'Linha de montagem', um filme a ser 'revisto' | Humberto Pereira da Silva | Digestivo Cultural

busca | avançada
37900 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ação Social
>>> Dá-lhe, Villa!
>>> forças infernais
>>> 20 de Abril #digestivo10anos
>>> Pensando sozinho
>>> Minha casa, minha cama, minha mesa
>>> Aranhas e missangas na Moçambique de Mia Couto
>>> Novos Melhores Blogs
>>> Reflexões para um mundo em crise
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
Mais Recentes
>>> Plantas de Cobertura do Solo Caracteristicas e Manejo Em Pequenas . de Claudino Monegal pela Autor (1991)
>>> Os Honorários Advocatícios na Justiça do Trabalho - de Carlos Roberto Ramos pela : Conceito (2013)
>>> 1985 - o Autor de Laranha Mecânica Contesta o 1984 de Orwell e Mostra de Anthony Burgess pela Lpm (1980)
>>> Ciencias Criminais - Articulacoes Criticas Em Torno dos 20 Anos da Con de Ana C. B. de Pinho pela Lumenjuris (2009)
>>> Manual de Anestesia Em Pequenos Animais - de Paddleford pela Roca (2001)
>>> Las Investigaciones de Alvirah y Willy de Mary Higgins Clark pela Plaza & Janes (1998)
>>> Manual de Direito Constitucional - Volume Único de Marcelo Novelino pela Metodo (2014)
>>> Surfing and Health: Expert, Medial and Advice de Joel Steinman pela Meyer (2019)
>>> Competition in Global Industries de Michael E. Porter pela : Harvard Business School (1986)
>>> 22/11/63 - Novela de Stephen King pela Plaza Janés (2012)
>>> Guia Autorizado Adobe Photoshop 7. 0 - Com Cd - Livro de Treinamento de O mesmo pela Makron Books (2003)
>>> Instrumentos Musicales Precortesianos de Samuel Marti pela Inah (1968)
>>> Lo Mejor de La Siesta Inolvidable de Jorge Halperín pela Aguilar (2005)
>>> Novo Comentário Bíblico Contemporâneo - Lucas de Graig A. Evans pela Vida (1996)
>>> Etiquette For Outlaws de Rob Cohen pela Harper Entertainment (2001)
>>> Caixa de Pássaros de Josh Malerman pela Intrinseca (2015)
>>> Retratos e Fotogramas: Isabelle Huppert de Sesc SP pela Sesc (2009)
>>> As minas de Salomão de Eça de Queiroz pela Livraria Lello
>>> Sim Não de Jussara Braga pela do Brasil (1987)
>>> Alves & C.a de Eça de Queiroz pela Livraria Lello (1928)
>>> Fogo no Céu! de Mary França - Eliardo França pela Ática (1991)
>>> Contos de Eça de Queiroz pela Livraria Lello (1934)
>>> An Amazing Story de Telma Guimarães Castro Andrade pela Atual (1996)
>>> O crime do Padre Amaro de Eça de Queiroz pela Livraria Lello (1935)
>>> Codorna - Criação - Instalação - Manejo de Irineu Fabichak pela Nobel (1987)
>>> Guerras Secretas -Super-Heróis Marvel de Alex Irvine pela Novo Século (2016)
>>> Cartas de Inglaterra de Eça de Queiroz pela Livraria Lello
>>> Cem Anos de Iberê de Luiz Camillo Osorio pela Cosac Naify (2014)
>>> Dia de Aninha de Ciça Alves Pinto pela Global (1996)
>>> Lasar Segall Un Expresionista Brasileño de Ivo Mesquita, Jorge Schwartz e outros pela Takano (2002)
>>> The White Mountains de John Christopher pela Longman (1974)
>>> Laje de Santos, Laje dos Sonhos de Guilherme Kodja Tebecherani, Ana Paula Pinto e outros pela Globo (2009)
>>> Ulster Story de Michael Villeneuve pela Longman (1977)
>>> Marco Giannotti de Nelson Brissac Peixoto pela Cosac Naify (2007)
>>> Morri para Viver de Andressa Urach pela Planeta (2015)
>>> Esio Trot de Roald Dahl pela Puffin Books (2001)
>>> Laura Belém de Laura Belém e outros pela Cosac Naify (2013)
>>> Brave New World de Aldous Huxley pela Longman (1978)
>>> Favela, um Bairro de Cristiane Rose Duarte e Outros (org.) pela Pro (1996)
>>> 1/3 da Vida de Wanderley Oliveira e Ermance Dufaux pela Dufaux (2016)
>>> Quê ?! de Tião Carneiro pela Autor
>>> Conheça a Verdade de Bruce Milne pela Abu (1987)
>>> Para uma Nova Era, Poesia & Prosa de Remisson Aniceto pela Patuá (2019)
>>> Mentes perigosas de Ana Beatriz Barbosa Silva pela Fontanar (2008)
>>> Meu menino vadio de Luiz Fernando Vianna pela Intrínsica (2017)
>>> Correndo com tesouras de Augusten Burroughs pela Ediouro (2002)
>>> Supernova - A Estrela dos Mortos de Renan Carvalho pela Novo Conceito (2015)
>>> Supernova - O Encantador de Flechas de Renan Carvalho pela Novo Conceito (2015)
>>> Segregação e Gentrificação: Os conjuntos habitacionais em Natal de Sara Raquel Fernandes Queiroz de Medeiros pela Edufrn (2018)
>>> Repensar as Familias de Fiona Williams pela Principia (2004)
COLUNAS

Quarta-feira, 7/11/2012
'Linha de montagem', um filme a ser 'revisto'
Humberto Pereira da Silva

+ de 2600 Acessos

A Cinemateca Brasileira promoveu, em parceria com o NEAMP (Núcleo de Estudos em Arte, Mídia e Política da PUC-SP), importante ciclo de filmes e debates, entre os dias 03 e 08 de outubro, sobre a representação cinematográfica da política e suas lideranças. Na programação, documentários essenciais com personagens políticos capitais de nossa história recente: "Getulio Vargas", (1974), de Ana Carolina, "Os anos JK: uma trajetória política" (1980), de Silvio Tendler, "Linha de montagem" (1981), de Renato Tapajós, "Jango", (1984), de Silvio Tendler, "Céu aberto" (1985), de João Batista de Andrade, "O Velho, a história de Luiz Carlos Prestes" (1997), de Toni Venturi, "Entreatos" (2004), de João Moreira Salles.

Um destaque inicial para o fato de que o documentário tem sido recentemente um dos meios mais utilizados no cinema brasileiro para exibir aspectos de nossa história política e cultural. O movimento tropicalista tem propiciado uma leva de filmes que elucidam e refletem a agitação cultural no final dos 60. O mais recente rebento documental dessa leva é "Tropicália", de Marcelo Machado, premiado no Festival de Gramado deste ano, teve ampla repercussão de crítica. Vale destacar, ainda, que se hoje a força do documental está centrada na cultura ("Marighella", de Isa Grinspum Ferraz, não teve mais que oito mil espectadores), ou nos artistas representativos da cena cultural, no início da década de 1980 essa primazia coube aos atores políticos. Nos anos finais da ditadura, JK e Jango renderam ao cineasta Silvio Tendler filmes que geraram e geram debates tanto quanto merecem ser vistos e revistos.

O ciclo de personagens políticos documentados no início dos 80 seria completo se não faltasse "Janio a 24 Quadros" (1981), de Luis Alberto Pereira. Eleito melhor filme da Mostra de Cinema de São Paulo em 1981, forma com os filmes de Tendler a tríade que, naquele momento, agitou as discussões sobre os três presidentes que governaram o Brasil antes do Golpe de 64. Ao lado de JK e Jango, Janio também é um filme que merece ser visto e revisto (é ingenuidade argumentar que Janio não foi uma liderança política...). Mas, se faltou o filme de Luis Alberto Pereira, o ciclo contemplou o importante "Linha de montagem", de Renato Tapajós, que trata das greves operárias de 1979 e 1980 em São Bernardo do Campo, portanto, tem como figura central o líder sindical Luiz Inácio da Silva.

Ver, ou rever, o documentário de Tapajós torna-se tão mais oportuno quanto mais se tem ao lado "Entreatos", de Moreira Salles, justamente sobre a campanha do candidato, então Luiz Inácio Lula da Silva, à presidência do Brasil em 2002. Ambos feitos no calor dos acontecimentos, com distanciamento nos dão ideia dos rumos que a política brasileira tomou desde os anos finais da ditadura. Num ciclo sobre lideranças políticas e cinema, recortar esses dois momentos nos propicia pensar não só sobre a atual eleição para a Prefeitura de São Paulo, mas principalmente, sobre a eleição presidencial de 2014.

O filme de Tapajós, nesse sentido, além da força inequívoca do retrato de época, se oferece como o mais acabado documento visual para se perceber as transformações sociais e políticas pelas quais o país passaria e que dariam o sentido das articulações de poder que finalmente levaram Lula à presidência da República em 2002. Mais do que mostrar a ascensão do líder sindical, e das condições e reivindicações trabalhistas da época, "Linha de montagem" traça subliminarmente o perfil político de Lula, um perfil cujos traços mais característicos estão prefigurados nas imagens captadas por Tapajós.

A força das reivindicações trabalhistas reside na organização e unidade dos trabalhadores. Trata-se, portanto, de um movimento vertical de baixo para cima. Sem a base de sustentação dada pela massa de trabalhadores, num momento em que a ditadura ainda era ativa, as greves teriam sido dispersadas e seus lideres devidamente calados. Mas, ao mesmo tempo em que se deve considerar o força vinda das bases, o que efetivamente impulsiona o movimento é a figura catalisadora e carismática de Lula.

O que se tem, então - sem que obviamente Tapajós tivesse a dimensão -, é o modo como a figura do líder se impõe nas esferas de poder. Vale dizer: a incrível intuição política de Lula para dialogar com a massa e negociar com as estruturas de poder. Nos termos do "Príncipe", de Maquiavel, os movimentos de Lula eram - e hoje se tem isso como evidente - orientados pela capacidade de jogar com a virtu e a fortuna. Por isso, por conta dessa capacidade de jogar com as circunstâncias favoráveis, ele se manteve e se mantém na seara política.

"Linha de montagem" modela um personagem cujo destino está traçado nos gestos, na força expressiva do momento e das circunstâncias. Ainda que Lula não tivesse consciência disso, com a ditadura em seus estertores, dissensões políticas dos segmentos tradicionais, emergência de novas forças sociais, a inevitabilidade do vazio de poder, a ser ocupado por atores políticos germinados naquelas circunstâncias históricas. O grande mérito de "Linha de montagem", com isso, é o de flagrar, nas entrelinhas, os condicionantes que fizeram de Lula a grande referência política no Brasil nos anos que se seguiram. Trata-se, por isso, de um filme fundamental para se entender tanto o teatro - ou a encenação política -, quanto a simbologia que gesta um momento e dita os rumos da história.

É nesse sentido que creio ser oportuno e conveniente ver, ou rever, "Linha de montagem". Os críticos de cinema, não raro, falam de filmes datados, filmes que com o tempo perdem força expressiva e se mantém como arqueologia de um período. Dos filmes do ciclo, sinto que, talvez, "O Velho", de Venturi, seja um tanto datado, na medida em que fica preso a um passado com verniz nostálgico. O Luiz Carlos Prestes de Venturi parece congelado no tempo. O mesmo não se pode dizer dos filmes de Tendler, tampouco do de Tapajós. Com esses filmes, em especial o "Linha de montagem", uma compreensão necessária do Brasil dos dias atuais.

Para completar, deve-se chamar a atenção para o grave problema de distribuição de filmes no Brasil. Mesmo se tratando de um documentário de valor histórico inconteste sobre um personagem dominante na atual cena política, "Linha de montagem" está em catálogo porque Renato Tapajós, o próprio diretor, é responsável por sua distribuição. Ou seja, não é um filme facilmente acessível. Isso revela um tanto das mazelas a que está submetida nossa produção cinematográfica. Mas revela igualmente que há um alerta que precisa ser apontado: louvemos a iniciativa da Cinemateca e do NEAMP; não nos esqueçamos, contudo, que iniciativas assim são esparsas, precisam, pois, ser estimuladas e continuadas; do contrário, filme como "Linha de montagem" continuará a ser visto por poucos e, com isso, quando se vê Lula hoje, uma compreensão torta do que ele efetivamente representa.


Humberto Pereira da Silva
São Paulo, 7/11/2012


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Como eu escrevo de Luís Fernando Amâncio
02. Primavera para iniciantes de Elisa Andrade Buzzo
03. Corot em exposição de Jardel Dias Cavalcanti
04. O jornalismo cultural na era das mídias sociais de Fabio Gomes
05. Thoreau, Mariátegui e a experiência americana de Celso A. Uequed Pitol


Mais Humberto Pereira da Silva
Mais Acessadas de Humberto Pereira da Silva em 2012
01. Cézanne: o mito do artista incompreendido - 26/9/2012
02. 'O sal da terra': um filme à margem - 27/6/2012
03. Herzog, Glauber e 'Cobra Verde' - 18/4/2012
04. Paulo César Saraceni (1933-2012) - 25/4/2012
05. A Nouvelle Vague e Godard - 15/2/2012


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




UM HOTEL NA ESQUINA DO TEMPO
JAMIE FORD
NOVA FRONTEIRA
(2010)
R$ 9,80



IRRESISTÍVEL
SYLVIA DAY
HAMELIN
(2013)
R$ 10,00



DIREITO ECONÔMICO
JOSÉ WILSON NOGUEIRA DE QUEIROZ
FORENSE (RJ)
(1982)
R$ 10,82



NAÇÕES DO MUNDO - ALEMANHA
EDITORES DE TIME-LIFE LIVROS
ABRIL LIVROS
(1991)
R$ 9,00



REFORMA TRIBUTÁRIA; DISTRIBUIÇÃO DA RENDA; O DINHEIRO; TRANSNACIO
REVISTA DE ECONOMIA POLÍTICA - VOL 3 - Nº 1
BRASILIENSE
(1983)
R$ 25,00



CARLOTA JOAQUINA A RAINHA INTRIGANTE
MARCUS CHEKE
JOSÉ OLYMPIO
(1949)
R$ 6,50



ITALIANO IN ITALIANO (CORTINA METHOD Nº 9)
R. DIEZ DE LA CORTINA (CAPA DURA)
R D CORTINA COMPANY (NY)
(1955)
R$ 23,28



JOSHUA E AS CRIANÇAS
JOSEPH F. GIRZONE
RECORD
(1993)
R$ 17,00



L'IMPERO ROMANO 1/2
SANTO MAZZARINO
LATERZA
(2006)
R$ 450,00



O POÇO DA SOLIDÃO
MARGUERITE RADCLYFFE HALL
ABRIL CULTURAL
(1974)
R$ 20,00





busca | avançada
37900 visitas/dia
1,3 milhão/mês