Dalton Trevisan revisitado | Luiz Rebinski Junior | Digestivo Cultural

busca | avançada
39766 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
>>> Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando
>>> Manual para revisores novatos
>>> A Copa, o Mundo, é das mulheres
>>> O espelho quebrado da aurora, poemas de Tito Leite
Colunistas
Últimos Posts
>>> 100 nomes da edição no Brasil
>>> Eu ganhei tanta coisa perdendo
>>> Toda forma de amor
>>> Harvard: o que não se aprende
>>> Pedro Cardoso em #Provocações
>>> Homenagem a Paulo Francis
>>> Arte, cultura e democracia
>>> Mirage, um livro gratuito
>>> Lançamento de livro
>>> Jornada Escrita por Mulheres
Últimos Posts
>>> João Gilberto: o mito
>>> Alma em flor
>>> A mão & a luva
>>> Pesos & Contra-pesos
>>> Grito primal II
>>> Calcanhar de Aquiles
>>> O encanto literário da poesia
>>> Expressão básica II
>>> Expressão básica
>>> Minha terra, a natureza viva.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> El sueño de la razón
>>> Machado de Assis dos folhetins ao Orkut
>>> Super Campeões, trocas culturais de Brasil e Japão
>>> Daumier, um caricaturista contra o poder
>>> Daumier, um caricaturista contra o poder
>>> Curtas e Grossas
>>> Ribamar, de José Castello
>>> Whoopee
>>> Caso Richthofen: uma história de amor
>>> Os Romances de Mainardi
Mais Recentes
>>> A Menina que Roubava Livros de Markus Zusak pela Íntriseca (2013)
>>> O anjo do Adeus de Ignacio de Loyola Brandão pela Global (1995)
>>> Iniciação ao Direito do Trabalho de Amauri Mascaro Nascimento pela LTr (2005)
>>> O verde Violentou o Muro de Ignacio de Loyola Brandão pela Global (1984)
>>> o Dia em Que Comeram o Ministro de Fausto Wolff pela Codecri/ RJ. (1982)
>>> o Dia em Que Comeram o Ministro de Fausto Wolff pela Codecri/ RJ. (1984)
>>> Nancy Maria Mendes de Apesar do Tempo... pela Scriptum/ Belo Horiznte
>>> Recados da Lua - Amor e Romantismo de Helena Jobim pela Record/ RJ. (2001)
>>> Inovação -A Arte de Steve Jobs de Carmine Gallo pela Lua de Papel (2010)
>>> Machado de Assis de Augusto Meyer pela Globo/ Porto Alegre (1935)
>>> Os Putos de Altino Total pela Livr. Sá daCosta/ Lisboa (1980)
>>> Vinte E Quatro Horas na Vida de uma Mulher e outras Novelas de Stefan Zweig pela Record/ RJ. (1999)
>>> Empresas de ComércioInternacional: Organização e Operacionalidade de Dalton Daemon pela Edit. da FURBE (1993)
>>> Princípios e procedimentos notariais de Odelmir Bilhalva Teixeira pela Russell (2009)
>>> Elogio da Loucura de Erasmo de Roterdam pela Ediouro/ RJ.
>>> Os Possessos 2 Volumes de Dostoiewsky pela Livraria Progredior Porto
>>> Em Busca da Arca de Noé de Dave Balsiger Charles E. Sellier Jr pela Record (1976)
>>> Noite de Erico Verissimo pela Globo (1954)
>>> O Discípulo de Paulo Bourget pela Irmãos Pongetti (1944)
>>> O mito da neutralidade científica de Hilton japiassu pela Imago (1975)
>>> Curso de direito civil brasileiro 7 volume responsabilidade civil de Maria helena diniz pela Saraiva (2001)
>>> Patrícia Bins de Janela do Sonho pela Nova Fronteira/ RJ. (1986)
>>> Introdução ao estudo do direito de Tercio sampaio ferraz jr pela Atlas (1994)
>>> Themen 2- Lehrwerk Für Deustsch als Fremdsprache - Kursbuch de Hartmut Auderstrabe/ Heikop Bock/ Helmut Müller pela Max Huber/ EPU (1993)
>>> Organon da arte de curar de Samuel hahnemann pela Ihfl (1995)
>>> Noite na taverna de Alvares de azevedo pela Klick
>>> Mini) Reforma Tributária: Reflexões Sobre a Lei N. 10. 637/2002 (... de Fábio Junqueira de Carvalho (...) Coord. pela Mandamentos (2003)
>>> Vademecum do direito de família e sucessões de Márcia Cristina Ananias Neves pela Jurídica brasileira (2006)
>>> Guida Allo Studio Della Linguistica Storica (i) Profilo Storico... de Benvenuto Terracini pela EdizioneDell Ateneo/ Roma (1948)
>>> Curso de direito civil brasileiro 5 volume direito da família de Maria helena diniz pela Saraiva (2000)
>>> Escola, Estado e sociedade de Bárbara freitag pela Corte (1979)
>>> Las Lenguas y los Pueblos Indoeuropeos - Con Mapas En Colores de P. Kretschmer y B. Hrozný pela Madrid (1934)
>>> La Parola Quale Mezzo D Espressione de Vittorio Bertoldi pela Raffaele Pironte & Figli/ Ital (1946)
>>> Archivio Glottologico Italiano (vol. X L - Fascícolo I) de Benvenuto Terracini/ Bruno Migliorini...Diretto pela Casa Editrice Felice Mounier/ Firenze (1955)
>>> Archivio Glottologico Italiano (vol. X L - Fascícolo I I) de Benvenuto Terracini/ Bruno Migliorini: Diretto pela Casa Editrice Felice Mounier/ Firenze (1955)
>>> O Abismal de Maria Helena Nóvoa pela Melhoramentos/ Bienal Nestlé (1986)
>>> Prática dos registros públicos de Ozeias J. Santos pela Fapi (2007)
>>> Fordlândia de Eduardo Sguiglia pela Iluminuras (1997)
>>> Não Verás Nenum País Como Este: Um Relato Cronlógico da Violência e do Arbítrio - A Censura, As Negociatas, a Corrupção Impune de Sebastião Pereira da Costa pela Record/ RJ. (1992)
>>> Novo Código civil explicado e aplicado ao processo 2 volumes de Wilson Gianulo pela Jurídica brasileira (2006)
>>> Novo dicionário de economia de Organização; Paulo Sandroni pela Best Seller (1998)
>>> Um Velho Velhaco e Seu Neto Bundão de Lourenço Cazarré pela Atual/ Sp. (1993)
>>> A Vingança do Timão de Carlos Moraes pela Brasiliense/ SP (1982)
>>> Um Herege Vai ao Paraíso: Cosmologia de um Ex- Colono Condenado P/ Inquisição (1680-1744) de Plínio Freire Gomes pela Companhia das Letras/SP. (1997)
>>> Sociedade pós-capitalista de Peter Drucker pela Pioneira (1999)
>>> Um Chute na Rotina: os Quatro Papéis Essenciais do Processo Criativo de Roger Von Oech/ Ilustr. C. Scatamacchia pela Cultura Editores Associados (1998)
>>> Um Toc na Cuca: Técnicas para quem quer Ter Mais Criatividade na Vida de Roger Von Oech/ Ilustr. C. Scatamacchia pela Cultura Ed. Associados (1990)
>>> A filosofia na obra de Machado de Assis de Miguel Reale pela Pioneira (1982)
>>> La Rose du Peuple - La poésie de Carlos Drummond de Andrade de Dionysio Toledo- Wander Mello de Miranda- Celso Libânio (orgs.) pela Ufmg (2019)
>>> Cristianismo e Espiritismo de Léon Denis pela Feb (1994)
COLUNAS

Quarta-feira, 29/7/2009
Dalton Trevisan revisitado
Luiz Rebinski Junior

+ de 5300 Acessos

Há exatos 50 anos, Dalton Trevisan estreava na literatura. Em 1959, o contista debutou com Novelas nada exemplares, livro que lhe rendeu exposição nacional. Apesar de se tratar de uma estreia, a coletânea não era assinada por um estreante. Antes de publicar o livro, Dalton já era um escritor experiente. Pelo menos há uma década e meia o contista já experimentava sua literatura nas páginas da célebre revista Joaquim, fundada e editada por ele entre 1946 e 1948. Além disso, Dalton Trevisan havia escrito dois livros ― Sonata ao luar (1945) e Sete anos de pastor (1946) ― que, anos depois, renegaria.

Conhecido pelo estilo minimalista e criador de um universo próprio, Dalton dá, com sua primeira coletânea de contos, o pontapé inicial ao projeto literário que faria dele o grande contista nacional. Conferir como o escritor forjou sua temática e estilo único é certamente um bom pretexto para ler as reedições que a editora Record coloca na praça de Novelas nada exemplares (Record, 2009, 223 págs.) e de seu sucessor, Cemitério de elefantes (Record, 2009, 126 págs.). Os dois primeiros trabalhos de Dalton Trevisan iniciam a série de reedições que a editora carioca pretende fazer dos livros do vampiro de Curitiba. O novo livro do contista também deve ganhar as prateleiras este ano.

Para muitos um dos melhores livros de Dalton Trevisan, Novelas nada exemplares traz a gama de temas que o autor trabalharia, de modo exaustivo, nos seus livros subsequentes, tal como a traição, o alcoolismo, a farra e a pederastia. Elementos que compõem o singular "inferno conjugal daltônico". Ainda menos elíptica do que viria a ser, sua prosa já tem, na estreia, a marca do provincianismo que tanto caracteriza seus personagens. O livro dá conta do conflito entre a cidade grande e a província, entre o novo e o velho. Um tema certamente muito pertinente na Curitiba dos anos 1950 que se transformava, quando as carroças deixavam de reinar para dar lugar a carros e largas avenidas.

Contos como "Pensão Nápoles", em que um homem sonha se livrar da modorrenta Curitiba e viver dias felizes na bela Itália (Nápoles), e "À margem do rio", sobre um episódio violento originado por motivo banal, dão conta da mediocridade da vida provinciana que levam os personagens. Gente solitária que se apega a coisas comezinhas, de pouca importância, para se esquecer da banalidade do cotidiano. E nesse ambiente onde pouco ou nada acontece, o casamento é uma das poucas saídas para o drama da vida vulgar. Saída que se revela pouco eficiente, pois o matrimônio na literatura de Dalton é pura "solidão a dois". As desavenças conjugais, que seriam esmiuçadas com fervor em livros como Desastres do amor (1968) e A guerra conjugal (1969), já aparecem com força em Novelas nada exemplares.

São elas, as repetitivas histórias de traição, amor e ódio que dão corpo à "ilíada doméstica" de Dalton Trevisan, como o próprio autor já se referiu ao conjunto de pequenos dramas familiares vividos por seus Joões e Marias. A repetição de histórias, nomes e tragédias não é falta de criatividade ou algum tipo de bloqueio criativo do autor, mas uma opção consciente de retratar o mundo por meio de dramas universais que, seja na Curitiba de Trevisan ou na Rússia de Tchekhov (para citar outro mestre da crônica cotidiana), sempre são os mesmos. Assim como o destino de seus personagens: todos estão fadados a seguir a mesma trilha tortuosa, rotineira e sem um pingo de felicidade dos pais. Um caminho que inclui muita dor e pouco prazer. Se todos os homens procuram na bebida um paliativo para a vida provinciana, as mulheres não têm outra escolha a não ser resignar-se diante do destino que já lhe veio traçado. "Ao apagar as luzes, a mãe deixava acesa a do corredor. O destino da mulher é esperar pelo marido e, depois, pelos filhos'', lamenta-se uma mãe solitária em "O noivo", corroborando a tese de que, na obra de Dalton Trevisan, "toda Maria é uma coitada".

O grande romance
Se em Novelas nada exemplares há ainda mocinhas esperando por seu dote, em Cemitério de elefantes os personagens já estão inseridos na incipiente metrópole, o que não quer dizer que sejam totalmente urbanos. "Uma vela para Dario" talvez seja o conto-símbolo do livro. Aparentemente sofrendo um ataque do coração, Dario cai na rua, agoniza e morre sem que ninguém o ajude. Pior que isso, o personagem é roubado pelos transeuntes que se aproximam apenas por maldade. É a galeria de tipos de Dalton descobrindo e aprendendo a conviver com os novos tempos. O avanço da cidade grande se contrapõe à origem de seus habitantes e aos valores fora de foco de uma sociedade que ainda vive como se estivesse no campo. Esse sentimento de deslocamento, de marginalidade e de uma falsa inserção se faz notar no conto que dá título ao livro, no qual os bêbados, sagrados como os elefantes, representam a parcela não inserida da sociedade.

Montar e remontar novas histórias, sempre com a mesma matéria-prima, foi o objetivo literário perseguido por Dalton desde sempre. Seus livros não são mais do que pequenos experimentos, onde o autor brinca com os gêneros literários, ora flertando com a crônica ora com os haicais e, não raras vezes, misturando tudo e dando à sua literatura um caráter único. Os dois primeiros livros de Dalton são especialmente representativos das escolhas, tanto estéticas quanto temáticas, feitas pelo autor ainda no início da carreira. Fiel ao mundo que criou, Dalton Trevisan subverteu o fluxo natural de uma carreira literária, onde o conto é apenas um trampolim para o romance. A fidelidade ao gênero que escolheu, no entanto, não o impediu que escrevesse um grande romance, ainda inacabado e formado por centenas de contos, no qual Novelas nada exemplares e Cemitério de elefantes são os primeiros capítulos.

Para ir além









Luiz Rebinski Junior
Curitiba, 29/7/2009


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O Carnaval que passava embaixo da minha janela de Elisa Andrade Buzzo
02. estar onde eu não estou de Luís Fernando Amâncio
03. Hilda Hilst delirante, de Ana Lucia Vasconcelos de Jardel Dias Cavalcanti
04. De volta à antiga roda rosa de Elisa Andrade Buzzo
05. Gosta de escrever? Como não leu este livro ainda? de Renato Alessandro dos Santos


Mais Luiz Rebinski Junior
Mais Acessadas de Luiz Rebinski Junior em 2009
01. Reinaldo Moraes fala de sua Pornopopéia - 2/12/2009
02. As cartas de Dostoiévski - 30/9/2009
03. O primeiro parágrafo - 24/6/2009
04. Tarantino e o espírito do tempo - 28/10/2009
05. Dalton Trevisan revisitado - 29/7/2009


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




OS SEGREDOS DOS HOMENS
KEN DRUCK E JAMES SIMMONS
SARAIVA
(1989)
R$ 10,00



A TUMBA DA FAMÍLIA DE JESUS
SIMCHA JACOBOVICI E CHARLES PELLEGRINO
PLANETA
(2007)
R$ 12,00



EL OJO DEL TIGRE
WILBUR SMITH
EMECE
(1975)
R$ 7,50



OS JOGOS NO ENSINO DE CONCEITOS DE GEOMETRIA
LÚCIA HELENA SOARES DE OLIVEIRA UND PATRÍCIA SÁNCHEZ LIZARDI
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 349,00



O ROCHEDO DOS AMANTES (ESPÍRITO ANTÔNIO CARLOS)
VERA LÚCIA MARINZECK DE CARVALHO
LÚMEN
(1995)
R$ 10,00



O LUSTRE CLARICE LISPECTOR
CLARICE LISPECTOR
EDIÇÕES DE OURO
R$ 6,90



A MAIS EFICAZ DAS ORGANIZAÇÕES
ROBERT WATSON / BEN BROWN
VIDA
(2003)
R$ 10,00



CLEÓPATRA - A HISTÓRIA DE UMA RAINHA
EMIL LUDWING
OUTROS
(1943)
R$ 8,64



FAZENDO O QUE IMPORTA
JAMES M. KILTS
CULTRIX
(2009)
R$ 23,90



HOLDINGS E JOINT VENTURES
RASMUSSEN
ADUANEIRAS
(1988)
R$ 21,82





busca | avançada
39766 visitas/dia
1,0 milhão/mês