O romance do 'e se...' | Cassionei Niches Petry | Digestivo Cultural

busca | avançada
30036 visitas/dia
773 mil/mês
Mais Recentes
>>> Segundas de julho têm sessões extras do espetáculo À Espera
>>> Circo dos Sonhos, do ator Marcos Frota, desembarca no Shopping Metrô Itaquera
>>> Startup brasileira levará pessoas de baixa renda para intercâmbio gratuito fora do país
>>> Filho de suicida, padre lança livro sobre o tema
>>> LANÇAMENTO DO LIVRO "DIALÓGOS DE UM RABINO REFLEXÕES PARA UM MUNDO DE MONÓLOGOS" DE MICHEL SCHLESI
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O dia em que não conheci Chico Buarque
>>> Um Furto
>>> Mais outro cais
>>> A falta que Tom Wolfe fará
>>> O massacre da primavera
>>> Reflexões sobre a Liga Hanseática e a integração
>>> A Fera na Selva, filme de Paulo Betti
>>> Raio-X do imperialismo
>>> Cães, a fúria da pintura de Egas Francisco
>>> O Vendedor de Passados
Colunistas
Últimos Posts
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
Últimos Posts
>>> Sob o mesmo teto
>>> O alívio das vias aéreas
>>> PRESSÁGIOS. E CHAVES II
>>> Honra ao mérito
>>> Em edição 'familiar', João Rock chega à 17ª edição
>>> PATÉTICA
>>> Presságios. E chaves III
>>> Minha história com Philip Roth
>>> Lars Von Trier não foi feito para Cannes
>>> O brasileiro e a controvérsia
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Passarinho do Twitter
>>> Letra de música é poesia?
>>> A arapuca da poesia de Ana Marques
>>> A Erva do Diabo, de Carlos Castaneda
>>> Recordações da casa dos mortos
>>> Viral Loop, de Adam Penenberg
>>> Lauro Machado Coelho
>>> Voltar com ex e café requentado
>>> O Agressor, de Rosário Fusco
>>> Elke Coelho e a estética glacial-conceitual
Mais Recentes
>>> Apontamentos para a História da Revolução Rio-grandense de 1893
>>> Einstein Apaixonado + Um romance científico
>>> Leonardo, o primeiro cientista
>>> Envie Meu Dicionário + Cartas e Alguma Crítica
>>> O Segredo de Guilherme Storitz
>>> A selva do dinheiro + Histórias clássicas do inferno econômico
>>> Oscarito Nosso Oscar de Ouro
>>> A Nudez da Verdade
>>> Emoções em Prosa e Verso
>>> A Telessaúde no Brasil e a Inovação Tcnológica na Atenção ...
>>> O Pagador de Promessas
>>> O Caçador das Bolachas Perdidas
>>> Juizado Especial: Criação Instalação, Funcionamento e a ...
>>> Meu Querido Canibal
>>> Anjo de Quatro Patas
>>> Vencendo Aflições, Alcançando Milagres
>>> Eles Pedem em Casamento, Elas Pedem o Divórcio
>>> Procurando Firme
>>> Ensino Holístico da Medicina
>>> Depressão e Autoconhecimento: Como Extrair Preciosas Lições ...
>>> Utopia?
>>> Resistência: a História de uma Mulher Que Desafiou Hitler
>>> Uma Herença Preciosa
>>> Prazer uma Abordagem Criativa da Vida
>>> O Retorno Financeiro de Programas de Promoção da Segurança, ...
>>> Confissão de uma Harpista
>>> Os Mestres de Gurdjieff
>>> Proposta para uma Graduação Médica Contemporânea
>>> O Tao da Física
>>> O Santeiro do Mangue e Outros Poemas
>>> Português para Concursos
>>> Bola na Rede: a Batalha do Bi
>>> Paulo Francis Polemista Profissional
>>> Fisiologia e Fisiopatologia do Hormônio de Crescimento
>>> Ser Médico no Brasil - o Presente no Passado
>>> Padre Severino da Pessoa ao Instituto
>>> Micropoderes Macroviolencias
>>> Educação e Tecnologias no Brasil
>>> Cultura e Tecnologias no Brasil
>>> Hupe - Série Rotinas Hospitalares Pediatria 2 Volumes
>>> A Exposição Oral nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental - Vol. 3
>>> O Reverso da Logística e as Questões Ambientais no Brasil
>>> Gestão Financeira de Fundos de Pensão
>>> Águias Terrestres - uma Missão Planetária
>>> Homem de Montana
>>> Freud - Pensamento Vivo
>>> Manuelzão e Miguilim
>>> O Poder dos Pêndulos
>>> Confesso Que Vivi
>>> Em Cantos do Ser
COLUNAS

Quarta-feira, 22/7/2015
O romance do 'e se...'
Cassionei Niches Petry

+ de 2400 Acessos

E se não tivéssemos saído de casa naquele dia fatídico? E se eu não tivesse parado para amarrar os tênis antes de passar por baixo da marquise que desabou? E se você tivesse ficado em casa naquele dia em que conheceu a namorada na boate? E se Tancredo Neves não tivesse morrido? E se não existisse literatura?

Se eu não conhecesse a obra anterior de Miguel Sanches Neto, talvez não tivesse lido seu recente romance. A narrativa poética e memorialística de Chove sobre a minha infância, os romances com tintas de história em O amor anarquista e A máquina de madeira e os contos das coletâneas Hóspede secreto e Então você quer ser escritor?, assim como as crônicas sobre livros em Herdando uma biblioteca, mostraram um autor experimentado e dono de um estilo próprio, alimentado por leituras e reflexões a partir da condição de crítico literário, atividade que abandonou para se dedicar à elaboração de A segunda pátria (Intrínseca, 320 páginas).

Se Getúlio Vargas se aliasse a Adolf Hitler e cedesse a posse dos Estados com forte colonização alemã ao regime nazista, o que aconteceria? Com essa premissa, o escritor paranaense cria uma realidade paralela (possível de ter acontecido, diga-se de passagem) e solta a imaginação. Esse painel histórico alternativo, porém, não nos é contado a partir da macro mas sim da micro história. O ângulo escolhido é o reflexo do horror nazista nas pessoas comuns.

E se a perseguição nazista acontecesse numa sociedade recém-saída da escravidão dos negros e praticamente sem a presença de judeus? Com a justificativa da pureza da raça ariana, os descendentes africanos seriam os primeiros a sofrerem. É o que acontece na cidade de Blumenau, em Santa Catarina, com Adolpho Ventura. Apadrinhado por um alemão para quem seus pais trabalharam, o jovem recebeu boa educação e oportunidade de se formar engenheiro. Aprendeu a falar alemão e aprecia a literatura da terra de Goethe. Trabalhando como engenheiro na prefeitura, tem agora sua casa própria e cria sozinho um filho cuja mãe, de descendência alemã, não podia criá-lo. Com as novas leis, no entanto, as pessoas começam a se afastar dele e logo o obrigam a deixar o emprego e a casa. Esse era um sentimento que aumentava a cada dia. Não queriam mais a sua presença no serviço. Nem na cidade. Ele cruzara uma fronteira. Por fim, é obrigado a trabalhar em uma fazenda como escravo. O horror está estabelecido.

E se o enredo fosse contado a partir de outro ponto de vista? Pois o foco narrativo muda na segunda parte do enredo e se cola na figura de Hertha, jovem branca, criada pelo tio alemão. Tendo como fachada a atividade de pianista, ela na verdade presta serviços sexuais. O seu maior "recital" acontece em Porto Alegre e tem como "ouvinte" uma grande figura da época. Simpatizante do nazismo num primeiro momento, chegando a fazer parte da juventude hitlerista, ela passa, assim como o tio, a questionar o regime. Por isso, também são perseguidos. E é o tio quem faz uma interessante reflexão sobre a igualdade e a mistura de raças, através de uma comparação com as florestas nativas e as plantadas:

Karl ergueu o arame da cerca para Hertha e também passou pela fresta. Andaram no meio dos eucaliptos eretos, plantados em linha reta, com espaçamento fixo. O chão estava sem mato. Era fresco ali, e tudo tinha um cheiro forte de produto químico, liberado pelas folhas e cascas das árvores.
- Para mim, as florestas deviam ser todas assim, iguais, regulares. Demorei a me acostumar com as florestas tropicais, com a fartura, o excesso, a confusão. A gente olhava uma árvore e via o galho florido da outra dentro de sua copa.
Após um breve silêncio, Karl disse:
- Promiscuidade.
- O quê? - Hertha achou que ele a acusava.
- Uma floresta promíscua, mas muito rica, muito viva. Eu queria uma floresta militar.


Se Miguel Sanches Neto freasse sua imaginação e não recriasse os fatos históricos, ou melhor, não os invertesse, e não se furtasse inclusive de mudar a forma da morte de um chefe político importantíssimo, chegando a antecipá-la na linha do tempo da História, teríamos um romance mediano, pois falha em alguns pontos. Não desenvolveu, por exemplo, algumas personagens, que aparecem muito rapidamente, apesar de assumirem papéis relevantes. Também obscureceu em demasia a identidade da mãe da criança de Adolpho de tal maneira que, quando revelada, se tornou inverossímil, pelo menos para este leitor que não encontrou o elo e não identificou as mudanças de discurso temporal da narrativa. Esse hermetismo destoou do resto do romance. Saímos, no entanto, extasiados pelo enredo, um dos mais originais da literatura brasileira.

E se esse livro virasse filme? Pois parece que vai, pois os direitos de filmagem já foram comprados. Confesso que espero ansioso para ver audácia de Sanches Neto na grande tela. É uma obra que ainda dará muito que falar.


Cassionei Niches Petry
Santa Cruz do Sul, 22/7/2015


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Um Furto de Ricardo de Mattos
02. O massacre da primavera de Renato Alessandro dos Santos
03. O pai da menina morta, romance de Tiago Ferro de Jardel Dias Cavalcanti
04. Minha plantinha de estimação de Elisa Andrade Buzzo
05. Uma suposta I.C. de Elisa Andrade Buzzo


Mais Cassionei Niches Petry
Mais Acessadas de Cassionei Niches Petry em 2015
01. O romance do 'e se...' - 22/7/2015
02. A coisa tá preta - 8/7/2015
03. Do inconveniente de ter escrito - 9/9/2015
04. Não olhe para trás (ou melhor, olhe sim) - 19/8/2015
05. As sombras e os muros de José J. Veiga - 11/11/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




STALINGRADO O PRINCIPIO DO FIM
GEOFFREY JUKES
RENES
(1974)
R$ 10,00



HAMBRE DE TIERRA
MARILIA KLAUMANN CANOVAS
COMPANHIA NACIONAL
(2010)
R$ 29,99



DE TUDO UM POUCO - 15479
VANDA JOSE
EDICON
(1989)
R$ 5,00



O REDENTOR
JO NESBO
RECORD
(2012)
R$ 16,00



BUGRINHA - CLÁSSICOS BRASILEIROS
AFRANIO PEIXOTO
EDIÇÕES DE OURO
(1976)
R$ 8,83



A NOVA ECONOMIA INTERNACIONAL
REINALDO GONÇALVES E OUTROS
CAMPUS
(1998)
R$ 45,00



ACUPUNTURA CLÍNICA
M. TETAU; H. M. LERNOUT
ANDREI
(1985)
R$ 150,00



CLARO ENIGMA
CARLOS DRUMOND DE ANDRADE
COMPANHIA DAS LETRAS
(2018)
R$ 25,00



CÉLULAS-TRONCO HUMANAS
JULIO LUIS MARTÍNEZ
LOYOLA
(2005)
R$ 21,00



POEMAS DE ALAVARO DE CAMPOS E FERNANDO PESSOA
ALAVARO DE CAMPOS E FERNANDO PESSOA
COMPANHIA DAS LETRAS
(2018)
R$ 25,00





busca | avançada
30036 visitas/dia
773 mil/mês