A literatura em transe | Marta Barcellos | Digestivo Cultural

busca | avançada
33835 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Sexta-feira, 17/4/2015
A literatura em transe
Marta Barcellos

+ de 2200 Acessos

Ernest Hemingway recomendava: escreva bêbado, revise sóbrio. No caso dele, e de mais meia dúzia de escritores que se notabilizaram pela boemia (eram outros tempos, não consigo pensar em nenhum contemporâneo), a dica era seguida literalmente. Para a grande maioria, porém, o conselho será útil apenas se compreendido no sentido de se valorizar um eventual fluxo inconsciente, no processo de construção da escrita. E, depois do "transe", a regra é bem menos divertida: revisão, revisão, revisão. Ou, muitas vezes, lata do lixo.

É curioso como, apesar de não acreditarmos em inspiração dos céus, no caso da literatura somos suscetíveis às ideias românticas em torno de criação e originalidade, como se fosse possível criar algo do zero, da página em branco, como no tempo em que se acreditava que toda escritura era ditada por Deus. Esse romantismo inclusive alimenta todo um fetiche sobre o processo criativo de autores famosos, sempre indagados sobre suas manias e rituais. O escritor iniciante com frequência se rende às superstições. E vai que elas funcionam.

O problema é que a magia só funciona se existe o "resto". Precisa existir o "resto- antes": a matéria bruta da qual se vale todo escritor, feita de vivências, leituras, percepções, entrevisões, sentimentos. E também o "resto-depois", ou seja, a técnica e a habilidade para transformar uma ideia/insight/tema em literatura. Estamos falando, claro, do duro ofício do escritor.

Talvez, entre o "resto-antes" e o "resto-depois", alguma bebedeira seja necessária para arrancar essa matéria bruta da literatura da nossa memória e da nossa sensibilidade.

Julio Cortázar dizia que era o tema quem escolhia o escritor. Inclusive de nada adianta um escritor ceder ao outro: olhe, isso dá um conto! Só o será para quem teve o insight, para quem foi sensibilizado por ele. Esse assunto é abordado também, com bastante humor, por Moacyr Scliar, em "Os contistas".

Foi Cortázar quem formulou uma "teoria" do conto citada à exaustão em oficinas literárias, e sintetizada numa metáfora de boxe que - como no caso da bebedeira de Hemingway - corre riscos de ser compreendida literalmente demais. Trata-se de uma comparação entre os dois principais gêneros ficcionais, ambientada num ringue: enquanto o romance ganharia o leitor por pontos, ou seja, por efeitos que se acumulam; o conto precisaria ganhar por nocaute.

Na ânsia de acertar em cheio o "adversário-leitor", muitos contistas iniciantes tratam de, chegando ao final de sua narrativa, surpreendê-lo com um soco inesperado. Inesperado demais. Do nada, alguém morre ou se suicida. Já estive em oficinas em que todos os personagens engendrados pelos alunos eram assassinados ou se suicidavam no final.

Se formos ler integralmente o texto em que Cortázar desenvolve seu raciocínio ("Alguns aspectos do conto", a partir de uma palestra dada em Cuba), veremos que a história do boxe não é bem assim. Para o bom nocaute acontecer, são necessários golpes iniciais com aparência de pouca eficácia, dados durante a narrativa. São golpes, diz o argentino, que já estão minando a resistência do leitor, sem que ele se dê conta.

Dá para o escritor planejar golpes tão sutis, e ainda o nocaute final, durante uma bebedeira? Acho pouco provável. Mas vai que funciona.



Marta Barcellos
Rio de Janeiro, 17/4/2015


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Não presta, mas vá ver de Carla Ceres
02. O escritor está nu de Pilar Fazito
03. Jornalismo literário no SindJor de Tais Laporta
04. Uma literatura entre crimes e cães de Luis Eduardo Matta
05. Uma cidade bárbara de Daniela Sandler


Mais Marta Barcellos
Mais Acessadas de Marta Barcellos em 2015
01. Contra a breguice no Facebook - 5/6/2015
02. Uma entrevista literária - 11/12/2015
03. O gueto dos ricos - 20/3/2015
04. Dando conta de Minas - 7/8/2015
05. Quem é o abutre - 6/2/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




OS GRANDES PILOTOS DE TODOS OS TEMPOS VOL 2
ABRIL CULTURAL
ABRIL CULTURAL
(1972)
R$ 25,18



A INVASÃO ECONÔMICA AMERICANA
JAMES MCMILLAN E BERNARD HARRIS
BIBLIOTECA DO EXÉRCITO
(1968)
R$ 15,00



LITUMA NOS ANDES
MARIO VARGAS LLOSA
ALFAGUARA
(2011)
R$ 28,00



HISTÓRIA DAS GRANDES ÓPERAS E DE SEUS COMPOSITORES - VOL. 2
ERNEST NEWMAN
GLOBO
(1952)
R$ 7,90



OS QUATRO CAVALEIROS DO APOCALIPSE
BLASCO IBAÑEZ
CÍRCULO DO LIVRO
(1980)
R$ 7,90



A MAGIA TRANSACIONAL DE A FLAUTA MÁGICA
ROBERTO MENNA BARRETO
SUMMUS
(1984)
R$ 5,90



O MENINO E O ROBÔ
MARIA LÚCIA RAMOS
MELHORAMENTOS
(1981)
R$ 10,00



AULAS DE FÍSICA 2 TERMOLOGIA ÓPTICA ONDAS
NICOLAU GILBERTO
ATUAL
(1997)
R$ 14,00



LÚLIO. O LIVRO DOS MIL PROVÉRBIOS
DA EDITORA
ESCALA
(2007)
R$ 9,90



INICIAÇÃO A LITERATURA PORTUGUESA
ANTÔNIO JOSÉ SARAIVA
COMPANHIA DAS LETRAS
(1999)
R$ 31,00





busca | avançada
33835 visitas/dia
1,3 milhão/mês