Olá, Eduardo | Daniel Nunes

busca | avançada
42634 visitas/dia
2,9 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Feira de vinis especializada em reggae desembarca no Festival Mucho em dezembro
>>> 9ª Edição do Encontro Internacional de Mulheres Palhaças (EIMPA) recebe dezenas de atrações com mais
>>> Teatro- Cidadão em Construção - Ultima apresentação no CEU
>>> 26º Cirandança reúne 1200 alunos das Oficinas de Dança durante 6 dias no C.C. Diadema
>>> IOLE DE FREITAS NO PAÇO IMPERIAL, RIO DE JANEIRO
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
>>> The Nothingness Club e a mente noir de um poeta
>>> Minha história com o Starbucks Brasil
>>> O tipógrafo-artista Flávio Vignoli: entrevista
>>> Deixe-me ir, preciso andar, vou por aí a procurar
>>> Olimpíada de Matemática com a Catarina
>>> Mas sem só trapaças: sobre Sequências
>>> Insônia e lantanas na estreia de Rafael Martins
Colunistas
Últimos Posts
>>> Tucker Carlson no All-In
>>> Keleti: de engenheiro a gestor
>>> LeCun, Bubeck, Harris e a inteligência artificial
>>> Joe Satriani tocando Van Halen (2023)
>>> Linger by IMY2
>>> How Soon Is Now by Johnny Marr (2021)
>>> Jealous Guy by Kevin Parker (2020)
>>> A última canção dos Beatles (2023)
>>> No Time To Die by Meg Mac
>>> Praise You by The Belligerents (2015)
Últimos Posts
>>> Sarapatel de Coruja
>>> Culpa não tem rima
>>> As duas faces de Janus
>>> Universos paralelos
>>> A caixa de Pandora do século XX
>>> Adão não pediu desculpas
>>> No meu tempo
>>> Caixa da Invisibilidade ou Pasme (depois do Enem)
>>> CHUVA
>>> DECISÃO
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Caso Richthofen: uma história de amor
>>> A Literatura na poltrona
>>> A Literatura na poltrona
>>> Autobiografia musical
>>> Carta para Sonia Rodrigues
>>> As Mil e Uma Noites de Nélida
>>> A História de Alice no País das Maravilhas
>>> Mas sem só trapaças: sobre Sequências
>>> Quando um livro encontra seu leitor
>>> Novos Melhores Blogs
Mais Recentes
>>> Extensivo R1 - Livro de Questões - Clinica Cirurgica - Volume 2 de Varios Autores pela Medcel (2021)
>>> Livro de Questões Clínica Médica - Vol 1 - Extensivo R1 de Varios Autores pela MedCel (2021)
>>> Livro de Questões Clínica Médica - Vol 3 - Extensivo R1 de Varios Autores pela Medcel (2021)
>>> Clínica Médica - Geriatria Psiquiatria - Extensivo R1 de Júlio César Menezes / Licia Milena , Cesar Augusto pela Medcel (2021)
>>> Clínica Médica - Cardiologia - Extensivo R1 de José Paulo Ladeira pela MedCel (2021)
>>> Clínica Cirúrgica - Cirurgia do Trauma - Extensivo R1 de João Ricardo F. Tognini; Eduardo Bertolli pela Medcel (2021)
>>> Extensivo R1 - Clínica Cirúrgica: Cirurgia Geral Vol 1 de João Ricardo F. Tognini; Eduardo Bertolli pela Medcel (2021)
>>> Extensivo R1 - Clínica Médica: Infectologia Vol 2 de Durval Alex Gomes e Costa pela MedCel (2021)
>>> Extensivo R1 - Clínica Médica Infectologia Vol 11 de Duirval Alex Gomes e Costa pela Medcel (2021)
>>> Ginecologia e Obstetrícia - Ginecologia- Vol 1 - Extensivo R1 de Jader Burtet, Flavia Fairbanks pela Medcel (2021)
>>> Semiologia Médica - Tomo I de Vieira Romeiro pela Koogan Guanabara (1964)
>>> Breads de Betty Crockers pela Golden (1977)
>>> Themen Neu 1 - Arbeitsbuch - Curso de Alemão Vol 1 de Heiko Bock; Karl Heinz Eisfeld pela Hueber (1996)
>>> The Netherlands de Varios Autores pela Tiger (1997)
>>> Extensivo R1 - Saúde Coletiva - Volume 1 de Fernanda Netto, Jeane Lima e Silva Carneiro pela Medcel (2021)
>>> Livro de Questões Pediatria - Extensivo R1 de Varios Autores pela Medcel (2021)
>>> Extensivo R1 - Ginecologia e Obstetrícia Vol 2 - Livro de Questões de Varios Autores pela Medcel (2021)
>>> Tira-dúvidas - Conjugação Verbal - Nova Ortografia de Douglas Tufano pela Moderna (2021)
>>> Pediatria - Pediatria Vol 1 - Extensivo R1 de Carlos Eduardo Carlomagno , Lygia Lauand pela Medcel (2021)
>>> Extensivo R1 - Hematologia - Clínica Medica de João Carlos Pina Saraiva , Graziela Zibetti pela Medcel (2021)
>>> Mexican Cook Book de Varios Autores pela Meredith (1977)
>>> Programa de Nivelamento 2 ed - 213 de Varios Autores pela Atomo (2010)
>>> Extensivo R1 - Clínica Médica - Pneumologia de José Roberto Megda Filho, Renato Miranda Filho pela Medcel (2021)
>>> Livro de Questões Clínica Cirúrgica- Vol 3 - Extensivo R1 de Varios Autores pela Medcel (2021)
>>> Extensivo R1 - Ginecologia e Obstetrícia Vol 2 de Ana Cristina Perez, Barbara Beatriz Bartholo pela Medcel (2021)
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 20/11/2002
Comentários
Leitores

Olá, Eduardo
Olá,Eduardo.Lendo o seu texto fiquei feliz em saber de mais alguém que descobriu a literatura através de W.S Maughan.Eu também tinha 15 anos quando comecei a folhear Servidão humana,e foi com grande paixão e um certo calafrio,na primavera de 1995, que percebi o absurdo que é a vida. Nasci no dia 22/06/80,....e não deve ter nada mais difícil no mundo que abandonar O fio da navalha antes da última página. Grande abraço!!

[Sobre "Apresentação; ou, O prazer foi meu"]

por Daniel Nunes
20/11/2002 às
19h25 200.158.6.165
(+) Daniel Nunes no Digestivo...
 
"ato falho"
Ops! Errata: "incontáveis lágrimas de emoção rolarão..." Claro, claro, nem sei como fui colocar no passado a cerimônia de coroação do messias. Sorry, deve ter sido ato falho.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Dennis
20/11/2002 às
15h22 200.204.143.186
(+) Dennis no Digestivo...
 
Alice Inácio da Silva
Jorge Hernández Fonseca, cubano radicado no Brasil, escreveu um artigo interessantíssimo, publicado na seção “Tribuna Abierta”, do site “cubanuestra” (fácil de pesquisar). No primeiro parágrafo ele escreve (tradução minha): “A esquerda latinoamericana atual já não luta contra o “capitalismo explorador” como o fazia antes; a derrota do socialismo, em escala planetária - e a adoção do capitalismo de estado pela China comunista e por uma Cuba de Fidel Castro - ao deixá-los sem bandeiras, fez com que eles [todos da esquerda latinoamericana] redirecionassem seus ataques; agora materializam seus esforços contra o que eles denominam “o modelo neoliberal.” A observação de Jorge Hernández Fonseca não é novidade, mas – ainda assim - merece ser analisada com atenção. Antes, a ameaça vinha do capitalismo explorador, hoje vem do modelo neoliberal, amanhã virá das “forças ocultas”, as mesmas que foram responsáveis pela renúncia de Jânio Quadros (outro líder populista que admirava o pulso de ferro de Fidel). Curioso (ao menos para mim, que sou um pobre ignorante) é o fato de que a esquerda não sobrevive senão à sombra de um grande inimigo, e que este é sempre muito mais abstrato do que concreto, muito mais de natureza simbólica do que objetiva. O mundo só não é perfeito por culpa dos abjetos capitalistas, dos sórdidos neoliberais, do Armínio Fraga, etc... Agora teremos um governo brasileiro de esquerda, não teremos? Portanto, os esquerdistas deveriam estar imersos em tépida serenidade, vocês não acham? Afinal eles terão a chance de demonstrar sua competência, a eficácia de seus ideários socialistas. Entretanto... o pessoal de esquerda não me parece tão feliz quanto deveria estar. Por que será? Será aquele maldito cacoete, aquele sestro renitente de sempre apontar o dedo indicador para um pretenso culpado? Será que, mesmo estando na situação, no poder, eles ainda não conseguirão um só dia de paz? Helion, Irã, Marcelo e seus confrades parecem ser pessoas inteligentes, perseverantes, com um tipo de humor (ora voluntário, ora involuntário) que faz sucesso; então eu me pergunto: “Por que eles estão assim nervosos?” Por quê? Relaxem, criaturas! O Brasil é de vocês! Todinho de vocês! Aproveitem para reformar e dar uma mão de tinta látex nas suas fortalezas ideológicas! Sim, claro que Lula fará um governo honesto, progressista, justo e redentor! Claro que todos os loucos que duvidam da capacidade do PT ficarão rubros de vergonha e consumidos pelo remorso. Lula é o primeiro presidente cujo governo já está sendo considerado “ótimo” antes mesmo de iniciar. Diante disso, por favor (eu suplico), sejam mais serenos e tenham um pouco de compaixão. Apenas os loucos, os ignorantes e os cegos de espírito... ainda teimam em não acreditar na Wonderland de Alice Inácio da Silva. Tenham compaixão! Tenham grandeza d’alma! A estrela há de guiar os pastores e os reis ao lugar luminoso onde o messias será coroado. Carlinhos Brown e seus refinados músicos tocarão o hino nacional... incontáveis lágrimas de emoção rolaram... tudo é festa! Tudo é alegria! “Chegou a horaaaaa, chegou, chegooooou!” (Lembram dessa musiquinha?).

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Dennis
20/11/2002 às
14h29 200.204.143.186
(+) Dennis no Digestivo...
 
recados do paulo francis
Venho do Paraíso, onde há pouco tomei café com Paulo Francis (ele continua não bebendo - pelo menos não às quartas-feiras) e conforme desejo expresso repetidamente por ele, peço licença para, em seu nome, citar De Tocqueville, grande sujeito que há muito tempo percebeu que a democracia, como instituição essencialmente individualista, entrava em contradição frontal com o socialismo:
"A democracia amplia a esfera da liberdade individual, o socialismo a restringe. A democracia atribui a cada homem o valor máximo; o socialismo faz de cada homem um mero agente, um simples número. Democracia e socialismo nada têm em comum exceto uma palavra: igualdade. Mas observe-se a diferença: enquanto a democracia procura a igualdade na liberdade, o socialismo procura a igualdade na repressão e na servidão."
Paulo Francis também pediu para dizer ao Helion "que irreventente é a pata que o lambeu". Sobre o Irã, recusou-se sequer a admitir sua existência "física ou espiritual", o que é uma pena, pois idiotas como este rapaz podem servir de trampolim à comentários inteligentes e engraçados.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por F. A. Hayek
20/11/2002 às
13h38 200.161.214.53
(+) F. A. Hayek no Digestivo...
 
Esquerdices nonstop
O "professor" não pára! Ele enlouqueceu de vez!!!

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Rafael Azevedo
20/11/2002 às
13h58 192.146.136.130
(+) Rafael Azevedo no Digestivo...
 
resposta ao Giovanni (m. 51)
Giovanni, obrigado pela sua resposta. Continuo achando que, num site como esse, o debate entre esquerdistas e direitistas é perfeitamente possível. E ninguém precisa se definir previamente, pois as diferenças aparecem ao longo do debate. Desde que se esteja disposto a debater e não a colocar em prática o binômio maniqueísta de argumentos que o mestre ensinou. Francis riria disso, já que era um sujeito inteligente. Já outros...

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Helion
20/11/2002 às
10h52 200.149.161.29
(+) Helion no Digestivo...
 
Programa de idéias
A ausência de Raymond Aron (m. 52) deve ter uma explicação muito simples: aguardam a sua inclusão na lista dos 1O Mais exaltados e recomendados pelo Grande Astrólogo. Como os direitutchos rejeitam o saber acadêmico “tomado pelo esquerdismo” e consideram que todas as editoras só fazem ecoar o pensamento comuna, em que irão se basear, a não ser naquelas indicações? Você pode achar que essa direita não tem um programa de idéias, mas uma coisa eles poderiam ter: um pensamento autônomo. Ah sim, e não se levar excessivamente a sério. Tomam o Francis como guru, quando a sua característica era a irreverência e a provocação. Ele era de um grupo que criou o Pasquim, enfrentando pelo humor o conservadorismo de então. Como pode compreender essa irreverência quem é leitor do Mídia sem Máscara ou do Ternuma? E ainda se achar seu seguidor? Waal, como diria o próprio.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Helion
20/11/2002 às
10h18 200.149.161.29
(+) Helion no Digestivo...
 
Os donos do campo e da bola
Antes, o colunista Alexandre Silva tentou me desqualificar para o debate devido ao meu nome (cf. comentário 39). Agora, lendo o comentário do acreditável Felipe Ortiz, percebo que fui censurado. Diante de tais atitudes, percebo que neste "Digestivo" a liberdade de opiniões funciona em apenas um sentido. Assim sendo, retiro-me deste debate, entregando-o às louvações recíprocas e ao pensamento único.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Irã Dudeque
20/11/2002 às
07h55 200.213.80.5
(+) Irã Dudeque no Digestivo...
 
Debater como, meu Deus do céu?
Quanto ao prof. Helion e a Irã Dudeque, faltam-lhes os requisitos morais mínimos para a participação num debate. O prof. Helion, esse mestre da novilíngua, gasta a maior parte de seus comentários queixando-se da "truculência" e da "hipocrisia" de seus interlocutores, distraindo o leitor da verdadeira motivação de seus comentários, revelada em frases cautelosamente isoladas e breves, mas constantes: ora se mostra frustrado com o que chama de "pensamento (quase) único" do Digestivo Cultural, ora parabeniza o editor Júlio Daio Borges pela "limpeza étnica" supostamente dirigida aos colunistas "de direita", ora cobra do mesmo editor uma definição para a "situação esquizofrênica" em que vive este jornal, afirmando antes que este site "só tem a ganhar" com a saída desses colunistas... Prof. Helion, da próxima vez, iguale-se ao menos a Salomé: seja franco e direto ao pedir a cabeça de Alexandre Soares Silva. Restou o inacreditável Irã Dudeque, cujo comentário mais relevante foi a divulgação dos resultados de seu teste de Rorschach, apagado pelo editor do site - que percebeu, melhor do que o comentarista, que suas projeções mentais em forma de pirulito eram de interesse exclusivo do autor e de seu psicólogo. Sem conhecimento e boa-fé, não houve e não haverá qualquer debate de idéias neste fórum - apenas esta interminável e chatíssima festa de insultos, às vezes quebrada por uma ou outra mensagem honesta ou bem-humorada.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Felipe Ortiz
20/11/2002 à
01h52 200.184.182.2
(+) Felipe Ortiz no Digestivo...
 
meias verdades
Só agora li este texto. Bom, vc esqueceu o escultor Bernini, Lampedusa, Umberto Eco, e muitos outros. Mas nos concentremos apenas em sua primeira frase: “Há um lobby italiano no mundo, e no Brasil, que chega a ser quase mais poderoso do que o famoso lobby israelense.” Vc sabe que isso não é verdade. Porque em todo o cinema americano há muito mais espaço para indivíduos do segundo grupo citado por vc. Porque Roberto Benigni com aquele filminho idiota – e ainda assim bem melhor que o Central do Brasil – pra ganhar o Oscar teve que falar do Holocausto. Assim como Spielberg, que apesar de ser da “comunidade” e ter revitalizado o cinema de entretenimento e rendido milhões para a indústria não era levado em consideração e só o passou a ser a partir de A Lista de Schindler. Agora, por que vc não cutuca a verdadeira onça com sua curta vara?

[Sobre "Grandes Carcamanos da História"]

por Ana Couto
20/11/2002 à
01h21 200.216.31.102
(+) Ana Couto no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Livro Capa Dura Dicionário Mítico-Etimológico Volume 1 A-I
Junito de Souza Brandão
Vozes
(1991)



The Contrarian Effect: Why It Pays (big) to Take...
Michael Port, Elizabeth Marshall
Wiiley
(2008)



Marilia Gabriela Entrevista - 10 Anos de Gnt
Marilia Gabriela
Globo
(2006)



Constituição Federal interpretada pelo STF
Antonio Joaquin Ferreira Custódio
Juarez de Oliveira
(2002)



O livro do apocalipse segundo a visão da graça de Deus 6 - Volume 113
Miguel Ânelgo
Do autor
(2008)



Livro Literatura Estrangeira Querido John
Nicholas Sparks
Novo Conceito
(2010)



Kidnapped
Robert Louis Stevenson adapt. Deborah Kestel
Moby Books
(1977)



Quem Matou Palomino Molero ?
Mario Vargas Llosa
Francisco Alves
(1986)



Hans Staden - um Aventureiro no Novo Mundo
Jô Oliveira
Conrad Livros
(2005)



Crer ou Não Crer Uma Conversa sem Rodeios
Pe. Fábio de Melo e Leandro Karnal
Planeta
(2017)





busca | avançada
42634 visitas/dia
2,9 milhões/mês