Histórias naturais | Eduardo Carvalho | Digestivo Cultural

busca | avançada
63094 visitas/dia
2,3 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Série Brasil Visual tem pré-estreia neste sábado no RJ e estreia dia 25/6, no canal Curta!
>>> Thiago Monteiro apresenta seu primeiro álbum autoral “Despretensioso”, em Rib. Preto - 25/06
>>> DIADORIM | NONADA SP
>>> Porto Blue Sound, festival de música gratuito chega a Belo Horizonte em julho
>>> Projeto Memória leva legado de Lélia Gonzalez ao CCBB BH
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
>>> Rodrigão Campos e a dura realidade do mercado
>>> Comfortably Numb por Jéssica di Falchi
>>> Scott Galloway e as Previsões para 2024
>>> O novo GPT-4o
>>> Scott Galloway sobre o futuro dos jovens (2024)
>>> Fernando Ulrich e O Economista Sincero (2024)
>>> The Piper's Call de David Gilmour (2024)
Últimos Posts
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Crônica de Aniversário
>>> Oiti
>>> Uma certa inocência
>>> A TV é uma droga
>>> Arroz com rapa
>>> No TV
>>> A Onda de Protestos e o Erro de Jabor
>>> São Francisco Xavier I
>>> O Código de Defesa do Consumidor e Maradona
>>> Gerald Thomas: cidadão do mundo (parte I)
Mais Recentes
>>> Análise Do Caráter - Volume 4 de Wilhelm Reich pela Martins Fontes (1998)
>>> Curral Novo (Romance) de Adalberon Cavalcanti Lins pela São José (1958)
>>> Biodisponibilidade De Nutrientes de Silvia Maria Franciscato Cozzolino pela Manole (2005)
>>> Halo: Um Amor Que Ultrapassa As Barreiras Do Ceu E de Alexandra Adornetto pela Agir (2010)
>>> Principles of the theory of solids de J. M. Ziman pela Cambridge University Press (1969)
>>> 1968 O Ano Que Não Terminou: Aventura De Uma Geracão de Zuenir Ventura pela Objetiva (2013)
>>> Dinheiro: Os segredos de quem tem de Gustavo Cerbasi pela Sextante (2024)
>>> Nuclear Physics de Irving Kaplan pela Addison-Wesley (1964)
>>> Coisas Maiores de Steven Furtick pela Inspire (2021)
>>> Oscar Wilde: A Biography de Richard Ellmann pela Penguin Canada (1988)
>>> Ordem e Progresso de Philip Murdoch pela Lan (2018)
>>> A Importância Do Ato Ler de Paulo Freire pela Cortez (1998)
>>> A Revolução Dos Bichos de George Orwell pela Companhia Das Letras (2007)
>>> Autoridade na Oração de Dutch Sheets pela Lan (2018)
>>> Profetas Modernos de Shawn Bolz pela Chara (2018)
>>> Peregrinos da eternidade de A.W.Tozer pela Hagnos (2021)
>>> A Vida Crucificada de A.W.Tozer pela Vida (2021)
>>> Honrando ao Senhor com nossos bens de Luciano Subirá pela Orvalho (2005)
>>> Descobrindo Crianças: Abordagem Gestáltica Com Crianças E Adolescentes de Violet Oaklander pela Summus (1980)
>>> Físico Química. Para As Ciências Químicas E Biológicas - Volume 1 de Raymond Chang pela Mc Graw Hill (2008)
>>> Laikos de Dag Heward-Mills pela Parchment House (2006)
>>> Mundos Invisíveis de Marcelo Gleiser / Frederico neves pela Globo (2024)
>>> Sinais E Sistemas Lineares de B.p. Lathi pela Bookman (2024)
>>> A Alma Do Líder de Ken Blanchard pela Garimpo (2009)
>>> Comentários Científicos de Êxodo de Robson Rodovalho pela Sara Brasil Edições (2018)
COLUNAS

Sexta-feira, 18/6/2004
Histórias naturais
Eduardo Carvalho
+ de 5600 Acessos
+ 3 Comentário(s)

Richard Conniff escreveu sobre vários animais para a National Geografic, e decidiu escrever um livro sobre mais um: a sua História natural dos ricos. O título funciona como apelo publicitário - até porque Conniff é especializado em assuntos da natureza -, mas não é bem isso: é mais uma História íntima dos ricos. Os ricos, além do mais, tem muita intimidade e pouca naturalidade.

Conniff não é preconceituoso. Não parte do princípio de que que ser classe-média é melhor, apesar de acabar com essa conclusão - um pouco forçada, convenhamos. O jornalista, na verdade, aproveita teorias conhecidas da história natural - como a da evolução das espécies - e explica o motivo dos ricos se comportarem assim: de se fecharem em clubes exclusivos, se exibirem aos amigos, se dedicarem a filantropia, etc.

Conniff provavelmente não é milionário, mas também não parece um deslumbrado quando entrevista um bilionário americano. Ele sabe descrever as situações certas - da forma certa, com uma ironia discreta e constante: "O clima se modifica e alguns macacos, balançando-se nas árvores, aos poucos evoluem para chipanzés, enquanto outros descem, saem vagando pelas planícies relvadas e se transformam na Julia Roberts."

Não é exatamente outro exemplo de ironia, mas quando, digamos, Conniff compara o hábito sexual das cambaxirras-do-brejo de bico longo com o de Armand Hammer, fundador da Playboy, na hora nos perguntamos: por que os jornais não contratam colunistas sociais assim?

Mais prazeres

Escrevi, na coluna passada, sobre as dezenas de livros que comprei recentemente, mas esqueci de alguns: entre eles os volumes II e III dos Ensaios de Montaigne, que preconceituosamente eu adiava a leitura. Pensei que Montaigne fosse lento, que apontasse referências desconhecidas e desnecessárias, que o modelo de seu ensaio fosse oposto ao que hoje tentamos praticar - um texto suave e aberto, com impressões pessoais, comentários diretos, etc. Claro que eu sabia que Montaigne inaugurou essa modalidade literária, mas não imaginava que já a praticasse com tanta facilidade. Montaigne descobriu e revelou a essência do ensaio; escreveu sobre assuntos importantes e variados, como a conversação, os livros, a diversão, as mulheres.

Sobre os livros: "Gostaria muito de ter um entendimento mais perfeito das coisas, mas não o desejo adquirir, de tão caro que custa. Minha intenção é passar docemente, e não laboriosamente, o que me resta da vida. (...) Não procuro nos livros mais do que me proporcionar prazer por um divertimento honesto; ou, se estudo, não procuro neles mais do que a ciência que trate do conhecimento de mim mesmo, e que me ensine a bem viver e a bem morrer." Alguém procura mais do que isso? O pior é que sim.

Um exemplo

Um milionário exemplar, no Brasil, é Marcos Moraes, que agora pretende expandir sua fortuna exportando cachaça. Foi ele quem fundou e vendeu o Zipnet, por 360 milhões de dólares, no auge da Internet. E depois arriscou uma pequena bolada no ramo da moda, em NY, que lhe consumiu US$ 10 milhões. Acontece. Marcos Moraes, aliás, investe parte de seu patrimônio em pesquisa científica, o que no Brasil, infelizmente, soa indelicado.

Mas é por aí: estão finalmente surgindo angel capitalists brasileiros, dispostos a enfrentar riscos em busca de retornos extraordinários. Essa é uma modalidade de investimento muito adequada ao Brasil: porque temos aqui oportunidades desconhecidas e desprezadas, camufladas por um mercado ineficiente e uma economia instável. Aos poucos, porém, essas oportunidades vão aparecendo: nos setores de tecnologia, agronegócios, imobiliário, comercio exterior, etc. E quem chegar primeiro aproveita as margens folgadas do monopólio temporário. Vamos ver se o espírito capitalista, aos poucos, empurra o Brasil - para frente.


Eduardo Carvalho
São Paulo, 18/6/2004

Mais Eduardo Carvalho
Mais Acessadas de Eduardo Carvalho em 2004
01. De uma volta ao Brasil - 23/7/2004
02. A melhor revista do mundo - 8/10/2004
03. Por que não estudo Literatura - 24/9/2004
04. Como mudar a sua vida - 21/5/2004
05. O chinês do yakissoba - 5/3/2004


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
21/6/2004
20h32min
Surpreendente esse Marcos Moraes. Sendo filho de quem é não era de se admirar que daria um excelente empreendedor, um visionário. Infelizmente o Brasil não é muito profícuo em produzir "Midas". O que se vê por aí é só uma geração de Mauricinhos e Patricinhas que se ocupam apenas em dilapidar a fortuna herdada de seus antepassados, esbanjando caras e bocas em colunas sociais.
[Leia outros Comentários de Gui]
25/6/2004
14h45min
Eduardo: gosto muito de seus textos, mas, no caso de Histórias Naturais uma coisa me surpreendeu: quem é esse Armand Hammer? O fundador da Playboy não é o Hugh Heffner?
[Leia outros Comentários de Marcos Villanova ]
25/6/2004
17h19min
Edu, sempre me surpreendo com seus textos. Mesmo que o tema nem me passe pela cabeça, ao lê-lo em sua coluna fica interessante. Parabéns! Gui, não se esqueça que o Brasil também é catedrático em críticas referentes a "o que se vê por aí". Como estou fazendo agora. Quanto aos capitalistas, a casa ainda está uma bagunça. Onde sobram oportunidades e idéias mirabolantes. Mas, como disse Galvão Bueno em uma de suas corridas narradas: "Há uma grande diferença entre chegar e ultrapassar." Estou chegando e não vejo a hora de ultrapassar. Abraços. Fred
[Leia outros Comentários de Fred]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Saude mental, reabilitacao e atencao basica
Maria c. g. vicentin
Artgraph
(2016)



O Sucesso é Ser Feliz
Roberto Shinyashiki
Gente
(1997)



O Ludico Na Formação Do Educador
Santa Marli Pires Dos Santos
Vozes
(2011)



A 8ª Série C
Odette de Barros Mott
Atual
(1995)



O Livro Negro da Previdência
Paulo César Régis de Souza
Anasps
(2005)



Organizações Internacionis 565
Gilberto M. A. Rodrigues
Moderna
(2014)



Livro Infanto Juvenis Os Meninos da Rua Paulo
Ferenc Molnár
Cosacnaify
(2005)



Os Significados Urbanos
Lucrécia D Alessio Ferrera
Edusp
(2000)



Sobrou Dinheiro!
Luis Carlos Ewald
Bertrand Brasil
(2003)



El Libro Victrola de La Ópera
Victor Talking Machine
Victor Talking
(1925)





busca | avançada
63094 visitas/dia
2,3 milhões/mês