI
EDELVINO RAZZOLINI FILHO
INTERSABERES
(2012)
R$ 18,44



A INTIMAÇÃO / NOVO
JOHN GRISHAM
ROCCO
(2002)
R$ 20,00



A LIBERDADE E A OSTRA
FERNANDO PEREIRA
NOVA FRONTEIRA
R$ 12,00



O DIAMANTE DO GRÃO-MOGOL
MARIA CLARA MACHADO
COMPANHIA DAS LETRAS
(2003)
R$ 5,00



ORAÇÃO DO TEMPO PRESENTE
EDIÇÕES PAULINAS
EDIÇÕES PAULINAS
R$ 29,40



MERCADO DE CAPITAIS, AGENDA DE REFORMAS E AJUSTE FISCAL 2º EDIÇÃO
CARLOS NANTONIO ROCCA
CAMPUS
(2007)
R$ 1.487,00



ALEMANHA VISÕES BRASILEIRAS
SAMUEL PINHEIRO GUIMARÃES
IPRI / CAPES
(2000)
R$ 26,00





busca | avançada
78105 visitas/dia
2,2 milhões/mês