Hitler e outros autores | Marta Barcellos | Digestivo Cultural

busca | avançada
44238 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Sexta-feira, 8/1/2016
Hitler e outros autores
Marta Barcellos

+ de 2300 Acessos

A primeira polêmica de 2016 já tem dono — e que dono. Adolf Hitler, e seu livro Mein Kampft (Minha luta), oferece todos os pré-requisitos e apelos midiáticos para protagonizar as infindáveis discussões polarizadas tão comuns no nosso tempo: preconceito X politicamente correto; liberdade de expressão X discurso de ódio, extrema direita X extrema esquerda, regulação X livre mercado.

Os direitos sobre a obra antissemita e de propaganda nazista pertenciam ao governo da Baviera, que proibiu sua reedição até que o livro se tornasse de "domínio público", o que acontece este ano. Agora, a sorte está lançada: nem que seja em busca dos 15 minutos de fama, os polemistas de plantão vão pregar radicalismos de um lado e de outro. O senso comum, pelo que li até agora, é de que eventuais novas edições devem ser comentadas e contextualizadas, de forma a evitar que a obra seja usada ideologicamente.

Ao mesmo tempo em que a tecnologia da comunicação, hoje, nos permite conhecer radicais em todo canto do planeta — assim como ajuda estas pessoas a se organizarem —, os pesquisadores não param de encontrar vestígios de preconceito — sob a luz dos valores atuais — em nossos ídolos do passado.

Mahatma Gandhi, segundo o livro O great soul, do ex-editor executivo do New York Times Joseph Lelyveld, era racista e pedófilo. Na nossa literatura lusófona, descobrimos que, além de Monteiro Lobato, Eça de Queiroz e Fernando Pessoa também eram francamente racistas. Na coluna do escritor José Eduardo Agualusa, no Globo, surpreendo-me com o seguinte texto de Pessoa:

"O caso do Brasil é típico. Confirma (...) que os territórios sujeitos a excessos climáticos, como o calor intenso e a umidade excessiva, não são aptos a criar raças autóctones susceptíveis de civilização. (...) A escravatura é lógica e legítima; um zulu ou um landim não representa coisa alguma de útil neste mundo. Civilizá-lo, quer religiosamente, quer de outra forma qualquer, é querer dar aquilo que ele não pode ter. O legítimo é obrigá-lo, visto que não é gente, a servir os fins da civilização."

Obviamente, não devemos mudar nossa percepção sobre uma obra artística em função do que hoje consideramos defeitos de caráter. Lobato continua sendo Lobato, Pessoa continua sendo Pessoa. Muitas leitoras, nestes tempos de conscientização feminista, passaram a perceber ranços machistas nas obras dos melhores escritores. Já li estudos, por exemplo, sobre o machismo em Jorge Amado: fazem todo sentido, e não me dei conta quando li todos os seus livros na adolescência.

Por isso a questão da "contextualização" é tão importante — seja na publicação marqueteira do livro de Hitler, seja na leitura das aventuras de Pedrinho. O racismo já foi eugenia que já foi ciência — e hoje ficamos, com razão, chocados com a mentalidade da época.

É nesta hora que me surge uma reflexão: com que tipo de preconceito atual — do que não damos conta da existência - as gerações futuras ficarão chocadas quando forem nos pesquisar?

Tenho um palpite a respeito dos avanços de uma minoria ainda cercada de tabus e vítima de abusos de poder. As crianças. Acredito que no futuro todos ficarão horrorizados quando souberem que os pais e "responsáveis" podiam torturar crianças, psicológica e fisicamente, como se fossem proprietários delas. Um dia, ainda vamos conseguir um jeito de proteger melhor essa minoria — e quem sabe melhorar ainda mais a humanidade. Feliz futuro novo - sem preconceitos - para todos!



Marta Barcellos
Rio de Janeiro, 8/1/2016


Mais Marta Barcellos
Mais Acessadas de Marta Barcellos em 2016
01. A selfie e a obsolescência do humano - 7/10/2016
02. Wanda Louca Liberal - 10/6/2016
03. A melhor Flip - 1/7/2016
04. Na hora do batismo - 12/8/2016
05. Literatura engajada - 8/4/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




GUIA ESPIRAL WASHINGTON
AA PUBLISHING
PUBLIFOLHA
(2009)
R$ 14,00



HISTOIRE DE L ART - L ART MODERNE 1
ELIE FAURE
LIVRE DE POCHE
(1965)
R$ 22,00



AUTO DA RIBEIRINHA
A. B. M CADAXA
IMPR NACIONAL CASA DA MOEDA
(1996)
R$ 19,70



AS PUPILAS DO SENHOR REITOR
JÚLIO DINIS
PUBLIFOLHA
(1997)
R$ 4,50



O CONDENADO
BERNARD CORNWELL
RECORD
(2005)
R$ 11,50



MOZART - O MENINO PRODÍGIO
OPAL WHEELER SYBIL DEUCHER
MELHORAMENTO
R$ 21,00



O CLAMOR DAS ALMAS
RICHARD SIMONETTI
CEAC
(2008)
R$ 15,00



A GRANDE ESPERANÇA
ELLEN G. WHITE
CASA PUBLICADORA BRASILEIRA
(2011)
R$ 4,00



MEGA LETRONIX COMO SE ESCREVE? MORFOLOGIA VOLUME 10
RECREIO
ABRIL
R$ 4,90



A TRILOGIA DAS CORES VOL 2 - A EMOÇÃO É BRANCA
SAMARONE LIMA E INÁCIO FRANÇA
SAPPHO PRESS
(2013)
R$ 17,90





busca | avançada
44238 visitas/dia
1,1 milhão/mês