Cidadão Samba: Sílvio Pereira da Silva | Renato Alessandro dos Santos | Digestivo Cultural

busca | avançada
37376 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
>>> Livro Alma Brasileira
>>> Steve Jobs em 1997
>>> Jeff Bezos em 2003
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A literatura feminina de Adélia Prado
>>> Jorge Caldeira no Supertônica
>>> A insustentável leveza da poesia de Sérgio Alcides
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Millôr e eu
>>> As armas e os barões
>>> Quem é o autor de um filme?
>>> Cyrano de Bergerac
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Marco Lisboa na Globonews
Mais Recentes
>>> Psicanálise da maternidade: uma crítica a Freud a partir da mulher e de Nancy Chodorow pela Rosa dos Tempos (1999)
>>> O Preço de Uma Vida de Cristiane Krumenauer pela Novo Século (2018)
>>> Revista de História USP Nº 60 1964 de Diversos Autores pela Ffcl/USP (1964)
>>> Kerata O Colecionador de Cérebros de Juliana R. S. Duarte pela Novo Século (2017)
>>> Revista de História USP Nº 50 1962 de Diversos Autores pela Ffcl/USP (1962)
>>> Crepúsculo - Livro de Anotações da Diretora de Catherine Hardwicke pela Intrínseca Ltda (2019)
>>> Os Sertões de Euclides da Cunha pela Nova Cultural (2002)
>>> O Segredo e outras Histórias de Descoberta de Lygia Fagundes Tellles pela Companhia das Letras (2012)
>>> Uma Família Feliz de David Safier pela Planeta (2013)
>>> O Enigma da Pirâmide de Alan Arnold pela Circulo do Livro (1985)
>>> Adrienne Mesurat (prefáco Inédito) de Julien Green/ (Nota): Josué Montello pela Nova Fronteira (1983)
>>> Viagens de Gulliver (em 04 Partes) de Jonathan Swift/ Trad.: Octavio Mendes Cajado pela Globo/ RJ. (1987)
>>> O Mochileiro das Galáxias - Volume 5 - Praticamente Inofensiva de Douglas Adams pela Arqueiro (2010)
>>> Viagens de Gulliver (em 04 Partes)/ Encadernado de Jonathan Swift/ Prefácio: Almir Andrade pela W. M. Jackson (1970)
>>> Viagens de Gulliver (em 04 Partes)/ Encadernado de Jonathan Swift/ Prefácio: Almir Andrade pela W. M. Jackson (1970)
>>> Amigos de Todo Mundo: Romance de um Jardim Zoológico de Felix Salten/ Ilustrações: Philipp Arlen pela Edições Melhoramentos (1952)
>>> Lembranças Obscuras de um Judeu Polonês Nascido na França de Pierre Goldman pela Francisco Alves (1984)
>>> El Hombre de Annie Besant pela Glem (1957)
>>> Lo Spiritismo Nella Umanita de Casimiro Bonfiglioli pela Bologna (1888)
>>> Santo Tomas de Aquino de P.J. Weber pela Poblet (1949)
>>> Rumo a Consciência Cómica de Pagina de ouro de Ramasar pela Curitiba (1969)
>>> Reencarnação de J.H. Brennan pela O Hemus
>>> Rezando com o Evangelho de Pe. Lucas Caravina pela Paulus (1997)
>>> Resolução para o novo milênio de Jennifer Fox pela Ediouro (1999)
>>> Los Maestros sus Retratos Meditaciones y Graficos de David Anrias pela Horus (1973)
>>> La Doctrina Cosmica de Dion Fortune pela Luis Cárcamo (1981)
>>> Remotos Cânticos de Belém de Wallace Leal V. Rodrigues pela O Clarim (1986)
>>> Reencarnação e Imortalidade de Alexandra David Neel pela Ibrasa (1989)
>>> Raios de Luz Espiritual de Francisco Valdomiro Lorenz pela Pensamento
>>> Does God Exist? de A.E. Taylor pela The Macmillan Company (1947)
>>> Administração Básica de Adelphino Teixeira da Silva pela Atlas (2011)
>>> Como Resolver Conflitos no Trabalho de Jerry Wisinski pela Campus (1994)
>>> Administração de Investimentos de Peter L. Bernstein pela Bookman (2000)
>>> Sistemas Organização e Métodos de Tadeu Cruz pela Atlas (1998)
>>> Os 100 melhores livros de negócios de todos os Tempos de Todd Sattersten Jack Covert pela Campus (2010)
>>> Propaganda de Plínio Cabral pela Atlas (1980)
>>> Empresa Como Organizar e Dirigir de Antônio Carlos Ferreira pela Ouro
>>> Marketing Cultural ao Vivo de Vários pela Francisco Alves (1992)
>>> A Dose Certa de John C. Bogle pela Campus (2009)
>>> Já tenho idade para saber de Michael W. Smith pela BomPastor
>>> Sobreviver não é o Bastante de Seth Godin pela Campus (2002)
>>> Jesus, o maior psicólogo que já existiu de Mark W. Baker pela Sextante
>>> Aspectos Legais da Documentação em Meios Micrográficos Magnéticos e Ópticos de Ademar Stringher pela Cenadem (1996)
>>> Go Pro de Eric Worre pela Rumo (2019)
>>> Avaliação da aprendizagem - Componente do ato pedagógico de Cipriano Carlos Luckesi pela Cortez (2011)
>>> Pílulas do Bem-Estar de Daniel Martins de Barros pela Sextante (2019)
>>> Trilha de Diversos pela EuBlack
>>> Apostila de Vestibular Semi FGV 2 de Não Informado pela Cpv (2003)
>>> Documentos Maranhenses Pantheon Maranhense 2 Volumes de Antônio Henrique Leal pela Alhambra (1987)
>>> Economia de João Paulo de Almeida magalhães pela Não sei (2019)
COLUNAS

Terça-feira, 19/2/2019
Cidadão Samba: Sílvio Pereira da Silva
Renato Alessandro dos Santos

+ de 3500 Acessos

Quem ouve “O preço da traição”, de Cabana, terceira faixa do lado A de Silvinho e suas cabrochas, pode achar ali reverberações de Candeia. Parece uma faixa do velho partideiro e é mais uma das pérolas deste disco, de 1978, único álbum lançado pelo cantor, que foi puxador de samba da Portela durante décadas. Não por acaso, ouvindo o LP, é fácil perceber como a escola corria no sangue do intérprete.

Sílvio Pereira da Silva (1935-2001) nasceu e morreu no Rio e, não fosse este disco, sua voz ficaria registrada em vinil apenas em A voz do samba (1973), que contém duas faixas suas gravadas com outros parceiros, “Amor de raiz” e “Escrevi”. Mas é em Silvinho e suas cabrochas que ele interpreta canções das mais finas iguarias reservadas ao samba. Claro que a frase anterior poderia ser como outra qualquer, mas ela não deixa de trazer um pouco do fascínio que é reservado a quem ouvir este disco.

Começa com “A terceira vez”, de Christiano Fagundes e Julimar dos Santos, em que os instrumentos de uma bateria de escola de samba dão o tom do que virá pela frente. É a faixa abre alas, e em seguida vem “Emoções fortes”, composta por Zelito, Jorginho Macedo e Silvinho do Pandeiro. Silvinho do Pandeiro seria Silvinho, de Silvinho e suas cabrochas, Google? Não só é ele como ele é, também, Silvinho da Portela, ao lado de Onofre do Catete e de Tião de Miracema, que respondem pela canção “Frase da separação”, quinta faixa do lado B deste álbum honesto, acima de qualquer outra qualidade. Seja Silvinho do Pandeiro, seja Silvinho da Portela, o que se percebe é que tanto o instrumento quanto a escola residiram no centro da vida deste homem, que foi o primeiro intérprete oficial da Portela, posto que ocupou de 1969 a 1986. Também foi cantor da Viradouro e da Império Serrano, ou seja, era o Cidadão Samba, honraria que recebeu, merecidamente, em 1970 – merecidamente, porque Silvinho nasceu e pelejou pelo samba, até morrer, vitimado pelo câncer de próstata.

Silvinho e suas cabrochas traz 12 faixas que, juntas, somam 38 minutos e 12 segundos de boa música. Os instrumentos de percussão são a estrada de chão batido por onde passam o intérprete e o coro das “cabrochas”, que enriquecem as canções com vozes a entoar notas do mais puro samba. Aqui e ali são ouvidos os metais e as madeiras, um saxofone bem costurado ou uma flauta fanfarrona a iluminar o rosto da gente. A última faixa do lado A, um primor, traz em apenas três minutos e 22 segundos seis composições de Ataulfo Alves, celebradas em pot-pourri: “Vai, mas vai mesmo”, “Laranja madura”, “Sei que é covardia”, “Atire a primeira pedra” e “Leva meu samba”. É uma bela homenagem ao mestre, morto em 1969.

O lado B abre com “Não há razão de se querer”, faixa que traz de volta a parceria de Silvinho com Jorginho e Zelito, que, além de “Emoções fortes”, também estão juntos em “Coisas do Rio”, quinta faixa do lado A. É o samba em estado puro, sem mais nem menos. Passa por “Alice”, de B. Barbosa e Luiz Augusto, cuja letra expressa a vida de uma menina que cresce e deixa para trás a inocência. “Despertou cedo pra vida\ Ao amor amou depressa\ Por capricho ou poesia”, canta Silvinho. “Alice, os cabelos bem branquinhos, sente falta de um netinho\ que o destino lhe negou\ O olhar distante e triste sabe que não mais existe a esperança que sonhou”. Não se trata apenas do velho amor a ser dedicado a alguma moça sempre capaz de arrebatar um coração malandro; é, antes, a narrativa de um enredo conhecido por mulheres que amaram na vida, mas que, no fim, acabaram resignadas, silentes, tristes, sem outra opção além de lamentar, sofrendo. “Novo retrato”, de João Nogueira, fala de uma mulher que, por essas circunstâncias que não trazem boas novas, não deixa imune ao amor o coração de um homem, que, luta, reluta, sem nada concluir a respeito de uma relação conturbada, daquelas paixões que mais danos deixam do que qualquer outra coisa. Vêm “Bateram palmas”, de Paulo Debétio e Paulinho Rezende (“Bateram palmas no portão da minha vida\ Fui atender era você, que eu mandei entrar”), e “Frase de separação”, de Onofre do Catete, Silvinho e Tião de Miracema, duas faixas a ser cantadas com o corpo a expressar-se com as mãos, os olhos, os lábios, o rosto, enfim, de dentro para fora, como vai aquele passista ali, disposto a irradiar a mais pura felicidade a quem, diante dele estiver, receptivo como uma antena. Por último, outra sexta faixa a trazer grandes compositores e, dessa vez, são Lupicínio Rodrigues (“Nunca” e “Ela disse-me assim”), além de Lucio Cardim (“Matriz ou filial”), que lançou um único álbum, Obra-prima, em 1978, mesmo ano deste Silvinho e sua cabrochas.

LADO A

A terceira vez (Christiano Fagundes e Julimar dos Santos)
Emoções fortes (Zelito, Jorginho Macedo e Silvinho do Pandeiro)
O preço da traição (Cabana)
Sorriso novo (Toco e Carlinhos Primavera)
Coisas do Rio (Zelito, Silvinho do Pandeiro e Jorginho Macedo)
Vai, mas vai mesmo (Ataulfo Alves), Laranja madura (Ataulfo Alves), Sei que é covardia (Ataulfo Alves e Claudionor Cruz), Atire a primeira pedra (Ataulfo Alves e Mário Lago)
Leva meu samba (Ataulfo Alves)

LADO B

Não há razão de se querer (Silvinho do Pandeiro, Jorginho Macedo e Zelito)
Alice (B. Barbosa e Luiz Augusto)
Novo retrato (João Nogueira)
Bateram palmas (Paulo Debétio e Paulinho Rezende)
Frase da separação (Onofre do Catete, Silvinho da Portela e Tião de Miracema)
Nunca (Lupicínio Rodrigues), Ela disse-me assim (Lupicínio Rodrigues), Matriz ou filial (Lucio Cardim)

Renato Alessandro dos Santos, 46, é autor de Todos os livros do mundo estão esperando quem os leia (Engenho e arte), seu mais recente livro. O texto desta coluna faz parte de Uma discografia afetiva do samba, a ser publicado futuramente pelo autor.



Renato Alessandro dos Santos
Batatais, 19/2/2019


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A cidade e o que se espera dela de Luís Fernando Amâncio
02. Numa casa na rua das Frigideiras de Elisa Andrade Buzzo
03. Nos braços de Tião e de Helena de Renato Alessandro dos Santos
04. K 466 de Renato Alessandro dos Santos
05. Famílias terríveis - um texto talvez indigesto de Ana Elisa Ribeiro


Mais Renato Alessandro dos Santos
Mais Acessadas de Renato Alessandro dos Santos em 2019
01. Meu Telefunken - 16/7/2019
02. Cidadão Samba: Sílvio Pereira da Silva - 19/2/2019
03. K 466 - 26/3/2019
04. T.É.D.I.O. (com um T bem grande pra você) - 22/1/2019
05. Nos braços de Tião e de Helena - 7/4/2019


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




AJUDA-TE PELA NOVA AUTO-HIPNOSE
PAUL ADAMS
IBRASA
(1978)
R$ 20,00



ADULTOS SEM FILTRO E OUTRAS CRONICAS
THALITA REBOUCAS
ROCCO
(2012)
R$ 21,87



POR QUE OS HOMENS MENTEM E AS MULHERES CHORAM?
ALLAN E BARBARA PEASE
SEXTANTE
(2003)
R$ 6,00



JUAZEIRO DO PADRE CÍCERO
M. B. LOURENÇO FILHO

R$ 44,00



VAMPIROS EM DALLAS
CHARLAINE HARRIS
ARX
(2010)
R$ 10,00



A MÁSCARA DA MORTE VERMELHA
EDGAR ALLAN POE
MELHORAMENTOS
(2013)
R$ 8,00



O JOVEM FUTEBOLISTA
GARY LINEKER
CIVILIZAÇÃO
(1994)
R$ 11,70



DEVOCIONÁRIO NOSSA SENHORA DA PAZ
MARIA DAS NEVES
SANTA MARIA
(1999)
R$ 3,00



PASSADO E FUTURO DA ERA DA INFORMAÇÃO
RICARDO RANGEL
NOVA FRONTEIRA
(1999)
R$ 7,60



PARADOXO GLOBAL
JOHN NAISBITT
CAMPUS
(1998)
R$ 7,00





busca | avançada
37376 visitas/dia
1,1 milhão/mês