quando me trancava no quarto | Fabíola Bessa

busca | avançada
61366 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Maurício Limeira fará parte do DICIONÁRIO DO PROFUNDO, da Ao Vento Editorial
>>> Longa documental retrata música e territorialidade quilombola
>>> De Priscila Prade, Exposição Corpo em Quarentena abre dia 4/10
>>> Peça leva público infanto-juvenil para o interior de um tribunal
>>> Denise Mattar fala sobre curadoria de exposição comemorativa pelos 60 anos do MAB FAAP
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
>>> A história de Chieko Aoki
>>> Uma história do Fogo de Chão
>>> BDRs, um guia
>>> Iggor Cavalera por André Barcinski
Últimos Posts
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
>>> Indistinto
>>> Mais fácil? Talvez
>>> Riacho da cacimba
>>> Mimético
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Caindo as fichas do machismo
>>> Painel entalhado em pranchas de cedro *VÍDEO*
>>> Sonhos olímpicos nos Lençóis Maranhenses
>>> Internet & Ensino, de Júlio César Araújo
>>> Tom Zé por Giron
>>> Por Que Impeachment?
>>> E na periferia...
>>> Autores & Ideias no Sesc-PR I
>>> Uma lição de solfejo
>>> A Soma de Todos os Medos
Mais Recentes
>>> Autobiografia de um Iogue de Paramahansa Yogananda pela Self-Realization Fellowship (2014)
>>> Revista STATUS PLUS - Xuxa. de Status plus pela Três (1981)
>>> Iniciação à numerologia de Johann Heyss pela Nova Era (2021)
>>> Olhos D'água de Conceição Evaristo pela Pallas (2020)
>>> Aviação Civil Código de Aeronáutica de Desconhecido pela Ministério da aeronáutica
>>> A casa na árvore com 26 andares de Andy Griffiths pela Terry Denton (2016)
>>> Da monarquia à república momentos decisivos de Emilia Viotti da Costa pela Livraria ciências Humanas (1979)
>>> A era de Conan Bêlit de Ma rvel pela Marvel (2020)
>>> Revista Passarinheiros & cia trinca ferro ano v de Passarinheiros & cia pela Passarinheiros & cia (2005)
>>> A special place de Peter Straub pela Pegasus Books (2010)
>>> Spain de Vários autores pela Lonely planet (2008)
>>> Psicoanálisis para principiantes- nº67 de Ivan Ward, Oscar Zárate pela Era Naciente (2004)
>>> As regiões turísticas de Mato Grosso do Sul de Desconhecido pela Desconhecido
>>> Revista Terra por Onde Andou Jesus de Editora Azul pela Azul (1500)
>>> Novos Rumos na Psicanálise de Karen Horney pela Civilização Brasileira (1966)
>>> Florais de orquídeas do Amazonas de Andreas Korte, Antje e Helmut G. Hofmann pela Gente (1997)
>>> Superman: o Que Aconteceu ao Homem de Aço? de Alan Moore pela Panini Books (2013)
>>> Box Star Trek Archives- 4 volumes de Vários autores pela Idw (2017)
>>> A Espada Selvagem De Conan nº 1 A Cidadela dos condenados de Roy Thomas / Barry Windsor Smith pela Panini Comics (2018)
>>> Almanaque Ciência em Show- Biologia de Vários autores pela Master Pop (2014)
>>> CLT: Consolidação das leis do trabalho- Completa de Renato Saraiva, Aryanna Linhares, Rafael Tonassi Souto pela JusPodivm (2018)
>>> Como fazer amigos e ajudar pessoas de Desconhecido pela Coquetel (2019)
>>> Xadrez para principiantes de J. Doubek pela Ediouro (1982)
>>> As tiras clássicas da turma da mônica- Volume 2 de Mauricio de Sousa pela Panini Comics (2008)
>>> Genocídio americano: A Guerra do Paraguai de Julio José Chiavenato pela Círculo do Livro (1991)
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 4/7/2007
Comentários
Leitores


quando me trancava no quarto
Adorei o texto, Adriana. Fiz uma viagem para a minha infância, adolescência.... Boas lembranças dos momentos "trancada no quarto" com os livros que me levavam para lugares maravilhosos. Adorava Agatha Christie, Machado de Assis... Acho que vou reler alguns.

[Sobre "Minhas caixas de bombons"]

por Fabíola Bessa
4/7/2007 às
17h08 201.79.181.61
(+) Fabíola Bessa no Digestivo...
 
Cabelo, barba e bigode
Super divertido, Guga! Já tinha gostado do seu texto sobre cabelos, esse está bárbaro também! E a ilustração idem. beijos!

[Sobre "Barba e bigode"]

por Adriana Carvalho
4/7/2007 às
14h46 200.225.94.130
(+) Adriana Carvalho no Digestivo...
 
um quê de Pedro de Lara
Muito bom, isso! Ri muito. Eu nunca entendi o bigode. Como pode alguém, principalmente as mulheres, gostar? Sempre achei que caras do tipo Olivio Dutra, Aloizio Mercadante, José Sarney e quase todos os nossos intrépidos senadores, têm alguma coisa a menos (ou a mais, dependendo da coisa) na cabeça. Todos têm, no fundo, um quê de Pedro de Lara...

[Sobre "Barba e bigode"]

por Jose Bueno Franco Ne
4/7/2007 às
14h26 201.63.121.154
(+) Jose Bueno Franco Ne no Digestivo...
 
Minha tara por petistas
Parabéns, Guga. Você conseguiu fazer uma interessante visão histórica dessa questão. Gostei muito de tentar entender desde os nobres, passando pelos piratas, até Nietzsche, senti falta só dos comunistas e socialistas, que sempre envergaram barba e bigode. Bigode é uma questão de estilo, até mais do que de barba. Atualmente, para um homem envergar apenas um bigode, ele geralmente é porteiro ou cobrador. Há alguns casos de músicos novatos no samba-rock de raiz, mas vá lá, bigode é algo muito estiloso mesmo. Já barba é algo que confesso, sempre gostei. Não sei explicar bem, mas homens que a deixam crescer simplesmente por preguiça evocam uma aura de primitivismo. Além de cócegas e arranhões no rosto da amada. Piercings, tô fora, mas concordo com você, envergar pêlos no rosto é uma atitude hoje em dia.

[Sobre "Barba e bigode"]

por Bia Cardoso
http://groselha.wordpress.com
4/7/2007 às
12h20 201.14.100.170
(+) Bia Cardoso no Digestivo...
 
Reler é importante
Outro dia, mexendo em papéis guardados há muito tempo, encontrei uma carta que escrevi em 1989. Li com vergonha( era uma carta de amor) e não me reconheci como o autor daquele texto. Hoje, aquela carta seria completamente diferente. Se é assim com uma simples carta...

[Sobre "Revisitar-se ou não, eis a questão"]

por Marcos Reis
http://astrosaber.blogspot.com/
4/7/2007 às
11h54 200.147.17.113
(+) Marcos Reis no Digestivo...
 
Bela crônica da profissão
Uma crônica bem humorada das agruras do cotidiano jornalístico, Adriana. É bom que desmistifica a profissão. Todos passam por isso, seja em relação a fontes e editores, motoristas e fotógrafos, etc. Acaba que as histórias dentro da própria redação às vezes nos ficam mais gravadas que as próprias histórias impressas nas reportagens. Mas, enfim, no papel, no ar, no vídeo, o mundo é belo, positivo, afirmativo, não quer ter nada de muito "jeca". Se o feijão com arroz (e os jabás) viessem acompanhados com uma pitadinha desses bastidores pro leitor, quem sabe seria mais divertido e engraçado ler/ouvir/ver jornal... Bela crônica mais uma vez. Abraço

[Sobre "Práticas inconfessáveis de jornalismo"]

por Rogério Kreidlow
http://rogerkrw.blogspot.com
4/7/2007 às
08h53 201.11.92.95
(+) Rogério Kreidlow no Digestivo...
 
Você esta sendo bondosa
Existem práticas (corriqueiras) muito piores...

[Sobre "Práticas inconfessáveis de jornalismo"]

por Rene
http://ethylliel.multiply.com/
4/7/2007 às
06h24 201.52.150.67
(+) Rene no Digestivo...
 
Mais bebida aos moralistas
O pasquim era um jornal que criticava a moralidade e não se importava em se auto-acusar de jornal bêbado, não vendo isso como um termo pejorativo, mas provocativo para que pessoas que não dão valor ao conteúdo e sim à representatividades morais o julguem. Era um jornal aberto, sobretudo, às idéias, claramente contra o regime, mas aberto a argumentos. Usava do humor, do scarcamso, da sátira e da ironia, pra burlar a burrice da censura. Quem julga os outros por serem bêbados ou não, realmente não deve entender, e nem precisa, o pasquim. Em relação ao Simonal, que dava valor a carrões e a mulheres, às representatividades do poder monetário, cantava muito bem, mas vacilou. Foi delatar e o pasquim simplesmente publicou. Se deram as costas pra ele, paciência. Ele que tivesse pensado bem antes de falar, porque num regime como aquele não se pode ficar em cima do muro ou fingir que não vê.

[Sobre "Simonal e O Pasquim: nem vem que não tem"]

por Amaro Francisco
3/7/2007 às
23h58 189.13.172.243
(+) Amaro Francisco no Digestivo...
 
Adorei o seu texto, Veronica
Voce sabe expressar o que vivemos em nossa imaginacao. Em relacao 'a leitura, eu acho que os melhores livros sao aqueles que acordam nosso espirito em busca ao crescimento. Isso e' sentido atraves da leitura, e assim as portas se abrem. Porem, cada um tem a sua hora, ou seja, cada um vai encontrar o blog ou livro que mais lhe agrada naquela fase da vida. Eu adoro este web site, e acho que estacionarei por aqui! Hugs, Milton

[Sobre "Publique, mas não seja estúpido"]

por Milton Laene Araujo
3/7/2007 às
19h56 65.11.202.208
(+) Milton Laene Araujo no Digestivo...
 
A luta de um brasileiro
O Brasil é um país de verdadeiros artisas que se encontram, na maioria das vezes, anônimos em sua poesia. São eles os verdadeiros lutadores, sonhadores, que fazem acontecer a história deste jovem país. Coque é um exemplo anônimo, esquecido no interior do Brasil, e que às vezes é descoberto por pessoas que, com sensibilidade, de alguma forma ajudam o seu povo e mergulham na cultura da nossa história real. Histórias de brasileiros que vivem e sobrevivem à margem da modernidade, infiltrando-se nas sensíveis veias daqueles que percorrem o ainda não descoberto sertão brasileiro. Sertão das violas, da lua, dos pássaros, das fogueiras, cachoeiras, da sincera amizade e do puro coração. Parabéns a todos aqueles que têm em seu coração a humildade e o amor que nosso Coque possui em seu reino na Natividade. E que novos anjos visitem sua casa, sempre que possível...

[Sobre "Coque, o violeiro de uma mão só"]

por Luis Salvatore
http://www.brasilsolidario.org.br
3/7/2007 às
18h49 201.87.21.80
(+) Luis Salvatore no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Poesia Gonçalves Crespo
Rolando Morel Pinto
Agir
(1967)



Crokiarte - Desenho na Educação Física
Neusa Barbosa Netto
Univ. Fed. de Uberlândia
(1984)



As Valkírias
Paulo Coelho
Rocco
(1995)



Retalhos de uma República
Nelson Valente
Panorama
(1999)



Folheando as Páginas do Meu Passado - Autografado
Nelcy Schlichting Trivelato
Sis
(1995)



O Livro dos Amuletos
Gabriela Erbetta e Michelle Seddig Jorge
Publifolha
(2004)



O Caminho para o Vale Perdido
Patrícia Engel Secco
Boa Companhia
(2007)



Violência e Vitimização na Infância e Adolescência
Maria da Coneição Oliveira Costa
Uefs
(2013)



Way to Go ! 1
Kátia Tavares e Cláudio Franco
Ático
(2014)



Discursos Transculturais Vol 2
Luiza Lobo
Ediouro
(2002)





busca | avançada
61366 visitas/dia
2,2 milhões/mês