Na Cama Com Tarantino | Rennata Airoldi | Digestivo Cultural

busca | avançada
44704 visitas/dia
2,9 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Espetáculo inspirado na vida cotidiana do Bixiga volta ao cartaz comemorando 28 anos do Teatro do In
>>> Semana Gastronômica do Granja
>>> Mulheres em meio ao conflito:sobre inclusão, acolhimento e sororidade incondicional
>>> Arsenal da Esperança faz ensaios de teatro com moradores em situação de rua
>>> Vem pra Feira do Pimp Estoque: Economia Circular com catadoras, catadores e artistas!
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
>>> The Nothingness Club e a mente noir de um poeta
>>> Minha história com o Starbucks Brasil
>>> O tipógrafo-artista Flávio Vignoli: entrevista
>>> Deixe-me ir, preciso andar, vou por aí a procurar
>>> Olimpíada de Matemática com a Catarina
>>> Mas sem só trapaças: sobre Sequências
>>> Insônia e lantanas na estreia de Rafael Martins
Colunistas
Últimos Posts
>>> Inteligência artificial e o fim da programação
>>> Temer fala... (2023)
>>> George Prochnik sobre Stefan Zweig (2014)
>>> Hoffmann e Khosla sobre inteligência artificial
>>> Tucker Carlson no All-In
>>> Keleti: de engenheiro a gestor
>>> LeCun, Bubeck, Harris e a inteligência artificial
>>> Joe Satriani tocando Van Halen (2023)
>>> Linger by IMY2
>>> How Soon Is Now by Johnny Marr (2021)
Últimos Posts
>>> Toda luz que não podemos ver: política e encenação
>>> Sarapatel de Coruja
>>> Culpa não tem rima
>>> As duas faces de Janus
>>> Universos paralelos
>>> A caixa de Pandora do século XX
>>> Adão não pediu desculpas
>>> No meu tempo
>>> Caixa da Invisibilidade ou Pasme (depois do Enem)
>>> CHUVA
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Sites que mudaram o mundo
>>> Textos, contextos e pretextos
>>> Dicas da Semana
>>> 19 de Abril #digestivo10anos
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> O perfeito cozinheiro das almas deste mundo
>>> O sol na cabeça
>>> Ozzy e Justin Bieber
>>> André Esteves e Felipe Miranda
>>> Ave Caesar, morituri te salutant
Mais Recentes
>>> Ressonância - apresente histórias visuais que encantam o público de Nancy Duarte pela Alta Books (2012)
>>> Influencie! de Michael Pantalon pela Lua De Papel (2012)
>>> Feedback para resultados na gestão por competências pela avaliação 360º de Rogerio Leme pela Qualitymark (2012)
>>> Guia Completo da Bíblia de Seleções do Reader's Digest pela Reader's Digest (2003)
>>> Cartas Dos Campos De Batalha Do Paraguai de Richard Francis Burton pela Fisicalbook (1997)
>>> O Soldado e o Estado - teoria e política das relações entre civis e militares de Samuel P. Huntington pela Biblioteca do Exército (1996)
>>> Formação Do Oficial Do Exército de Jehovah Motta pela Biblioteca Do Exército (1998)
>>> O Sal Da Terra de Joseph Ratzinger pela Imago (1997)
>>> História Política de Sergipe 3º volume de Ariosvaldo Figueiredo pela Do Autor (1989)
>>> Fundamentos de matemática Elementar 10 - geometria Espacial posição e métrica de Gelson Iezzi pela Atual (1978)
>>> Dá pra Consertar? Empresas que iam muito bem de repente passaram a ir mal de Julio Ribeiro pela Dash (2014)
>>> Fundamentos de matemática Elementar 5 - Combinatória, Probabilidade de Gelson Iezzi pela Atual (1977)
>>> Fundamentos de matemática Elementar 4 - Sequências, Matrizes, Determinantes, Sistemas de Gelson Iezzi pela Atual (1977)
>>> Fundamentos de matemática Elementar 3 (Trigonometria) de Gelson Iezzi pela Atual (1978)
>>> Feitas para o Cliente de Roberto Meir - Daniel Domeneghetti pela Padrão Editorial (2012)
>>> O Cerne Da Discordia: A Guerra Do Paraguai E O Nucleo Profissional Do Exercito Brasileiro de Vitor Izecksohn pela Biblioteca Do Exercito (1997)
>>> Execução - A Disciplina para Atingir Resultados de Larry Bossidy - Ram Charan pela Campus (2005)
>>> Os Visitantes da Noite de James Herbert pela Best Seller (1986)
>>> Vultos do Ensino Militar de Arivaldo Fontes pela Não Indicado (1991)
>>> História de Uma Alma - manuscritos autobiográficos de Santa Teresa do menino Jesus e da Sagrada Face pela Paulinas (1975)
>>> A Revolucão Fintech - O Manual das Startups Financeiras de Susanne Chishti - Janos Barberis pela Alta Books (2017)
>>> História Militar Do Brasil. -- ( Biblioteca Do Exército. Coleção General Benício ; 366 ) de Gustavo Barroso pela Biblioteca Do Exército. Bibliex (2000)
>>> Retalhos do Passado de J. Procópio Filho pela Do Autor (1966)
>>> A Vida de Santa Filomena dd de Cônego João Carneiro pela Não Indicada (1957)
>>> Plano de negócios com o modelo Canvas - Guia Prático de avaliação de ideias de negócio a partir de exemplos de Jose Dornelas e outros pela Gen - Ltc
COLUNAS

Quarta-feira, 16/10/2002
Na Cama Com Tarantino
Rennata Airoldi
+ de 4200 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Você é cinéfilo? Em suas festas mais animadas sempre coloca o CD clássico da trilha sonora do filme "Pulp Fiction" (Tempo de Violência) para tocar? Você gosta do universo abordado pelo diretor Quentin Tarantino em seus filmes? Então, não pode perder essa grande dica... Calma, isso não é uma chamada para o próximo trabalho do cineasta. Isso é teatro. Sim! "Na Cama Com Tarantino" é a peça de Marcos Ferraz, com a tripla direção de Fábio Ock, Fezu Duarte e Marcos Okura que está em cartaz no TBC.

A peça é um delicioso mergulho nesse universo, com referências aos seus filmes, a vida nas cidades, crimes, gangs, tráfico e violência. A trama é simples: um assalto a uma importante pedra que está no cofre do "Stealing Bank" e a disputa de grupos rivais para a posse da mesma. Em meio a isso, por um acaso do destino, um encontro amoroso, entre o segurança do banco e uma integrante de uma das gangs, traz detalhes ainda mais sórdidos sobre o grande golpe. Assim, o mais importante aqui é a maneira de contar essa história. Graças a uma estrutura nada linear, o espectador é envolvido numa enorme brincadeira, onde o patético e o mais caricato de cada personagem é mostrado em cena, sem pudores, nos menores detalhes. Assim, tudo se torna muito engraçado à medida que os códigos são estabelecidos e revelados numa mescla de "Filme B" com Teatro Cômico.

Sem dúvida, é mérito de toda a equipe, que propõe soluções simples e funcionais casando perfeitamente todos os elementos necessários à peça: figurino, cenários, trilha sonora, interpretação e direção. A unidade é que determina a grande força do espetáculo e é também determinante para "comprar" o espectador desde o início. A utilização de letreiros e legendas, cenas que voltam (como num filme passado através do controle remoto e que são vistas por outros ângulos) desvendam, aos poucos, os mistérios que envolvem o crime, fazendo com que o teatro se aproxime do cinema.

É uma peça de uma tremenda ousadia e originalidade. Os atores assumem de forma clara a demência em seus papéis, a ponto de parecerem personagens fugidos de um HQ. Em alguns momentos, o cinema sem tela é quase um quadro de gibi. É um espetáculo que consegue ao mesmo tempo divertir e revelar o lado mais cruel contido em cada ser humano. Nem tão ao céu, nem tão à terra! Todos nós temos o "bem" e o "mal" oscilando em nossas vidas, nas menores atitudes. Traição, ambição, armação, eu diria que ali, em cena, está o melhor do "Lado B" de cada arquétipo de nossa sociedade. Pessoas ditas "normais" transitam no submundo e por ele são transformadas.

A grande verdade é que nem todos estão dispostos a sentar numa sala de teatro e assistir a grandes clássicos; afinal, gosto, futebol e religião são algumas das coisas que não se discute. Mas eu questiono quem diz que não gosta de ir ao Teatro. Quem diz que é monótono, cansativo. Há Teatros e Teatros. Para todos os gostos, raças e crenças! É preciso descobrir qual é aquele que fala a sua língua, que transforma a realidade em um jogo cênico. Na arte de maneira geral, e isso inclui o teatro, não há o "certo" e o "errado". Ou seja, não há uma única maneira de interpretar ou construir uma peça. A abordagem, porém, é determinante para o resultado e o público para o qual a peça se torna mais interessante e digerível.

O que é fundamental, portanto, é assumir um caminho único, que faça com que o conjunto da obra seja determinante. É muito desagradável assistir uma peça onde cada ator tem uma maneira diferente de encarar a história. Em que a trilha não condiz com a luz e o figurino não representa nada. Tudo que está em cena tem um significado e é identificado imediatamente pelo espectador. Portanto, quando assisto a uma peça onde o conjunto determina uma espiral sem falhas, uma somatória de pontos, é muito bom. Não importa se concordo ou não com o estilo ou o gênero representado. Quando é bem feito, é difícil não se render!

Não vou destacar um ator, ou uma situação, nem quero revelar todos os recursos pois são alguns pequenos detalhes que fazem de "Na Cama com Tarantino" uma peça surpreendente. Às vezes, tudo pode ser uma grande bobagem. Mas uma bobagem muito bem feita e realizada até as últimas conseqüências. Para aqueles que só saem de casa para assistir a grandes musicais importados ou o estilo "besteirol" vazio, é uma excelente oportunidade para passar a enxergar no teatro, um divertido e delicioso entretenimento. É uma peça para todas as idades e principalmente para aqueles que conhecem e gostam da obra de Quentin Tarantino, que é referência de toda uma geração.

Coragem, se aventurem a conhecer o Teatro através de novas perspectivas, com jovens atores, diretores, autores, e se apaixonem por eles. Lembrem-se: muitas vezes, o gostar ou não gostar é determinado apenas pela afinidade ou não. Assim, nunca conhece o novo, quem só se dispõe a ver as mesmas coisas, a freqüentar os mesmos lugares só por costume. Aprenda que o melhor da vida é poder escolher. Mas, para tanto, é necessário sair da inércia que nos toma e navegar por novos mares! Atores famosos e peças de grande publicidade não são sinônimo de boa qualidade ou ousadia.

Para ir além
"Na Cama com Tarantino" está em cartaz no Teatro Brasileiro de Comédia (TBC), de quinta-feira à sábado às 21h30 e aos domingos às 20h30. O TBC fica na Rua Major Diogo, 315. Maiores informações através do telefone: 3115-4622. E tenham todos um bom espetáculo! The End...


Rennata Airoldi
São Paulo, 16/10/2002

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Alcorão de Ricardo de Mattos
02. Senhora Victor de Guilherme Pontes Coelho
03. Toda aquela bobagem estilo David Copperfield de Noah Mera
04. Qual é a alma da cidade? de Ana Elisa Ribeiro
05. Simplesmente tive sorte de Daniel Bushatsky


Mais Rennata Airoldi
Mais Acessadas de Rennata Airoldi em 2002
01. Saudosismo - 10/7/2002
02. Cartas que mudaram a História! - 10/4/2002
03. Do primeiro dia ao dia D - 13/3/2002
04. A Nova Hora, A Hora da Estrela! - 6/3/2002
05. Enfim: Mário Bortolotto! - 25/9/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
16/10/2002
20h39min
Gostaria de agradecer a opinião de Rennata Airoldi sobre o espetáculo "Na Cama com Tarantino". Como um dos diretores, e em nome da produção e da Cia. de Repertório do TBC, coloco a disposição nossas idéias artísticas, intelectuais, políticas e sociais sobre a arte e a vida. Estamos abertos para qualquer tipo de críticas e opiniões, e convido todos a assistirem nossos espetáculos ou, simplesmente,tomar um chá conosco no Nick Bar. Fábio Ock
[Leia outros Comentários de Fábio Ock]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Histórias Que a Umbanda nos Conta
Marco Boeing
Coração Brasil
(2008)



/Mônica Nº 179
Mauricio de Souza
Globo
(2001)



Livro Literatura Estrangeira An Abundance of Katherines
John Green
Speak
(2006)



Toda Mulher Tem 7 Homens autógrafo da autora
Vera Lucas
Vermelho marinho
(2012)



D. Pedro I e o Brasil - Revisão da História
Avertano Cruz
Pallas
(1981)



Amar de Novo
Danielle Steel
Record
(1987)



O Fabuloso Patrocínio Filho 311
R. Magalhães Júnior
Lisa



A Vida dos Invertebrados
F.Harvey Pough / Christiane M. Janis/ John B. Heiser
Atheneu
(2008)



Memória, História e Imaginação
Teócrito Abritta
Oficina do Livro



Golpe de Vista
Palaoro
Atual
(2010)





busca | avançada
44704 visitas/dia
2,9 milhões/mês