Comentários de Manoel Messias Perei | Digestivo Cultural

busca | avançada
66255 visitas/dia
1,9 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Dentre Nós Cia de Dança estreia “Sagrado Seja o Caos”
>>> Teatro: Sesc Santo André traz O Ovo de Ouro, espetáculo com Duda Mamberti no elenco
>>> PianOrquestra fecha a temporada musical 2021 da Casa Museu Eva Klabin com o espetáculo online “Colet
>>> Primeira temporada da série feminina “Never Mind” já está completa no Youtube da Ursula Monteiro
>>> Peça em homenagem à Maria Clara Machado estreia em teatro de Cidade Dutra, na periferia de São Paulo
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
Últimos Posts
>>> Entre outros
>>> Corpo e alma
>>> O tempo é imbatível
>>> Consciência
>>> A cor da tarja é de livre escolha
>>> Desigualdades
>>> Novembro está no fim...
>>> Indizível
>>> Programador - Trabalho Remoto que Paga Bem
>>> Oficinas Culturais no Fly Maria, em Campinas
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Sem música, a existência seria um erro
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Disciplinas isoladas
>>> Meus encontros e desencontros com Daniel Piza
>>> Pai e Filho
>>> Solaris, o romance do pesadelo da ciência
>>> E o Doria virou político...
>>> A ABSTRATA MARGEM
>>> Salvem os jornais de Portugal
>>> Irmãos Amâncio
Mais Recentes
>>> A Guerra das Rosas (lacrado) de Leila Meacham pela Rocco (2011)
>>> Krum (lacrado) de Hanoch Levin pela Cobogó (2016)
>>> Medeias Latinas de Márcio Meirelles Gouvêa Júnior pela Autêntica (2014)
>>> Metamorfoses Privadas (lacrado) de Rui Xavier pela Nversos (2012)
>>> A Ditadura Militar e os Golpes Dentro do Golpe - 1964-1969 de Carlos Chagas pela Record (2014)
>>> Zagor Nº 50 de Bonelli pela Mythos (2005)
>>> Teen Mate 2 - Resource Book de Vários Autores pela Difusão de Educação e Cultura
>>> Flores do Alimento de Silvetre Silva pela Empresa das Artes (1998)
>>> Zagor Nº 7 de Bonelli pela Mythos (2001)
>>> Cartas a Davi (lacrado) de Fabiano Pereira pela Thesaurus (2014)
>>> Heróis de Verdade 15ª Edição de Roberto Shin pela Gente (2005)
>>> Imperatriz Leopoldina - o Anjo da Independência do Brasil de Monica Buonfiglio pela Companhia dos Anjos (2002)
>>> Hillary Clinton por Ela Mesma de Lisa Rogak pela Alta Books (2015)
>>> Memórias de Aldenham House de Antonio Callado pela Jose Olympio (2015)
>>> Estudo Dirigido de Educação Musical Nº 2 de Irvany Bedaque Ferreira Frias pela Orfeu (1972)
>>> A Dimensão Normativa da Argumentação (lacrado) de Tiago Neu Jardim pela Lumen Juris (2017)
>>> Ragnarok N° 16 de Lee Myung Jin pela Conrad
>>> O Caneco de Prata de João Carlos Marinho Silva pela Obelisco
>>> Das Mädchen Orchidee de Pearl S. Buck pela Bertelsmann Lesering (1960)
>>> Tutela Penal Ambiental de Thiago Jordace pela Lumen Juris (2016)
>>> Temas Essenciais Em Direito Ambiental (lacrado) de Beatriz Souza Costa pela Lumen Juris (2014)
>>> Manual of Accounting Ifrs 2013 Volume 1 de Vários Autores pela Bloomsbury Professional
>>> O Espírito Piagetiano (lacrado) de Olivier Houde pela Penso (2004)
>>> Saga de Beija-flor (lacrado) de Bernardo Marçolla pela Kbr (2015)
>>> Touro de Max Klim pela Nova Era (2001)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Domingo, 6/2/2011
Comentários
Manoel Messias Perei


Esbofeteie, violente e beije
Tenho a impressão de que no passado havia uma rigidez, devido ao processo de educação centralizado na família, e quase uma ordem unida a ser cumprida por cada um. Hoje sinto que há um processo de liberdade, de conscientização das necessidades do próximo. Porém, há uma pervesidade, em que as pessoas usam e abusam de estacionamento privativo, pra idoso ou deficiente. Tem atitudes mais violentas em relação ao próximo. E isto é quase que a certeza de que o ser humano é entre todos os animais o que usa mais o cérebro, raciocina friamente, e mantém um olhar que parece destruir o próximo. Negando as palavras, ditas e repetidas, em todos os cultos religiosos. Ame o seu próximo como a si mesmo e tenha a consciência de um Criador sobre todas as coisas. Mas isto são apenas repetições; na prática, se puder, esbofeteie, violente o próximo e depois beije.

[Sobre "Duros tempos da vida moderna"]

por Manoel Messias Perei
http://www.pop.com.br
6/2/2011 às
17h58 189.79.203.207
 
Até a morte é dialética
A vida é um conjunto de contradições que somente a dialética pode interpretar, virando-se do avesso. E essa questão dos novos trabalhos, os novos focos, é interessante, o caráter é mesmo informar. O que morre é a resistência do não transformar, embora a morte de uma forma de trabalho gere o nascimento de outra, mais criativa. Portanto, até a morte, neste caso, é dialética.

[Sobre "The Daily, de Rupert Murdoch, no iPad"]

por Manoel Messias Perei
http://www.pop.com.br
2/2/2011 às
15h35 189.79.192.5
 
Sedução através das palavras
A literatura revela o interior de quem escreve, e a forma como estabelece um texto é, na verdade, a forma de grafar a sedução através das palavras.

[Sobre "É possível conquistar alguém pela escrita?"]

por Manoel Messias Perei
http://www.pop.com.br
23/1/2011 às
22h23 189.79.214.17
 
A verdade artística
Na arte expressamos uma verdade, que não é científica, mas que denuncia, encanta muito mais do que uma simples reportagem. É a verdade artística, poética.

[Sobre "Antonio Henrique Amaral"]

por manoel messias perei
http://www.pop.com.br
13/1/2011 às
21h00 189.79.196.146
 
Baudelaire: fetiche de época
Baudelaire, um talento, mas que contava com uma aura sobrenatural, como fetiche de uma época. E olhava o mar buscando o horizonte como margem.

[Sobre "Baudelaire, um pária genial (parte I)"]

por Manoel Messias Perei
http://www.pop.com.br
11/1/2011 às
07h47 189.79.196.146
 
Às vezes, somos racionais
A emoção canta mais alto dentro de nós e toda a nossa vida é como a ilusão de um barco que navega em alto mar. Às vezes, somos racionais. Mas em todas as datas comemorativas corremos, presenteamos, muitas vezes choramos. É a emoção que canta mais alto, mesmo.

[Sobre "Terminar o ano correndo"]

por Manoel Messias perei
6/1/2011 às
23h38 189.79.227.119
 
Música brasileira em silêncio
Musicalmente o Brasil estabelece o silêncio quando trata-se de música que combinem harmonia, letras e ritmo. Que explore a cultura de um povo, que estabeleça a arte do cantar e encantar com a trasformação científica e tecnológica. Havia uma música brasileira que tinha um refrão "a música, alta sensibilidade espirituosidade..." É... foi um tempo que passou.

[Sobre "As letras de música de hoje"]

por Manoel Messias Perei
http://www.pop.com.br
28/12/2010 às
12h10 189.79.220.206
 
Olhar feminino no poder
Sabemos que o sistema político e social é o mesmo, sabemos que a estrutura governamental do Brasil é a mesma. Só que há um olhar feminino observando os detalhes, e uma equipe administradora, que passa a ser comandada por alguém que usa o batom e aperfuma-se, muito mais do que os homens, que geriram conflitos, desigualdades, que estabeleceram assassinatos e torturas nos casos dos militares, que teve um País condenado pela OEA; e nem mesmo Lula teve coragem pra resolver esse impasse desabonador para um País que se diz democrático. Com certeza o olhar feminino fará a diferença e, em vez de botas pra esmagar as flores, estarão as sandálias femininas do respeito.

[Sobre "Mulher no comando do país! E agora?"]

por Manoel Messias Perei
http://www.pop.com.br
22/12/2010 às
06h20 189.79.220.206
 
No chão da realidade
Um filme traçado no chão da realidade.

[Sobre "Cidade de Deus: o maior barato"]

por Manoel Messias Perei
http://www.pop.com.br
29/11/2010 às
12h11 189.79.204.12
 
Um recado para a Yoko Ono
Aquele que na vida teve uma simples interrompida merece ser lembrado na história, mesmo que esta não tenha sido de glória. Ao menos teve uma obra, embora um cobra dentro da própria atualidade. Uma obra que merece ser preservada como aguar a roseira e na vida inteira manter vidas de Rosa. Lennon lutou pela paz, mas foi morto por um fã incapaz, que com certeza achou correto ter matado, dando continuidade à violência essa indecência que é presença em nosso dia a dia. Por isso, o recado para Yoko é que ela lute pela paz e harmonia. Se ela conseguir ouvir, ler o recado digestivamente, agradecemos.

[Sobre "John Lennon, o homem"]

por Manoel Messias Perei
http://www.pop.com.br
12/11/2010 às
06h21 189.79.226.132
 
O Digestivo é um encanto
O Digestivo é uma espécie de encanto, é algo que antropologia escrita pode levar anos para entender. Mas vejo que começou com uma lógica unir escritos de artes sem ser fanzine, sem ser suplemento literário, ser apenas algo que estabeleceu pontes e que possibilitou o encantamento.

[Sobre "Digestivo empreendedor"]

por Manoel Messias Perei
http://www.pop.com.br
11/11/2010 às
10h55 189.79.226.132
 
Necessidade poética
A poesia tem o seu intelocutor, que sabe da necessidade poética de atender o teatro de viver.

[Sobre "Claudio Willer"]

por Manoel Messias Perei
http://www.pop.com.br
5/11/2010 às
07h33 189.79.228.130
 
Transição identitária
Vivemos numa época em que ninguém sabe mais informar quem é o homem ou a mulher, e, na verdade, estamos em fase de transição identitária na nossa sociedade. Coisas do mundo contemporâneo.

[Sobre "Batom, kichute e literatura"]

por Manoel Messias Perei
http://www.pop.com.br
2/11/2010 às
08h30 189.79.201.251
 
O Digestivo e a diversidade
Pelo processo democrático do Digestivo, crescemos num contexto da diversidade.

[Sobre "Digestivo Cultural: 10 anos de autenticidade"]

por Manoel Messias Perei
http://www.pop.com.br
21/10/2010 às
04h28 189.79.227.142
 
A vida é uma eterna dança.D...
A vida é uma eterna dança.Dançaremos hoje e seremos o ridículo de amnhã.Mas até andar é dançar.

[Sobre "A dança das décadas"]

por Manoel Messias Perei
http://www.pop.com.br
13/10/2010 às
04h34 189.79.210.22
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Dízimo a Arte de Prosperar
Edson Barros ( Pastor )
Do Autor
(2006)



Deus no pasto
Hermilio Borba Filho
Civilização Brasileira
(1972)



Nas Voragens do Pecado
Yvonne A. Pereira / Espirito Charles
FEB
(2009)



História e Cultura Africana e Afro-brasileira
Nei Lopes
Barsa Planeta
(2008)



Técnicas de Pintura e Desenho Desenho por Computador 1
Vários Autores
Ediciones Genesis
(1992)



O Homem plural
Mário Graciotti
Nova época
(1978)



O Velho Logan 6 Derrotado?
Marvel Panini Comics
Panini Comics
(2017)



Fale Espanhol No Táxi - Taxistas E Passageiros
Importado
Importado
(2021)



Direito Tributário e os Conceitos de Direito Privado
Aldo de Paula Junior e Outros
Noeses
(2010)



Helena e Iaiá Garcia
Machado de Assis
Cultrix





busca | avançada
66255 visitas/dia
1,9 milhão/mês