Comentários de Claire Scorzi | Digestivo Cultural

busca | avançada
71995 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Relacionamentos amorosos com homens em cárcere é tema do espetáculo teatral ‘Cartas da Prisão’, monó
>>> Curso da Unil examina aspectos da produção editorial
>>> “MEU QUINTAL É MAIOR DO QUE O MUNDO - ON LINE” TERÁ TEMPORADA ONLINE DE 10 A 25 DE ABRIL
>>> Sesc 24 de Maio apresenta Música Fora da Curva: bate-papos sobre música experimental
>>> Música instrumental e natureza selvagem conectadas em single de estreia de Doug Felício
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Gota d'agua
>>> Forças idênticas para sentidos opostos
>>> Entristecer
>>> Na pele: relação Brasil e Portugal é tema de obra
>>> Single de Natasha Sahar retrata vida de jovem gay
>>> A melancolia dos dias (uma vida sem cinema)
>>> O zunido
>>> Exposição curiosa aborda sobrevivência na Amazônia
>>> Coral de Piracicaba apresenta produção virtual
>>> Autocombustão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Vida de aspirante a escritor
>>> Cesar Huesca
>>> 24 de Maio #digestivo10anos
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> 22 de Maio #digestivo10anos
>>> Intravenosa
>>> A primeira batalha do resto da guerra
>>> Metal for babies, o disco
>>> Luz sob ossos e sucata: a poesia de Tarso de Melo
>>> Sidney Lumet, invisível
Mais Recentes
>>> Três autos da alma da barca do inferno de Gil Vicente pela Folha
>>> Clara dos Anjos e outras histórias de Lima Barreto pela Folha
>>> O cortiço de Alusío Azevedo pela O globo
>>> Sonetos de Bocage pela Folha
>>> As pupilas do senhor reitor de Julio Dinis pela Folha
>>> Amor e Perdição de Camilo Castelo Branco pela O globo
>>> O noviço de Martins Pena pela Folha
>>> A relíquia de Eça de Queirós pela Folha
>>> O Leopardo de Giuseppe Tomasi Di Lampedusa pela Companhia Das Letras (2017)
>>> The Host de Stephenie Meyer pela Litle (2009)
>>> Uns e Outros de Helena Terra e Luiz Ruffalo pela Dublinense (2017)
>>> A mulher que escreveu a Bíblia de Moacyer Scilar pela Folha (2012)
>>> Pegasus e o fogo do olimpo de Kate Ohearn pela Leya (2011)
>>> Tempo de Geografia de Axé Silva e Jurandyr Ross pela Brasil (2019)
>>> Pegasus e a batalha pelo olimpo de Kate Ohearn pela Leya (2011)
>>> Pegasus e as origens do olimpo de Kate Ohearn pela Leya (2014)
>>> Pégasus e os novos olímpicos de Kate Ohearn pela Leya (2013)
>>> Harry Potter e a Criança Amaldiçoada de J.K. Rowling pela Rocco (2016)
>>> Elite da tropa de Luiz Eduardo Soares, Andre Batista, Rodrigo Pimentel pela Objetiva (2006)
>>> Missão Silverfin de Charlie Higson pela Galera (2006)
>>> O Retrato de Charlie Lovett pela Novo Conceito (2013)
>>> História Telares 7º de Cláudio Vicentino e José Bruno Vicentino pela Atica (2019)
>>> Eu de Ricky Martin pela Planeta (2010)
>>> Geografia Telares 7º ano de J.W.Vesentini e Vânia Vlach pela Atica (2019)
>>> Vida e Proeza de Aléxis Zorbas de Nikos Kazantzákis pela Tag (2021)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Sexta-feira, 19/9/2008
Comentários
Claire Scorzi


Uma lástima
Texto interessante que só perde pela brevidade. Deveria trazer mais detalhes (ou foram dados em outro lugar e eu não vi; é possível). A conclusão: há reconhecimento do poder de penetração dos blogs; não da sua qualidade como veículo, ou da sua posição peculiar (independência - e a dita independência pode ser a maior responsável pela qualidade de que eu falei).

[Sobre "E os blogs viraram mainstream..."]

por Claire Scorzi
19/9/2008 às
08h12 189.106.52.170
 
A dita literatura para jovens
Seu texto mereceria um comentário extenso e detalhado, mas devido à pressa vou tocar num ponto só: você mencionou Renato Russo. Trabalhei oficinas de leitura (atuo em biblioteca escolar) e uma das mais prazerosas - para mim e para meus leitores entre 11/13 anos - foi aquela em que levei fitas aúdio do Legião Urbana, dando a eles cópias das letras que iam acompanhando enquanto ouvíamos as canções... Depois, discutíamos cada letra justo por terem uma 'realidade', uma 'proximidade' inegável para eles - isso sem cair no óbvio e na ausência de poesia, tão visíveis em boa parte da dita 'literatura para jovens'. A leitura obrigatória nas escolas pode ser defendida e acusada, justo pelas razões que você aponta aqui. É necessária - mas o COMO fazer é importante, é central.

[Sobre "Literatura é coisa para jovem?"]

por Claire Scorzi
11/9/2008 às
08h52 189.106.19.103
 
A bibliotecária e os jovens
Sou bibliotecária numa biblioteca escolar e bem que tento entusiasmar os adolescentes que me dão oportunidade disso. Ainda julgo boa parte da literatura dita "para jovens" mal escrita e quase sempre um tanto "catequética" (tipo, romances sobre jovens drogados que se dão mal, por exemplo; não é que eu ache que devam se dar bem, nem acredito nisso, mas precisavam ser obras tão dirigidas, tão no estilo lição-de-moral?), porém existem as exceções. Palmas para elas. E existem aqueles jovens, como eu fui um dia, que experimentam de tudo, tateiam aqui e ali na literatura dita "de adultos", até encontrarem o que lhes agrada. Minha alegria é por eles, e com eles.

[Sobre "A juventude nas livrarias"]

por Claire Scorzi
29/8/2008 às
19h26 189.12.237.25
 
Conspiração da mediocridade
Parabéns. Vou indicar este texto. Quanto aos comentários, a maioria acima já apontou boa parte do que eu diria. Como crente convicta na "conspiração da mediocridade", só acrescentaria que essa confusão entre poder aquisitivo e classe "média" é deveras cômoda. Não é perigoso se você ganha um pouco mais, ao contrário, serve para calar a boca; perigoso é desenvolver capacidade de reflexão - coisa que o acesso à cultura (cultura mesmo, não a dança do créu, ou BBB) pode proporcionar...

[Sobre "Nossa classe média é culturalmente pobre"]

por Claire
22/8/2008 às
07h41 189.12.227.172
 
gostaria de te conhecer
Huumm. Decididamente, você é uma pessoa que eu gostaria de conhecer. Apresentou sua causa (visto que é polêmica, tem de ser "causa") com serenidade e solidez de argumentos. Li as duas autoras - e muitas do gênero. Minhas críticas, portanto, seriam fundamentadas. Leio e releio escritores clássicos. E também reconheço o esnobismo hipócrita de criticar sem ter lido - embora eu admita que uma boa folheada pode ser educativa. Escritores que afirmo detestar são fruto da minha experiência de leitura deles (incluindo um brasileiro famoso, e péssimo! Eu li!). Minha maior crítica a essa ficção está em algumas derrapagens de estilo (quando o açúcar fica excessivo) para o leitor que é também escritor. Será que isso não o afetaria? Apenas isso. Porque como leitora há dias e horas em que quero descansar, e Deborah Simmons (e Penny Jordan, nos seus melhores momentos) servem muito bem.

[Sobre "As duas divas da moderna literatura romântica"]

por Claire
18/8/2008 às
08h10 189.24.235.118
 
Sherlock Holmes: paixão antiga
Tinha de ser de alguém como o Flávio Moreira da Costa! Delícia das delícias ler (e decerto reler) esse artigo. Há muito tempo não entro aqui. Uma ótima surpresa. E Sherlock Holmes merece, e como! É uma paixão antiga que sobreviveu à minha adolescência (quando as paixões são fulminantes, mas dificilmente duradouras) e permanece acesa hoje. Leio e releio Sherlock Holmes, criatura que engoliu seu criador, Doyle... Fazer o quê, né? Mas que é esplêndido ter sido capaz de criar alguém assim, é.

[Sobre "Sobre Sherlock Holmes"]

por Claire
12/4/2008 às
10h54 201.8.20.115
 
Maus tempos?
Maus tempos esses, em que se começa um texto quase pedindo desculpas porque se vai falar de um clássico... Mas, enfim: a visão "politicamente correta" de Hester Prynne é só isso - a imposição do século XXI a uma obra do passado. Penso que a força da personagem é de outro tipo - uma persistência silenciosa, por vezes mais heróica do que a gritaria de hoje.

[Sobre "Dando a Hawthorne seu real valor"]

por Claire
6/10/2007 às
05h16 189.13.7.214
 
blog:alegrias e aborrecimentos
Eu tenho muito mais alegrias relacionadas ao fato de ter montado um blog do que aborrecimentos; estes vêm de outros fatores que atrapalham a manter o blog - um micro caprichoso, por exemplo! - mas assinaria embaixo de boa parte do que você disse. Ótimo!

[Sobre "Por que eu montei um blog"]

por Claire
http://claireinsone.zip.net/
3/11/2006 às
06h40 201.51.77.191
 
Vou voltar para reler
Parabéns! Mais um daqueles textos que dizem por nós o que queremos dizer. Vou voltar para reler, certamente.

[Sobre "Sim, é possível ser feliz sozinho"]

por Claire
http://claireinsoen.zip.net/
19/9/2006 às
06h07 201.51.76.138
 
mau humor e romantismo
Olha só, mau humor e romantismo podem coexistir na mesma pessoa. Ainda ficando surpresa (por quê?) mas ficando.

[Sobre "Receita para se esquecer um grande amor"]

por Claire
http://claireinsone.zip.net/
3/8/2006 às
06h02 200.165.37.178
 
De nós, para nós, por nós
Finalmente, alguém por nós.

[Sobre "Spamzines, blogs e literatura"]

por Claire
http://claireinsone.zip.net/
22/5/2006 às
21h15 201.51.27.235
 
só eu que acho isso?
Enfim, a gente descobre que não precisa dizer "Será que sou só eu que acho isso?" - ou obtém a resposta: não. Muito bom.

[Sobre "O elogio da ignorância"]

por Claire
http://claireinsone.zip.net/
1/5/2006 às
06h43 201.51.19.154
 
Amor: somando e subtraindo
Surpresa ao ler isto da primeira vez - mas as pessoas vivem nos surpreendendo. O que eu diria do amor romântico: só vale a pena se formos somar, ou multiplicar. De subtrair e dividir estamos todos fartos. E é preciso amar primeiro a própria companhia para que o amor não seja apenas uma fuga de si mesmo.

[Sobre "Dos amores possíveis"]

por Claire
http://claireinsone.zip.net/
20/3/2006 às
11h49 200.219.181.65
 
O Orkut do UOL
Bem, não sou exceção; embora leia mais de (quanto?) 1,8 livros por ano. Estou no Orkut, mas não uso. Uso um similar da UOL, e noto as mesmas virtudes e falhas apontadas no primo rico, além de perfis q nada dizem sobre as pessoas (como é q pode?) e uma gana por "adicionar" compulsiva. Comunidades tolas. E gente com não sei quantas e das quais seria humanamente impossível participar ativamente (por que adicionar então?). Tem seu desagradável lado "bbb" (argh!), mas, como quase tudo nesse mundo e na internet, tem coisas boas...

[Sobre "Orkut way of life"]

por Claire
13/2/2006 às
05h45 201.51.24.137
 
Tempo perdido
"Todos os dias quando acordo/ Não tenho mais o tempo que passou..." Pensei nessa letra do Legião. Tive crise aos 25 (e uma amiga minha tb.). Depois superei. O tempo passa e vc descobre q fez alguma coisa; o q não podemos é admitir o critério do mundo para avaliarmos nossas realizações pessoais.

[Sobre "A crise dos 28"]

por Claire
30/1/2006 às
22h08 201.51.62.181
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas - Livro de Bolso
Dale Carnegie
Nacional
(2016)



Quero Ver Você Me Obrigar!
Bill Ohanlon
Gente
(2004)



100 Dúvidas de Carreira para Executivos de Finanças
José Cláudio Securato / Luiz Roberto Calado
Saint Paul
(2009)



O Esqueleto Atrás da Porta
Stella Carr
Moderna
(2003)



História Maravilhosa de Masaniello
Rui de Altamira
Arco
(1944)



Perdas e Ganhos
Lya Luft
Record
(2003)



Dúvidas Internas Sobre a Dívida Externa
Homero Higino de Souza
Liney



A Ciência por Dentro
Newton Freire Maia
Vozes
(2000)



Madrugada Suja
Miguel Sousa Tavares
Companhia das Letras
(2013)



El Quinto En Discordia
Robertson Davies
Libros del Asteroide
(2009)





busca | avançada
71995 visitas/dia
2,6 milhões/mês