Moro no Morumbi, mas voto em Moema | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
54894 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Conto HAYEK, de Maurício Limeira, é selecionado em coletânea da Editora Persona
>>> Os Três Mosqueteiros - Um por Todos e Todos por Um
>>> Sesc 24 de Maio recebe o projeto Parlavratório - Conversas sobre escrita na arte
>>> Cia Caravana Tapioca faz 10 anos e comemora com programação gratuita
>>> Eugênio Lima dirige Cia O GRITO em novas intervenções urbanas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
>>> A história de Chieko Aoki
>>> Uma história do Fogo de Chão
>>> BDRs, um guia
>>> Iggor Cavalera por André Barcinski
Últimos Posts
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
>>> Indistinto
>>> Mais fácil? Talvez
>>> Riacho da cacimba
>>> Mimético
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Marcel Proust e o tempo reencontrado
>>> YouTube em versão brasileira
>>> Fi-lo porque qui-lo
>>> Sex and the City, o filme
>>> Interactivity Ethics
>>> Poesia BR em Paris
>>> Animismo
>>> E Éramos Todos Thunderbirds
>>> Lares & Lugares
>>> Arco da Crise
Mais Recentes
>>> Adomania 2 A1 - a2 - Méthode de français de Corina Brillant pela Hachette (2016)
>>> Learn With Us 4 - Activity Book With Online Practice de Kirstie Grainger e Vanessa Reilly e Bazo pela Oxford University Press (2019)
>>> Menina Bonita Do laço De Fita - Infanto de Ana Maria Machado pela Atica (2019)
>>> Matematica E Logica Para Concursos 9 M+L=c) Mais de 600 Exercicios - Matematica de Jose Luiz De Morais pela Saraiva (2012)
>>> Memorias de um sargento de milicias de Manuel Antônio De Almeida; Ivan Jaf; Rodrigo Rosa pela Atica (2021)
>>> Eu & os outros de Liliana Iacocca; Michele Iacocca pela Atica (2007)
>>> João Bosco Bezerra Bonfim; Laura Mitchell de Lobo-guará de hotel pela Callis (2009)
>>> Guera dentro da gente (colecao crisalda) de Paulo Leminski pela Scipione (2006)
>>> A pesar de tudo de Dipacho pela Companhia das Letras (2018)
>>> Flavia - Flavia - Professora ao Contrário de Luiz Raul Machado pela Positivo (2021)
>>> Jornadas. Cie 9º Ano Ciências (aluno) de Isabel Rebelo Roque pela Saraiva (2016)
>>> Book a + B Challenge 2 Reach Out Series de Challenge pela Nova Aliança (2016)
>>> 3 Volumes + 2 Cadernos (completo) Ser Protagonista Física de Válio; Fukui; Ferdinian; Oliveira; Molina pela Sm Ed (2014)
>>> 11 Volumes Fábulas Divertidas: Arara Macaco Sapo Mosquitos Etc de Sylvio Luiz Panza pela Ciranda Cultural
>>> Volumes 1 e 3: Sobrados e Mucambos Coleção Documentos Brasileiros de Gilberto Freyre pela José Olympio (1951)
>>> Estudos de Literatura Brasileira 4ª Edição Revista e Ampliada de Douglas Tufano pela Moderna (1988)
>>> Novos Céus e Uma Nova Terra de United States Of America pela United States Of America
>>> Acenda sua Luz de Carol Rache pela Miguilim (2019)
>>> Almanaque Mundial 1961 de Eduardo Cárdenas (org.) pela Moderna (1961)
>>> Plantão da Noite de Irwin Shaw pela Nova Cultura (1987)
>>> História da Filosofia Ocidental Vol. 3 A Filosofia Moderna de Bertrand Russell pela Companhia Nacional (1967)
>>> Filosofia do Vestibular de Dino F. Fontana pela Saraiva (1964)
>>> Os Filósofos Pré Socráticos de Clássicos Cultrix pela Cultrix (1967)
>>> Iniciação Filosófica de Pe. Orlando Vilela pela Dominus (1964)
>>> Ensinamentos básicos dos Grandes Filósofos de S. E. Frost Jr. pela Cultrix (1967)
COLUNAS

Domingo, 15/11/2020
Moro no Morumbi, mas voto em Moema
Julio Daio Borges

+ de 1500 Acessos

Não sei se já escrevi sobre isso. Se já escrevi, vocês me perdoem.

Estou no Morumbi há mais de vinte anos, mas continuo votando em Moema. Por quê?

Hoje, saindo de casa - com uma preguiça monumental de sair para votar -, me perguntei por quê.

Mas, quando chego em Moema, me vêm as lembranças...

Primeiro que eu nunca lembro em qual rua fica a minha zona eleitoral. Ela já mudou de escola umas duas ou três vezes - e eu sempre procuro na última hora.

Desta vez, desisti de procurar na internet. O site da justiça eleitoral não funcionava direito. O site da Folha não listava as zonas. E o do Estadão só abria para quem era assinante...

Fui; guiado pelo meu inconsciente. Pego sempre a Faria Lima, depois a República do Líbano em direção à 23 de Maio - e viro à direita onde acho que dá a altura... O fato é que, de dois em dois anos, sempre viro na mesma rua - e me esqueço do nome dela.

Então, vou me aproximando do prédio do Alê e do Fê, na Tupiniquins (o lado dos índios, em Moema). Sei que a escola é por ali...

Hoje, passei o prédio deles - onde o Alê mora hoje - e nada... Até que, um ou dois quarteirões depois - voilà! -, o colégio da minha zona eleitoral.

Desta vez, tinha um monte de gente perdida na porta, já que algumas seções mudaram - e eu fiquei pensando se não devia ter pesquisado melhor antes de sair para votar...

A votação, em si, foi tranquila, mas não é sobre isso que eu queria falar.

Queria contar de encontrar o Tio Alex e a Tia Regina - os pais do Alê e do Fê - na mesma escola onde costumo votar...

De uma vez, andando por Moema, encontrar a Tia Regina - e ela me contar que estava mandando remédio pro Alê, na Inglaterra, porque ele achava que estava ficando careca ;-)

Depois, de uma vez em que fomos na Darco - alguém se lembra da Darco? - e compramos umas mochilas, daquelas de mochileiro, para embarcar pra Bahia...

E de chegar na Bahia e do cara da pousada perguntar “se não tinha [mochila] pra homem”... As mochilas não eram, exatamente, cor-de-rosa - eram roxas, ou melhor: púrpura... (O cara da pousada queria fazer uma graça...)

Depois, lembrei de o quanto andei por Moema, na minha adolescência. Cruzei, inúmeras vezes, do lado dos passarinhos para o lado dos índios - para ir no shopping Ibirapuera, para ficar olhando as lojas de discos (quase escrevi lojas de CDs - mas não eram ainda)...

Lembrei, também, que ainda vou escrever “A arte de andar pelas suas de São Paulo” (porque “pelas ruas de Moema” não soa tão bem)... Uma homenagem ao grande Rubem Fonseca, que escreveu “A arte de andar pelas ruas do Rio de Janeiro”.

(Nietzsche também escreveu sobre os benefícios de se pensar andando...)

Na Jauaperi, me lembrei de uma ficante. E, na sequência, me indaguei por que não namorei a ficante... (Ela era legal...)

Por fim, virei na Lavandisca e lembrei da Paulivel (é Paulivel mesmo), concessionária do meu Escort... Onde eu vinha, nos primeiros tempos, naquela época em que os carros quebravam... (Eu ia escrever: “Naquela época em que os calouros ganhavam carros...”)

O fato é que as ruas de cujo nome não me lembro (muito bem)... me trazem lembranças.

E, para terminar, eu procuro comer um pastel em Moema. Para manter a tradição. Na verdade, para lembrar da época do Vestibular, onde eu sempre comia pastel antes das provas - e o Papai perguntava: “E a feijoada? Vai comer feijoada hoje?”

Era o jeito de ele dizer “vamos manter a tradição do pastel, porque está funcionando!”. E funcionou mesmo.

E me lembrei de sair da prova da primeira fase da Fuvest - e de encontrar o Ricardo Reis (que passou na Pinheiros)... E a gente conferindo quantos pontos havia feito...

Assim, finalmente, eu me lembro por que sempre desisto de mudar de zona eleitoral nos anos subsequentes... Porque gosto de vir em Moema - de reviver esses momentos.

Pois, como disse Guimarães Rosa, o que lembro... tenho.

P.S. - Isso porque nem contei de quando o Diego era mesário e o Papai ficava tirando sarro dele... O Diego não acreditava - quando a carta de convocação entrava debaixo da porta... Mas, depois, ele nos entretinha com as histórias da zona eleitoral em que trabalhava...


Julio Daio Borges
São Paulo, 15/11/2020


Quem leu este, também leu esse(s):
01. As sobras completas, poesias de Jovino Machado de Jardel Dias Cavalcanti
02. Em Tempos de Eleição de Marilia Mota Silva
03. Novos velhos e lagostas de Carla Ceres
04. Amor, sublime Amor de Isabella Ypiranga Monteiro
05. Capitalismo Selvagem de Daniel Bushatsky


Mais Julio Daio Borges
Mais Acessadas de Julio Daio Borges em 2020
01. Doutor Eugênio (1949-2020) - 7/12/2020
02. Confissões pandêmicas - 13/12/2020
03. Minha biblioteca de sobrevivência - 30/3/2020
04. Eddie Van Halen (1955-2020) - 9/10/2020
05. Zuza Homem de Mello (1933-2020) - 12/10/2020


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Entrainez-vous - Commerce-affaires - Level 2
Gisèle Pou Michèle Sanchez
Cle International
(1993)



Como Pregar a Cruz Hoje numa Sociedade de Crucificados?
Leonardo Boff
Vozes
(1984)



Os Segredos da Alimentação Saudável
Barry Glassner
Larousse
(2007)



Da Natureza das Coisas
Julia Mainardi
Beca
(2000)



Diga Não À Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes ...
Maria Conceição O. Costa (coord.)
Do Autor
(2012)



Na Margem do Rio Piedra
Paulo Coelho
Rocco
(1994)



Na Dobra do Dia
Marcelo Moutinho
Rocco
(2015)



Evaluación de los Aprendizados
Pedro D. Lafourcade
Kapelusz
(1969)



Maneiristas e Barrocos - Gênios da Pintura
Vários Autores
Abril Cultural
(1984)



Floresta Encantada: Livro de Colorir e Caça ao Tesouro Antiestres
Johanna Basford
Gmtsextante
(2015)





busca | avançada
54894 visitas/dia
2,2 milhões/mês