Rock de raiz | Luiz Rebinski Junior | Digestivo Cultural

busca | avançada
42810 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quinta-feira, 7/2/2008
Rock de raiz
Luiz Rebinski Junior

+ de 3700 Acessos
+ 1 Comentário(s)

A onda folk que tomou conta da música pop nos últimos anos, trazendo para os holofotes artistas como Devendra Banhart, parece ter encontrado eco na cena brasileira. Com uma mistura inusitada de música caipira de raiz e rock inglês dos anos 80, o quarteto curitibano Charme Chulo tem sido uma voz dissonante no cenário musical independente atual.

Banalizado no meio musical, o termo folk não raro é usado para rotular qualquer tipo de música que tenha entre seus elementos violão e harmônica (gaita de boca). Baseado na música popular de raiz norte-americana, o folk teve em Woody Guthrie seu grande herói, até que Bob Dylan subverteu a ordem colocando guitarras nas puras e calmas baladas do gênero. Mas, diferentemente do que se vê por aí, a alcunha folk parece se encaixar bem à banda dos primos Igor Filus (vocal) e Lenadro Delmonico (guitarra/ viola) ― o grupo é composto ainda por Rony Jimenez (bateria) e Peterson Rosário (baixo).

A inspiração para o som pouco usual a banda encontrou no próprio quintal. Foi a partir de modas de viola, muito comuns no interior do Paraná (em Curitiba existe um teatro que reúne tocadores de viola nos fins de semana), da chamada música gauchesca (feita no vizinho Rio Grande do Sul e também bastante presente no PR), e de alguns elementos do imaginário caipira, como o ícone Mazzaropi, que o Charme Chulo baseou seu som. A esses elementos, o grupo adicionou pitadas do que de melhor o rock inglês produziu nos anos 80, como The Smiths e Echo and the Bunnymen.

O nome do grupo representa bem o conceito que a banda desfila em seu repertório, já que tenta reunir no mesmo balaio o charme, representado por guitarras estilizadas à moda Johnny Marr, e o ― supostamente ― chulo, presente em letras que realçam figuras como o Jeca Tatu e o modo de vida intimista, bem ao estilo da capital do Paraná.

Há indícios de Zé Rodrix, Legião Urbana, Neil Young e Blindagem ― banda pioneira do rock curitibano que tinha em Paulo Leminski seu principal parceiro ― nas músicas do Charme Chulo. É possível perceber também influências que vão além dos limites da música pop, como a literatura de Cristovão Tezza e Dalton Trevisan. Mas há acima de tudo um grupo com originalidade e ótimo repertório.

O primeiro e homônimo disco traz verdadeiras odes a paisagens bucólicas tocadas em ritmo ligeiro, como a excelente faixa de abertura "Mazzaropi incriminado", óbvia homenagem ao anti-herói brasileiro, em que Igor canta: "É, você se sente o Mazzaropi incriminado/ um brasileiro que perdeu mais uma chance/ é enganado tanto quanto ele só". A capa do disco, com uma foto do Passeio Público de Curitiba com uma carroça à frente, não deixa dúvidas de quanto o cotidiano da capital do Paraná influencia o som do grupo. E aqui se estabelece outro êxito do quarteto curitibano, que não resvala no simples bairrismo, nem deixa brecha para que seu som ganhe a pecha de "regionalista". Ao cunhar um rock com pegada caipira, a banda se aproxima do rock gaúcho, que desde sempre soube mesclar com bastante precisão e habilidade a tradição do cancioneiro local com a música jovem.

"Polaca azeda" é outra faixa dominada pela viola rápida de Delmonico em que fica evidente a influência da ex-banda de Morrissey, com direito, inclusive, aos mesmos gritinhos de Mozz ao final de "Ask". Mas as explícitas influências do Charme Chulo não soam como cópia ou simulacro. As sonoridades são digeridas e se fundem a elementos próprios, dando ao som da banda singularidade. Porém o grande barato do Charme Chulo não está nas guitarras surrupiadas dos grupos ingleses, mas sim no resgate da cultura popular do Paraná, tal como a tradição oral, a recriação do cotidiano e, principalmente, do sotaque curitibano, incrustado em expressões peculiares como o famigerado "leite quente" e em outras menos famosas como "dolé" (picolé), "piá" (menino) e "polaca azeda" (moça muito branca com raízes no leste europeu, não necessariamente vinda da Polônia). Tudo isso embalado em um verniz pop, que dá às músicas um toque cool, como na ótima "Piada cruel", em que Delmonico destila sua gaita de boca entre um solo e outro. Mas a vocação da banda para transformar elementos da tradição local em bons rocks é percebida com mais intensidade em "Amor de boteco", um roquinho de levada dançante, cantada ao melhor estilo rádio AM por Igor. A quinta-essência do rock caipira do Charme Chulo é "Solito a reinar", em que a viola de Delmonico dá origem a uma deliciosa canção pop.

Para ilustrar o som singular da banda, há ainda o visual caipira, que inclui camisa xadrez e chapéu de palha ― o contraste fica por conta do baterista Rony, com seu chapéu de caubói e jeitão de punk. Igor é responsável por um desempenho bastante peculiar à frente do palco, com trejeitos exagerados que misturam Ian Curtis e Renato Russo.

Com uma musicalidade dinâmica e cheia de boas influências, o Charme Chulo fez de elementos desprezados pelo universo pop sua matéria-prima. Um grupo que deixa o efervescente, porém pouco conhecido, cenário de música independente de Curitiba ainda mais interessante.


Luiz Rebinski Junior
Curitiba, 7/2/2008


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Dos papéis, a dança de Elisa Andrade Buzzo
02. Os 60 de Eugenia Zerbini
03. Todo mundo é bonito de Ana Elisa Ribeiro
04. Maurice de Guilherme Pontes Coelho
05. Poesia em zona de perigo: Donizete Galvão de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Luiz Rebinski Junior
Mais Acessadas de Luiz Rebinski Junior em 2008
01. O jornalismo cultural no Brasil - 2/1/2008
02. Bukowski e as boas histórias - 15/10/2008
03. Despindo o Sargento Pimenta - 16/7/2008
04. O óbvio ululante da crônica esportiva - 27/8/2008
05. Dobradinha pernambucana - 23/1/2008


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
8/2/2008
12h34min
realmente, Charme Chulo é uma banda surpreendente e interessante, ela é diferente sem se tornar enjoativa e forçada!
[Leia outros Comentários de Orlando Junior]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




CONVITE DE CASAMENTO - SABRINA 1221
ANNETTE BROADRICK
HARLEQUIN BOOKS
(2002)
R$ 6,90



O DIÁRIO DE UM MAÇOM
PAULO VALZACCH
UNIVERSO DOS LIVROS
(2008)
R$ 15,00



LIDERANDO E INTERAGINDO COM TODOS
JORGE FONTES
PARMA
(2007)
R$ 7,00



50 DIRETRIZES (E 186 METAS) PARA O 50º ANIVERSÁRIO DE OSASCO 2012
PREFEITURA DE OSASCO (SEGUNDA EDIÇÃO)
PREFEITURA OSASCO
(2010)
R$ 18,28



NOVOS TITÃS 35
VARIOS AUTORES
DC - PANINI COMICS
(2013)
R$ 20,00



COMO SER LEGAL
NICK HORNBY
ROCCO
(2002)
R$ 5,50



SINPSES JURÍDICAS VOL. 12 - PROCESSO DE EXECUÇÃO E CAUTELAR
MARCUS VINICIUS RIOS GONÇALVES
SARAIVA
(2009)
R$ 15,17



ISLAMISMO E HUMANISMO LATINO: DESAFIOS E DIÁLOGOS
ARNO DAL RI JR E ARI PEDRO ORO (ORGS)
VOZES
(2004)
R$ 32,28



O PARAÍSO VIA EMBRATEL
LUIZ AUGUSTO MILANESI
PAZ E TERRA
(1978)
R$ 20,00



MANUAL DO SELECIONADOR DE PESSOAL
J. H. BUENO
LTR
(1995)
R$ 10,00





busca | avançada
42810 visitas/dia
1,2 milhão/mês