Tarifa de ônibus: estamos prontos p/ pagar menos? | Adriana Baggio | Digestivo Cultural

busca | avançada
64948 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Rodolpho Parigi participa de live da FAAP
>>> Para fugir de ex-companheiro brasileira dá volta ao mundo com pouco dinheiro
>>> Zé Guilherme encerra série EntreMeios com participação da cantora Vania Abreu
>>> Bricksave oferece vistos em troca de investimentos em Portugal
>>> Projeto ‘Benzedeiras, tradição milenar de cura pela fé’ é lançado em multiplataformas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
>>> Zuza Homem de Mello (1933-2020)
>>> Eddie Van Halen (1955-2020)
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
>>> Vandalizar e destituir uma imagem de estátua
>>> Partilha do Enigma: poesia de Rodrigo Garcia Lopes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
Colunistas
Últimos Posts
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
>>> Van Halen no Rock 'n' Roll Hall of Fame
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
Últimos Posts
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
>>> Perplexo!
>>> Orgulho da minha terra
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Alívios diamantinos
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Ser intelectual dói
>>> Simone de Beauvoir: da velhice e da morte
>>> Alice in Chains, Rainier Fog (2018)
>>> Distribua você também em 2008
>>> A proposta libertária
>>> Sátiro e ninfa, óleo s/ tela em 7 fotos e 4 movies
>>> Capitu, a melhor do ano
>>> As fronteiras da ficção científica
Mais Recentes
>>> Com Olhos de Criança de Francesco Tonucci pela Instituto Piaget (1988)
>>> Revista Neuro Educação – Nº 4 – Dormir Bem Para Aprender Melhor de Vários Autores pela Segmento (2015)
>>> de Jorge Carvalho do Nascimento pela Criação (2018)
>>> Revista Ciência & Vida Psique – Ano 1 – Nº 2 – Psicopedagogia Pra Que? de Vários Autores pela Escala
>>> Revista Crescer em Família – Ano 7 – Nº 74 - Primeiro Ano do Bebê de Vários Autores pela Globo (2000)
>>> Revista Mente e Cérebro – Ano XVI – Nº 197 – As 5 Idades do Cérebro de Vários Autores pela Duetto (2009)
>>> Poder, Política e Partido de A. Gramsci pela Brasiliense (1992)
>>> Gramsci : Cem anos de um pensamento vivo - coleção P&T de J. Luiz Marques e Luiz Pilla Vares (Orgs.) pela Palmarica (1991)
>>> Memórias da Resistência de Jorge Carvalho do Nascimento pela Criação (2019)
>>> Supercapitalismo Como o capitalismo tem transformado os negócios, a democracia e o cotidiano de Robert B. Reich pela Campus (2008)
>>> Marx Engels - História -Coleção Grandes Cientistas Sociais 36 de Florestan Fernandes (Org.) pela Ática (1983)
>>> Começo de Conversa – Orientação Sexual de Osny Telles Marcondes Machado pela Saraiva (1996)
>>> Ciclos de Formação Proposta Político-Pedagógica da Escola Cidadã - Cadernos Pedagógicos 9 de Vários Autores pela SmedPoA (1999)
>>> Ciclos de Formação Proposta Político-Pedagógica da Escola Cidadã - Cadernos Pedagógicos 9 de Vários Autores pela SmedPoA (1996)
>>> A dieta dos 17 dias Um método simples para perder barriga de Mike Moreno pela Sextante (2011)
>>> O Especialista em Educação na Perspectiva da Escola Cidadã - Cadernos Pedagógicos 10 de Vários Autores pela SmedPoA (1996)
>>> Dez Leis Para Ser Feliz - Ferramentas par se apaixonar pela vida de Augusto Cury pela Sextante (2008)
>>> Projeto Revista de Educação – Nº 1 - Ano 1 de Vário Autores pela Projeto (1999)
>>> O Carvalho de Jorge Carvalho do Nascimento pela Criação (2020)
>>> Dicionário do Pensamento Marxista de Tom Bottomore - Editor pela Jorge Zahar (2001)
>>> Um tango para 5 Rainhas de Jony Wolff pela Edição do autor (2018)
>>> O Carvalho de Jorge Carvalho do Nascimento pela Criação (2020)
>>> Os Clássicos da Política vol. 1- Mquiavel-Hobbes-Montesquieu- Rousseau de Francisco C. Welfort (Org.) pela Ática (2006)
>>> Nacionalismos - O estado nacional e o nacionalismo no século XX de Montserrat Guibernau pela Jorge Zahar (1997)
>>> Bibliografia Estudos Sobre Violência Sexual Contra a Mulher:1984-2003 de Kátia Soares Braga - Elise Nacimento (Orgs.) pela Letras Livres - UNB (2004)
>>> O reino de James T. harman pela Restauração (2013)
>>> A importancia da cobertura de Lance Lambert pela Classicos (2013)
>>> O Reino Entre Nós de Não Informado pela O Lutador
>>> Como Realizar a Aprendizagem de Robert M. Gagné pela Mec (1974)
>>> Yoga para a Saúde do Ciclo Menstrual de Linda Sparrowe/ Patrícia Walden pela Pensamento (2004)
>>> Pequenos Segredos da Arte de Escrever de Luiz A. P. Victoria pela Ouro (1972)
>>> Deus Cristo e Caridade Reformador Revista de Espiritismo Cristão de Federação Espírita pela Federação Espírita (1988)
>>> Deus Cristo e Caridade Reformador Revista de Espiritismo Cristão de Federação Espírita pela Federação Espírita (1989)
>>> Paca, Tatú...Contos Infantis de Malba Tahan pela Cruzada da Boa Imprensa (1939)
>>> A Marquesa de Reval de May Logan pela Anchieta (1944)
>>> Camilo Compreendido Tomo 1 e 2 de Gondim da Fonseca pela Martins (1953)
>>> Técnicas de Yoga de Dr.M.L.Gharote pela Phorte (2007)
>>> A Essência da Alma de Sônia Tozzi (psicografia) pela Lúmen (2006)
>>> Minutos de Oração de Legrand (coord) pela Soler (2007)
>>> A Norma Jurídica de Tercio Sampaio Ferraz Jr. E Outros pela Freitas Bastos (1980)
>>> Le Bateau Ivre Análise e Interpretação de Augusto Meyer pela São José (1955)
>>> Franz Kafka Os Filhos Rossmann Bendemann e Samsa de Ruth Cerqueira de Oliveira Röhl pela Universidade de São Paulo (1976)
>>> Fios de Ariadne - Ensaios de interpretação marxista de Centro de Estudos Marxistas pela Universidade de Passo Fundo (1999)
>>> Três Momentos Poéticos de Nelly Novaes Coelho pela Conselho Estadual de Cultura
>>> A Luz Perdida de Murillo Araujo pela Pongetti (1952)
>>> História e Consciência Social de Leôncio Basbaum pela Globo (1985)
>>> Dostoievsky de David Magarshack pela Aster
>>> Asanas de Swami Kuvalayananda pela Phorte (2009)
>>> A Ciência do Yoga de J.K.Taimni pela Teosófica (2006)
>>> Osso no seu Osso indo além da imitação de cristo de F. j. Huegel pela Restauração (2019)
COLUNAS >>> Especial Protestos

Sexta-feira, 21/6/2013
Tarifa de ônibus: estamos prontos p/ pagar menos?
Adriana Baggio

+ de 2900 Acessos

Sempre que se começa uma argumentação dizendo "aqui na Europa...", parece que vem atípica desqualificação do Brasil por quem está morando fora. Para contribuir com o debate sobre as tarifas e a qualidade do transporte público no meu país, mais em pauta agora por conta dos protestos em São Paulo, queria trazer as minhas percepções sobre o transporte público de Bologna, que eu considero bom. O que não significa que viver em Bologna seja melhor do que viver no Brasil. Aliás, arrisco a dizer que morar em outro país nos ajuda a valorizar o nosso. Mas enfim, isso é digressão.

Bologna fica na área mais abastada da Itália, no centro-norte. É considerada uma cidade economicamente privilegiada. Mesmo assim, tem sofrido os efeitos da crise europeia. Sua população gira em torno dos 500 mil habitantes e recebe muitos imigrantes de países da África, Ásia e leste europeu. Apesar de não ser uma cidade grande, as linhas de ônibus são fartas e possuem uma frequência adequada.

A passagem de ônibus em Bologna varia de acordo com o local onde se compra o bilhete e a quantidade comprada. Estudantes e idosos possuem algumas bonificações, que acabam tornando o preço da passagem mais barato para esses grupos. Mesmo quem não tem a passagem subsidiada pode pagar menos, por meio da compra de cartões que valem por alguns meses ou um ano.

Se o bilhete for pago dentro do ônibus, custa 1,50 euro. Se for comprado antecipadamente, numa tabacaria ou banca de revista, custa 1,20. O cartão city pass, que vem com 10 "viagens", custa 11 euros, ou seja, 1,10 por passagem. É essa tarifa que eu pago, já que costumo usar esse cartão. Convertendo para a moeda brasileira, minha passagem custaria por volta de 3,10 reais.

Uma vez comprado o bilhete, ele vale por uma hora. Ou seja, posso trocar de ônibus nesse período, sem precisar pagar outra passagem. O mesmo vale para os cartões e o bilhete comprado antecipadamente. Por isso, uma regra estritamente seguida é validar o bilhete assim que se entra no ônibus. Não há cobrador: as pessoas são responsáveis por pagar sua passagem, validar seu ticket e cumprir as demais regras. Os coletivos são fiscalizados e, se um passageiro estiver viajando sem bilhete e for pego, leva uma multa bem alta.

(Ultimamente parece estar havendo uma incidência maior de "malandragens", porque há uma campanha publicitária mostrando a importância de as pessoas pagarem sua passagem.)

Bologna é uma São Joaquim do inverno e um Rio de Janeiro no verão. Os ônibus, então, têm aquecedor e ar condicionado. Passageiros e motoristas viajam com conforto. Em todas as paradas há uma tabela com o horário em que o ônibus passa naquele local, e esses horários são cumpridos. Por tudo isso, andar de ônibus em Bologna é muito conveniente.

Você já andou de ônibus em São Paulo num dia de verão, às cinco da tarde, enquanto o sol ainda está fervendo os miolos e o trânsito já está uma merda? Se a resposta for sim, meus sentimentos. Eu também já passei por isso. Mas apesar de todo o desconforto, pensava o seguinte, enquanto tentava abstrair o calor, o cheiro ruim e o barulho do motor no meio do engarrafamento: eu desço daqui a pouco. E esses dois coitados, motorista e cobrador, que vão continuar nessa linha infernal mais não sei quantas horas?

Primeira diferença entre os ônibus de Bologna e os de São Paulo (e de Curitiba): as condições de trabalho. Os motoristas dos ônibus daqui ficam numa espécie de cabine, protegidos inclusive da eventual violência de algum passageiro. Sobre cada porta, uma câmera mostra se o passageiro já subiu ou já desceu, sem que ele precise ficar esticando o pescoço pra olhar no espelho ou sem que tenha que esperar a batidinha de moeda do cobrador pra avisar que dá pra fechar a porta.

Segunda diferença: o escalonamento de preços das passagens. Quem usa com mais frequência, paga menos. Isso é uma prática comum de mercado. Se você compra algo lá no Sam's Club em quantidade, vai pagar menos por unidade. Não poderíamos fazer o mesmo no Brasil pra distribuir melhor os custos?

Terceira: em São Paulo o cartão permite que você troque de ônibus sem pagar nova passagem. Em Curitiba, não. A integração só acontece nos terminais e nos tubos - a não ser que algo tenha mudado a partir de fevereiro. O ônibus que passa na minha casa, por exemplo, não faz integração nenhuma. Ou seja, sai mais barato pagar gasolina e estacionamento do que comprar quatro ou mais passagens - se o trajeto exigir mais de uma linha de ônibus.

Quarta: na maior parte dos ônibus, são duas pessoas trabalhando. Em Curitiba, algumas linhas funcionam só com motorista, mas ele precisa fazer o papel de cobrador também. A parte "recursos humanos" impacta bastante no preço da passagem.

Sou contra a tarifa gratuita. Acho que pode haver subsídios pra quem precisa mais. Porém, pagar ajuda a valorizar (ao menos enquanto a gente não amadurece enquanto cidadãos). Mas quem cuida do transporte público poderia pensar em soluções alternativas, como desconto para compra de passagens em grande quantidade, por exemplo.

Outra coisa: se o transporte público for bom, muita gente vai passar a usar. E se o sistema passa a ter mais usuários e o trânsito passa a ter menos carros, o custo de operação dos ônibus vai baixar.

Acho que as empresas de ônibus são uma máfia, sim. Acho que a passagem é cara e o serviço é ruim. Porém, se queremos um serviço nível europeu, estamos preparados para agir como cidadãos europeus? Vamos comprar a passagem ou validar o bilhete mesmo se o ônibus não tiver cobrador? Vamos resistir à tentação de "tirar vantagem" e andar de ônibus sem pagar, já que não haverá ninguém nos controlando? E se os cobradores forem "abolidos", os sindicatos não vão se revoltar?

Coisas pra fazer a gente pensar, para que possamos embasar muito bem nossos argumentos e protestar com coerência. A começar pelo voto: a forma mais eficaz de mostrar que estamos fartos de ser tratados com desrespeito.


Adriana Baggio
Curitiba, 21/6/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Náufrago: nem tanto ao mar, nem tanto à terra de Adriana Baggio


Mais Adriana Baggio
Mais Acessadas de Adriana Baggio
01. Apresentação - 31/5/1974
02. Maria Antonieta, a última rainha da França - 16/9/2004
03. Dicas para você aparecer no Google - 9/3/2006
04. Ser bom é ótimo, mas ser mau é muito melhor* - 24/4/2003
05. E você, já disse 'não' hoje? - 19/10/2011


Mais Especial Protestos
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ
THEREZINHA BITTENCOURT E VITOR LIMA RAIMUNDO
ODORIZZI
(2011)
R$ 10,00



TEM AQUELA DO...
CHICO ANÍSIO
CÍRCULO DO LIVRO
(1978)
R$ 8,38



SOMBRAS QUE ASSOMBRAM - O EXPRESSIONISMO NO CINEMA ALEMÃO
SESC
SESC
(2013)
R$ 7,27



NOVAS GEOPOLÍTICAS
JOSÉ WILLIAM VESENTINI
CONTEXTO
(2011)
R$ 18,00



PROSPERIDADE EM 42 DIAS
HUMBERTO PAZIAN
BUTTERFLY
(2008)
R$ 19,00



FILHOTES - OS CUIDADOS NOS PRIMEIROS ANOS DE VIDA DO SEU CÃO
SCOTT MILLER
MANOLE
(2008)
R$ 25,00



EXEGESE DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL-04 VOLUMES-CRÍTICA-INTER-JUR 9429
ANTONIO PEREIRA BRAGA
MAX LIMONAD
R$ 143,00



OS SEIS LIVROS DA REPÚBLICA - LIVRO SEGUNDO - 1ª EDIÇÃO
JEAN BODIN
ÍCONE
(2011)
R$ 34,95



O CRIME DO PADRE AMARO
EÇA DE QUEIRÓS
W. BUCH
(2009)
R$ 14,90



OS EXTRATERRESTRES - OS PRIMEIROS POVOADORES DA TERRA ?
HEBER CASAL SÁENZ
PLANETA
(2005)
R$ 12,90





busca | avançada
64948 visitas/dia
2,1 milhões/mês