Gosto muito de futebol | Maí­ra Barbosa

busca | avançada
62339 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Projetos culturais e acessibilidade em arte-educação em cursos gratuitos
>>> Indígenas é tema de exposição de Dani Sandrini no SESI Itapetininga
>>> SESI A.E. Carvalho recebe As Conchambranças de Quaderna, de Suassuna, em sessões gratuitas
>>> Sesc Belenzinho recebe cantora brasiliense Janine Mathias
>>> Natália Carreira faz show de lançamento de 'Mar Calmo' no Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Mamãe falhei
>>> Sobre a literatura de Evando Nascimento
>>> Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça...
>>> G.A.L.A. no coquetel molotov de Gerald Thomas
>>> O último estudante-soldado na rota Lisboa-Cabul
Colunistas
Últimos Posts
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
>>> Trader, investidor ou buy and hold?
>>> Slayer no Monsters of Rock (1998)
>>> Por que investir no Twitter (TWTR34)
>>> Como declarar ações no IR
Últimos Posts
>>> Auto estima
>>> Jazz: 10 músicas para começar
>>> THE END
>>> Somos todos venturosos
>>> Por que eu?
>>> Dizer, não é ser
>>> A Caixa de Brinquedos
>>> Nosferatu 100 anos e o infamiliar em nós*
>>> Sexta-feira santa de Jesus Cristo.
>>> Fé e dúvida
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Sideways Rain: Pausa, Choque, Fluxo e Corpo
>>> Capitu, a melhor do ano
>>> Bowie, David
>>> A guerra das legendas e o risco da intolerância
>>> À beira do caminho
>>> Monteiro Lobato, a eugenia e o preconceito
>>> Vale Emprego
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> internet jornalismo revolução
>>> Façam suas apostas
Mais Recentes
>>> Olhos Virtuais de 1lucas Diemer pela Abdr (2018)
>>> O Dom Supremo de Paulo Coelho / Henry Drummond pela Rocco (1994)
>>> Supply Chain Trust de Osvaldo de Salles Guerra Cervi pela Dvs (2006)
>>> Licitação - Teoria e Prática de João Carlos Mariense Escobar pela Livraria do Advogado (1999)
>>> 1° Ato de Renan Chiaparini pela Modo (2016)
>>> Manual do Advogado de Valdemar P. da Luz pela Sagra-d. C. Luzzatto
>>> Comece Em Propaganda Com uma Idéia de Alexandre Peralta pela Jaboticaba (2006)
>>> O Cavaleiro da Ilha do Corvo de Joaquim Fernandes pela Bussola (2011)
>>> Os Mandamentos da Qualidade Total de Alvaro José de Almeida Calegare pela Inter Qual
>>> Pegadas de Roberto Adami Tranjan pela Gente (2005)
>>> Defending the History of Economic Thought de Steven Kates pela Edward Elgar (2013)
>>> Desnutrição Intra-uterina de Nóbrega Tonete Trindade pela Panomed Editorial (1982)
>>> Nietzche para Estressados de Allan Percy pela Sextante (2011)
>>> Mensalão de Merval Pereira pela Record (2013)
>>> O Fã Clube de Irving Wallace pela Nova Cultural (1987)
>>> Um Coach Grego de Eduardo Bomfiglio pela Besourolux (2015)
>>> Jdbc 2 - Guia de Consulta Rápida de Fábio Ramon pela Novatec
>>> O Segredo do Quadro de Carey Roberts pela Nova Cultural (1989)
>>> Terapia - Avareza de Ariel Dorfman pela Objetiva (1999)
>>> Os Trabalhadores do Mar de Victor Hugo pela Nova Cultura
>>> Lula: a Opção Mais Que o Voto de Candido Mendes pela Garamond (2002)
>>> Out of the Blue - Blueprint One Video Workbook de Nick Dawson pela Longman do Brasil (1996)
>>> Os Cem Melhores Contos Brasileiros do Século de Italo Moriconi; Diversos Autores pela Objetiva (2001)
>>> American Headway 3 - Second Edition - Teachers Pa de Liz Soars; John Soars pela Oxford do Brasil (2010)
>>> As Campânulas Azuis - Crônicas e Poesias de Maria do Céu Coutinho Louzã pela Rumo Editorial (2015)
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 9/6/2010
Comentários
Leitores


Gosto muito de futebol
Gosto muito de futebol, afinal, moramos no paí­s do futebol.

[Sobre "Futebol: 10 mandamentos e 5 mitos"]

por Maí­ra Barbosa
9/6/2010 às
17h58 189.76.215.202
(+) Maí­ra Barbosa no Digestivo...
 
Muito bom, mesmo
hehehehe... muito bom, mesmo! Abraços. Joseph Shafan

[Sobre "Futebol: 10 mandamentos e 5 mitos"]

por Joseph Shafan
http://recantodasletras.uol.com.br/autores/shafan
9/6/2010 às
16h01 187.10.155.98
(+) Joseph Shafan no Digestivo...
 
Sintoma de doença social
O cerne da crítica nietzscheana é à doutrina de Jesus, sim. Ao sermão da montanha, à bem-aventurança dos sofredores, à defesa do conformismo, à negação do mundo e da vida por uma recompensa em outra vida. Enfim, à positivação de valores negativos para a vida. É um sintoma de doença social esse desejo cada vez maior dos crentes em presenciar o fim do mundo, em ver o mundo transformado em cinzas. Dizer que isso é um valor ético positivo é sinal da penúria intelectual e moral a que o cristianismo levou a sociedade. Por que esse ódio ao mundo? Talvez Deus tenha sérios traumas de infância, para se importar tanto com o uso que fazemos de nossos pênis, vaginas e ânus.

[Sobre "O cristianismo para Nietzsche"]

por Amâncio Siqueira
http://amanciosiqueira.wordpress.com
9/6/2010 às
11h31 200.196.168.40
(+) Amâncio Siqueira no Digestivo...
 
Realidade paralela
E fantasia, irrealidade, ilusão, não é algo que nosso estimado filósofo admita como poder! Para ele, quem tem que inventar uma realidade paralela são os desprovidos de poder, pois os que têm o poder convivem muito bem com esta realidade, essa diferença sempre está exposta em seus comentários sobre a moral de classe baixa e a aristocrática. Vejo isso até quando faz aquelas comparações entre cristianismo e budismo. E, caríssimo Mauro, no quesito comer se refinou e evoluiu assim como o homem de Nietzsche deve ser, pois sua filosofia, segundo o próprio, deve evoluir, não pode estagnar... ele nos deixa isso explícito!

[Sobre "O cristianismo para Nietzsche"]

por Carlos Patez
http://www.capatez.zip.net
8/6/2010 às
12h04 189.19.67.141
(+) Carlos Patez no Digestivo...
 
Filósofos tinham poder
Olá, Dulce. Realmente Nietzsche pode ter-se traído em muitas coisas, mas em querer ser controlado, não concordo. Quanto a isso tenho comigo que o filósofo, seja ele quem for, usa em primeiro lugar seu próprio corpo como laboratório de ideias. Apesar de sua frágil saúde ele conseguiu montar (como é o termo de sua preferencia) um sistema filosófico que continua póstumo, que incomoda, que nos faz a todos parar e pensar, e ruminar exatamente como queria, pois contesta nossos valores sociais, psicológicos e afins. E não foi apenas Nietzsche que negou a existência desse deus fantástico: Espinosa é o exemplo de alguém que foi duramente criticado por esta posição! Quanto aos filósofos gregos, na visão deste filósofo, em sua época quem detinha os poderes eram os querreiros, filosófos cantavam suas vitórias, seus heroísmos, eles reagiam às ações destes. Nietzsche sempre valorizou a ação em primeiro plano, logo a análise! Os filósofos tinham realmente muito poder, mas o poder de fantasiar.(continua)

[Sobre "O cristianismo para Nietzsche"]

por Carlos Patez
http://www.capatez.zip.net
8/6/2010 às
11h47 189.19.67.141
(+) Carlos Patez no Digestivo...
 
Valia tudo, até se morder
A geração beat anda corada em nossos tempos. Se recordar as fogueiras sentimentais do passado em que transar era algo entre quatro paredes, sem importar com o sexo. Valia tudo, até se morder.

[Sobre "Sereníssima"]

por Manoel Messias Perei
http://www.pop.com.br
8/6/2010 às
05h04 189.79.192.217
(+) Manoel Messias Perei no Digestivo...
 
A pequenez dos homens de fé
Não colocamos a razão à frente de nossos sentimentos, apenas dissimulamos que o fizemos. Se o tivéssemos feito, teríamos dado à humanidade um testemunho de verdade. Teríamos provado alguma coisa, nosso comportamento seria basto. Não teríamos que nos acanhar em palavras, nem discursos, nem homilias. Ainda que por tentativas insuficientes e pusilânimes, senti o quão livre me tornei ao diminuir um pouco o instinto de agressividade; notei que, moderando a gula, deixei de comer por vício e apreciei muito melhor os sabores. Quantas coisas ganharíamos por vencer nossas fraquezas, o ego, ah, tivéssemos seguido o exemplo de Sócrates que, ao contrário do que dizia Nietzsche, mostrou o resultado de colocar a mente à frente das emoções básicas: o indivíduo se fortalece, se vitaliza, se alegra e pulsa. Uma pena que o grego tenha vivido em época onde não havia celular para filmá-lo para que, deste modo, todos o vissem, apenas o vissem em sua grandeza modesta. E veriam também a pequenez dos homens de fé.

[Sobre "O cristianismo para Nietzsche"]

por mauro judice
http://www.gizeditorial.com.br/maurojudice
8/6/2010 à
01h03 201.93.70.145
(+) mauro judice no Digestivo...
 
Nietzsche tem razão
É... Somos isto. Nietzsche tem razão em denunciar nosso ressentimento com relação àqueles que têm o que não temos, e quisemos rebaixar os homens de valor, tomando-nos superiores a eles, tendo-nos por eleitos de Deus. Mas desconfio que nosso filósofo tenha caído em mesma armadilha do ego, como disse a Dulce no comentário acima. Só sei de uma coisa: Friedrich Nietzsche é o meu maior detrator. Ninguém melhor que ele nos mostrou, a nós, homens de fé, o quanto somos falsos, afetados, presunçosos e fracos. E, no entanto, sou grato a ele e a todos os pensadores que detrataram a religião. Nada como um cético para orientar um convicto. Contudo, o filósofo se enganou num ponto, para maior demérito nosso, crentes em Deus. Afirmou que inibimos os instintos e nos tornamos por isso em indivíduos exânimes, fracos e sem vontade (Vontade de Poder). Mas, não, querido Nietzsche, nós não fizemos isto. Não inibimos nossa animalidade, nossos instintos, nós os castramos (Patez está certíssimo).

[Sobre "O cristianismo para Nietzsche"]

por mauro judice
http://www.gizeditorial.com.br/maurojudice
8/6/2010 à
00h56 201.93.70.145
(+) mauro judice no Digestivo...
 
A justiça é como o teatro
Química? Que tal ler "Tabela Periódica" de Primo Levy, autor de "A Trégua", onde ele declara que a "justiça é como o teatro"? Quem discorda?

[Sobre "Elogio Discreto: Lorena Calábria e Roland Barthes"]

por Paulo Pereira
7/6/2010 às
15h07 187.14.199.203
(+) Paulo Pereira no Digestivo...
 
Essência, pura e simples
simplesmente sofisticado Assim mesmo sem vírgula nem ponto e nem mesmo caixa alta. Essência, pura e simples. Infeliz daquele que, diante desse texto, diante das pessoas que praticam o que o texto simplesmente retrata, não for cordato. Temos aqueles que por falta de atitude, postura, caráter ou dignidade trocam o diálogo por silêncio calunioso, não querem se comprometer com o entendimento do mais simples, pois lhes exigirá o rogo da prática. Obrigado por seu texto, querido escritor.

[Sobre "Simplicidade ou você quer dormir brigado?"]

por Fredh Hoss
http://twitter.com/fredhhoss
7/6/2010 às
15h05 201.95.39.186
(+) Fredh Hoss no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Aprendiz
Bill Rancic
Landscape
(2005)



A Grammar of Spoken Brazilian Portuguese
Earl W. Thomas
Vanderbilt University Press
(1974)



A Viagem ao Sucesso
Pedro Cardoso
Gente
(2007)



Magnificat iii
Silvia Maria D. Domingos
Scortecci
(2014)



Competindo na Terceira Onda
Jeremy Hope e Tony Hope
Campus



Planos e Adaptações de Deus
Otto S. Joas
Adventista
(1999)



Pânico em Nova Iorque
Irwin Lewis
Edameris
(1966)



Pré-vestibular Matemática - Livro 3
Sistema de Ensino Poliedro
Sistema de Ensino Poliedro
(2015)



Coleção Octa + - Volume 2.
Cassia Cristina S. Pereira e Outros.
Poliedro
(2018)



A Estranha Tia da Rua dos Maracujás
Liliana Iacocca
Ftd
(1991)





busca | avançada
62339 visitas/dia
1,8 milhão/mês