Ewaldo e Klaus Barbie | Aurélio Prieto

busca | avançada
42788 visitas/dia
1,6 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Edições Sesc promove bate-papo com Willi Bolle sobre o livro Boca do Amazonas no Sesc Pinheiros
>>> SÁBADO É DIA DE AULÃO GRATUITO DE GINÁSTICA DA SMART FIT NO GRAND PLAZA
>>> Curso de Formação de Agentes Culturais rola dias 8 e 9 de graça e online
>>> Ciclo de leitura online e gratuito debate renomados escritores
>>> Nano Art Market lança rede social de nicho, focada em arte e cultura
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Modernismo e além
>>> Pelé (1940-2022)
>>> Obra traz autores do século XIX como personagens
>>> As turbulentas memórias de Mark Lanegan
>>> Gatos mudos, dorminhocos ou bisbilhoteiros
>>> Guignard, retratos de Elias Layon
>>> Entre Dois Silêncios, de Adolfo Montejo Navas
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> A moça do cachorro da casa ao lado
>>> A relação entre Barbie e Stanley Kubrick
>>> Um canhão? Ou é meu coração? Casablanca 80 anos
>>> Saudades, lembranças
>>> Promessa da terra
>>> Atos não necessários
>>> Alma nordestina, admirável gênio
>>> Estrada do tempo
>>> A culpa é dele
>>> Nosotros
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Aperte o play
>>> Sr. Google, não perca essa chance
>>> O corpo-reconstrução de Fernanda Magalhães
>>> Por que o Lula Inflado incomoda tanto
>>> A fotografia é um produto ou um serviço?
>>> O cristianismo para Nietzsche
>>> Conversa de pai e filha
>>> Psicodelia para Principiantes
>>> A Escolha de Willian Styron
>>> Meu encontro com o Millôr
Mais Recentes
>>> Aves do Jardim Botânico do Rio de Janeiro- Guia de campo de Lena Trindade, Henrique Rajão e Plínio Senna pela Hólos Cultores associados (2011)
>>> Uma garota chamada Júlio de Milena Milani pela Record
>>> Flash & Lanterna Verde: De Volta à era de Prata de DC Comics pela Mythos (2004)
>>> Cinquenta anos depois de Francisco Cândido Xavier pelo espírito Emmnuel pela Feb
>>> Dark Heroes: Com Uma Crise nas Mãos! de Steve Vance pela Brain Store (2002)
>>> Jonathan Strange e Mr. Norrell de Sussana Clarke pela Companhia das letras (2005)
>>> O Homem-Aranha - Minissérie Tormento em Duas Edições de Todd McFarlane pela Abril (1992)
>>> A história da umbanda de Alexandre Cumino pela Madras (2019)
>>> Homem-Aranha - O Outro Evolução Ou Morte 4 volumes. de Marvel Comics pela Panini Comics (2005)
>>> O fim da ansiedade de Max Lucado pela Thomas Nelson
>>> Wolverine SNIKT! Parte 1 e 2 de Marvel Comics pela Panini Comics (2004)
>>> A hora e o lugar de Sergio Burgi e Samuel Titan Jr. pela Desconhecido
>>> Naquele dia de Dennis Lehane pela Companhia das letras
>>> Homem-Aranha Ed. Especial: Rei do Crime até a Morte de Marvel Comics pela Abril (1998)
>>> As 5 vidas de Paraguassú de Maria do Carmo pela Casa senhora do Carmo
>>> Homem-Aranha: A Última Caçada de Kraven - Minissérie em 3 Edições de Marvel Comics pela Abril (1990)
>>> Comer com sabedoria de Ana Beatriz Vieira Pinheiro pela Nova Era
>>> Professor Milionário! (como novo) de Domingos Pellegrini pela Ftd (2009)
>>> Didática de Jaime Cordeiro pela Contexto (2009)
>>> Impacto negro de Izabelle Valladares e Raime Paixão pela Literarte (2019)
>>> O Homem-Aranha & Motoqueiro Fantasma - Ed. Especial de Marvel Comics pela Abril (1993)
>>> O Tesouro da Montanha de Pedra (como novo) de Vários Autores pela Ftd (2008)
>>> O Homem-Aranha Vingança Minissérie em duas edições completa de Marvel Comics pela Abril (1995)
>>> Édipo Rei de Sófocles de Trajano Vieira pela Perspectiva (2009)
>>> 53 Vols. Os Imortais da Literatura Universal (Completa) de Vários Autores pela Abril (1973)
COMENTÁRIOS

Quinta-feira, 24/5/2007
Comentários
Leitores

Ewaldo e Klaus Barbie
Adriana Carvalho, muito legal você ter citado o Ewaldo e a matéria sobre o Klaus Barbie que ele escreveu, salvo engano no Jornal da Tarde. A idade é uma merda - quando a gente tem quase 59 anos em junho - mas permitiu que eu acompanhasse diariamente as matérias sobre o carrasco nazista. Não perdi um capítulo. Simplesmente inesquecível. Beijos e até sempre. Aurélio Prieto, São Paulo Capital

[Sobre "Nunca mais do que a reportagem"]

por Aurélio Prieto
24/5/2007 às
10h14 201.42.197.180
(+) Aurélio Prieto no Digestivo...
 
você me ajudou
obrigado, é apenas o que tenho a dizer, pois, encontro-me sem palavras, com tamanha emoção que sinto neste momento. meu sentimento não é o mesmo, mas suas palavras são agora minhas palavras. acredito que você me ajudou com um simples texto, que não é simples, a tomar decisões. obrigado.

[Sobre "Receita para se esquecer um grande amor"]

por Yuri Doehler
24/5/2007 às
09h25 200.169.200.9
(+) Yuri Doehler no Digestivo...
 
Gisella e o Beco da Lua
Rafael, tive a grata surpresa de perceber que Gisella é a cantora que começou a cantar em um bar que tive em Belo Horizonte (Beco da Lua). Que bom que ela voltou a cantar, pois tem um talento incrível. E, bairrismos à parte, ainda bem que o disco carrega uma carga de qualidade, com influências do Clube da Esquina e outros grandes mineiros. Viva! A música que estou ouvindo: "Azul de Passagem" é linda, linda, mesmo! Vou comprar o CD! Será que ela se referiu ao "Beco da Lua", como início de carreira? Os músicos que a acompanham são todos feras. Parabéns pela escolha. Abraço. Dri

[Sobre "Vale ouvir"]

por Adriana
23/5/2007 às
13h03 201.58.96.126
(+) Adriana no Digestivo...
 
um roteiro é literatura
Para mim, Pilar, é incompreensível este apego dos escritores. Incompreensível e limitante, uma vez que, a cada nova avaliação, adaptação ou reelaboração de uma obra (por pior que sejam) os artistas lançam diferentes perspectivas sobre ela. Deus, e não será mais rico um trabalho artístico, seja qual for, quantas mais perspectivas suscitar? Há constante e enriquecedora interação entre as artes e, então, por que questionar se vale a pena ou não uma adaptação, ou o que é melhor o adaptado ou o adaptando? E, por último, é óbvio que um roteiro é literatura: mas, por que indagar? Onde acaba o cinema e começa a literatura? E vice-versa? Talvez, confesso, eu não esteja bem inteirado dessa discussão, que deve ter vários desdobramentos que desconheço. Abraço.

[Sobre "Literatura, cinema e adaptações"]

por mauro judice
23/5/2007 às
12h55 201.7.62.233
(+) mauro judice no Digestivo...
 
Adaptação não é literatura
Adaptação de livro para cinema não é literatura, seguramente. Nem pode ser. É outra linguagem mesmo. O filme pode parecer vagamente com o livro, mas é totalmente desconstruído, por mais fiel que queira ser. Por exemplo, "Benjamim"... O filme e o livro? Em que se tocam? No enredo, nas palavras, no modo como os artistas atuam? Não tem jeito. A impressão visual do cinema nos tira a criação que fazemos dos personagens ao lermos um livro. Mesmo que seja universal como "O Senhor dos Anéis" e populares, quando entramos em um cinema, com um filme adapatado de um livro, temos que destruir o que criamos como imagens subjetivas e únicas. É entrar de peito aberto, cabeça limpa e assistir à película como uma coisa nova. Podemos, depois comparar, e ver se de fato os personagens se parecem com os que criamos, Mas, normalmente, isso não acontece. E o filme pode nos trazer gratas surpresas ou amargas decepções. Depende do modo como entendemos o livro. O que importa é a qualidade: É bom ou ruim?

[Sobre "Literatura, cinema e adaptações"]

por Adriana
23/5/2007 às
12h52 201.58.96.126
(+) Adriana no Digestivo...
 
olga, o filme
eu adorei esse filme, baseado numa historia real muito comovente!

[Sobre "Olga e a história que não deve ser esquecida"]

por camila
23/5/2007 às
10h22 189.10.230.116
(+) camila no Digestivo...
 
Wook e Tarantino
Adorei sua análise e a comparação com os filmes do Tarantino. Aliás, acho que você definiu muito bem o estilo oriental: estética impecável e obscuridade. Ví o Old Boy e deu vontade de ver o resto. Amei!

[Sobre "A trilogia da vingança de Park Chan-Wook"]

por Taís Laporta
22/5/2007 às
15h30 200.171.49.169
(+) Taís Laporta no Digestivo...
 
Demasiado foco no autor
Acho que a discussão ainda não se esgotou. Gostaria de salientar um ponto. Há muito foco sobre o papel do autor, se vai ser reconhecido, se vai publicar no blog ou em papel, etc. Mas pouco se fala da dimensão literária dos próprios textos, o fato de se tratar de um processo muito mais amplo, histórico, civilizatório. Em suma, acho que o texto deve ser maior que o autor: o autor é somente cavalo das idéias. Provavelmente serei criticado por dizer isso, mas quem já escreveu uma dissertação ou tese de doutoramento passa a ter outra noção do trabalho de escrever. É preciso dialogar com autores do passado, pesquisar fontes, contrapor argumentos, visões de mundo, etc. É preciso gostar mais das IDÉIAS do que de si mesmo. Quem envereda por esse caminho se sente realizado, mesmo que não seja publicado, pois passa a dialogar com a filosofia, com a literatura universal e com as demais expressões artísticas. Com o tempo, essas coisas, que são maiores do que nós, conspiram a favor do sucesso.

[Sobre "Publicar em papel? Pra quê?"]

por Renato Kinouchi
22/5/2007 às
14h08 201.74.116.14
(+) Renato Kinouchi no Digestivo...
 
quero ler
é impossível não querer ler o livro. paulo vieira

[Sobre "Sonata para pandemônio"]

por paulo vieira
22/5/2007 às
11h18 189.13.74.206
(+) paulo vieira no Digestivo...
 
com tanto livro bom...
Guga, eu também tentei ler uma dessas edições vendidas em banca de revista e não consegui ir em frente. Até hoje não sei bem o motivo(tema, linguagem, trama...). Ainda penso em insistir e tentar outras vezes, talvez com outras edições. Mas também fico pensando que com tanto livro bom na estante, insistir em um mesmo, pode parecer estar cumprindo uma obrigação. O Daniel Pennac nos diz que entre o direitos do leitor, além de pular partes, ler capítulos à frente e voltar atrás, temos ainda o direito de "não ler" e encostar um livro que não nos agradou. Parabéns pelo seu texto e pela coragem do desabafo!

[Sobre "Quixote que nada"]

por Áurea Thomazi
22/5/2007 às
10h44 200.223.104.17
(+) Áurea Thomazi no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Triângulo das Bermudas - a História Incrível de Estranhos e Ine
Charles Berlitz (autor), Carmem Ballot (trad
Nova Fronteira
(1974)



Livro - The Mirror Crack D From Side to Side - Level 4
Agatha Christie
Penguin Readers
(2011)



Bio: 3 : Genetica, Evolução, Ecologia
Sonia Godoy Bueno Carvalho Lopes
Saraiva
(1997)



Normas Técnicas para o Trabalho Cientifico (nova Abnt)
Pedro Augusto Forasté
Paulo Augusto Forasté
(2004)



Como Funciona? Coleção Tempo de Saber 4a
Fernand Lot
Liceu
(1973)



The Killing Game - Pocketbook
Iris Johansen
Bantam
(2000)



Flowers: Basic Skills (inglês) (1988)
Claude Parsons
Walter Foster
(1988)



Alessandro Cagliostro 2 Volumes
Ana Rímoli de Faria Dória
Amorc
(1986)



Club Prisma Método de Esnañol para Jovens - Nível Inicial A1
Varios
Edinumem
(2011)



O Sucesso É Ser Feliz
Roberto Tadeu Shinyashiki
Gente Liv e Edit Ltd
(1997)





busca | avançada
42788 visitas/dia
1,6 milhão/mês