Teatro para todos | Rennata Airoldi | Digestivo Cultural

busca | avançada
97126 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Dos palcos para as leituras radiofônicas
>>> Youtuber apresenta A Jornada do Herói Favelado
>>> Sesc 24 de Maio apresenta o último episódio do Música Fora da Curva
>>> Historiador Russell-Wood mergulha no mundo Atlântico português da Idade Moderna
>>> Livro ensina a lidar com os obstáculos do Transtorno do Déficit de Atenção
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Geração# terá estreia no feriado de 21 de abril
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
>>> Curtíssimas: mostra virtual estreia sexta, 16.
>>> Estreia: Geração# terá sessões virtuais gratuitas
>>> Gota d'agua
>>> Forças idênticas para sentidos opostos
>>> Entristecer
>>> Na pele: relação Brasil e Portugal é tema de obra
>>> Single de Natasha Sahar retrata vida de jovem gay
>>> A melancolia dos dias (uma vida sem cinema)
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Cultura do remix
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A Linguagem das Coisas, de Deyan Sudjic
>>> Aberta a temporada de caça
>>> 12 de Abril #digestivo10anos
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Marco Stefanini e as lições da pandemia
>>> O Outro, um conto de Jorge Luis Borges
>>> Wikipedia: fama e anonimato
>>> John Lennon NYC 1972
Mais Recentes
>>> The Darkness vol2: Demônio Interior de Paul Jenkis pela Panini Comics (2007)
>>> Treasures of Russian Art of the 11th - 16th Centuries de M. V. Alpatov pela Aurora Art Publishers Leningrado (2021)
>>> Tratado Popular de Moxabustão a Medicina Natural Chinesa de Prof. Bartolomeu Alberto Neves pela Portinho Cavalcanti (1987)
>>> The Darkness - vol1: Ressurreição Sombria de Paul Jenkins e Jae Lee pela Panini Comics (2007)
>>> A cabana de William P. Young pela Arqueiro (2008)
>>> Witchblade - Série clássica - Origens vol. 1 de David Wohl, Christina Z., Michael Turner pela Panini Comics (2007)
>>> Legislação Administrativa e Correlata - Constituição Federal de Andreia Mendes Gonçalves Vitagliano pela Lumen Juris (2007)
>>> A menina que Roubava Livros de Markus Zusak pela Intrínseca (2007)
>>> Sussurro - Hush, Hush de Becca Fitzpatrck pela Intrínseca (2010)
>>> Idea: A Evolução do Conceito de Belo de Erwin Panofsky pela Martin Fontes (1994)
>>> Super-homem Eternamente (Com Pôster!) de Diversos pela Abril (1999)
>>> The Sword of Imagination Memoirs of a half-century of literary conflict de Russel Kirk pela Wm. B. Eerdmans Publishing Co. (2002)
>>> De Praga a Paris O Surgimento, a mudança e a dissolução da idéia estruturalista de José Guilherme Merquior pela Nova Fronteira (1991)
>>> Point Ligne Plan Pour une Grammaire des Formes de Wassily Kandinsky pela Denoel Gonthier (1972)
>>> Pele negra, máscaras brancas de Frantz Fanon pela Ubu (2021)
>>> Esperando Foucault, ainda de Marshall Sahlins pela Ubu (2021)
>>> Escritos de Jacques Lacan pela Perspectiva (2021)
>>> Cours du Bauhaus de Wassily Kandinsky pela Denoel (1975)
>>> Los Buenos Suicidas de Toni Hill pela Debolsillo (2015)
>>> Deixe a Neve Cair de John Green pela Rocco (2021)
>>> Espaço e Lugar (ano 1983 ) de Yi-Fu Tuan pela Difel (1983)
>>> Tudo o Que Você Precisa Saber Sobre Alimentação Vegetariana de Dr Eric Slywitch pela Svb
>>> Tudo o Que Você Precisa Saber Sobre Alimentação Vegetariana de Dr Eric Slywitch pela Svb
>>> Tudo o Que Você Precisa Saber Sobre Alimentação Vegetariana de Dr Eric Slywitch pela Svb
>>> Tudo o Que Você Precisa Saber Sobre Alimentação Vegetariana de Dr Eric Slywitch pela Svb
COLUNAS

Quarta-feira, 3/7/2002
Teatro para todos
Rennata Airoldi

+ de 2200 Acessos

Há muito que venho questionando a realidade do teatro brasileiro contemporâneo. Quem são nossos autores, atores, diretores? Quem produz arte no nosso país? Sobre o que falam, sobre quem e para quem? Nos tempos áureos dos "reality shows", às vezes fica difícil tentar entender o que pode agradar ao grande público. Mais difícil ainda é conquistar o espectador. Os motivos são diversos, inúmeros: desde a dificuldade financeira, que é sem dúvida uma grande barreira, até a falta de cultura e educação, que atinge boa parte da nossa população. A grande massa não está acostumada a freqüentar salas de teatro, sente-se excluída e, muitas vezes, o teatro não é acessível à maioria.

Há cinco semanas, porém, o Teatro Popular do SESI abriu uma grande janela para esclarecimentos, debates, espetáculos e encontros. A "Mostra de Dramaturgia Contemporânea" reuniu um núcleo de quatro atores, em torno de quinze textos, escritos por alguns dos novos dramaturgos de nosso país. Isso, somado a uma equipe de quinze diretores atuantes de nosso teatro, técnicos, produtores, jornalistas. A cada semana, uma mesa redonda, onde a grande questão era a nova produção teatral. Em cartaz: três peças diferentes, a cada dia de espetáculo. E tudo isso GRÁTIS! Sim, era só chegar um pouco antes, retirar o ingresso, e se divertir. Sempre os mesmos atores que se transformavam em diferentes personagens, a cada novo espetáculo, como "camaleões"! Foram eles: Débora Duboc, Elcio Nogueira Seixas, Luah Guimarães e Renato Borghi.

A mostra foi possível graças a uma somatória de esforços que teve início há mais de um ano atrás. Tudo começou com o encontro entre os atores Elcio e Borghi, na busca por uma dramaturgia brasileira contemporânea. Textos surgiram, pessoas se uniram em função de um único ideal: traduzir o momento histórico de nosso país, de maneira acessível. Falar do homem que vive nas cidades, que sobrevive nas grandes metrópoles. Para tanto, muitos textos foram escolhidos após leituras e encontros; no total, quinze peças. Os critérios para a escolha foram: diversidade de temas e linguagens, autores que tiveram a maior projeção de suas obras na década de 90, podendo assim, trazer à cena o pensamento do homem de hoje, e ainda unir dramaturgos experientes e iniciantes.

Sem dúvida, muitas parcerias tornaram possível esse imenso ato de coragem, de todas as pessoas que se dispuseram a traduzir um pouco de todos nós, no palco do Teatro do SESI. O que esteve em cena, nessas cinco semanas, é um grande reflexo de tudo o que pensamos e também da nossa maneira de enxergar nossa realidade. Com certeza, dentre os quinze textos, há aqueles com os quais podemos nos identificar mais ou menos. Não quero aqui julgar nada e, sim, aplaudir a iniciativa como um todo. O mais louvável foi que, ao contrário da maioria das "mostras" (onde temos vários atores para diferentes textos), tivemos apenas quatro profissionais se moldando a formas e linguagens, a cada semana.

O público compareceu em massa! E não falo apenas de pessoas ligadas à classe, que também prestigiaram o evento, mas também do público espontâneo. Espectadores de primeira viagem. Muito riso, muita diversão e, paralelamente, muitas questões a serem pensadas. Assim sendo, coloco em debate uma velha história: "quem nasceu primeiro: o ovo ou a galinha?" Ou seja: o "povo" não vai ao teatro porque gosta só de televisão ou porque o teatro que não é acessível ao bolso da população? É bem complicado responder a essa indagação, afinal, o buraco é muito fundo.

O fato é um só: a partir do momento em que existe uma publicidade adequada, em cima de um evento gratuito, cresce a probabilidade de se atingir um grande público. Com isso, podemos concluir que as pessoas querem, sim, ir ao Teatro. Querem adquirir cultura. Bastando, para isso, uma boa oportunidade. Dessa forma, mais uma vez devo tirar o chapéu para a Cooperativa Paulista de Teatro, Secretaria de Estado da Cultura, FUNARTE, SESI e todas as empresas que apoiaram esse "mega" encontro entre o TEATRO e o ESPECTADOR.

Na verdade é sempre bom voltar os olhos para a nossa sociedade. Afinal, a arte deve ser um grande espelho de todos nós e deve nos tornar menos medíocres diante da atual "banalização" da vida. O Teatro faz as pessoas dividirem uma mesma experiência e, com isso, torna-as cúmplices umas das outras. E ele não precisa (e não deve apenas falar) de mundos distantes e de tempos passados. Ele pode falar de nós mesmos. De sexo, de violência, de desejo, de amor - como acontece em nosso cotidiano. Pode instruir, tratando de nossos momentos históricos: os índios, a coroa, a república, a ditadura.

Com tanta "fome" de arte, não há como medir a importância do evento para toda a população. Ganham todos: atores, diretores, espectadores e, com isso, o nosso teatro. E na vida aprende-se com o riso, com o choro, com tudo o que é sério e com tudo o que é "chacota". A crítica pode estar implícita nas diversas formas de expressão. O importante, mais uma vez, é a ação. A atitude de fazer e de tornar possível que o teatro cumpra com a sua função social. É preciso persuadir o povo, convencer a população de que o teatro sempre foi - e deve ser - uma ARTE POPULAR. Quando se pensa no Homem, se pensa na vida; não há preconceito, não há exclusão - são todos, ao contrário, bem vindos!


Rennata Airoldi
São Paulo, 3/7/2002


Mais Rennata Airoldi
Mais Acessadas de Rennata Airoldi em 2002
01. Cartas que mudaram a História! - 10/4/2002
02. Saudosismo - 10/7/2002
03. Do primeiro dia ao dia D - 13/3/2002
04. Enfim: Mário Bortolotto! - 25/9/2002
05. A Nova Hora, A Hora da Estrela! - 6/3/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Incrível Padre Landell de Moura
Ernani Fornari
Biblioteca do Exército
(1984)



Manual de Primeiros Socorros para Hipocondríacos
James Gorman
Frente
(1995)



Sobreviver, Crescer e Perpetuar Vol1 Tecnologia Empresarial Odebr
Norberto Odebrecht (3ª Edição)
Odebrecht
(1998)



As 100 Seleções Mais Malucas do Futebol
Juan Tigre Peyrú - Paulo Unzelte
Panda Books
(2016)



Peppa - Livro para Colorir
Editora on Line
On Line
(2013)



Invasores Bárbaros 375-511 A. C.
Donald Sobol
Record
(1966)



Mergulhando no Python
Mark Pilgrim
Alta Book
(2005)



Migalhas de Machado de Assis
Machado de Assis; Miguel Matos
Migalhas
(2008)



Escrevinhações de Samuel, o Eterno
Antonio Calloni (dedicatória)
Casarão do Verbo (rj)
(2010)



Iv Simpósio Brasileiro de Sistemas de Informação
Sociedade Brasileira de Computação
Unirio e Sbc (rj)
(2008)





busca | avançada
97126 visitas/dia
2,6 milhões/mês